Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

14 de out de 2005

MARIA – 14 de outubro de 2005

DO SITE AUTRES DIMENSIONS.

Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui



Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.
Bem vindos a vocês, queridos filhos de Luz.

É-nos permitido, nesses momentos, ajudá-los, e ir ainda mais adiante para vocês mesmos, ajudá-los a ir para esses reencontros mágicos com sua Fonte, a fim de que vocês compreendam, a fim de que vivam, a fim de que sintam sua unicidade e sua Unidade primordial de ligação com todas as coisas manifestadas nesta terceira dimensão na qual vocês vivem há tão longo tempo.

As distorções inerentes à sua encarnação aqui embaixo são como filtros, que os impedem de ver, de perceber claramente, totalmente, a realidade de quem vocês são, da bondade que vocês são, da Luz que vocês são.
Os filtros, ligados às provas, ligados às quedas sucessivas na encarnação, via experiências da encarnação, permitiram fazê-los esquecer-se quem vocês são, na Essência.

Cabe-lhes, hoje, estando perfeitamente iluminados e lúcidos sobre quem vocês são, retornar a essa Fonte, retornar a essa liberdade fundamental que é sua Essência, sua natureza primária.
Porque, de fato, queridos filhos, vocês são entidades de Luz, entidades vindas da Fonte e que retornam à Fonte, através de uma longa viagem de descida nos mundos dimensionais e de subida ao longo de mundos dimensionais, a fim de reencontrar – de expansão em expansão, após terem passado por fenômenos de contração em contração – sua Essência, enriquecida de experiências vividas e enriquecida de provas superadas.

Cabe-lhes caminhar em toda autenticidade.
Cabe-lhes caminhar em toda clareza, em toda humildade, na realidade de quem vocês são, na realidade de sua essência, primária que, eu reafirmo, é, de toda a eternidade, Luz, pura Luz emanada da Fonte.

Vocês são, de toda a eternidade, os filhos da Lei de Um, os filhos do único, os filhos da Fonte.
Cabe-lhes reencontrar isso, agora.
Cabe-lhes fazer esse caminho de liberação, esse caminho que vai liberá-los de contingências desse estado de consciência no qual vocês vivem há tanto tempo, através de múltiplas reencarnações, através de múltiplas experiências.

Cabe-lhes, hoje, pôr-se na estrada para a Unidade, porque o tempo da Unidade vem a grandes passos para vocês.
O tempo da reunificação, o tempo da sacralização deste planeta, agora, chegou: as núpcias cósmicas, os casamentos cósmicos que devem sobrevir, em tempo relativamente curto em tempo terrestre.

Convém-lhes, por sua vez, como Unidade individualizada, viver esses casamentos cósmicos, de reencontros com sua alma, a fim de iluminar, novamente, seu Espírito nessa dimensão e poder transcender, enfim, as limitações inerentes às condições nas quais vocês desceram, a fim de reencontrar a realidade primária de sua
Essência, a fim de liberar-se, totalmente, das cadeias da encarnação.

Não há, aí, retribuição no sentido cármico, no sentido de ações e reações infinitas, desde tempos imemoráveis, mas, bem ao contrário, uma lei de ação de graça, como se um decreto Divino decidisse que hoje, por razões que são próprias à Divindade, por razões matemáticas, aritméticas, geométricas, é-lhes, enfim, permitido recontatar o que vocês são, na Essência.

Esses casamentos, esses reencontros, essa reconexão é um momento de alegria intensa, de alegria inefável.
Tal a parábola do Filho pródigo, basta-lhes querer retornar a sua casa, em seu seio, em sua Divindade, a fim de transcender todas as limitações de maneira instantânea, de maneira imediata, que foram seu lote até o presente e há extremamente muito tempo em seu tempo terrestre.

Assim, caras almas, vou tentar responder aos seus questionamentos.
E, se efetivamente quiserem, terminarei, após, por um trabalho de efusão importante, ao nível de sua Essência, em seu coração, a fim de reforçar a abertura do caminho, a fim de reforçar a conexão à Fonte, a fim de reforçar esse estado de graça e essa ação de graça que lhes cabe, hoje, por Direito divino, atualizar em vocês, totalmente.

Questão: que significa essa mensagem: «o ser cristal que está em você pertence à nona dimensão. É a partir dessa base que você se lança. A quinta dimensão está contida na nona, ela lhe é necessária, de momento».

Há, aí, um grande alcance e um grande posicionamento.
Através da resposta que será dada, cada alma ali encontrará algo a tomar.

Quando de movimentos de descida na encarnação, cada alma é oriunda da Fonte, imagem minimizada em planos dimensionais.
Assim, podemos dizer que algumas almas vêm da décima primeira dimensão, outras, da décima oitava, outras, da vigésima quarta.

Hoje, vocês estão, todos, encarnados em corpos de terceira dimensão.
A dimensão pessoal é uma dimensão oriunda da Fonte do Sol Central das galáxias e, portanto, eu sou emanada do Sol Central.
E, portanto, eu sou emanada da vigésima quarta dimensão.
Entretanto, para permitir a um veículo denso manifestar-se, como há mais de 2.000 anos, eu tive que fusionar com retransmissores de dimensões mais densas, que se situavam na décima primeira dimensão.

Seria eminentemente complexo entrar nos detalhes de seres de cristal e da parte cristalina de sua Essência.
Entretanto, quando da descida na experimentação da terceira dimensão, qualquer que seja sua origem dimensional, vocês devem adotar certo número de retransmissores que vão permitir uma densificação de seu ser, a fim de permitir essa materialização, essa condensação na terceira dimensão.

Assim, as almas que encontraram o retransmissor da nona dimensão serão facilitadas em seu acesso à quinta dimensão.
O que quer dizer que a nona dimensão é um retransmissor que está situado nos mundos intraterrestres e intradimensionais de mundos multidimensionais, enquanto algumas almas, que viriam de planos dimensionais diferentes, como, por exemplo, a décima oitava dimensão, poderiam vir de mundos extraterrestres multidimensionais como, por exemplo, os seres encarnados num corpo de carne que vêm da constelação de Orion ou, ainda, de Arcturus, e que tomaram carne há tempos imemoráveis.

Essa noção de origem não deve interrogá-lo mais, antes de permitir-lhe reencontrar sua Fonte, reencontrar sua Essência e entrar em concordância, em alinhamento, se prefere, com quem você é.
 
Ora, esse alinhamento, essa fonte de cristal que você procura há tanto tempo, situa-se ao nível da décima terceira dimensão.
É um ponto de Luz situado, se você quer localizá-lo, acima de sua cabeça, cara alma, que é uma Fonte que jorra para baixo.
Mas não se esqueça, tampouco que, para poder aceder a essa dimensão que você procura tanto, é indispensável conectar a Fonte situada ao centro da Terra.
Nisso, há necessidade de estabelecer um enraizamento extremamente profundo porque, quanto mais o enraizamento é profundo, mais o impulso para os mundos dimensionais extraplanetários torna-se possível.

Se não há enraizamento consequente nos mundos do Intraterra, não pode haver expansão conjunta até essas dimensões elevadas.
Isso se traduz num sofrimento.
Traduz-se numa limitação do potencial de Luz porque, naquele momento, por falta de enraizamento há, ao nível da alma, um processo de fuga, um processo que não autoriza e não permite a atualização do pleno potencial de Luz.
Há necessidade de arrumação, no sentido o mais profundo, nas dimensões equivalentes ao Intraterra nessa terceira dimensão, a essa fonte de cristal.

Entretanto, qualquer que seja sua origem, você não pode aceder à sua Fonte se não está religada à sua Fonte última, a que nós chamamos Terra Mãe, Pai Sol, Mãe Terra.
Um não vai sem o outro.
Não pode haver Unidade se não há ressonância com esses dois polos essenciais.

Bem, caras almas, eu lhes aporto, agora, toda a minha bênção, o meu amor.

Eu sou Maria, Rainha dos Céus e da Terra.
Eu os amo, eu os abençôo.
Sejam abençoados.
__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

Um comentário:

  1. Cabe-lhes, hoje, pôr-se na estrada para a Unidade, porque o tempo da Unidade vem a grandes passos para vocês. O tempo da reunificação, o tempo da sacralização deste planeta, agora, chegou: as núpcias cósmicas, os casamentos cósmicos que devem sobrevir, em tempo relativamente curto em tempo terrestre <> Não há, aí, retribuição no sentido cármico, no sentido de ações e reações infinitas, desde tempos imemoráveis, mas, bem ao contrário, uma lei de ação de graça, como se um decreto Divino decidisse que hoje, por razões que são próprias à Divindade, por razões matemáticas, aritméticas, geométricas, é-lhes, enfim, permitido recontatar o que vocês são, na Essência.

    ResponderExcluir