Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

1 de set de 2013

MIGUEL – 1 de setembro de 2013


Eu sou Miguel, Príncipe e Regente das Milícias Celestes.

Filhos do Um, minha intervenção de hoje desenrolar-se-á em duas etapas.
Primeiro, eu desenvolverei a noção de Alquimia da Unidade.
Em seguida, tomaremos o tempo de uma meditação vibral, acompanhada pelos Hayoth Ha Kodesh.

Mas, antes de tudo, eu me instalo em cada um de vocês...

[Comunhão/Fusão]

Filhos da Lei de Um, nós os temos convidado a reencontrar sua Eternidade.
Nós os temos chamado a juntar-se à Unidade.
Isso, alguns de vocês já realizaram, compreendendo que tudo está em si, compreendendo que a Alquimia da Transformação nada mais requer, nem ninguém mais, do que o que vocês são, de toda a Eternidade.

A Unidade é, frequentemente, utilizada ao nível de suas palavras e, frequentemente, mal compreendida, porque a Unidade não pode ser compreendida.
Vocês devem vivê-la, para dela apreender a essência.
O que eu venho dizer-lhes, hoje, concerne, principalmente, aos seus aspectos os mais densos, a começar por seu corpo.

Suas células, nesse corpo, estão em relação direta com sua Célula Primordial, esta, em relação com a Mãe de toda a Vida.
Quando de seu reencontro com Maria, talvez, vocês tenham podido viver isso, sentir o conjunto de suas células vibrar, o que assinala a re-informação delas a partir da Mãe de toda a Vida.

Seu DNA está, igualmente, em relação com seu DNA primordial, que forma uma única elipse, uma única serpente, poder-se-ia dizer.
Aqueles de vocês que vivem em Unidade sabem disso: a ilusão da separação vem apenas do olhar da consciência.
Para aquele que se juntou à Unidade, jogar com as múltiplas facetas de sua vida humana não provoca, em momento algum, um sentimento de separação porque, vivendo a Unidade, vocês sabem que só o filtro muda o olhar, muda sua percepção.

Há alguns anos eu os acompanhei no que havíamos chamado as Núpcias Celestes, para reatualizar suas doze fitas de DNA.
Para a maior parte de vocês, isso foi realizado em planos ainda invisíveis aos seus olhos.
Alguns, contudo, realizaram-no, até seu DNA humano.
Alguns buscadores, aliás, surpreenderam-se com isso.
Hoje é tempo, para muitos de vocês, de reatualizar isso em suas estruturas as mais densas.
A Onda de Vida leva-os a isso, re-informando o DNA de seu corpo físico, a partir do que se poderia chamar seu DNA etéreo.
Os Hayoth Ha Kodesh facilitam, igualmente, essa passagem de informação.
Aí está porque, no fim de minha intervenção, prosseguiremos em companhia dos Hayoth Ha Kodesh.

Filhos da Lei de Um, o tempo chegou de iluminar a Terra, de iluminar cada célula que a percorre.
Isso começa em cada um de vocês.
Tornem-se os faróis dessa humanidade.

Aí está o que eu vinha partilhar, em palavras, com vocês, mas o mais importante é realizar essa Alquimia da Unidade em seu templo.

Vamos, portanto, acolher os Hayoth Ha Kodesh
O conjunto de nosso espaço é partilhado com numerosos Seres de Luz, porque esse momento é um momento privilegiado de fusão.

[Efusão/Fusão]

Os Hayoth Ha Kodesh iniciam, agora, a Dança dos Elementos.

[Efusão/Fusão]

Filhos da Lei de Um, o que nós estamos realizando agora necessitava, no passado, de construções específicas.
A instalação da Luz Una em seu mundo torna possível, hoje, a realização dessa Alquimia com a maior simplicidade.

Eu terminarei minha mensagem partilhando-lhes todo o meu Amor, toda a minha irradiação, para trabalhar nessa transformação.

Vamos continuar, no Silêncio, até as 22:00 horas.

Eu lhes digo até mais tarde.

[Continuação da meditação vibral]

-----------------
Transmitido por Ar.

3 comentários:

  1. A Unidade é, frequentemente, utilizada ao nível de suas palavras e, frequentemente, mal compreendida, porque a Unidade não pode ser compreendida.

    Para aquele que se juntou à Unidade, jogar com as múltiplas facetas de sua vida humana não provoca, em momento algum, um sentimento de separação porque, vivendo a Unidade, vocês sabem que só o filtro muda o olhar, muda sua percepção.

    Filhos da Lei de Um, o tempo chegou de iluminar a Terra, de iluminar cada célula que a percorre. Isso começa em cada um de vocês. Tornem-se os faróis dessa humanidade.

    Os Hayoth Ha Kodesh iniciam, agora, a Dança dos Elementos.

    ResponderExcluir
  2. "Filhos da Lei de Um, nós os temos convidado a Reencontrar sua Eternidade. Nós os temos chamados a juntar-se à Unidade.
    "Isso, alguns de vocês já realizaram, compreendendo que tudo está em si, compreendendo que a Alquimia da Transformação nada mais requer, nem ninguém mais, do que o que vocês São, de toda a Eternidade.

    "A instalação da Luz Una em seu mundo torna possível, hoje, a Realização dessa Alquimia com a maior simplicidade.

    "O mais importante é Realizar essa Alquimia da Unidade em seu Templo.
    "Suas células, nesse corpo, estão em relação direta com sua Célula Primordial, está, em relação com a Mãe de toda a Vida.
    "Seu DNA está igualmente, em relação com seu DNA Primordial, que forma uma única elipse, uma única serpente, poder-se-ia dizer.
    "Vamos, portanto, acolher os Hayoth Ha Kodesh... porque esse momento é um momento privilegiado de Fusão.

    "Filhos da Lei de Um, o tempo chegou de Iluminar a Terra, de Iluminar cada célula que a percorre.
    Isso começa em cada um de vocês.

    "Tornem-se os Faróis dessa humanidade."

    ResponderExcluir
  3. Miguel! ... Miguel! ... Que bom! Que vibração amorosa, que aconteceu...

    Destacando: "Tornem-se os faróis dessa humanidade.".

    Assim Seja!

    ResponderExcluir