Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

20 de jan de 2007

CRISTO – 20 de janeiro de 2007


DO SITE AUTRES DIMENSIONS.


Meu filho, a hora está próxima das revoluções eternas, aquelas que preenchem a alma com a certeza e a demonstração da unidade do criado.
Cabe-lhe pôr um termo nos erros desse mundo, escolhendo o mundo novo.
Essa dimensão de experiência morre, restam apenas freios que permitem a ela subsistir além do que era requerido pelo criador.

Nesses dias, numerosos movimentos vêm precipitar as convulsões do parto.
Esse parto do homem ao anjo concerne a muito poucos possíveis, entretanto, mesmo aqueles que recusam ou não podem aceder a esse novo estado sentem as dores desse parto, porque a Terra vive-o, o fenômeno é, entretanto, coletivo, e não mais individual, mesmo se ele concirna, unicamente, a alguns indivíduos predestinados ou formatados para isso, nessa última vida da dimensão trina.

Cabe fazer eclodir e deixar viver, unicamente, o que deve perdurar nessa dimensão quinta.
Não é preciso mais fazer perdurar um sistema já moribundo, é preciso, ao contrário, deixá-lo apagar-se, murchar, deslocar em suas próprias contradições.

Você se esqueceu de minhas palavras: «meu reino não é desse mundo», meu reino é aquele da Luz, aquele do sem forma e incriado, que, no entanto, rega esse reino terrestre corrompido.

Inúmeras almas esperam recriar um paraíso, que não pode existir sobre esta Terra nesse estado.
As regras novas de vida serão aquelas do espírito e não da matéria.
Aquele que se preocupa em nutrir sua matéria não verá o espírito nascer em si, aqueles que se preocupam com essa matéria não verão a sacralização da nova matéria, mas voltarão a semear uma nova forma de dimensão trina, porque tal é o caminho deles.

A transformação dessa Terra implica escolhas pessoais e todas respeitáveis.
Apenas poucas almas irão para o anjo, para a dimensão prometida, mas isso não é digno de ser nem julgado nem contestado, porque a escolha das almas é livre.

Só a visão idealista da multidão no caminho espera que a vontade dela seja feita, independentemente da vontade da Luz.
Isso é, já, ato de rebeldia e de vontade de ir a um espaço que não é aquele de dimensões elevadas, mas, meu filho, a liberdade permanece e permanecerá o presente dado pelo criador...

Ninguém pode impor o que quer que seja a quem quer que seja; nínguém pode querer por aquele que não quer.
A maior lição de humildade é essa: «deixe os mortos enterrarem os mortos e siga-me».

Eu sou o guia infalível para mais alteridade, para mais autonomia e liberdade, meu campo é aquele da graça e não aquele das limitações inerentes às suas condições de vida no mundo da queda.
Essa experiência é aquela decidida por seus contratos, extremamente antigos, mas, hoje, o contrato é concluído.

Livre à maioria refazer o caminho ou recriar os termos de um novo contrato.
Eu proponho o fim do contrato e o retorno à Unidade, o retorno a campos de experiências de pura Luz; os fracos de coração recuarão, diante desse desconhecido que é, no entanto, a pátria deles.

Só aqueles que amam, verdadeiramente, poderão seguir meu caminho.
Ora, esse caminho é liberdade e não apego.
Infelizes os profetas da desgraça, que predizem dias felizes sobre esta Terra.
O reino não é aqui, mesmo se seja verdade que lhe tenha sido atribuída como tarefa subir essa Terra para a sacralidade dela, a missão passa pelo abandono da crisálida, que é o manto desse planeta.

Amigos e irmãos na Luz, preparem seus templos interiores, preparem-nos em espírito e em verdade, porque eles devem estar livres de tudo o que é antigo, corrompido.
Seus templos devem estar vazios de ídolos que vocês têm imaginado, eles devem ser como cristais transparentes, para que nada entrave ou laço congele-os em um passado sombrio.

Vocês estão prevenidos, meus amigos.
Cabe-lhes fixar suas regras e seus futuros, mas saibam que nada poderá ser como era há tanto e tanto tempo de iniquidade.

Sejam abençoados, quaisquer que sejam suas escolhas presentes, porque vocês são Luz, mesmo se escolham a outra vertente não ascensional.
Paz a vocês.
Cristo.
___________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

4 de jan de 2007

O.M. AÏVANHOV – 4 de janeiro de 2007


DO SITE AUTRES DIMENSIONS.


Bem, caros amigos, eu me alegro por reencontrá-los nesse início de ano.
Então, se querem, eu lhes apresento todas as minhas saudações, todo o meu amor, a minha bênção, como de hábito, e vamos, agora e já, começar a trocar, como gostamos tanto e, como de hábito, dar-lhes certo número de informações que estejam, talvez, em relação com sua vida, talvez, em relação com o planeta.

Então, eu lhes dou a palavra e sou todo ouvidos.

Questão: em qual período situar-se-á a próxima descida de energia?

O próximo período sobrevirá durante o período da terça-feira gorda, no mês de fevereiro, e será seguido, fim de fevereiro, por um período extremamente intenso, também, ao nível energético e climático.

Questão: a massa crítica da humanidade poderá ser atingida?

Certamente não.
Já no ano passado nós tivemos preocupações para saber se a Terra ia seguir um caminho de Luz ou não, então, obviamente, não é em um ano, e durante este ano, especialmente penoso, que vocês acabam de viver, que vamos ganhar inúmeras almas para a Luz, obviamente.
O número está, mais exatamente, estagnado, mas ele não desce, já está ótimo.

Questão: o que acontece ao nível do corpo, no momento da ascensão?

O processo é profundamente diferente, de acordo com a natureza do corpo e da alma que sofre o processo vibratório de ascensão.
Algumas almas serão profundamente alteradas e serão dissolvidas nos banhos primordiais; nós podemos dizer isso é para as almas as mais involuídas, eu diria.
Inúmeros seres, também, perderão o corpo, porque o corpo não será mais capaz de seguir o fenômeno ascensional.

Então, é preciso diferenciar, como eu já disse, o processo de ascensão individual, tal como eu o descrevi, e o fenômeno de ascensão coletivo, que sobrevém ao nível do conjunto do que sobrevém e do que existe e que vive na superfície e sob a Terra.
É algo de extremamente diferente.

Outros seres poderão, a título individual, subir, vibratoriamente, o próprio DNA, portanto, estruturas corporais, estruturas da alma, também, com o corpo, diretamente à quinta dimensão.
Mas eles serão extremamente pouco numerosos, eu diria, e a presença deles é menos de um por cento da humanidade atualmente encarnada sobre a terra; eles evoluirão em uma Terra regenerada, transformada, após um período preparatório vivido em lugares diferentes do planeta.

Então, outras almas, também, decidirão, voluntariamente, passar a outras dimensões sem o corpo e passar pelo fenômeno que vocês chamam transição.
Outros, também, serão obrigados a reencontrar-se em um sistema de terceira dimensão, no qual eles deverão repassar um ciclo completo de respiração solar, ou seja, de cinquenta e dois mil anos.
As coisas serão profundamente diferentes, conforme os indivíduos, conforme os corpos, conforme as almas que os hospedam.

Questão: portanto, efetivamente, compreendeu-se que há apenas um por cento que ascensionará, na realidade?

Perfeitamente.

Questão: a ascensão individual supõe uma preparação física a partir de agora?

A preparação já é feita há anos, cara amiga.
Ela continua, progressivamente e à medida dos meses, vocês nada têm a fazer em especial, além do que já foi dito em numerosas reprises.

Questão: a fusão dos três corações é um trabalho, sempre, também, importante?

Ele é sempre válido, cara amiga.

Questão: a que são devidas as intolerâncias ao álcool?

O álcool é incompatível com a subida vibratória.
O único produto que você pode absorver sem moderação alguma é o que vocês chamam o champagne, porque a estrutura vibratória desses vinhos permite uma ascensão vibratória, à exclusão de qualquer outro.
___________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.