Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

5 de nov de 2005

O.M. AÏVANHOV – 5 de novembro de 2005

DO SITE AUTRES DIMENSIONS.



Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui



Bem, caros amigos, vocês tiveram a visita de sua Divina Mãe.
Eu me regozijo por ela ter-lhes aportado essa mensagem.
E eu volto para vocês, como previmos, nesse início do mês de novembro, em sua humanidade.

Há tão pouco tempo revelei-me, enfim, depois de tantos anos que espero isso.
Inúmeros canais tentaram, às vezes, com meu acordo, transcrever o que eu tinha a dizer, mas o ego deles abafava as coisas.
E outras entidades puderam acessar-me.
E, nesse canal, precisamente, eu encontro, enfim, um acordo vibratório que me permite, não unicamente manifestar-me quando dessas sessões, mas, também, agir, livremente, através dos ensinamentos, através do que acontece quando de algumas circunstâncias.

Quando o canal põe-se em conexão e pede a cura e a Luz sobre alguém eu posso, agora, intervir, diretamente, e manifestar a potência total da energia da ordem de Melquisedeque, que é, obviamente, da mesma veia, poderíamos dizer, energética que os Mestres Instrutores de Orion, e que permite, portanto, através dos anjos Xedah, também, efetuar um trabalho de cura direta sobre as almas e sobre os corpos para os quais meu canal vai pedir, por uma oração, de algum modo, para agir.

Vamos, se efetivamente quiserem, continuar, caros amigos, nossas entrevistas.
Assim, vamos poder, agora, abrir esse espaço de diálogo, que me regozija e que me permitirá, eu espero, fazer um pouco mais amigo/amigo, entrar na troca e simpatia autêntica.

Eu me regozijo por reencontrá-los nessa disposição de coração e de Espírito, propícia à reflexão e propícia às nossas trocas.
Se vocês efetivamente quiserem, agora, vamos passar aos seus questionamentos.

Questão: poderia dar-nos preconizações físicas, espirituais?

Ao nível físico, vocês já tiveram, cara criança, preconizações, no que concerne a bebidas à base de aubepine e os banhos à base de água de rosa e de flor de laranjeira.
Agora, no que concerne à sua higiene espiritual, ela é, sobretudo, marcada pela vontade de não emitir pensamentos negativos para com ninguém, não julgar e amar, mesmo seu pior inimigo.

Nisso, reconhece-se um ser no caminho para sua própria mestria.
A mestria não é parar de respirar durante horas ou parar seu coração.
A mestria consiste em não emitir pensamentos contrários à vontade do Cristo e amar, portanto, todas as criaturas e, ainda mais, aquelas que lhes fizeram mal, ainda mais, aquelas que seu mental considera, de alguma forma, como seu inimigo.

Há, nisso, uma verdade essencial, que convém aplicar.
Assim, é a higiene espiritual a mais elevada que os conduzirá, mais seguramente, à sua mestria verdadeira e autêntica.

No que concerne aos canais, sutis, obviamente, os famosos Nadis que percorrem seu corpo e suas auras, é necessário, nesse nível, manter, obviamente, algo de puro e de simples.

Não me atrasarei no que disse a Mãe Divina, ao nível dos pensamentos, ao nível dos modos de funcionar em relação à Luz.
Agora, se efetivamente quiserem, há procedimentos extremamente simples, que permitem assegurar a fluidez dos canais e a livre circulação da energia nos canais e, em especial, nos canais os mais importantes, aquele a que vocês chamam o canal mediano (a Shushumna, que une o canal do Intraterra e o canal do Supraterra).

Nesse canal, deve haver uma comunicação a mais fluida possível entre o que acontece embaixo e o que acontece no alto, de maneira a deixar circular, livremente, o fluxo da vida.
O fluxo da vida é um fluxo alto/baixo, baixo/alto, e a Luz passa, obviamente, por esse canal, em prioridade.

Convém, nisso, utilizar as técnicas que vocês conhecem, através dos cristais que não são meu domínio.
Mas vocês podem, também, utilizar processos extremamente simples de visualizações: visualizem seu canal entre a parte inferior da coluna vertebral e a cimeira de sua cabeça como um tubo de Luz dourada, repleta de energia solar, repleta de Luz, repleta de calor e façam descer/subir, subir/descer nesse canal.

Alguns minutos pela manhã, alguns minutos à noite, isso será grandemente útil às suas estruturas sutis.

Aí está um exemplo simples do que é perfeitamente possível fazer de modo simples.

Os cuidados físicos são, também, extremamente importantes.
Alguns de vocês, por exemplo, têm bloqueios no meio das costas e, obviamente, esses bloqueios podem ser obstáculos à circulação da Luz no interior do canal, obviamente, menos importantes do que os pensamentos impuros, entretanto, convém flexibilizar-se, massagear o que acontece nas costas.
Toda a região das costas deve ser liberada, para permitir às energias Luz subir e descer; e descer e subir.

Questão: os Xedah são «originários» de Orion?

Obviamente.
Eles estão sob a influência de Orionis.

Há uma querida alma que recebeu essas mensagens de Xedah.
Ela mal compreendeu o nome.
Ela mal compreendeu o nome, porque, simplesmente, os anjos que ela chamou Xedah (como ela não compreende o hebraico), eram os Shaddaï El Shaï.

Shaddaï, que ela traduziu por Xedah, e aí está como se chega a um desperdício da informação, durante anos, e como se chamou isso, os anjos Xedah, Xedah por Shaddaï El Shaï.
Mas isso não tem importância alguma; há uma deformação linguística específica, que é ligada à origem semântica da linguagem dessa pessoa, mas isso não tem importância.

Obviamente, os Shaddaï El Shaï, assim como os Hayoth Ha Kodesh correspondem a hierarquias espirituais as mais altas, que vêm, obviamente, religar, pelo Sol Central de Sírius, por intermédio de Almilan e Mintaka, que são as duas estrelas à esquerda do cinturão de Orion.

Questão: qual é o papel respectivo dos Shaddaï El Shaï em relação aos Hayoth Ha Kodesh?

Os Hayoth Ha Kodesh também podem ser chamados anjos.
São energias angélicas, no sentido o mais amplo do termo, porque pertencem a dimensões de natureza extremamente elevada.

Os anjos Shaddaï El Shaï são anjos que intervêm ao nível da estruturação da Luz e de processos de transformação da Luz numa energia de outra dimensão, muito mais alta em Luz.

Agora, os Hayoth Ha Kodesh correspondem às energias dos quatro elementos constitutivos da matéria, desde a célula até a totalidade dos planetas e dos sistemas solares.
E, portanto, não há similitude, mas uma origem, poderíamos dizer, comum.

Em particular, os Hayoth Ha Kodesh, os quatro Santos que se têm ao mais próximo do trono do Pai, são constituídos, vocês se lembram, de certo número de Agni Deva, que são em número de vinte e quatro.
Assim como a consciência coletiva deve funcionar nas vinte e quatro Unidades.
A reunião por três pares, ou seja, por seis.

Os Agni Deva correspondem a cada um dos Hayoth Ha Kodesh.
É-me difícil entrar mais adiante na descrição desses quatro últimos vivos, que são a própria essência e o próprio princípio da vida em todas as suas manifestações.

Questão: o que explicaria a relação direta das estruturas em vinte e quatro do Intraterra?

Há uma ligação direta com o cristal do Intraterra.
Eu falei, há muito tempo, em minha vida do Intraterra, de Agartha, mesmo se a pessoas não estivessem prontas para ouvir isso.

Eu, efetivamente, disse em minhas conferências, que o governo mundial, o sistema capitalista que deve desmoronar, muito proximamente; devem ser substituídos pelo sistema sinárquico mundial, que será aceito, obviamente, por todo o mundo, porque ele representa o princípio e a essência do agenciamento da Luz, da conformação da fraternidade humana à crença da Luz, à lógica da Luz e não mais à lógica da sombra.

Nós estamos numa estrutura, numa influência piramidal, mas não a influência piramidal de forças «luciferianas» (em especial, aquelas que colocaram isso em sua cédula, para ilustrar o olho que comanda tudo, que quer tudo controlar).

O sistema piramidal exato e autêntico é o reflexo da pirâmide de Luz.
Há, nisso, algo de essencial a compreender: a sombra age, sempre, imitando, copiando a Luz, mas, simplesmente, desviando dela a finalidade.
A finalidade da pirâmide de Luz é a totalidade da pirâmide.
A totalidade da pirâmide da sombra é o poder do olho que está no alto.
Isso é totalmente diferente, e radicalmente oposto.

Assim é do governo mundial (que procura estabelecer suas forças da sombra), que está ao oposto do governo sinárquico, que será instaurado pelo Intraterra, ao menos, eu espero, muito em breve,

Questão: convém seguir, hoje, seus ensinamentos passados?

Nada deve ser seguido, estritamente.
Sua consciência deve ditar-lhes o que vocês devem fazer, e não eu.
Vocês estão em vias de caminho para a mestria.
A mestria é decidir por si mesmo.
Sua fluidez, sua abertura de consciência é, hoje, muito maior do que há quarenta anos ou vinte anos.
Quando eu dizia que era necessário levantar-se com o Sol para contemplá-lo, hoje, vocês podem permanecer em sua cama e chamar o Sol.
Portanto, vocês têm toda a liberdade para fazer o que quiserem, o que sentem como bom para vocês.

Questão: você aconselha praticar o que se refere ao despertar do kundalini?

Obviamente, a descida do Espírito Santo, a subida do kundalini, essas duas energias tomam o canal e vão fluidificá-lo, cada vez mais, o que é um elemento importante ao nível da higiene do canal, ao qual é necessário acrescentar flexibilizações, massagens, eventualmente, para aqueles que têm dor nas costas, mas, também, a possibilidade de pôr as costas contra uma árvore, mas, também, a possibilidade de visualizar esse canal repleto de Luz dourada.

Aí está, caros amigos.
Se você efetivamente quiserem, agora, vamos concluir aí nossa discussão.
E, como se convencionou, eu lhes aporto toda a minha bênção, toda a minha amizade e todo o meu amor.
E eu lhes digo até muito em breve.
__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

Um comentário:

  1. Há tão pouco tempo revelei-me, enfim, depois de tantos anos que espero isso. Inúmeros canais tentaram, às vezes, com meu acordo, transcrever o que eu tinha a dizer, mas o ego deles abafava as coisas. E outras entidades puderam acessar-me. E, nesse canal, precisamente, eu encontro, enfim, um acordo vibratório que me permite, não unicamente manifestar-me quando dessas sessões, mas, também, agir, livremente, através dos ensinamentos, através do que acontece quando de algumas circunstâncias.

    ResponderExcluir