Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

21 de mar de 2014

RUMI – 21 de março de 2014



Efêmero violência, eu o dissolvo!

Efêmero tristeza, com todo o meu Amor, eu o dissolvo!

Efêmero sofrimento da humanidade, efêmero sofrimento em minha pessoa, eu os dissolvo!

Efêmeros medos que vêm fazer agitar esse corpo, eu os dissolvo!

Efêmera beleza revelada nesse mundo, eu a dissolvo!

Efêmero prazer, efêmera alegria, deixem-me dissolvê-los...

Efêmera vastidão dos oceanos, eu a dissolvo...

Efêmeras danças de cada uma de minhas células, eu as dissolvo...
Efêmera grandeza do universo, eu a dissolvo...

E aí, Bem Amado, fonte de todo efêmero, em você, eu me dissolvo...

Obrigado, Bem Amado, por acolher-me em seu seio e, aí, na Eternidade reencontrada, eu deixo revelar-se a Tranquilidade, a Graça do Bem Amado...
[  Silêncio  ]
Bem Amado na humanidade, junte-se à Dança da Eternidade.
Esqueça-se do efêmero, que não pode durar.
Deixe aí as velhas vestes de sua humanidade.

Você construiu muito, seja na matéria ou, ainda mais, nos pensamentos e conceitos.

Deixar o efêmero dissolver-se, para que emirja a joia no centro do Centro...
[  Silêncio  ]

Dissolver a si mesmo e aos outros, para reuni-los no Um, dissolver o interior e o exterior, para não ter mais do que uma única Morada...

[  Silêncio  ]

Bem Amado na humanidade, fundir-se no Silêncio, tal é meu convite, que eu venho trazer-lhe...

[  Silêncio  ]

Bem Amado na humanidade, eu o saúdo.

Meu nome foi Rumi, e eu venho cantar sua Eternidade.

Até breve.
-----------------------
Transmitido por Air



5 comentários:

  1. Esqueça-se do efêmero, que não pode durar.

    Deixe aí as velhas vestes de sua humanidade.

    Deixar o efêmero dissolver-se, para que emirja a joia no centro do Centro.

    Dissolver a si mesmo e aos outros, para reuni-los no Um, dissolver o interior e o exterior, para não ter mais do que uma única Morada.

    ResponderExcluir
  2. Foi dito que sacrificamos o Absoluto para estar aqui no efêmero, e temos que sacrificar o efêmero para novamente sermos o Absoluto, a Fonte.

    ResponderExcluir
  3. "Obrigado, Bem Amado, por acolher-me em seu seio e, aí na Eternidade Reencontrada, eu deixo Revelar-se a Tranquilidade, a Graça do Bem Amado...

    "E aí, Bem Amado, Fonte de todo efêmero, em você, eu me dissolvo...
    "Deixar o efêmero dissolver-se, para que emirja a joia no centro do Centro.

    "Dissolver a si mesmo e aos outros, para Reuni-los no Um."

    ResponderExcluir
  4. Ahhhhhhhhhhhh!!!!!! Ahhhhhhhhhh!!!!! Realidade ou Sonho de Amor? Toda efemeridade sendo dissolvida... Tudo o que amamos, acreditamos, lutamos... Não importa... Tudo dissolvido, nossas crenças, convicções, nada para apegar-se e nesta inexistência, eis a Eternidade...

    Amém!!! Rumi, só Alegria a girar...

    ResponderExcluir