Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

17 de out de 2005

O.M. AÏVANHOV – 17 de outubro de 2005

DO SITE AUTRES DIMENSIONS.

Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui



Eu sou Michaël Aïvanhov.
Eu venho, enfim, manifestar-me junto a vocês, caras almas.

Em meu tempo, pus as fundações de alguns movimentos.
Eu tentei, o melhor que pude, em função da época em que estive presente em seu país, transmitir, totalmente, e de modo perfeitamente autêntico, os ensinamentos da Luz com a qual vocês trabalham.
Nisso, é-lhes solicitado conformar-se, total e inteiramente, à Luz, a Luz que eu portei um tempo, mas que não pôde ir ao seu termo, porque o momento não havia chegado.

Eu apenas coloquei marcadores, apenas coloquei limites precisos, através da Fraternidade Branca Universal, que permitirão, hoje, ir até o extremo do caminho que eu me estabeleci como Grande Comandante da Ordem de Melquisedeque.

Eu posso ajudá-los muito mais do que as entidades altamente espirituais que se encarregam deste planeta, mas que não estão mais a par dos planos os mais densos há extremamente muito tempo, que eu conheci em minha vida e que eu continuo a conviver, sem poder manifestar-me, mas que, entretanto, não escapam de minha forma específica de perspicácia e de lucidez.

Não se esqueçam de que, em minha vida, eu era aquele que comandava, em meu canto de França perdido, a água e o fogo.
Eu comandava os elementos.
Eu pedia ao fogo para parar, ele parava.
Eu pedia às nuvens para chover e cobrir o fogo, elas o faziam.

Isso é, obviamente, dito em meu nome e, obviamente, dito sob o controle e serviço que eu estabeleci para o Grande Orionis e, também, para a Santa Trindade, em acordo com os comandos daqueles que governam a quinta dimensão no Intraterra, mas, também, aqueles que virão desempenhar papéis específicos, tal como é previsto em todas as profecias e predições que foram dadas há extremamente muito tempo, sobre este planeta.

Não é mais tempo de tergiversar, não é mais tempo de colocar-se questões, mas de entrar na realização do que vocês vieram fazer.

Questão: poderia falar-nos da «mestria»?

A mestria é um longo caminho, qualquer que seja a origem dimensional.
A partir do momento em que vocês entram no jogo da encarnação, tudo é armadilha que se opõe à mestria.
Convém controlar muitas coisas; cada coisa, cada minuto é uma mestria.
Cada instante de sua vida deve ser uma mestria, qualquer que seja o nível espiritual.
É isso que tentei ensinar em minha vida, que alguns compreenderam, mas transformaram, a um momento, a mestria pelo poder, a mestria pelo controle.

A mestria é um ato consciente que deve sobrevir a cada minuto de sua vida e, absolutamente, não de maneira meditativa ou em certo momento de sua encarnação.

Portanto, a mestria é um processo permanente, que jamais é realizado totalmente, que prossegue, qualquer que seja o nível dimensional.

O Sol aprende, também, a mestria.
A Terra aprende, também, a mestria, numa escala de tempo completamente diferente daquela que vocês conhecem.

Entretanto, tudo é evolutivo nessa mestria.
Não há, jamais, mestria perfeitamente estabelecida.
O Grande Comandante, a quem vocês chamam Orionis, também está num processo de mestria.
Não há mestria absoluta, diríamos.
Há uma mestria que se autogera, progressivamente, nas dimensões superiores e a cada fase uma mestria diferente é levada a efeito.

Questão: haveria preconizações quanto às nossas estruturas físicas?

Convém, sempre, beber muita água.
Convém respirar profundamente.
As técnicas são extremamente simples.

Eu me fiz ouvir, amplamente, sobre isso, em minha vida.
Não foi por acaso que insisti na respiração.
Não foi por acaso que insisti no enraizamento ligado à Terra e através de movimentos simples que permitem à energia circular, livremente, no corpo, mas, também, no Espírito.
Nisso, as preconizações as mais simples serão, sempre, as melhores.
Nada há, efetivamente, de misterioso, isso.

Sua mestria consiste em controlar o sopro, já, num primeiro tempo; controlar, num segundo tempo, suas palavras, o que vocês dizem; controlar, girar sete vezes a língua na boca, antes de falar.
Isso é muito simples.
Isso faz parte dos ensinamentos de base da espiritualidade, e daquele que quer avançar para sua mestria.

Questão: «saudar o Sol», como você preconizava, continua válido?

Esse trabalho estava em relação com a época na qual eu vivia.
O acesso ao mundo multidimensional não era tão fácil como hoje.

Hoje, basta-lhes pensar no Sol da manhã, tranquilamente, em seu leito, para ter a energia do Sol da manhã.
Não há necessidade física de estar em contato com o Sol da Manhã, agora.
Mas, se isso lhe convém, você pode, obviamente, fazê-lo.

Não coloque regras formais onde, hoje, não temos necessidade de formalismo, mas, simplesmente, responsabilização.

Eu falei, cara amiga.
E, agora, vou recuperar meus espaços.
Eu lhe digo, talvez, até breve.
Cara amiga, eu a saúdo e eu lhe aporto, como se convencionou fazê-lo em nossos planos, a minha bênção e todo o meu amor.

__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

15 de out de 2005

INTRATERRA – 15 de outubro de 2005

DO SITE AUTRES DIMENSIONS.


Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui




Bem, bem vindos a vocês, caros irmãos e irmãs de superfície.

Primeiramente, permitam-me apresentar-me: eu sou um dos Governadores de uma região situada em algum lugar sob seus pés.
Eu faço parte de uma região chamada Intraterra por alguns de seus médiuns e entidades que entraram em contato conosco, há extremamente muito tempo.

Eu represento um coletivo unificado de consciência pelo qual eu me exprimo, através dessa entidade de superfície que está aqui presente.
Nós somos, de algum modo, seus irmãos e irmãs, mesmo se não pertençamos à sua humanidade, nós somos os guardiões da evolução de nossa Terra comum.

Nós somos, também, os guardiões das portas interdimensionais.
Nós somos os guardiões do núcleo central deste planeta, que é constituído de cristal.

Como guardião, eu venho a vocês para permitir-lhes explorar, um pouco mais adiante, os mundos dimensionais que vocês têm muito pouca oportunidade de conviver ou de tocar, devido ao seu fenômeno de involução, de encarnação que, quanto a nós, povo do Intraterra, superamos, amplamente, há agora 320.000 anos de seus anos de superfície.

Assim, é-nos permitido, neste período de transição e de transformação de nosso planeta, transmitir-lhes certo número de elementos que lhes permitirá, eu espero, aceder um pouco mais livremente a essas dimensões novas que vêm para vocês, a fim de que vocês não estejam perdidos, no momento oportuno, e a fim de que vocês trabalhem para um pouco mais de consciência unificada, melhorada, recentrada, e a fim de permitir-lhes tornar-se o que vocês são, realmente (o que vocês não são, de momento).

Nisso, os cristais são, efetivamente, um dos meios que lhes é permitido conviver, a fim de elevar suas vibrações/consciência, ampliar seus campos de coerência, até níveis não experimentados até o presente sobre este planeta e que, entretanto, veem, hoje, pelos portais dimensionais abertos, a realização desses estados multidimensionais em sua encarnação.

Nisso, ser-me-á permitido, por intermédio do coletivo geodésico de vinte e três outras almas de consciência unitária pelo qual eu me exprimo, estar ao mais perto da chave que lhes permitirá aceder e transcender suas limitações atuais, a fim de penetrar (num primeiro tempo, durante suas noites, mas, em seguida, de maneira muito consciente) esses estados multidimensionais tão importantes, porque eles são sua evolução muito próxima.

De fato, os esquemas de funcionamento que vocês têm experimentado, progressivamente e à medida de suas encarnações sucessivas, vão, em breve, desaparecer, totalmente, para deixar lugar a um mundo de Luz autêntica, no qual não haverá mais lugar para a divisão, a separação, mas no qual tudo funcionará num modo, eu diria, muito mais rápido, mais desprendido de seu tempo linear de três eixos.

Lembrem-se das palavras chave que são, efetivamente, «um novo modo de funcionamento», que não deixa mais lugar para qualquer sombra, para qualquer apego, para qualquer limite.

Vocês vão, enfim, redescobrir que são muito mais que o que acreditavam há 50.000 anos, não seres limitados, confinados, mas, efetivamente, seres livres, totalmente livres.
E como se tornar livres se vocês não aceitam, em sua alma e consciência, essa eventualidade como potencialmente real?

De fato, a um dado momento na história deste planeta, em seu mundo de superfície, vocês serão levados a fazer, livremente, a escolha, a escolha da liberdade ou a escolha da prisão.
A escolha de um novo ciclo de 50.000 anos de reencarnações sucessivas ou a escolha da liberação, ou seja, o acesso a esses mundos multidimensionais que vêm para vocês.

A maior parte de vocês está se dizendo que é fácil escolher a liberdade ao invés da prisão.
Pense outra vez.
A liberdade dá mais medo do que a prisão.
A liberdade é uma responsabilidade.
A liberdade é uma diligência de autenticidade, que não suporta qualquer sombra e qualquer trapaça.
Nisso, inúmeros seres humanos escolheram a prisão, porque eles têm medo dessa liberdade nova que vem para eles.
Mas pouco importa.

Essa liberdade fundamental de escolha está inscrita por contrato, desde sua descida nesta terceira dimensão, há extremamente muito tempo.


Eu lhes agradeço por sua atenção.
Eu lhes aporto minha saudação fraternal.
E nos deixamos, agora.
__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

14 de out de 2005

MARIA – 14 de outubro de 2005

DO SITE AUTRES DIMENSIONS.

Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui



Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.
Bem vindos a vocês, queridos filhos de Luz.

É-nos permitido, nesses momentos, ajudá-los, e ir ainda mais adiante para vocês mesmos, ajudá-los a ir para esses reencontros mágicos com sua Fonte, a fim de que vocês compreendam, a fim de que vivam, a fim de que sintam sua unicidade e sua Unidade primordial de ligação com todas as coisas manifestadas nesta terceira dimensão na qual vocês vivem há tão longo tempo.

As distorções inerentes à sua encarnação aqui embaixo são como filtros, que os impedem de ver, de perceber claramente, totalmente, a realidade de quem vocês são, da bondade que vocês são, da Luz que vocês são.
Os filtros, ligados às provas, ligados às quedas sucessivas na encarnação, via experiências da encarnação, permitiram fazê-los esquecer-se quem vocês são, na Essência.

Cabe-lhes, hoje, estando perfeitamente iluminados e lúcidos sobre quem vocês são, retornar a essa Fonte, retornar a essa liberdade fundamental que é sua Essência, sua natureza primária.
Porque, de fato, queridos filhos, vocês são entidades de Luz, entidades vindas da Fonte e que retornam à Fonte, através de uma longa viagem de descida nos mundos dimensionais e de subida ao longo de mundos dimensionais, a fim de reencontrar – de expansão em expansão, após terem passado por fenômenos de contração em contração – sua Essência, enriquecida de experiências vividas e enriquecida de provas superadas.

Cabe-lhes caminhar em toda autenticidade.
Cabe-lhes caminhar em toda clareza, em toda humildade, na realidade de quem vocês são, na realidade de sua essência, primária que, eu reafirmo, é, de toda a eternidade, Luz, pura Luz emanada da Fonte.

Vocês são, de toda a eternidade, os filhos da Lei de Um, os filhos do único, os filhos da Fonte.
Cabe-lhes reencontrar isso, agora.
Cabe-lhes fazer esse caminho de liberação, esse caminho que vai liberá-los de contingências desse estado de consciência no qual vocês vivem há tanto tempo, através de múltiplas reencarnações, através de múltiplas experiências.

Cabe-lhes, hoje, pôr-se na estrada para a Unidade, porque o tempo da Unidade vem a grandes passos para vocês.
O tempo da reunificação, o tempo da sacralização deste planeta, agora, chegou: as núpcias cósmicas, os casamentos cósmicos que devem sobrevir, em tempo relativamente curto em tempo terrestre.

Convém-lhes, por sua vez, como Unidade individualizada, viver esses casamentos cósmicos, de reencontros com sua alma, a fim de iluminar, novamente, seu Espírito nessa dimensão e poder transcender, enfim, as limitações inerentes às condições nas quais vocês desceram, a fim de reencontrar a realidade primária de sua
Essência, a fim de liberar-se, totalmente, das cadeias da encarnação.

Não há, aí, retribuição no sentido cármico, no sentido de ações e reações infinitas, desde tempos imemoráveis, mas, bem ao contrário, uma lei de ação de graça, como se um decreto Divino decidisse que hoje, por razões que são próprias à Divindade, por razões matemáticas, aritméticas, geométricas, é-lhes, enfim, permitido recontatar o que vocês são, na Essência.

Esses casamentos, esses reencontros, essa reconexão é um momento de alegria intensa, de alegria inefável.
Tal a parábola do Filho pródigo, basta-lhes querer retornar a sua casa, em seu seio, em sua Divindade, a fim de transcender todas as limitações de maneira instantânea, de maneira imediata, que foram seu lote até o presente e há extremamente muito tempo em seu tempo terrestre.

Assim, caras almas, vou tentar responder aos seus questionamentos.
E, se efetivamente quiserem, terminarei, após, por um trabalho de efusão importante, ao nível de sua Essência, em seu coração, a fim de reforçar a abertura do caminho, a fim de reforçar a conexão à Fonte, a fim de reforçar esse estado de graça e essa ação de graça que lhes cabe, hoje, por Direito divino, atualizar em vocês, totalmente.

Questão: que significa essa mensagem: «o ser cristal que está em você pertence à nona dimensão. É a partir dessa base que você se lança. A quinta dimensão está contida na nona, ela lhe é necessária, de momento».

Há, aí, um grande alcance e um grande posicionamento.
Através da resposta que será dada, cada alma ali encontrará algo a tomar.

Quando de movimentos de descida na encarnação, cada alma é oriunda da Fonte, imagem minimizada em planos dimensionais.
Assim, podemos dizer que algumas almas vêm da décima primeira dimensão, outras, da décima oitava, outras, da vigésima quarta.

Hoje, vocês estão, todos, encarnados em corpos de terceira dimensão.
A dimensão pessoal é uma dimensão oriunda da Fonte do Sol Central das galáxias e, portanto, eu sou emanada do Sol Central.
E, portanto, eu sou emanada da vigésima quarta dimensão.
Entretanto, para permitir a um veículo denso manifestar-se, como há mais de 2.000 anos, eu tive que fusionar com retransmissores de dimensões mais densas, que se situavam na décima primeira dimensão.

Seria eminentemente complexo entrar nos detalhes de seres de cristal e da parte cristalina de sua Essência.
Entretanto, quando da descida na experimentação da terceira dimensão, qualquer que seja sua origem dimensional, vocês devem adotar certo número de retransmissores que vão permitir uma densificação de seu ser, a fim de permitir essa materialização, essa condensação na terceira dimensão.

Assim, as almas que encontraram o retransmissor da nona dimensão serão facilitadas em seu acesso à quinta dimensão.
O que quer dizer que a nona dimensão é um retransmissor que está situado nos mundos intraterrestres e intradimensionais de mundos multidimensionais, enquanto algumas almas, que viriam de planos dimensionais diferentes, como, por exemplo, a décima oitava dimensão, poderiam vir de mundos extraterrestres multidimensionais como, por exemplo, os seres encarnados num corpo de carne que vêm da constelação de Orion ou, ainda, de Arcturus, e que tomaram carne há tempos imemoráveis.

Essa noção de origem não deve interrogá-lo mais, antes de permitir-lhe reencontrar sua Fonte, reencontrar sua Essência e entrar em concordância, em alinhamento, se prefere, com quem você é.
 
Ora, esse alinhamento, essa fonte de cristal que você procura há tanto tempo, situa-se ao nível da décima terceira dimensão.
É um ponto de Luz situado, se você quer localizá-lo, acima de sua cabeça, cara alma, que é uma Fonte que jorra para baixo.
Mas não se esqueça, tampouco que, para poder aceder a essa dimensão que você procura tanto, é indispensável conectar a Fonte situada ao centro da Terra.
Nisso, há necessidade de estabelecer um enraizamento extremamente profundo porque, quanto mais o enraizamento é profundo, mais o impulso para os mundos dimensionais extraplanetários torna-se possível.

Se não há enraizamento consequente nos mundos do Intraterra, não pode haver expansão conjunta até essas dimensões elevadas.
Isso se traduz num sofrimento.
Traduz-se numa limitação do potencial de Luz porque, naquele momento, por falta de enraizamento há, ao nível da alma, um processo de fuga, um processo que não autoriza e não permite a atualização do pleno potencial de Luz.
Há necessidade de arrumação, no sentido o mais profundo, nas dimensões equivalentes ao Intraterra nessa terceira dimensão, a essa fonte de cristal.

Entretanto, qualquer que seja sua origem, você não pode aceder à sua Fonte se não está religada à sua Fonte última, a que nós chamamos Terra Mãe, Pai Sol, Mãe Terra.
Um não vai sem o outro.
Não pode haver Unidade se não há ressonância com esses dois polos essenciais.

Bem, caras almas, eu lhes aporto, agora, toda a minha bênção, o meu amor.

Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.
Eu os amo, eu os abençôo.
Sejam abençoados.
__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

13 de out de 2005

MARIA – 13 de outubro de 2005

DO SITE AUTRES DIMENSIONS.



Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui



Bem vindos a vocês, caras almas de Luz.

Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.

Bem vindos a vocês, caras Fontes, caros filhos da Fonte.

Eu saúdo, em vocês, a Unidade e a procura da Unidade presente e a vir.
Vou esforçar-me, durante os instantes que vêm, a trazer ao seu caminho uma iluminação específica, que lhes permitirá, durante suas peregrinações nesses espaços consagrados, ir diante de vocês mesmos, diante de seu próprio reencontro, a fim de que vocês reencontrem sua unicidade, sua fluidez e sua alegria interior.

Nisso, é-nos permitido, a mim mesma e a outros intervenientes de planos multidimensionais, durante esses alguns momentos que vamos passar juntos, caminhar em toda lucidez, aliviá-los de seus fardos, a fim de voltar a tornar-se como crianças, a fim de voltar a tornar-se simples, unidos, unificados, unitários.

Vocês vão, durante esses espaços, recontatar sua Fonte, sua unidade espiritual autêntica que está em relação com sua própria evolução como ser humano, mas, sobretudo, como ser Divino, porque, antes de ser humano, vocês eram Divinos.

E vocês vão voltar a tornar-se Divinos.
Nisso, é-nos permitido ajudá-los, facilitar essa passagem importante, que vai acompanhar esse estado de fragmentação, de divisão (o que é a maior parte dos casos dos seres humanos atualmente encarnados), acompanhar a reunificação de seu ser, de sua Unidade, a fim de que vocês possam, novamente, beneficiar-se, livremente, desse contato com o único, com sua Unidade transcendente e com a Luz autêntica de quem vocês são.

É, de fato, capital, quaisquer que sejam suas ocupações, quaisquer que sejam suas idades, quaisquer que sejam suas bagagens, reencontrar essa simplicidade do coração, essa simplicidade da unidade, a fim de redescobrir e de aceder à sua dimensão final, que é o retorno à Unidade e, portanto, à sua Divindade e, isso, a partir de agora, nessa encarnação.

Eu lhes trago minha bênção e todo o meu Amor.

__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.



2 de out de 2005

MIGUEL - 2 de outubro de 2005

DO SITE AUTRES DIMENSIONS.


Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui


Bem vindas a vocês, caras almas de Luz e filhos de Luz.

Eu sou Miguel, Príncipe e Regente das milícias celestes.
Eu venho, aqui, trazer-lhes minha proteção, meu Santo Manto Azul de proteção, que lhes permitirá enfrentar, infelizmente, o que vem sobre esta Terra e que é uma grande purificação desse espaço de vida a que vocês chamam a Terra.
Entretanto, algumas almas não são mais dignas de pisar seu solo, que está em vias de sacralização.

De fato, nos alguns anos que restam antes da passagem e do advento do novo fluxo fotônico de Luz, convém compreender que inúmeras almas devem ser regeneradas num outro lugar, a fim de poderem, num próximo dia, renascer numa dimensão nova, completamente purificada de todos os seus defeitos.

Assim, em cada época que vem, e por uma duração, de momento, indeterminada, vocês deverão, como coletividade humana, enfrentar certo número de elementos, certo número de eventos, certo número de purificações e de regenerações.
Convém, nisso, alinhar-se com sua Fonte última, compreender que vocês são filhos de Luz, Fonte de Luz e não desviar dessa atitude de conexão e de cura.

De fato, os elementos vão, muito proximamente, sobre o solo deste planeta, entrar em efervescência, em manifestação violenta, de maneira a atrair a consciência das almas que continuarão sobre este planeta sobre os erros que foram feitos há, efetivamente, muito tempo sobre o solo deste planeta e que desencadearam um retorno dessas forças.
Porque, estejam certos de que tudo o que vocês emitem ao exterior, volta-lhes, amplificado.
E o que os homens, ao nível coletivo, emitiram para o exterior – essa poluição, essa distorção de Leis Divinas – vai provocar um retrocesso, um retorno sobre si mesmo, do que foi emitido ao exterior.

Os diferentes elementos conjugam-se, agora e já, para purificar, regenerar alguns locais.

As almas sacrificadas, as almas de sacrifício que aceitam fazer essa viagem de grupo para permitir àqueles que continuarão tomar consciência, são acolhidas nos planos os mais altos quando de sua partida.

Convém compreender que, agora, não é mais tempo de parar o braço da justiça Divina, do exato retorno das coisas ao seu equilíbrio.
Convém, agora, para aqueles que têm suficientemente lucidez, estar em um estado de alinhamento com seu ser interior, estar centrado e permanecer centrado, quaisquer que sejam os eventos que vocês poderão ver, ouvir e sentir.

Esses eventos são, eu repito, necessários, diante dos erros e enganos dessa humanidade em risco, que se desviou, voluntariamente, das leis Divinas, arrastada por isso e nisso por algumas almas distorcidas que souberam derivar ao proveito próprio as riquezas deste planeta.

Convém a vocês, caras almas que são filhos de Luz, filhos da Fonte, permanecer centrados, permanentemente, e não deixar-se habitar pela dúvida ou feiúra do que lhes será mostrado pelo que vocês chamam sua «mídia».

Em caso algum vocês devem duvidar da realidade dos mundos multidimensionais que lhes são prometidos.
Em caso algum vocês devem duvidar da intervenção da
Santa Trindade, a cada minuto de sua vida.
E, sobretudo, no momento oportuno, vocês serão, total e inteiramente, protegidos, na condição de que permaneçam centrados em sua Unidade Divina, em sua Unidade de Fonte e, isso, quaisquer que sejam os elementos que são levados a efeito.

Vocês devem compreender, caras almas, que não é mais tempo de tergiversar, de esperar, de reportar para amanhã o que é urgente fazer hoje, ou seja, reencontrar, totalmente, sua Divindade, sua Essência, sua Fonte de quem vocês são.

Há, nesse elemento que acabo de dar-lhes, a urgência final de conectar-se, a fim de ser, totalmente, vocês mesmos, a fim de estar, totalmente, em acordo com o que vocês são.

Convém-lhes, também, nesses momentos que vêm, manter a calma, manter a serenidade.
Eu repito: todas as ajudas ser-lhes-ão aportadas.
Apenas o medo será capaz de fazê-los desviar, de fazê-los duvidar, ou mesmo tropeçar e a vida continuará, entretanto, porque a vida é sempre a mais forte, porque a vida é Una.

A vida é Unidade.
A vida é Divindade, e nada pode entravar o potencial de expansão infinito da vida.

Convém-lhes, entretanto, participar dessa vida, continuar a viver de uma vida autêntica, simples e humilde, qualquer que seja sua posição, quaisquer que sejam suas atividades, continue-as, a partir do momento em que elas se situem na justiça e na aplicação das leis Divinas de fraternidade, de humildade e de sinceridade.

__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.