Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

1 de dez de 2010

O.M. AÏVANHOV – 1º de dezembro de 2010

Mensagem publicada em 11 de dezembro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.

E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los.

As energias e a Consciência que chegam a vocês vão provocar, eu diria, um sobressalto mental.

O mental, onde quer que vocês estejam em sua própria transformação, virá colocar seu grão de sal, ou seja, as bicicletas vão querer se por a girar.

O único modo de parar a bicicleta [mental] é se colocar no Coração, porque se vocês se colocam na Vibração do Coração, na meditação do Coração, no chacra do Coração, no trabalho que vocês fazem nesse momento, vocês evitarão, justamente, entrar sob a influência de seu próprio mental.

O mental, ele ama efetivamente o medo, ele ama efetivamente a reação.
Portanto, no que vem, onde a iluminação da Luz vai se tornar cada vez mais crua e cada vez mais importante, o mental vai querer arrastá-los num certo número de reações, reações para girarem sempre mais rapidamente a bicicleta no interior de vocês.

Vocês arriscam ter que se colocarem questões que nada têm a ver.

O mental vai arrastá-los sempre para o exterior.

Então, é verdade que, como o disseram alguns Arcanjos, acontecem coisas inacreditáveis ao nível do Céu e da Terra.
Mas o importante, agora, independentemente dessas observações exteriores, é cada vez mais ir para seu Interior, ou seja, para o Si.

Meditar, alinhar-se com o que vocês são em Verdade, perceber as diferentes Vibrações existentes, meditar, conectar-se à Merkabah interdimensional, vão se tornar os elementos que vão mais estabilizá-los, com relação à excitação geral exterior, mas também a excitação de seu mental.

Mesmo aqueles que, até o presente, tinham conseguido fazer desaparecer a bicicleta, arriscam a ter pequenas bicicletas que reaparecem.

É muito importante compreender, e se dizer, com sua Consciência, que assim que há uma atividade de superaquecimento, colocar-se instantaneamente no Coração, reconectar-se à Merkabah interdimensional, à sua própria vibração Interior, para não ser levado (eu creio que Sri Aurobindo chamou a isso o choque da humanidade).

Porque as ressonâncias ligadas às Crenças, às egrégoras, se preferem, não as egrégoras astrais necessariamente, mas, sobretudo, as egrégoras das Crenças, dos pesos que foram colocados na humanidade, serão entrechocados, eu diria.

Portanto, não é preciso se deixar levar por esse movimento exterior, mas também por seu próprio mental, que pode fazê-los questionar sobre suas próprias escolhas e fazer colocar em dúvida o que vocês vivem.

O mais importante será, sempre, e cada vez mais, o que vocês vivem Interiormente.

Então, o mental, isso não o agrada.
Ele vai, de maneira insidiosa, tentar fazê-los crer que vocês são esse mental.

Vocês devem se desincrustar e se desidentificar totalmente de seu próprio mental para viver, de maneira serena, tudo o que é para viver Interiormente, atualmente.

Quando vocês estão na Paz ou quando vocês estão na Alegria, tudo se desenrola normalmente.
Não há mais questionamento.

O que quer dizer que não é uma regressão, se os questionamentos voltam a se manifestar, mas que traduzem, eu diria, o ambiente coletivo da humanidade durante este período que precede o solstício de inverno [verão no hemisfério sul].

É um período, nós lhes dissemos, mas por outros canais também, e isso foi anunciado, extremamente importante no estabelecimento da Luz.

Então, eu os escuto.



Questão: ter um filho hoje pode representar um freio ao acesso ao Si?


Não, absolutamente.
Ao contrário, o estado de gravidez é algo que pode facilitar o acesso às Dimensões superiores.

Como de hábito, há pessoas, mulheres, que querem ser mães e outras que não querem ser mães.

As circunstâncias atuais, quaisquer que sejam, não devem em nada travar o que vocês têm a viver.

O que vocês têm a viver deve ser em acordo com a perpetuação da Vida, mas vocês devem estar totalmente no instante presente.

Então, alguns fazem projetos profissionais, outros fazem projetos de gravidez.

Em nome de que seria necessário parar todos os projetos e esperar?
Eu digo simplesmente que o período necessita uma vigilância com relação ao seu mental.

Questão: eu não sinto a Vibração do Coração e isso provoca medos. Por que? 

Porque você tem medo, simplesmente.

Cara amiga, o importante, sempre foi dito, efetivamente, que é a porta do Coração.

A porta do Coração é a porta do Si, do Samadhi, da Alegria e da Existência.

Sempre lhes foi dito que alguns seres não podiam penetrar este espaço sagrado pelo momento, sem isso, eles não estariam mais aqui.

Portanto, alguns são obrigados a esperar o momento vindo.
Portanto, o principal é ter uma das três Lareiras que aqueça, que esteja ativa.

Alguns de vocês já têm as três Lareiras.
Alguns de vocês viajam na Existência, em liberdade, em profusão, à vontade ou por momentos.
Outros não.
Cada caso é diferente.

Questão: eu tenho sonhos recorrentes com bebês. A que isso corresponde?

O bebê corresponde à necessidade de renascer a si mesmo.
Não é um sonho de gravidez, é a necessidade de renascer a si mesmo.

Isso pode anunciar ou uma gravidez Interior, ao nível espiritual, ou um parto Interior.

Quer dizer um renascimento de si mesmo a outro estado Vibratório ou a outro estado de Consciência.

Isso pode estar ligado à sensação de estar ligado a um feto no interior de si?

Sim, é o que se chama o embrião espiritual.
É como eu respondi, há aproximadamente 15 dias, 3 semanas, sobre a noção de gravidez espiritual, ou seja, do Embrião Crístico.

É, aliás, a palavra que corresponde ao 8º corpo.
Vocês estão em gestação de seu Cristo Interior.

Mesmo se essa sensação é mais abaixo do que o 8º corpo?

Sim, é preciso que suba.

O nascimento não se faz para baixo, aí.
Ele se faz para o alto.
E o parto ocorre, não pelo colo do útero, mas pelo colo da garganta.
O parto se faz, quando está maduro, ao nível da garganta, mas antes, pelo 8º corpo.

Questão: qual é a diferença entre a empatia e o fato de sentir a dor do outro?

Então, essa é uma forma de empatia que está ligada à Vibração, não do Coração, mas do plexo solar, mesmo se isso foi chamada empatia.

Há uma confusão, junto a muitos seres.

O sofrimento é uma emoção, que ele seja físico ou em outro nível.
Mesmo se é mental, ele gera uma secreção Vibratória que está ligada ao astral.
Portanto, é preciso ter o astral aberto para o sentir.

O Coração é a compaixão, mesmo se alguns falem de empatia ao nível do Coração.

A compaixão é a capacidade para sentir o outro, mesmo se há um sofrimento.

Portanto, vai-se sentir que o outro sofre, sem provar o sofrimento no Interior.
Esse é o Coração.

Mas se há uma ressonância que é vivida pelo próprio sofrimento, que não é o conhecimento do outro, mas o sofrimento do outro, está ligada a um excesso de plexo solar.

Uma fragilidade, de algum modo, ao nível emocional.

Questão: eu senti uma emoção particular durante o protocolo da Nova Aliança, quando as mãos estavam em relação com os pontos Cristo e Maria. Está ligado à emoção?

Não, de forma alguma.

É o que eu chamei já, parece-me, a emoção final.
É a emoção que, justamente, permite passar do ego ao Coração.

Mas é de uma natureza Vibratória emocional.
Mas esta natureza Vibratória emocional, portanto ligada ao nível da energia, passa ao nível Supramental e, frequentemente, quando das primeiras fases desta ativação, há, junto ao ser humano, uma reconexão de natureza emocional, efetivamente, antes de ser Supramental.
Não é obrigatório, mas é frequentemente o caso.

Questão: eu sinto, atrás da cabeça, uma faixa que parte de OD e que sobe um pouco.

É normal.
Existe, ao nível da linha chamada OD-ER, uma estrutura Vibratória extremamente importante que corresponde ao quadro de comando dos chacras.

É uma zona Vibratória extremamente importante onde se observa a cor da alma.

Portanto, é um circuito Vibratório muito potente, é tudo.

De fato, ao nível de OD, vocês têm o primeiro chacra, a fundação.
E ao nível de ER, vocês têm o 7º chacra.
E entre esses dois pontos extremos, há 5 côncavos sobre o crânio, que correspondem cada um a uma função de comando dos chacras ditos essenciais.

Questão: a cor da alma indica o destino ou a linhagem?

Nem um, nem outro.
É a coloração da alma, quer dizer, simplesmente, na encarnação, com qual apoio vocês trabalham.
Nada mais.
Isso nada tem a ver com as linhagens, nem com o destino.

Questão: a que correspondem os medos noturnos que aparecem?

Oh, isso corresponde à colocação na luz dos últimos medos.
Não há presenças, não há coisas assim.
É apenas a colocação na luz do que deve se evacuar.

Lembrem-se do que eu disse, já, desde este verão, mas aí, agora, isso será mais crucial: vocês serão, vocês mesmos, confrontados aos últimos medos, aqueles que vocês não quiseram ver e que estavam “colocados sob o tapete”.

Portanto, nada há a fazer.
Sobretudo, não se identificar a este medo.
Você não é este medo.

O objetivo do medo é fazê-los crer que vocês são este medo.
E todos, mesmo eu em minha vida, vão direto ao que nos sugere este medo, mas não somos o medo, uma vez que o princípio de Ilusão desse mundo revela-se inteiramente.

Disseram-lhes muitas vezes que esse mundo é Maya.
Portanto, como algo que é Maya pode afetar a Consciência?
Não, é o mental que participa da Ilusão, que cria o medo.
O medo de não importa o que, aliás.

Mas vocês não são este medo.
Portanto, há um trabalho “de distanciamento” com relação ao que acontece.

Questão: na prática dos protocolos, sinto uma energia que borbulha nas mãos. Aplicar esta energia em mim pode ser um caminho de transformação?

Perfeitamente, cara amiga.
As diferentes «técnicas» que nós lhes demos são destinadas a fazer circular, se possível, a Energia, que não é como a Energia básica, mas, antes, as características de uma Energia do tipo Supramental.

Esta Energia de tipo Supramental é frequentemente formigante, efetivamente.
Como você diz, isso pode borbulhar.
Portanto, você pode dela se servir, é claro.

Questão: se temos um medo, convém trabalhar nisso ou pedir à Graça? 

Caro amigo, nem um, nem outro.

Como eu disse que vocês não são este medo, se você quer agir sobre os medos, isso vai considerar, em alguma parte, que ele lhes pertence, não é?

Portanto, o medo não tem que ser identificado a você mesmo, mas isso necessita também de um princípio que é aquele, ou seja, de não querer agir contra.

Agir contra algo que é, além disso, do domínio psicológico.

Não é similar como ter uma dor ou uma doença e pedir à Luz Vibral.

O medo não é você.
O medo é um elemento específico que é segregado pelo mental.
Mas um medo que aparece assim, se você lhe dá Atenção e Intenção, você vai reforçá-lo, quer você queira ou não.

E se você decide recorrer à Luz Vibral no medo, você desvia a Luz Vibral para o princípio de Dualidade.

Quando eu falei de não identificação ao medo, é completamente isso.

Lembre-se: para o que vocês levam sua Atenção e sua Consciência, manifesta-se.
É a lei de atração e de ressonância.
Ela é total, nesse momento.

Aqueles que têm medos, se vocês pensam em seus medos durante este período, vocês verão que eles vão se manifestar.
Se vocês cultivam a Paz e vocês pensam a Paz, o que se manifestará será a Paz.
É muito importante.

Se nós, uns e outros, insistimos sobre os 4 Pilares, Aqui e Agora, a Intenção e a Atenção, era verdadeiramente para colocá-los ao centro dos 4 Pilares que é o ponto ER, ou seja, o Coração.

E se vocês, vocês colocam sua Atenção e sua Intenção contra algo que aparece ao nível do mental, vocês alimentarão o mental.

É preciso verdadeiramente viver uma desacoplagem de seu mental.

Vocês não são o mental.
Eu preferiria que vocês dissessem: «eu sou este monte de células, porque eu o habito», e «que a Luz Vibral penetre nas células, no DNA».

Ela transforma seu DNA.
Mas ela não pode penetrar no mental.

O mental é totalmente impermeável à Luz Vibral, uma vez que pertence a esta matriz e ele deve ser desconstruído.
Há uma diferença.
Uma diferença que não é mínima, ela é essencial.

Questão: como participar nós mesmos à destruição desse mental? É possível?

Sobretudo não.
Deve apenas realizar o Abandono à Luz.

É apenas progressivamente e à medida que a Luz Vibral os preenche que não haverá mais lugar para o mental.

O mental será dissolvido.
É o que se chama a dissolução da personalidade.

A personalidade não é o corpo.
A personalidade é o mental.
O mental é uma projeção exteriorizada da consciência numa ilusão, que os faz crer que vocês são isso, tal pessoa, que têm tal idade, que vivem tal vida.

A Luz Vibral os tira desta Ilusão.

Portanto, vocês não podem sair da Ilusão por sua própria Ilusão, uma vez que, para esta Ilusão que é o mental, é apenas isso que existe.
Foi assim que nasceu o princípio de falsificação.

O paradoxo é que vocês devem permanecer lúcidos e conscientes da Vida, mas a Vida não é o mental.

A Vida é a respiração, não é o que vocês veem, também não.
É a Vibração.
É estar Aqui e Agora, entre o Alfa e o Ômega.
Mas não é o mental, jamais.

Então, eu concebo que isso seja muito mais fácil para realizar, por exemplo, para os povos orientais, que têm esta cultura já onipresente, que está longe de ser onipresente no Ocidente e, sobretudo, junto aos franceses.
Porque os povos ocidentais, em particular os franceses, identificaram-se à razão.

Questão: por que a concentração sobre Alfa e Ômega provoca uma ativação do Coração?

Porque tudo é interligado.

Agora, se você quer, como os novos corpos estão se ativando cada vez mais, há pessoas que vão, por exemplo, trabalhar no 12º corpo, elas vão sentir a ativação do 12º corpo.
E, ao mesmo tempo, o Coração se ativa.

Felizmente, é tanto melhor.
Porque o Alfa e o Ômega é uma ressonância ER, que está ao meio.
E, quando se vai do Alfa ao Ômega, mesmo sobre os pontos OD e os pontos os mais altos, isso passa também pelo Coração.
O Coração é o ponto central de tudo isso.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Então, caros amigos, eu lhes agradeço por terem feito girar as bicicletas.
Quanto a mim, eu lhes digo até muito em breve e todas as minhas bênçãos e todo o Amor dos Melquisedeques os acompanhem e bom caminho para seu Coração.
Até muito em breve.

____________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com


Nenhum comentário:

Postar um comentário