Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

2 de mai de 2011

UM AMIGO – 2 de maio de 2011

Mensagem publicada em 4 de maio, pelo site AUTRES DIMENSIONS.

Eu sou UM AMIGO.
De meu Coração ao seu Coração, no Amor e na Alegria, e na Paz.

Bem amados Irmãos humanos encarnados, há pouco tempo eu lhes disse que o conjunto de ensinamentos dos diferentes Yogas terminou.
Eu posso mesmo dizer, hoje, que o conjunto do que foi importante dar-lhes, nesses tempos preparatórios (seja sob forma de Vibrações, de palavras, de ensinamentos), terminou.
Resta, agora, estabelecerem-se, vocês mesmos, inteiramente, no Si.

Assim, minha Presença, doravante, como a Presença de outros Anciões ou de outras Irmãs, terá, como última finalidade, permitir-lhes aproximarem-se de sua Eternidade.

Eu venho, contudo, terminar e completar o que eu disse, há alguns meses, e há pouco tempo também, concernente à Cruz Crística Anterior, estabelecida entre o Eixo AL-OD e CLAREZA-PRECISÃO.

Essa Cruz Anterior é a Cruz que permite a CRISTO penetrar seu Templo.
É aquela que permite realizar o Si, o Maha Samadhi.

Essa Cruz Anterior, é efetivamente possível colocá-la no serviço, como eu o disse, ativá-la, estabilizá-la de diferentes modos, apoiando-se nas Virtudes desses Eixos, apoiando-se na Cruz Fixa da Redenção e nas Cruzes Mutáveis.

Vocês têm, doravante, todos os elementos, permitindo-lhes viver o que vocês têm a viver agora, para além das palavras, para além de definições e para além mesmo do Yoga.
Isso é ilustrado, aliás, em seus momentos de alinhamento de 19h [hora francesa], em que muitos de vocês percebem que não há mais necessidade de concentrar-se em tal zona, em tal Ponto ou em tal Função, mas, simplesmente, instalar-se no Ser e viver esse estado de Ser.

O que se produz, doravante, para alguns de vocês, nos espaços de alinhamento ou mesmo de modo imprevisto, é chamado a tornar-se, vocês compreenderam, sua Realidade definitiva e final.

Esta fase de Dissolução total do ego, da personalidade, é o que lhes permite implementar e acionar sua Merkabah interdimensional.
Quer dizer juntar-se, uma vez que o CRISTO tiver batido à porta de seu Templo Interior, residir, de maneira definitiva, em seu Templo Interior e em sua Dimensão Eterna.
A fim de deixar, de maneira irremediável, a Dimensão do efêmero.

A Cruz Crística Anterior é aquela que permite finalizar, de algum modo, o conjunto de Funções prévias.
De fato, apoiando-se no ramo horizontal da Cruz Posterior (UNIDADE e PROFUNDIDADE), sendo guiado pelo Eixo horizontal da Cruz Anterior (CLAREZA e PRECISÃO), vocês permitem à Coroa do Coração, presente na cabeça, fusionar, inteiramente, com o Corpo de Bindu, fazendo-os sair do Samsara, de Maya, e viver o que vocês são.

A ressonância e a ação desses dois Eixos, no estabelecimento da Cruz Anterior (a ressonância CLAREZA-PRECISÃO e UNIDADE PROFUNDIDADE) podem ser feitas também de CLAREZA a UNIDADE e de PRECISÃO a PROFUNDIDADE.
Não traçando mais, desta vez, uma Cruz, mas um Cubo.
Esse Cubo, esse Quadrado, onde se inscreve o ponto ER, é muito exatamente a finalidade, ativando, se seu Coração consente, seu Veículo Interdimensional.

Existe, portanto, pela colocação no serviço total dessas diferentes Cruzes e dessas diferentes Estrelas, a possibilidade, bem real, de viver a Unidade, o Samadhi, e extraírem-se da Ilusão.
É para isso que o conjunto da humanidade é convidado a viver, a partir de agora, e por um lapso de tempo a determinar, pela própria Terra e também por vocês mesmos.

A Humildade, a Simplicidade, a Criança Interior, a Sabedoria vão permitir-lhes inscrever esse Cubo, esse Quadrado, em sua Eternidade.
Então, naquele momento, vocês poderão reintegrar o Corpo de Existência.
Aqui, como lá onde ele está.

Os diferentes sons traduzem essa ativação e inúmeros de vocês dela percebem já os efeitos.

Essa Cruz Anterior é a Cruz da Realização.
Ela é a que vem desenhar, por intermédio de uma das figuras mais perfeitas, o Cubo, juntar-se à Fonte, passando pela Luz da Fonte manifestada que, em sua tradição, vocês chamaram METATRON.
Que, em minha tradição, é representada por KRISHNA e SHIVA.

A Fusão das duas, a Realização das duas, permite viver a Unidade, o Fogo, a Dissolução e o acesso à Morada de Paz Suprema, Shantinilaya, e permite experimentar, aqui mesmo, Sat Chit Ananda.

Tudo isso pode realizar-se apenas pelo afluxo da Luz e por sua abertura do Coração à Luz.

Eu lhes dei, durante esses últimos anos, o conjunto de elementos que permitem conduzirem-se à sua própria porta, aquela de sua Realização.
Hoje, é a vocês que cabe ousar cruzar essa última porta.
Mesmo o CRISTO não poderá fazê-lo por vocês.

Compreendam, efetivamente, assim, que não é questão de chamá-los a outra coisa que a Alegria e que a Felicidade.
Isso deve ser posto em ação, em total independência do que quer que seja.
O ato de Ser.
O ato de não mais ser limitado, de não mais ser confinado.
De viver a totalidade da Alegria, sua Dimensão de KI-RIS-TI, inteiramente.
Isso é chamado a manifestar-se, cada vez mais, a partir da vinda do Arcanjo METATRON.

Quanto a mim, eu voltarei de vez em quando, não mais para emitir-lhes qualquer ensinamento, mas, bem mais, para comungar com vocês, na Realização e na Unidade.

Meus espaços de Presença com vocês, a exemplo do Arcanjo URIEL, manifestar-se-ão (eu o espero, para vocês, como para mim) nessa comunhão, de Coração a Coração e de Unificação da Consciência, ilustrando, com isso, as palavras do CRISTO: «Quando vocês forem Três reunidos em meu Nome, eu estarei entre vocês».
Permitindo, então, viver em Comunhão, esta Graça.
A Cruz Anterior permite isso.
Ela finaliza, de algum modo, agora, a totalidade do trabalho no Yoga da Verdade e da Unidade e o Yoga Integrativo.
Ela é, portanto, a Reunificação Final, a Fusão de suas Lareiras, o abrasamento de seu Kundalini, o abrasamento de seu próprio Éter, cujas premissas são bem reais, para muitos de vocês.

Da facilidade com a qual vocês imergirem, cada vez mais profundamente, nesses estados, decorrerá a facilidade para extraírem-se de seus últimos apegos (bem lógicos para qualquer humano), em toda lucidez e em toda Consciência.

É manifestando seu Samadhi que vocês poderão mais ajudar e servir à Luz, seus Irmãos e suas Irmãs.

Há, nesse estado de Realização de Samadhi, um brilho de Luz, uma explosão e um abrasamento da Luz, que vocês percebem, cada vez mais claramente, em sua Consciência como ao redor de Vocês.

A Terra transformou-se.
Vocês se transformam.
Não há outro modo de estabelecerem-se em sua Morada Eterna, na Alegria e na Paz.

Eu os convido, portanto, agora, se existem em vocês questões em relação a essas algumas palavras, a fazer-me, antes que nós vivamos, juntos, e também em seu espaço de alinhamento, esse estado de Realização, se tal é seu Coração.

Questão: quais são as Funções de SHIVA e KRISHNA, na escala universal?

Essa Função está, antes de tudo, inscrita em vocês.
Eu usei a palavra KRISHNA, poderia ser CRISTO, ou KI-RIS-TI, porque é da mesma história que se trata.

Quanto a SHIVA, é a destruição, pelo Fogo, de tudo o que é Ilusório, o Fogo do Espírito que lhes permite penetrar o Espírito.

Bem além das Escrituras, bem além das Histórias, isso traduz, e traduzirá, sua faculdade para imergir na Verdade dessa Consciência.

O destruidor da Forma não é um destruidor.
Ele é o Fogo do Espírito, vindo queimar o que não é o Espírito.
Ele é o que lhes permite viver o Espírito.

Questão: a quê corresponde o movimento de dar um passo à frente, depois para trás, para esse estado? 

Meu Irmão, isso corresponde ao medo da perda.
Esse medo da perda a nada corresponde.
Ele corresponde, simplesmente, a uma projeção de suas próprias emoções, ligadas a experiências passadas.
Mas, em caso algum, ele é você.
Ele é apenas essa memória do passado que se exprime, hoje, em seu caminho.
É um momento em que é preciso mergulhar nesse estado.

Questão: quando alguns pontos vibram, convém levar a consciência acima para acompanhá-los?
 
Sim.
Assim como eu disse, a Consciência é Vibração.
A Supra Consciência, num primeiro tempo, é identificação total a essa Vibração.
Porque é um estado de Ser novo, ao qual é preciso aclimatar-se.

Do mesmo modo que vocês não percebem a vibração desse corpo físico, porque vocês estão habituados (e a vibração dele é particularmente pesada e densa), a Vibração da Existência é-lhes desconhecida.

A aglutinação da Luz Vibral produz, para vivê-la, mecanismos Vibratórios aos quais convém identificar-se inteiramente, porque vocês são isso.

A um dado momento, penetrando essa Realização, inteiramente, e esse Corpo de Existência, vocês nele não percebem mais a Vibração, porque vocês terão se tornado essa Vibração.

Assim, portanto, a aclimatação que existe atualmente e desde anos, é, em definitivo, destinada apenas a fazê-los atravessar essa Cruz Anterior e fazê-los tornar-se isso.

Questão: inversamente, quando alguns pontos ou Estrelas ou chacras vibram menos, convém ali levar a atenção para ativá-los?

Não, meu Irmão, porque você não sabe se eles estão já ativados e, justamente, passaram na Unidade.

Siga a Inteligência da Luz, aí também.
O que chama sua Atenção e sua Intenção deve ser seguido de sua Consciência.
O que não chama, nos instantes de Vibração, não é necessário.
Não é, naquele momento, necessário ali levar qualquer atenção.

É assim que vocês se tornam a Luz e que vocês vivem sua própria Realização.

Questão: como mergulhar nesse estado se, assim que se dá conta de que ali se está, esse estado desaparece? 

Porque é a consciência limitada que se apercebe que a Consciência Supra está aparecendo.
Não há transferência da consciência comum na Supra Consciência, mas o estabelecimento da Supra Consciência faz intervir a consciência limitada, o mental, que pode, efetivamente, sair desse estado.
Isso corresponde a um não Abandono total à Luz.
Mas é o aprendizado que você efetua, também, nesse momento.

Questão: é, portanto, o Abandono à Luz que permite atingir esse estado?

Inteiramente.

Questão: será útil, até o final, respirar pelo nariz, boca aberta?

Isso deve ser aplicado, se lhes facilita a tarefa.
O objetivo sendo, eu repito, em definitivo, estabilizar seu estado de Unidade e de Realização.

A partir daquele momento, absolutamente nada mais é necessário, porque vocês se tornaram o Caminho, a Verdade e a Vida.
E, naquele momento, vocês não estão mais identificados, mesmo estando nesse corpo, a esse corpo ou a essa personalidade.
Vocês tocaram o Estado Crístico, o Estado de Buda, vocês o realizaram.
Então, naquele momento, a frase que eu poderia dizer é: «Ame e faça o que lhe agrada».

Questão: o Estado Crístico e o Estado de Buda correspondem ao mesmo Estado?

Tal como o viveu Buda, sim.
Tal como o transcreveram os homens, não.

O Estado de Buda é um Estado de Samadhi, profundo, onde a compaixão, a empatia é máxima.
Mas não há, no entanto, Dissolução total, como no Estado Crístico.

Em resumo, no Estado de Buda há identificação ao conjunto da Criação, mas há ainda identificação a esse corpo.

No Estado Crístico, esse corpo não é mais desse mundo, ele é simplesmente o Veículo do Espírito.

Questão: se o Abandono à Luz é difícil para conceber, pode-se evocar o Abandono ao CRISTO?
 
Eu não vejo verdadeiramente onde está a diferença.
Se é apenas que o CRISTO, em Essência e em Verdade, começava a manifestar-se, ao nível Vibratório, há agora dois anos, enquanto, doravante, ele vem bater à porta, como Consciência.

Fundamentalmente não existe diferença.

O Abandono ao CRISTO é o Abandono à Luz.
Abandonar-se ao CRISTO é abandonar-se à Luz.

Questão: o Estado de Buda é, portanto, uma etapa obrigatória para aceder ao Estado Crístico?

Não.
Tanto mais que existe um risco de confusão enorme, ligado ao que fizeram os homens desses Estados, ditos de Buda ou Crísticos.
São apenas palavras.

A maior parte dos seres humanos aplica esses Estados às palavras, sem viver deles a quintessência ou a Vibração.

Questão: quando eu medito, encontro-me, por vezes, sem respiração, como se asfixiasse.

Esse é um dos indicadores de sua passagem na Existência.
Do mesmo modo que alguns de vocês constataram que a respiração podia parar, e mesmo que o Coração podia desacelerar, como é descrito nas técnicas yogas.

Questão: há uma relação entre o Eixo UNIDADE-PROFUNDIDADE e o Eixo constituído pelos pontos dos chacras de enraizamento da Alma e do Espírito? 

Sim.
Existe uma relação extremamente nítida, de um lado, entre UNIDADE-PROFUNDIDADE e os chacras de enraizamento da Alma e do Espírito.
Como existe o mesmo tipo de relação, ligada aos circuitos de Luz, entre CLAREZA-PRECISÃO e os chacras de enraizamento da Alma e do Espírito.

Pouco a pouco surgem, em vocês, circuitos de Vibração da Luz estabelecendo conexões múltiplas.

Assim como eu disse, não é possível detalhar o conjunto dessas conexões, porque elas são inumeráveis.
É claro, vocês delas vivem as manifestações, a percepção.
Isso concorre para estabelecê-los na Realização.

Questão: por quê repetir o Protocolo das Cruzes Mutáveis três vezes?

Porque, regra geral, o fato de realizar essas três vezes permite amplamente colocar no serviço o conjunto das Cruzes e o conjunto dos Pontos da cabeça.
O fato de refazê-las, além do que é desejável, arrisca favorecer esses Eixos em detrimento de outros Eixos.
Mesmo se é muito concebível que sua própria auto-ativação, desses Eixos e das Cruzes Mutáveis, por vocês mesmos, ou mesmo realizada em vários, é muito sedutora no plano da Vibração que é vivida.
Mas esse não é o objetivo.

Questão: é o mesmo para as Cruzes Anteriores e Posteriores?

Sim.
Na medida em que o fato de realizar uma vez, duas vezes ou três vezes vai permitir realizar o que é chamado o Cubo Metatrônico.

Questão: o que você chama o Cubo Metatrônico?

O Senhor METATRON é um Arcanjo, não tendo forma.
Trata-se de um Tubo de Luz, que é construído, muito exatamente, à imagem semelhante da Fonte.
Aproximando-se de sua Dimensão, o símbolo Vibratório desta Dimensão, falsificada ou não, é o Cubo.

METATRON toma, portanto, em suas estruturas, essa forma.
Não existe o menor antropomorfismo para o Senhor METATRON.
Esse Arcanjo é construído à imagem da Fonte.
Ele é, de algum modo, a Imagem, o Espelho e a Cópia em conformidade com a Fonte.
Aproximando-se desta Dimensão, aproximando-se do Sol, esse Tubo de Luz transforma-se, na 5ª Dimensão, como um Cubo.

Questão: por qual razão?

O Universo é Forma.
Tudo é Forma, Tudo é Vibração.

Querer explicar uma razão relevaria de um ato mental que não tem qualquer significado.

O que eu posso dizer, simplesmente, é que as Formas Geométricas chamadas «Perfeitas», remetem aos Arquétipos do Universo.
Desde a Pirâmide Triclínica, passando pelo Cubo, até o Icosaedro.
Trata-se de arranjos da própria Luz.

Questão: você descreveu quatro pontos que formam um Quadrado, quais são os outros pontos no volume do Cubo Metatrônico?
 
Esses outros pontos do volume do Cubo aparecerão apenas quando vocês estiverem dissolvidos.

Questão: pode-se assimilá-los aos quatro Hayoth Ha Kodesh?

Inteiramente.
O Hayoth Ha Kodesh, situado partindo de ER para o Ponto AL, é o Hayoth Ha Kodesh do Fogo, chamado Véuhiah (aquele cujo nome foi-lhes dado pelo próprio METATRON).

Partindo do Ponto ER, e indo para traseira da cabeça, para o ponto OD, encontra-se o Hayoth Ha Kodesh da Terra.

Partindo à esquerda, encontra-se o Hayoth Ha Kodesh do Ar.
E, partindo à direita, sempre do ponto ER, encontra-se o Hayoth Ha Kodesh da Água.

Representados, em sua Dimensão, pelos Triângulos Elementares inscritos ao nível das Doze Estrelas.

Questão: a quê corresponde a forma esférica?

A uma limitação do Cubo.

Questão: isso explica a forma esférica dos planetas de nosso Sistema, portanto limitado?

Inteiramente.
É o que é chamado também a curvatura do espaço-tempo.

Questão: na Unidade, a quê teria correspondido a forma da Terra?

A uma das Formas Geométricas Perfeitas.

Questão: isso significa que a Geometria Sagrada não é falsificada?

A Vibração é Forma.
Como é possível falsificar uma forma?
A utilização de formas pode, em contrapartida, ser desviada.

Questão: os Serafins são em número de 21? Qual é o papel deles?

Meu Irmão, não estou aqui para dar-lhe conhecimentos intelectuais ou mentais que farão apenas afastá-lo de seu Coração.

É como se você me perguntasse os nomes dos Arcanjos que participam da Criação dos Mundos.
Qual interesse?

Penetre, primeiramente, sua Unidade e sua Realização, e o Mundo dos Arcanjos, dos Serafins, ser-lhe-á aberto, inteiramente.
Você poderá mesmo fusionar com eles.
Será, portanto, um Conhecimento Interior, e não mais intelectual.

Você pode passar milhares de anos, e esse foi o caso sobre esta Terra, para muitos seres humanos, a buscar um conhecimento espiritual, o nome dos Arcanjos, as Hierarquias.
Isso não tem qualquer sentido para o Si.
Sem Humildade e sem Simplicidade não pode haver acesso ao Coração.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Meus bem amados Irmãos humanos, de meu Coração ao seu Coração, Comunguemos.




__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo, se deseja divulgá-lo, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Um comentário:

  1. "Você pode passar milhares de anos, e esse foi o caso sobre esta Terra, para muitos seres humanos, a buscar um conhecimento espiritual, o nome dos Arcanjos, as Hierarquias. Isso não tem qualquer sentido para o Si. Sem Humildade e sem Simplicidade não pode haver acesso ao Coração."

    ResponderExcluir