Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

19 de mai de 2014

O. M. AÏVANHOV – 19 de maio de 2014


Queridos irmãos e irmãs, eu sou O.M. AÏVANHOV.
Como de hábito, recebam uma calorosa saudação da Assembleia dos Melquisedeques, essa Ordem que se revela a vocês e acompanha-os desde o começo dessa civilização.
Essa Ordem da qual muitos têm participado, ou têm vínculos, e que participa com outras Ordens da Luz que trabalham na instauração do Amor Divino.

Comunguemos na Assembleia dos Melquisedeques, estabeleçamos a ronda de Fogo.

... Comunhão com a Assembleia dos Melquisedeques...

Este período que vocês vivem não tem sido um período fácil, hein?
É um período no qual todos têm sido confrontados, postos à prova, dirigidos em um sentido ou no outro, para receber e aceitar seu próprio limite, seu próprio desajustamento com o que estão vivendo, não é?
E, como eu disse, no trampolim da Graça que, agora, abre-se nestas semanas que os levam até o final de maio, a celebração manifestar-se-á, intimamente, em cada um, não apenas no reencontro da Vibração e da Paz Eterna, mas pela manifestação, neste plano, dos dons do Espírito Santo, ou seja, da Luz Vibral, a Luz Adamantina que fecunda essa matéria, que permite, portanto, exprimir, irradiar a Luz Unitária e a Luz Vibral, através de suas estruturas.

O mais humilde, o mais simples, o que não se eleva receberá, em abundância, esses dons, os que os libera da densidade, do medo e da dualidade, dos controles que têm tentado manipular e manter cativa a sua consciência.
Neste período, a luz e a sombra jogam um baile muito interessante, não é assim?
Muitos de vocês estão no ponto, no limite de viver essa Reversão inteiramente, na presença dessa dimensão.
Isso se traduz pelos últimos giros e desligamentos de alguns nós que restam, sobretudo, na zona do pescoço e na zona do baixo ventre.

Vocês verão como, quando esses bloqueios abrem-se e atravessam a porta do pescoço, também desbloqueiam alguns pontos no baixo ventre, na zona do fígado, de forma que a Vibração começa a atravessar a porta estreita e toma parte, toma posse, pode-se dizer, de seu corpo.
É evidente, no momento em que os nós liberam-se, que toda a sua caixa torácica, inclusive a porta do pescoço, que começa a ser permeável à Vibração, acendam, então, o Fogo, o que produz essa Reversão, esse giro no interior de si, para a sua presença Eterna.

Esse é o giro e reversão que se vive, agora, com muita facilidade, se o seu abandono, se a sua aceitação da Eternidade e da Vida nesse plano é dada, é entregue sem mais qualquer reserva.
CRISTO vem e toma o Templo, porém, toma-o quando tem todo o espaço.

Portanto, esses últimos nós que se desbloqueiam na porta do pescoço, vocês os sentirão, facilmente, quando voltam por qualquer medo ou dúvida, esse medo agarrar-se-á ao pescoço e ao baixo ventre, o que os faz sentir uma espécie de afogamento, que a circulação do ar não se produz com facilidade, com suavidade.
É nesse momento que vocês devem recentrar-se em sua retidão, em sua serenidade, observando o jogo da consciência, observando esses últimos nós que se liberam, o que permite a reversão instantânea da consciência.

Quando a porta do pescoço e a porta estreita são superadas, quando a Onda de Vida pode passar para a parte superior do abdômen e dirigir-se ao Coração e aos braços, permite ao seu corpo ser irradiado e queimado, pode-se dizer, pela Luz Vibral e as Partículas Adamantinas.

A fusão manifesta-se, agora, com a presença da Jerusalém Celeste, que lhes dá a possibilidade de estar em seu estado de Eternidade, de expressar os dons do Espírito Santo e a Graça da Mãe Divina, presenteando, portanto, a presença de CRISTO, que desperta ao nível coletivo, que banha a Terra com esse amor incomensurável, esse amor ardente e fervoroso da Verdade.

É um momento de intenso jogo entre a sombra e a luz no interior de si, que manifesta, por momentos, estados totalmente opostos, os quais lhes facilitam ver e tomar as últimas decisões.
Decisões que, tomadas a partir do Coração, a partir da Verdade Vibral, liberam-nos e deixam-nos receber sua Presença, a Graça que vocês são, antes de toda Criação, a Graça que vocês são, por direito divino.

À medida que passam essas semanas, vocês instalarão, totalmente, sua Merkabah, que se une à Jerusalém Celeste.
A Terra prepara-se graças à sua presença e ao trabalho, também, da Confederação.
Esses trabalhos levam-se a termo em muitos níveis, desbloqueando a passagem das energias que chegam do Sol Central, que têm aumentado, que deram um salto nesses últimos dias.
Mergulhem, portanto, deixem penetrar essa Luz, deixem ir toda a resistência, à medida que a presença de CRISTO e da FONTE instala, em vocês, a reconexão do Coração da Terra e o seu Coração ao Centro Galáctico.

As vestes brancas são seu corpo de Eternidade, seu Corpo de Fogo.
Essa veste branca permite-lhes permanecer na Transparência, na Humildade, permanecer na observação da Graça, que forma Um com a Graça, ser, ao mesmo tempo, o observador e a Graça.
Revelem-na, dessa maneira, pela Transparência, pela qualidade do silêncio, pela disposição do Coração.
É aqui que vocês viverão a diferença, mesmo se estão vivendo as vibrações ao nível do Coração ou da Coroa da cabeça, a única diferença estará, agora, em seu grau de doação e abandono à vida e à Unidade.

A sua entrada no Coração de Fogo, a sua liberação no Absoluto são o passo que permite à Luz descer.

Essas são as semanas que lhes chegam, nas quais, pouco a pouco ou rapidamente, vocês queimarão tudo o que resta de sombra, tudo o que ainda afasta-os e evita-lhes de entrar no Coração.
Esses são tempos para manifestar o Um, para manifestar, sem qualquer medo, a palavra de Amor, para não calar diante dos poderes que trabalham pela manipulação.

Sejam valentes, corajosos, para ser o que vocês são.
Não obstante, não caiam em qualquer padrão dual, pois nada há a combater, não há luta, a Luz estabelece-se por sua própria presença.

Porém, esse combate interior, se se produz quando esses últimos nós voltam a bloquear, pode-se ver como os impedem de estarem totalmente tranquilos e sossegados.
É normal, portanto, ao nível coletivo, que a angústia e a intranquilidade aumentem, à medida que a resistência aumenta, ou seja, a Luz que chega aumenta a resistência.
Portanto, alinhem-se bem na retidão, para não serem afetados por essa tensão, essa angústia que se pode perceber no coletivo humano que não pôde, ainda, integrar a Luz ao nível consciente, que não tem a tranquilidade de saber o que está acontecendo, Inclusive, sabemos, vocês veem que a tensão persiste, isso quer dizer que, em seu interior, alguma coisa pede para ser ouvida, perdoada, pede para ser liberada.

Todos esses processos que vocês têm vivido durante esses anos levam-nos, agora, a serem livres de si mesmos, livres, inclusive, do processo de Ascensão que estamos vivendo.
Para quê?
Para que possam expressar, sem qualquer limite, a Graça que vocês são, o Amor que vocês são, seu CRISTO manifestado.

Nada mais há a acrescentar à presença de CRISTO e a orientação do Espírito Santo, da Shakti.
Tudo é dado neste período, intimamente, a vocês, reconfortando-os na doçura, no Fogo do Coração.

Eu sou O.M. AÏVANHOV, acompanhado dos Melquisedeques.
Os Conselhos de Luz estão em vocês e abrem cada vez mais proximamente.
O trabalho que fazemos em conjunto evidencia-se, dissolvendo as interferências ou véus que restam em nós, manifestando a Ascensão e a dissolução das camadas isolantes da heliosfera, a atmosfera e os seus corpos que serão queimados até o corpo causal.

Momento, como se tem dito, de vigiar e de orar, ou seja, estar atento e em plena doação, em pleno estado de Amor, qualquer que seja a situação.
Rezar, continuamente, por meio de sua presença no Coração do Um, por sua entrega no que vocês são levados a fazer no final, conclusão e nascimento na Eternidade.

Recebam um forte abraço.
Nós os acompanhamos estreitamente, à medida que passa esse mês de maio, no qual, especialmente, a Graça vem dissolver toda resistência.

Nós os deixamos com a Paz e o Amor de CRISTO.

Até muito em breve, irmãos!
-------------------
Transmitido por Sijah Sirius, do Coletivo do Um.

(versão eletrônica do catalão, adaptada).

5 comentários:

  1. Gracias!!!!!!!! Toda a Glória é do UM.

    ResponderExcluir
  2. CRISTO vem e toma o Templo, porém, toma-o quando tem todo o espaço.

    O trabalho que fazemos em conjunto evidencia-se, dissolvendo as interferências ou véus que restam em nós, manifestando a Ascensão e a dissolução das camadas isolantes da heliosfera, a atmosfera e os seus corpos que serão queimados até o corpo causal.

    ResponderExcluir
  3. Amado .... Amados ... Que momento inacreditável chegamos.... Estarmos conscientes, participando do processo, não delegando...

    Todo espaço, para o Cristo... Quanta Alegria.... A Luz agindo, independente das resistências... Acolher, será sempre 'melhor'...

    'É um período no qual todos têm sido confrontados, postos à prova, dirigidos em um sentido ou no outro, para receber e aceitar seu próprio limite, seu próprio desajustamento com o que estão vivendo, não é?"

    Perfeitamente, e para o meu espanto, 'os limites atuais instalados', foram percebidos e acolhidos, com naturalidade, seguido de um sentimento: 'Agora será assim'...

    'Matéria Fecundada, pela Luz' !!!!!!

    Volte, volte, ... Abraços, para todos!!!!

    ResponderExcluir
  4. Amado .... Amados ... Que momento inacreditável chegamos.... Estarmos conscientes, participando do processo, não delegando...

    Todo espaço, para o Cristo... Quanta Alegria.... A Luz agindo, independente das resistências... Acolher, será sempre 'melhor'...

    'É um período no qual todos têm sido confrontados, postos à prova, dirigidos em um sentido ou no outro, para receber e aceitar seu próprio limite, seu próprio desajustamento com o que estão vivendo, não é?"

    Perfeitamente, e para o meu espanto, 'os limites atuais instalados', foram percebidos e acolhidos, com naturalidade, seguido de um sentimento: 'Agora será assim'...

    'Matéria Fecundada, pela Luz' !!!!!!

    Volte, volte, ... Abraços, para todos!!!!

    ResponderExcluir
  5. "E, como eu disse, no trampolim da Graça que, agora, abre-se nestas semanas que os levam até o final de maio, a Celebração manifestar-se-á, Intimamente, em cada um,
    "Não apenas no Reencontro da Vibração e da Paz Eterna, mas pela manifestação, neste plano, dos Dons do Espírito Santo, ou seja, da Luz Vibral, a Luz Adamantina que Fecunda essa matéria,
    "Que permite, portanto, Exprimir, Irradiar a Luz Unitária e a Luz Vibral, através de suas estruturas.

    "A Fusão manifesta-se, agora, com a presença da Jerusalém Celeste, que lhes dá a possibilidade de estar em seu estado de Eternidade, de Expressar os Dons do Espírito Santo e a Graça da Mãe Divina, presenteando, portanto, a Presença de Cristo, que Desperta ao nível coletivo, que banha a Terra com esse Amor Incomensurável esse Amor Ardente e Fervoroso da Verdade.

    "A medida que passam essas semanas, vocês Instalarão, totalmente, sua Merkabah, que se une à Jerusalém Celeste.
    "Mergulhem, portanto, deixem penetrar essa Luz, deixem ir toda a resistência, à medida que a Presença de CRISTO e da FONTE instala, em vocês, a Reconexão do Coração da Terra e o seu Coração ao Centro Galáctico.
    "A sua entrada no Coração de Fogo, a sua liberação no Absoluto são o passo que permite à Luz descer.

    "As vestes brancas são seu Corpo de Eternidade, seu Corpo de Fogo.
    Essa veste branca permite-lhes permanecer na Transparência, na Humildade, permanecer na Observação da Graça, que forma Um com a Graça, ser, ao mesmo tempo, o Observador e a Graça.
    "Revelem-na, dessa maneira, pela Transparência, pela qualidade do Silêncio, pela disposição do Coração.

    "Alinhem-se bem na Retidão.
    "Momento, como se tem dito, de Vigiar e de Orar, ou seja, estar atento e em plena doação, em pleno estado de Amor, qualquer que seja a situação.
    "Rezar, continuamente, por meio de sua Presença no Coração do Um, por sua Entrega no que vocês são levados a fazer no final, Conclusão e Nascimento na Eternidade.

    "Paz e o Amor de CRISTO."

    ResponderExcluir