Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

22 de mai de 2008

JOFIEL – 22 de maio de 2008



DO SITE AUTRES DIMENSIONS.


Bem amados humanos em encarnação, eu me chamo Jofiel, anjo da Luz Dourada e do Conhecimento.
Recebam a minha radiância nesse espaço que eu consagrei e no qual se encontra outra presença, que intervirá após mim.
Uma mulher que foi, certamente, a maior neófita que o Sistema Solar portou, que foi chamada Ma Ananda Moyi.
Ela encarna, em sua vida, a totalidade da polaridade feminina do Pai, encarnada anteriormente, no corpo de Maria, mãe de seu neófito, Jesus de Nazaré.

Quanto a mim, eu venho aportar a minha radiância, a minha luminescência.
Eu espero que, através das palavras que pronunciarei, vocês tenham a ocasião de aproximar-se de sua Essência, de sua própria Luz Dourada.

Neste ano de sua encarnação, chamado ano 2008, eu anunciei, há alguns meses, um ano de transição, um ano de revoluções.
Certamente, depois, inúmeros eventos que sobrevêm à superfície de seu planeta surgiram.
Não se ocupem com rumores e alaridos do mundo porque, através das partidas, tão numerosas que sejam, tão dramáticas que sejam elas, de seu lado, elas correspondem a uma ascensão sem o corpo, vivida na Glória da Luz do Pai.

Assim é do destino dessas primeiras almas que escolheram ascensionar sem o corpo, para viverem, doravante, nos espaços consagrados da quinta dimensão, na qual a Sombra não tem mais tomada, na qual a Luz é permanente, imanente e permite à alma experimentar um novo estado de ser, no qual não há mais lugar para a divisão, para a separação que vocês experimentam nesse lado.

Eu anunciei, há muito pouco tempo, que as condições de acesso ao pós-vida – que vocês chamam a morte – foram profundamente remanejadas, profundamente mudadas.
De fato, doravante, quer essa morte, esse processo de transição que vocês chamam assim, seja vivido a título individual ou quando de um repatriamento coletivo, os espaços intermediários não têm mais curso.
As almas reencontram-se, em função das próprias escolhas, diretamente propulsionadas ou aos mundos da quinta dimensão, ascensionadas, ou, então, decidem percorrer, novamente, as peregrinações de alma na encarnação, em outros espaços.

Hoje, mais do que nunca, convém não lamentar-se sobre as últimas convulsões de um mundo que agoniza, mas, efetivamente, inclinar-se sobre sua Fonte interior, sobre a Luz que apenas pede, estejam certos disso, emergir.

Vocês devem, absolutamente, confiar, não resistir, ir para onde a Luz leva-os, para a onde a Luz envia-os.
Ir ao sentido dessa mudança é uma necessidade absoluta.
Há almas que são indicadoras de caminho.
Assim é de seus irmãos amarelos que, os primeiros, começam a passar as portas da transição, abandonando o corpo para permitir-lhes, em um dia próximo, iluminar o caminho de vocês, iluminar seus passos, com ou sem seus corpos, para essa nova Luz.

Em breve, muito em breve, outros eventos de liberação intervirão e concernirão a diferentes povos da Terra.
Estejam felizes, estejam na alegria desse processo único que vem, certamente, atordoar aqueles que não estão prontos, aqueles que não conhecem, não vivem os prós e os contras dessa situação e veem, aí, apenas as manifestações de um destino terrível, enquanto trata-se apenas de uma liberação, profundamente luminosa e feita de leveza e de alegria.

Estejam certos de que aqueles que escolheram transitar através dessas experiências da Terra são apoiados, instantaneamente, e esquecem-se, bem rapidamente, os apegos, os sofrimentos passados e as alegrias passadas para penetrarem, diretamente, nessa nova realidade que é sua nova Terra prometida.

Então, para nada serve lamentar-se, criar laços em coisas que não querem mais laços, em almas que não querem mais estar apegadas, que não querem mais estar na dependência de circunstâncias de vida divididas, separadas, porque elas conhecem a Luz.
E nenhuma experiência, por mais feliz que seja, pode substituir a intensidade da Luz da quinta dimensão.

É solicitado a muitas almas, também, de momento, permanecerem, esperarem, continuarem a avançar, colocarem seus passos sobre esta Terra de terceira dimensão, serem, elas também, à maneira delas, guias porque, a partir do momento em que vocês tomam consciência da Luz interior que vocês são, dessa Divindade que vocês são, quaisquer que sejam as circunstâncias que lhes aporte a vida, vocês se tornam, todos, guias, para aqueles que ainda duvidam, para aqueles que ainda resistem, para tentar levar o mais possível de almas a esses caminhos de Luz.

Ainda uma vez, não critiquem qualquer alma que não seguiria seu caminho, não critiquem os mais jovens de vocês que desejariam, de maneira legítima, experimentar, como vocês o fizeram, os jogos da encarnação nessa experiência.

Este ano que vocês vivem é extremamente importante no plano interior, qualquer que seja seu caminho, quaisquer que sejam suas estradas, com suas revoluções em suas vidas.
Porque, estejam certos, a um nível ou outro, é-lhes pedido para viver essa revolução através de mudanças importantes que devem sobrevir em suas condições respectivas, em seus atributos respectivos, em seus corpos respectivos, mas, também, em suas relações respectivas.

É preciso cultivar a Luz que está em vocês, porque a Luz do Sol Central chama-os e faz ressoar átomos embriões, algumas qualidades de ser que vocês ainda não experimentaram.
Vocês devem acolher, em sua base sagrada, essa Luz.
Vocês devem dar a ela o lugar, para que ela se torne o cadinho no qual nasce e eclode e transparece, nessa encarnação, a totalidade de seu ser de Luz.

O tempo da revelação é o tempo da eclosão e da perfeição de seu tempo eterno.
Ele se revelará, progressivamente, aos seus olhos maravilhados, e permitirá a vocês, quaisquer que sejam as circunstâncias de suas vidas e de seus próximos, aceder, se tal é seu desejo, a essa Luz sem fim.
Minha radiância está aí, para ajudá-los a realizar essa obra no interior de seu corpo, que é o cadinho da Luz.

Vocês são acompanhados, de toda a eternidade, mas, agora, mais do que nunca e de maneira mais visível.
Inúmeras manifestações de planos de Luz chegarão até vocês, em sua dimensão, a partir do momento em que vocês as aceitarem.
Há uma multidão de anjos que se encontram à porta de suas consciências, prontos a manifestar-se, se vocês fazem esse desejo.
Quer seja, para alguns, em seus sonhos ou, para outros, de maneira desperta, de maneira visual ou por outros sentidos.
Eles se têm prontos a responder ao seu apelo.

Mais do que nunca, alguns de vocês encontram-se, hoje, na encruzilhada dos caminhos, na qual é preciso decidir, de uma vez por todas, quaisquer que sejam os medos, os apegos, as resistências, ir para a Luz ou ir para a experiência da encarnação, novamente.

Não vejam a desordem do mundo, vejam, aí, apenas o fim de um mundo que funcionou de acordo com algumas regras que se transformam em outras regras.
Todo nascimento acompanha-se da morte de algo.

Minhas bem amadas almas em encarnação, sua sociedade agoniza, enquanto a Terra desperta.
O caminho que resta a percorrer é diferente, de acordo com o que vocês são.
Esse caminho pode durar, para alguns, ainda alguns anos, mas vocês estão na aurora das maiores revelações, que jamais a alma humana teve que viver na encarnação.

Essa revelação é uma revelação, antes de tudo, interior.
Ela concerne à reconexão e ao reconhecimento de sua Essência.
Ser-lhes-á permitido, progressivamente para uns, mais rapidamente para outros, tomar consciência da eclosão, da germinação de sua Luz.
Minha radiância está aí para acompanhar, para regar esse grão que pede apenas para eclodir e desabrochar.
Mas nós, Anjos, podemos regar apenas as almas que fazem, concretamente, o pedido.

Vocês devem pedir para receber.
Vocês devem abrir-se à vibração do Anjo.
Vocês devem aceitar soltar alguns apegos.
Vocês devem aceitar estar em paz, no tumulto do mundo.

Nessa condição, se vocês dão um passo para nós, nós daremos milhares.
Só o primeiro passo custa.
Cabe a vocês reforçar, por todos os meios postos à sua disposição, essa vontade de conexão à nossa radiância, porque só ela poderá extraí-los da matriz de materialidade na qual vocês evoluem, enredados em seus esquemas sociais, enredados em seus esquemas afetivos ou profissionais, para outros, que os enganam e impedem-nos de ver claramente.

Os prazos monetários, os prazos de sua sociedade foram construídos por entidades muito hábeis, para prendê-los na Sombra, para impedi-los de revelar a Luz que vocês são.
E hoje nós, os Anjos, dizemos, em acordo com a Fonte Central, que isso durou o bastante, que o momento chegou de aportar o Conhecimento, de aportar a Luz, para revelar sua Luz, sua Divindade, de maneira definitiva.

Cabe a vocês, em toda liberdade, em toda humildade, saber, reconhecer, em vocês, as necessidades de sua alma.
Eu repito: não há julgamento, nem individual nem coletivo, através do que vem.
Há, simplesmente, uma espada que vem cortar seus apegos, suas resistências, para aqueles que o desejam, mas, também, uma espada que é, efetivamente, obrigada a cortar, em carne viva, as leis sociais, as leis de coesão que impedem a eclosão da Luz.

Bem amadas almas em encarnação, eu não desejo, neste espaço e neste momento, fazer-lhes outra coisa que não aportar-lhes minha radiância.
Haverá, provavelmente, através da presença da Divina Mãe, a possibilidade, para vocês, de submeter suas questões.
Minha radiância acompanha-os doravante e, mesmo, durante a presença da Divina Mãe.
Eu lhes peço, simplesmente, antes de deixar o lugar para ela, para, efetivamente, querer acolher, em seu interior, a totalidade do Conhecimento e da Luz que é minha.

Deem um passo para mim, se tal é seu desejo.
Vocês foram criados livres, são vocês mesmos que, através das regras sociais, construíram suas cadeias.
Nada mais há que não essas cadeias, criadas por vocês mesmos, por suas convenções, por seus apegos, que os impedem de ir para sua liberdade.
A alma humana é livre, hoje, mais do que nunca, apesar de e graças às imposições que a rede social exerce sobre vocês.

Então, eu lhes peço, agora, para acolher a revelação da Luz, e eu cedo o lugar, depois, à Divina Mãe.

... Efusão de energia...
______________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/


5 comentários:

  1. Oh! Vida, impregna-me com Sua Luz, Amor, Compaixão,... É muito desolador, por alguns instante, ter esta Consciência, e logo após, cometer os mesmos deslizes. Existe realmente, um momento, que dentro de nós há um grito de basta, chega, não aguento mais.

    Anjo Jofiel, socorre-me!

    ResponderExcluir
  2. Um pouco mais...

    Fiquei muito contente, pelo que, nos foi revelado da nossa Amada, Ma Ananda Moyi. Eu tenho dentro de mim, uma imagem dela, que muito me atrai, e é a 'Mãe'!...

    ResponderExcluir
  3. Hoje, mais do que nunca, convém não lamentar-se sobre as últimas convulsões de um mundo que agoniza, mas, efetivamente, inclinar-se sobre sua Fonte interior, sobre a Luz que apenas pede, estejam certos disso, emergir.

    Não vejam a desordem do mundo, vejam, aí, apenas o fim de um mundo que funcionou de acordo com algumas regras que se transformam em outras regras. Todo nascimento acompanha-se da morte de algo. Minhas bem amadas almas em encarnação, sua sociedade agoniza, enquanto a Terra desperta.

    Os prazos monetários, os prazos de sua sociedade foram construídos por entidades muito hábeis, para prendê-los na Sombra, para impedi-los de revelar a Luz que vocês são. E hoje nós, os Anjos, dizemos, em acordo com a Fonte Central, que isso durou o bastante, que o momento chegou de aportar o Conhecimento, de aportar a Luz, para revelar sua Luz, sua Divindade, de maneira definitiva.

    Eu repito: não há julgamento, nem individual nem coletivo, através do que vem. Há, simplesmente, uma espada que vem cortar seus apegos, suas resistências, para aqueles que o desejam, mas, também, uma espada que é, efetivamente, obrigada a cortar, em carne viva, as leis sociais, as leis de coesão que impedem a eclosão da Luz.

    ResponderExcluir
  4. "Vocês estão na aurora das maiores revelações, que jamais a alma humana teve que viver na encarnação.
    "O tempo da Revelação é o tempo da eclosão e da perfeição do seu tempo Eterno. Ele se revelará, progressivamente, aos seus olhos maravilhados, e permitirá a vocês, quaisquer que sejam as circunstâncias de suas vidas e de seus próximos, aceder, se tal é seu desejo, a essa Luz sem fim.

    "Minha radiância está aí para acompanhar, para regar esse grão que pede apenas para eclodir e desabrochar.
    "Vocês devem, absolutamente, Confiar, não resistir, ir para onde a Luz leva-os, para onde a Luz envia-os.
    Ir ao sentido dessa mudança é uma necessidade absoluta.

    "O momento chegou de aportar o Conhecimento, de aportar a Luz, para Revelar sua Luz, sua Divindade, de maneira definitiva."

    ResponderExcluir