Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

11 de dez de 2011

GEMMA GALGANI – 11 de dezembro de 2011

Mensagem publicada em 12 de dezembro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.



GEMMA-GALGANI_11-12-2011 por autresdimensions

Áudio da Mensagem em Francês

Link para download: clique aqui



Eu sou GEMMA GALGANI.
Irmãs e Irmãos, que o Amor da FONTE esteja em nós, aqui, Unidos e reunidos.

Eu me apresento a vocês como Estrela UNIDADE.
Eu vim, hoje, Vibrar e comunicar sobre a Comunhão, sobre o Trabalho no Branco, que vocês estão vivendo e que vai conduzi-los a aquiescer à Comunhão, à Fusão e à Dissolução na Luz.

Esse Trabalho no Branco, como foi nomeado pelo Arcanjo JOFIEL, é a última Cura, aquela que visa seus Casamentos místicos.

Em meu tempo, em minha última encarnação, eu lhes teria falado do casamento com o CRISTO.
Hoje, eu lhes falarei, simplesmente, de reencontros com a Luz e, sobretudo, do Retorno do Espírito à Luz, à Unidade, que alguns de vocês, meus Irmãos e Irmãs, começam a conscientizar-se, a viver, de diferentes modos.

A Comunhão de Coração a Coração e o conjunto de elementos – desde a criação da Merkabah Interdimensional coletiva, passando por suas experiências de Coroas Radiantes, seus momentos de Alinhamento – têm, em definitivo, apenas um único objetivo: aquele de fazê-los reencontrar a Alegria, de fazê-los reencontrar a Eternidade e, sobretudo, a Verdade absoluta da Luz Vibral e do Amor, para além de toda limitação e de toda contingência, exprimida através desse corpo de carne.

Eu venho, portanto, falar-lhes, além de sua Comunhão de Coração a Coração, além de seus Alinhamentos, de um estado que vai tornar-se o seu, para todos aqueles de vocês que aquiesceram e acolheram a Luz, de um modo ou de outro.
Vocês vão viver o que eu vivi, em minha última vida, a partir de meu nascimento.
E, como talvez vocês saibam, à época, há mais de um século, isso era raro, se não excepcional.

Esse trabalho, essa transformação que é a sua, é uma Graça: a Graça da Luz, a Graça da Unidade, o Reencontro com o Sol, com CRISTO, com MIGUEL.

A Transmutação final desse Eixo ATRAÇÃO-VISÃO – que nos acorrentou, a todos, em algum lugar – encontra, hoje, sua resolução, para o conjunto da Terra, para o conjunto de consciências.

O trabalho realizado por vocês mesmos e pelo conjunto de Consciências – ao nível das Cruzes da Ressurreição, da Redenção, a Passagem da Porta Estreita – põe fim à influência da Atração, da Visão, e vai substituir isso pelo desabrochar da Luz, nesse Templo que é seu Coração, através do Eixo AL-OD, é claro, da cabeça, mas, sobretudo, ao nível do peito, pela Vibração intensa dessa parte da nova Tri-Unidade que foi chamada CRISTO-MIGUEL, e que está diretamente religada, e em ressonância, com as Portas UNIDADE e AL, dois dos Pilares do Coração a que nós nomeamos Humildade e Simplicidade, que os conduz a conscientizar-se do Ponto central da reunião desse Eixo, que é o ponto ER do peito e da cabeça.

Essa parte da Lemniscata Sagrada, que lhes confere a possibilidade – além da Comunhão de Coração a Coração – de iniciar um processo de Fusão com a Luz, com o CRISTO e de Dissolução de toda Ilusão na Luz, que põe fim à compartimentação da consciência e, sobretudo, que põe fim a toda forma de sofrimento, a toda forma de resistência, que põe fim a todas as Ilusões.

Isso, chamado Trabalho no Branco, permite-lhes, a partir de agora, viver, além da Comunhão, essa famosa Fusão e essa Dissolução que são, de qualquer modo, a resolução total de toda Dualidade, de toda dor, o fim da falta, o fim de todo vazio, porque nada pode estar vazio nas Esferas da Criação, porque nada pode estar ausente da Unidade.

A Unidade, a Fusão com o CRISTO, com a Luz, conduz a viver uma Plenitude tal que não existe qualquer palavra, desse lado em que vocês estão, que possa traduzi-la.

O que vocês são Chamados a viver, a manifestar, é algo dificilmente concebível: apenas a experiência que vocês fazem – em seu nível, de momento – nos momentos em que estão Abandonados à Luz, nos momentos em que lhes parece que o tempo para, nos momentos em que lhes parece ser ao mesmo tempo Tudo e nada, desde a poeira do Universo, passando pelo conjunto dos Universos.
É claro, não existe, ao nível do filtro mental da pessoa, nada que possa corresponder, exatamente, ao que vocês vivem, por momentos.

Então, o aprendizado – pela Comunhão, pelos Alinhamentos, por tudo o que lhes foi dado pelos Anciões – é, de algum modo, o aprendizado de sua natureza real.
Esse aprendizado efetuou-se, para alguns de vocês, desde numerosos anos, e, para outros de vocês, de maneira muito mais recente, o que lhes dá uma ideia do que é a Alegria, do que é a ausência de falta, a ausência de sofrimento, a ausência de questão: esse instante de Paz, no qual vocês vivem calmos, porque vocês sabem que tocam algo que os preenche, inteiramente e na totalidade.

O conjunto de Portas foi aberto, novas Portas manifestam-se a vocês.
A Última Porta, a Passagem da Porta Estreita, realiza-se para muitos de vocês.
Vocês serão cada vez mais numerosos, sobre esta Terra, a viver isso, desacoplando-se, de algum modo, de algumas forças que tentam, ao modo delas, manter o medo, manter a dependência, a Dualidade.
Mas a Luz ganhou, vocês sabem, há muito tempo.
Ela, simplesmente, ganhou, não combatendo, ela, simplesmente, ganhou o direito de estabelecer-se, definitivamente, a fim de que, nunca mais, exista barreira; a fim de que, nunca mais, exista separação; a fim de que, nunca mais, exista sofrimento.

A perfeição da Criação, que existe de todos os Tempos e de toda a Eternidade, de todo Espaço (de toda Dimensão, como vocês dizem), hoje, conscientiza-se.
Vocês são, efetivamente, cada vez mais numerosos a abrir, em vocês, essa etapa da Consciência.
Nesse estado de Unidade, qualquer que seja a intensidade que é vivida, vocês se apercebem de que esse estado responde a todas as questões e que, pouco a pouco, além dos momentos privilegiados em que a Luz chama-os (ou aqueles em que vocês decidem Alinhar-se e viver esse estado), constatam que, mesmo em atos comuns de sua vida, ele consegue manter-se.
E, portanto, a Luz toma, pouco a pouco, posse do espaço desse mundo e do tempo desse mundo.

Então, é claro, aqueles que têm medo vão tentar servir-se, ao modo deles, dessa Luz, para gerar o medo, para gerar o sofrimento.
Mas nada pode fazer sofrer a Luz, nada pode alterar a Luz.
Os véus da separação são levantados, no conjunto desse Sistema Solar.
O último envelope, tanto em seus corpos como sobre a Terra, começam a quebrar-se e a rasgar-se, dando-lhes acesso – eu diria – a uma maior facilidade de viver a Unidade, mesmo se, nos momentos que lhes são penosos, possa parecer-lhes recair, pesadamente, nos horrores do medo, no medo da morte ou nas dores, quaisquer que sejam.
Mas, se vocês persistem em manter a consciência na Luz, sem ocupar-se de outra coisa, então, constatarão, muito rapidamente, que isso não tem mais qualquer peso nem qualquer densidade, e que essa dor, esse medo, desaparecerão, tão rapidamente quanto chegaram, porque o medo não deve chamá-los a reagir, ele não deve chamá-los a manifestar o que quer que seja outro, além de sua própria Alegria.

Se vocês pensam nisso, naqueles momentos, verão, por si mesmos, que as Núpcias de Luz – essa Alquimia com o CRISTO, com a Luz Branca – é uma realidade.
Vocês constatarão, então, instantaneamente, que a Vibração guia-os e transporta-os às esferas de Felicidade e de Alinhamento, nas quais o peso da dor, do sofrimento, o peso do medo não existirá mais.

Há, é claro, Pontos de Comunhão, que lhes foram dados.
Agora, seu corpo, inteiro, torna-se, de algum modo, o Templo da fusão e do Casamento com a Luz.
Então se, mesmo nesses momentos em que sua vida – ou a vida – possa parecer-lhes, nesse mundo, difícil, se vocês aceitam não mais polarizar e levar sua Atenção sobre o que é difícil, mas, bem mais, sobre o que é fácil, vocês constatarão que o difícil desaparece porque, efetivamente, a consciência, a partir do instante em que ela vive a Luz, não pode mais ser interferida por fenômenos que não são a Luz.

Esses mecanismos são-lhes acessíveis, hoje: eles não são adiados a um tempo ulterior, não são reportados para mais tarde.
Mas vocês vão constatar – por si mesmos, assim que tiverem feito a experiência – que podem, com extrema facilidade, não mais ser o sofrimento, não mais ser o medo, não mais ser a dor, não mais ser o que quer que seja outro além da Luz.
Esse processo de identificação à Luz vai pôr fim à distância.

Há ainda pouco tempo, a Luz vinha de outros lugares.
Ela penetrou a Terra, o Sol.
Ela nasce, agora, no Interior de vocês, de seu Coração.
Vocês são, vocês mesmos, a própria fonte da FONTE.
Vocês são seu próprio gerador de Luz, porque é a própria natureza da Consciência e do Espírito.

As flutuações da alma e da personalidade afastar-se-ão de vocês, agora, muito rapidamente.
A Noite Escura da alma é destinada apenas a permitir-lhes tomar consciência da realidade da Luz e de sua ação.

No instante, mesmo, em que sua consciência não está mais voltada para a falta, mas para o pleno, então, vocês constatarão, instantaneamente, que a Vibração apreende-os e Libera-os, ao mesmo tempo.
Vocês vão compreender os mecanismos que estão em obra, mesmo no princípio da Ilusão e da falsificação, ou seja, o princípio de confinamento: aquilo para o que a consciência está voltada manifesta-se, pela Atração e a visão, nesse mundo.
Se vocês se desviam, sem querer combater quem quer que seja (ou o que quer que seja) e se, simplesmente, vocês levam sua Consciência sobre a nova Tri-Unidade de seu Coração, espaço de comunhão (e, em especial, doravante, sobre os pontos chamados as Portas UNIDADE e AL, ou Humildade e Simplicidade, chamados, há um ano, os Pontos de Vibração CRISTO-MIGUEL), bem, vocês terão a surpresa de ver que essa Vibração é uma Presença.
E que essa Presença (que poderá parecer-lhes, num primeiro tempo, como exterior a vocês e que vem a vocês, progressivamente e à medida que vocês fizerem essa experiência e que a viverem), vocês se conscientizarão, verdadeiramente, de que não está no exterior e não vem de outro lugar: isso sempre esteve, de toda a Eternidade.
Simplesmente, o conjunto de véus e de medos, colocados na consciência do humano, nesse mundo, ocultou essa possibilidade.

O princípio do medo afasta a Luz.
O princípio da resistência, do julgamento, do ego afasta a Luz, mas a Luz está tão presente, tanto em vocês como nesse mundo, por toda a parte, que, em suas experiências, vocês vão constatar a ação da Luz em sua própria vida.
Bem além da Fluidez, bem além da Unidade e das experiências Transcendentes, por vezes, que vocês têm a viver, a experimentar, vocês constatarão que toda a sua vida transforma-se, preparando-os para a Dissolução na Luz.

Vocês não estarão mais impacientes, não provarão mais nem espera, nem esperança, porque a Alegria instalar-se-á, de maneira tão duradoura e evidente que, aí, naquele momento, vocês perceberão que, para vocês, tudo está realizado, e que a Ilusão do mundo, para vocês, não existe, absolutamente, mais.

Vocês poderão, então, Amar, do mesmo modo, tanto o algoz como o filho, o Irmão que sofre como o Irmão que quer mal a outro Irmão, ou como o Irmão ou a Irmã que está próximo (a) de vocês.
Seu Amor será igual, porque terá Transcendido os limites da separação.

A Unidade confere isso: é o Trabalho no Branco.
Bem além da Comunhão, na qual vislumbrar a Comunhão era um meio de aproximação da Luz, até que sua consciência dê-se conta de que não há distância, de que não há separação, de que não há mais necessidade, mesmo, de avaliar qualquer distância entre cada um de vocês e cada um de nós.

Quando nós dissemos que os Arcanjos, e nós, as Estrelas, os Anciões, estamos em vocês, é a estrita Verdade.
Então, é claro, a Visão Etérea dá-lhes a ver algo que era distinto.
Mas, na Luz Branca, no Trabalho no Branco, e nessa última etapa alquímica, vocês verão que, mesmo essa distância é apenas uma ilusão.
Ela não é, é claro, uma construção do mental, uma vez que pertence ao Supramental, mas, no Supramental, mesmo a distância, finalmente, não existe.

A partir do instante em que a Consciência abole essa distância, a instantaneidade e a simultaneidade do que se produzirá, em suas vidas, então, estabelecê-los-á, de maneira cada vez mais serena, na Unidade.
Qualquer que seja a situação que vocês vivam, qualquer que seja o estado de seu corpo, qualquer que seja o estado do mundo, vocês apreenderão – porque o viverão – que esse mundo nada mais é do que uma projeção da consciência.
Vocês estarão instalados cada vez mais profundamente na Unidade.
Poderão levar a efeito o que há a realizar, sem qualquer julgamento de vocês mesmos.
Não haverá mais separação, tampouco, entre a consciência dita fragmentada e limitada e a Consciência Ilimitada.

Naquele momento, vocês perceberão que estão na Unidade.
Perceberão que as separações, mesmo que nós lhes mostramos, são apenas um engano.
E que a verdadeira Verdade passa de qualquer separação, que a Verdade absoluta vive-se no Coração, no Amor, na Comunhão.
E, além dessa Comunhão, na integração, no Si, de todas as outras Existências, de todas as outras Consciências, bem além das projeções, das aparências desse mundo e das Ilusões desse mundo.

O mesmo Amor será exprimido e vivido tanto para com um astro Luminoso – o Sol, a Lua, uma Estrela – como para um fio de erva.
Vocês não poderão estabelecer a mínima diferença entre uma Consciência e outra.
Isso abolirá toda distância e toda distância de percepção entre vocês e o que vocês nomeiam, ainda, o resto do mundo, porque vocês ter-se-ão tornado o mundo.
Vocês, realmente, ter-se-ão tornado a Unidade, a FONTE.
E isso, esse estado, é sua Evolução, se vocês a desejam, não como um desejo da personalidade, mas, bem mais, como uma Renúncia total a tudo o que não é a Luz.

A Luz tornar-se-á seu estado, sua Graça.
Ela é chamada, agora, a manifestar-se em sua vida, a fim de afastar, de maneira definitiva, as zonas de Sombra, não combatendo, mas, simplesmente, ainda e sempre, aquiescendo, sempre mais, à sua própria Comunhão à Luz, à sua própria Fusão na Luz.

Progressivamente e à medida que vocês entrarem – no tempo que lhes é próprio, individualmente – nessa Fusão à Luz, constatarão, por si mesmos, que tudo o que pertence à personalidade, ao desejo, tudo o que pertence ao que, até o presente, fazia o que vocês nomeavam sua vida, desaparece, inteiramente.
Não será uma Ilusão: justamente, vocês sairão da Ilusão e entrarão, em pleno Coração e diretamente, na Realidade final da Consciência, que é a própria Essência da Vida e da Criação.
Sua Alegria tornar-se-á imensa.
Ela lhes parecerá, ela também, sem limite.
Ela não poderá mais ser afetada, e cada vez menos, por qualquer Ilusão, por qualquer sofrimento.
Isso não quer dizer, é claro, que vocês se tornarão indiferentes a esse mundo, mas que vocês terão Transcendido a Ilusão desse mundo: vocês estarão no Amor, tal como o CRISTO manifestou-o.

Vocês apreenderão, então, suas palavras, porque vocês as viverão: que «vocês estão sobre esse mundo, mas que vocês não são desse mundo».
Vocês apreenderão, então, o que quer dizer Amar, em sua acepção não mental, não religiosa, nem mesmo espiritual, mas como a própria Essência do que representam a Vida e a Consciência.
Vocês não terão mais que colocar-se a questão sobre a Evolução de tal ser ou de tal coisa ou de tal evento desta Terra, porque vocês estarão totalmente imersos na Luz.

A Ruptura do Céu – que está próxima, ao nível coletivo – a Ruptura de seu último envelope, vai levá-los a conscientizar-se, cada vez mais, do estado real do Ser.
E não mais, unicamente, os estados múltiplos da aparência do Ser, seja na encarnação ou nos jogos de resistência – de sofrimento, de prazer, de desprazer – que existem na vida normal da personalidade, privada de Luz.
Vocês descobrirão, com Alegria, sem qualquer medo, que não são limitados à pessoa que habitam.
Vocês tomarão, cada vez mais, consciência das outras Dimensões, pelo Canal Mariano, mas, também, por nossa Presença.

Como o disseram os Arcanjos, nós estamos, agora, tão próximos de vocês que estamos, totalmente, em vocês.
Essa conscientização é essencial no desaparecimento total de todo medo, porque vocês vivem, naquele momento, a Eternidade, não como algo a vir, mas como algo que vocês São.
Vocês constatarão, também, a vaidade do ego, que pensava encontrar uma solução no exterior, na reação, em algo que os levaria a sempre mais densidade, a sempre mais gravidade.
Voltar a tornar-se Ilimitado é isso.

O Trabalho no Branco, as Núpcias de Luz finais é reencontrar – como dizem nossos Irmãos e nossas Irmãs de origem oriental – é realizar o Atman, é não mais ser a pessoa, mas Ser o Tudo.
Vocês constatarão, efetivamente, que, mesmo se o trabalho realizado por vocês, pela Luz, desde trinta anos, encontra sua conclusão hoje (porque, penetrando cada vez mais, inteiramente, na Consciência, vocês verão que a Ilusão não tem mais peso), que, em Verdade, mesmo se as Portas foram o meio de enganchar – de algum modo – o Corpo de Existência a essa Dimensão em que vocês estão, são dois mundos que tudo opõem e que tudo separam.
Porque um é Verdadeiro: é a sede da Consciência.
E o outro é falso, porque é apenas uma projeção oriunda do medo e da separação.

Então, vocês se estabelecerão, cada vez mais duradoura e facilmente, na Luz.
Vocês estarão, naquele momento, plenamente conscientes da Alegria, plenamente conscientes do CRISTO, plenamente conscientes da Luz Branca.

Vocês serão a Luz Branca.
E, por sua Presença sobre esta Terra, nesses momentos específicos, vocês poderão, então, realmente, ajudar.
Para além de qualquer palavra, para além de qualquer ato, simplesmente, efetivamente, pela irradiação do ponto ER do peito que está, muito precisamente, a meio caminho entre o chacra do Coração, o chacra UNIDADE e o chacra AL (ndr: pro memoria, o ponto ER correspondente ao nono Corpo ou «Corpo de Irradiação do Divino», está situado no eixo do esterno, acima do chacra do Coração, no côncavo do esterno, no alinhamento do segundo espaço intercostal e a meio caminho dos chacras UNIDADE e AL – também chamados CRISTO e MIGUEL – ver esquemas na lista de «Protocolos prioritários» da rubrica «Protocolos a praticar» de nosso site).

Vocês estão, naquele momento, muito precisamente, na Transmutação do Coração.
O coração humano torna-se o Coração Divino.
Vocês Irradiam a FONTE, porque se tornaram a FONTE.
A Fonte de Cristal encarnou-se nesse corpo, e esse corpo vive sua Transfiguração, sua Ressurreição, sua Ascensão nas Moradas Eternas da Alegria.
Isso será totalmente perceptível.
Não haverá mais que se colocar questão – se é verdadeiro ou não – porque isso lhes aparecerá, cada vez mais, como a única Verdade.
Vocês se afastarão, progressiva e duradouramente, no momento vindo, de toda Ilusão.
O sofrimento não terá mais peso algum para vocês; a dor, tampouco.
Vocês verão, por trás da aparência, a Beleza e a Realidade de cada Consciência – de cada Irmão, de cada Irmã aqui encarnados, como nós, que estamos ao seu lado, como Estrelas.
Vocês Transcenderão toda Ilusão, todo véu.

Lembrem-se – nos momentos em que a Noite Escura da alma possa, ainda, parecer-lhes ter demasiado lugar ou, então, nos quais as circunstâncias de seu mundo pareçam tornar-se penosas, difíceis – de que o momento em que esse mundo e seus modos de funcionamento dissolvem-se, sob seus olhos, deve chamá-los a viver, cada vez mais, a Luz.

Olhem o que é Belo, olhem o que é Verdadeiro.
E, absolutamente, nada desse mundo, que se vive atualmente, pode ser Verdadeiro, porque tudo é perecível.
Enquanto a Consciência da Luz, de sua Luz – que é sua natureza, e nossa natureza, de todos – os faz desembocar na ausência de medo, na ausência de sofrimento.

Vocês se estabelecerão, cada vez mais espontânea e facilmente, nessa Fusão.
O CRISTO, então, aparecer-lhes-á, em seu tempo individual, antes de aparecer no tempo coletivo e no espaço coletivo da Terra.
Nenhuma Ilusão terá tomada sobre vocês.

Alguns de vocês terão o privilégio de viver a sobreposição desse corpo físico com o Corpo de Existência.
Outros terão outro privilégio, de estar presentes na Consciência, nesse mundo, no Corpo de Existência, mas sem corpo físico: este será, totalmente, Transfigurado.
Ele não será mais constituído em carbono, mas em silício.
Ele se tornará, inteiramente, Transparente.
A Transparência não será, simplesmente, uma ideia ou uma vivência Vibratória, mas a própria realidade de seu corpo, que será totalmente Transcendido.
Então, aparecer-lhes-á a verdadeira Visão, não a visão dos olhos, não a visão ilusória do terceiro olho, mas a Visão do Coração, aquela que lhes dá a Ver além das aparências, além dos véus, que lhes dá a perceber a verdadeira Realidade das coisas, a verdadeira Verdade da Liberdade e da Luz de cada Consciência, que não é diferente de outra Consciência.

Tudo isso vai desvendar-se agora.
Eu repito: de momento vocês vão, cada um, em seu ritmo.
Mas não se esqueçam de que, quaisquer que sejam os elementos que lhes pareçam difíceis a viver – seja nesse corpo de carne ou em suas relações – não se esqueçam de que tudo isso tem um sentido e que não lhes é pedido compreender o sentido, mas aceitar o sentido, porque há apenas um: é o de fazê-los Viver a Luz, e de fazê-los reencontrar o que vocês São.

Isso não é uma esperança, isso não é para um tempo futuro, mas é agora, é imediatamente, é a cada minuto, a cada sopro, no qual vocês estão ainda encarnados nesse corpo, que vocês podem realizar isso.
E vocês vão realizá-lo de próximo em próximo, sem esforço, como uma evidência, porque isso será evidente.

A Transparência, a Humildade, a Simplicidade engajá-los-ão a mais Pobreza, a desapegar-se e a desfazer-se de tudo o que era pesado, de tudo o que obstruía a Luz.
Vocês se desengajarão de todas as armadilhas da Dualidade, sem querer fazê-lo, simplesmente, porque a evidência da Unidade, da Vibração da Consciência será o bálsamo e será a única Verdade.
Isso se fará sem esforço, espontaneamente, a partir do instante em que vocês viverem e apreenderem, em vocês, que a Luz é Tudo.

Então, vocês descobrirão a Verdade do mundo, não tal como ela foi alterada, mas tal como ela É.
Vocês Verão a Criação, a Vida, a Luz, para além das aparências.
Então, vocês Elevarão a Terra.
O Canto do Céu e da Terra vai deixar aparecer, em breve, o Coro dos Anjos.
E o Coro dos Anjos não pode deixar qualquer dúvida ao que é anunciado.

Desse modo, a Luz propagar-se-á, de próximo em próximo, bem além de seu Canal Mediano, do Canal do Éter, bem além do núcleo da Terra e do manto da Terra.
Mas, de próximo em próximo, em todo o Éter.
Não haverá mais lugar para a mínima Sombra; não haverá mais lugar para a mínima oposição e a mínima resistência.
Vocês viverão que a Noite Escura da alma, de fato, para além desse sofrimento – mesmo, por vezes, difícil, porque vocês a ele aderiram – desaparecerá, por si mesma, pela Inteligência e a Graça da Luz.

Então, a UNIDADE – não ao nível da Estrela que eu sou, mas ao nível das Portas – acender-se-á em vocês.
A Descida do Espírito será total.
A Subida do Espírito será total.
O corpo será marcado, ele será Crucificado, no bom sentido, ou seja: haverá essa Ressurreição, sem sofrimento.
A própria Vibração de seu peito tornar-se-á diferente.
Os Quatro Pilares do Coração tornar-se-ão cada vez mais perceptíveis e traduzir-se-ão, em definitivo, pela ativação total do Ponto ER.

Então, vocês estarão curados da Ilusão.
O Arcanjo RAFAEL terá dado o toque que permite a URIEL manifestar a última Reversão da Terra.
Então, vocês poderão dizer, como CRISTO: «Tudo está Consumado».

Vocês nada têm a crer, nada mais têm a esperar, porque vocês ali estão.
Há apenas, portanto, que Ser, deixar a Unidade, a Majestade e a Graça da Luz tornar-se seu quotidiano e a totalidade da Realidade do que vocês São.
Cada vez mais, o Apelo da Luz – seja através da Noite Escura da alma ou através de seu corpo ou através das circunstâncias de sua vida – tornar-se-á cada vez mais evidente.
E isso se instalará como uma evidência, que vem pôr fim, ainda mais, ao que resta de Ilusão, ao que resta de sofrimento e de Sombra.

Aí estão os alguns elementos que eu tinha a acrescentar, como Estrela UNIDADE, concernente à Porta UNIDADE.

Humildade: voltar a tornar-se Simples, para viver a Luz porque, quando nós dissemos, umas e outras, como nossos Irmãos e Irmãs Anciões, que a Luz é Simples, ela não é, jamais, complicada, porque é a Essência da Criação.
E, sendo Simples, ela está por toda a parte, onipresente, onisciente, e vocês São isso.

Eu os acompanharei no espaço de Alinhamento, por minha Vibração, minha Consciência e nossa Comunhão, e nossa Fusão.

Se vocês têm algo a exprimir, algo a dizer ou a perguntar, em relação ao que nós vivemos, nesse momento, por minha Presença, por sua Presença, eu os escuto.

Questão: novos Atalhos Vibratórios desenvolvem-se atualmente no corpo e, em especial um, que estaria situado entre o baço e o coração físico, ao invés de nas costas?

Meu Irmão, pouco a pouco, você vive a Consciência do holograma: em cada ponto está contida a Totalidade.
Assim, por exemplo, para a Porta nomeada ATRAÇÃO, correspondente ao chacra do baço, e que foi localizada, pelos Anciões, em um lugar preciso do corpo (ndr: ver protocolo «Reconstrução do Corpo de Ressurreição»), vocês vão, e você vai aperceber-se de que esse Ponto não é, unicamente, localizado na frente do corpo, mas, também, atrás.
O que está dentro é como o que está fora.
O que está à frente é como o que está atrás.
E a Porta KI-RIS-TI, que muitos de vocês percebem, comunica-se, doravante, com a frente, pelo Ponto OD, no Interior do corpo e, também, com o Ponto ER.

Então, é claro, existem muito numerosos Atalhos Vibratórios, que correspondem ao que eu nomeei a sobreposição do Corpo de Existência com esse corpo ilusório.
É pela Realização e o Trabalho Alquímico desses Atalhos que se realiza a Fusão com a Luz.

Existem inumeráveis deles, mas não é útil nem necessário ter uma explicação intelectual porque, o que vocês vivem, vocês o vivem.

E agora, o primeiro gancho – se se pode dizê-lo – do Corpo de Existência, através dos doze Atalhos, através das doze Portas, finaliza-se, efetivamente.

Contentem-se com seus Quatro Pilares, porque eles vão tornar-se cada vez mais presentes, os Pilares do Coração, assim como a Porta KI-RIS-TI, assim como o Ponto ER, ao centro (ndr: ver protocolo «Os Quatro Pilares do Coração»).

Os Quatro Pilares, mais o Ponto ER são a Grande Obra do Trabalho no Branco.
É claro, existe uma multidão de outras percepções Vibratórias, de cada lado de KI-RIS-TI, que correspondem ao que vocês poderiam nomear as Asas Etéreas.
Mas para nada serve pôr palavras.
Penetrem, cada vez mais, na vivência e na experiência.
O resto faz parte do Conhecimento, quando vocês tiverem se tornado, inteiramente, Luz.
Não se sobrecarreguem com seu mental ou com explicações.
Cada vez mais, vocês deverão ir ao essencial e soltar, mesmo com o que lhes disseram os Anciões, mesmo com todas as práticas, porque a Luz vai preencher tanto o que vocês são, porque vocês são Luz: todo o resto vai Dissolver-se.

O que vocês tiverem aprendido ou praticado na véspera, parecer-lhes-á tão fútil e tão inútil, no novo estado da Consciência.
Vocês se aproximam desse instante.

Então, é claro, cada um ali vai ao seu modo.
Mas, agora e já, como para o sofrimento, não olhem mais o sofrimento, não olhem mais o medo, não olhem mais as faltas.
Olhem o Coração, porque vocês são o Coração.
A partir desse instante, vocês perceberão que o conjunto de sua Consciência é Vibração e que, mesmo se discernem, ainda, coisas cada vez mais precisas ou amplas, nesse corpo, de fato, é apenas a Dissolução desse corpo que está se produzindo.

Então, a Alegria tornar-se-á sua única e última preocupação, mas isso não será mais uma preocupação, será um estado.
Deixem cair todo o resto.

Hoje, vocês trabalharam, suficientemente, uns e outros, aqui e em outros lugares, e por toda a parte sobre esta Terra, para que a Luz torne-se uma evidência.
Então, essa evidência da Luz não tem mais necessidade, ao limite, de sua Atenção, nem de sua Intenção, exceto deixar-se Viver, pela Vibração da Luz.
Nada mais.

Vocês devem soltar tudo o que não é a Luz.
Mesmo se, a um dado momento, o que nós lhes transmitimos – sobretudo, os Anciões – tenha-os iluminado, de algum modo, e aportado uma Clareza e uma Precisão que lhes dão as engrenagens e os mecanismos que, talvez, tenham-lhes permitido aproximar-se da Porta Estreita.
Mas é necessário, agora, deixar cair tudo isso, se vocês são capazes disso, e vocês são, todos, capazes disso.

Nada mais há a fazer do que Ser.
Todo o resto faz parte da Graça.
Quaisquer que sejam as ocupações de seus corpos, de suas vidas, de suas obrigações, elas se tornarão, aí também, uma evidência, porque não haverá mais a possibilidade, para qualquer peso, de alterar sua Consciência, que terá se tornado, inteiramente, Luz.

Questão: muitas pessoas enviam o amor à Terra. Outros têm temores em relação à situação atual. Como esses tipos de energias diferentes articulam-se?
 
Meu Irmão, quem envia amor à Terra, com qual objetivo?
A Terra é Amor.
Vislumbrar o medo será sempre o olhar da personalidade.
A Luz não conhece o medo.
Então, enviar a Luz sobre o medo nada quer dizer, porque conceituar assim as coisas é crer que a Luz vai agir contra o medo.
Não.

A Luz ilumina os medos e transmuta-os, mas não é uma ação da vontade.

Vocês não são uma pessoa, nenhum de vocês é uma pessoa: é a crença que vocês têm.
Vocês não são esse corpo; vocês São apenas a Luz, e é a totalidade do que vocês podem Ser.

Então, o temor é apenas o reflexo do da falta.
Esse mundo é uma projeção, inteiramente, mesmo se vocês não tenham, ainda, conscientizado-se, isso está a caminho.

Então, o medo pertence à personalidade; a falta pertence à personalidade.
Aquele que envia amor não sabe o que é o Amor, porque o Amor É, ele não tem que ser enviado.
O que é enviado é o ego, o amor no ego.

O Amor é a Criação, em sua Totalidade.
Enquanto existe um Irmão ou uma Irmã que pensa que, porque envia uma um pensamento de amor, que trabalha para o bem: sim, ele (a) trabalha para o bem, mas não trabalha para a Luz.

A Luz está além desse mundo: ela não é nem bem, nem mal, ela é evidência da Consciência.

Então, é claro que muitos medos são levados a manifestar-se, para os seres que, por uma razão ou outra, de momento, não podem viver a Luz, porque o tempo coletivo da Luz não está, totalmente, instalado.
Vocês nada podem fazer.

Enquanto vocês creem poder fazer, é apenas o ego que age.
É todo o paradoxo: o Amor está bem além dessa noção de fraternidade e, no entanto, é a Fraternidade total.
Sim, mas na Luz Branca, mas não na humanidade, tal como é concebido e vivido hoje porque, enquanto existe uma separação na consciência, a fraternidade permanece um ideal, e um combate contra o mal, que tem por objetivo apenas manter a Ilusão.
Porque, se fazer o bem bastasse, e se enviar o amor bastasse, sobre esse mundo, ele já estaria na Luz.
Será que é o caso?

É a personalidade, a pessoa dividida que crerá que pode agir para aportar algo.
Aquele que está instalado na Unidade, no Si, na Alegria, sabe que tudo está perfeito, porque tudo é perfeito.
Apenas a ausência de Luz é imperfeita.

Não temos mais perguntas, agradecemos.


Meus caríssimos Irmãs e Irmãos, vamos, em alguns minutos, viver essa Comunhão, esse Alinhamento e, eu espero, essa Fusão.

Nós somos Um, porque nós somos Luz.

Viver a Luz não é recusar o que quer que seja, é aceitar a Totalidade.
É não ver qualquer sofrimento como uma realidade, mas, efetivamente, como o fim de uma Ilusão.

De tudo isso, vocês vão conscientizar-se.
Mesmo se, de momento, ao nível do que vocês nomeiam o intelecto, haja lacunas, porque o intelecto não é feito para Viver a Luz: o intelecto é feito para compreender.

Ora, a Luz não se compreende: ela se estabelece e vive-se.
Ela é Consciência, ela é Unidade e é, sobretudo, Liberdade.
É para isso que a Luz vem Chamá-los, para serem Livres.

Todo o Amor de sua Irmã está em vocês.
Eu lhes digo até dentro de alguns minutos.

__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.


6 comentários:

  1. Oi Célia, Apenas render graças a este lindo trabalho que executas.

    Grande abraço em comunhão e na graça.

    Ari

    ResponderExcluir
  2. Alguns dos trechos ícones da MSG, que também se revelou não menos que ícone: "1 - Vocês apreenderão, então, o que quer dizer Amar, em sua acepção não mental, não religiosa, nem mesmo espiritual, mas como a própria Essência do que representam a Vida e a Consciência. 2 - A Ruptura do Céu – que está próxima, ao nível coletivo – a Ruptura de seu último envelope, vai levá-los a conscientizar-se, cada vez mais, do estado real do Ser. 3 - Como o disseram os Arcanjos, nós estamos, agora, tão próximos de vocês que estamos, totalmente, em vocês. 4 - Vocês constatarão, também, a vaidade do ego, que pensava encontrar uma solução no exterior, na reação, em algo que os levaria a sempre mais densidade, a sempre mais gravidade. 5 - A Transparência, a Humildade, a Simplicidade engajá-los-ão a mais Pobreza, a desapegar-se e a desfazer-se de tudo o que era pesado, de tudo o que obstruía a Luz. 6 - Os Quatro Pilares do Coração tornar-se-ão cada vez mais perceptíveis e traduzir-se-ão, em definitivo, pela ativação total do Ponto ER. 7 - O que vocês tiverem aprendido ou praticado na véspera, parecer-lhes-á tão fútil e tão inútil, no novo estado da Consciência. Vocês se aproximam desse instante. 8 - Então, a Alegria tornar-se-á sua única e última preocupação, mas isso não será mais uma preocupação, será um estado. Deixem cair todo o resto. 9 - Aquele que envia amor não sabe o que é o Amor, porque o Amor É, ele não tem que ser enviado. 10 - Porque, se fazer o bem bastasse, e se enviar o amor bastasse, sobre esse mundo, ele já estaria na Luz. Será que é o caso?".

    ResponderExcluir
  3. Agora, tudo está presente em mim. Meu coração físico está diferente. Não sei nem explicar isso. E quase tudo que as Estrelas e os Anciões falam agora, eu já estou experienciando, a ausência de medos, a ausência de falta. Tudo isso me deixa leve. No meu corpo novas vibrações no queixo, abaixo do ponto Al do nariz, bem na ponta do nariz, vibra outro ponto, também abaixo das axilas, mais ou menos na linha do coração também vibra agora nestes últimos dias. A Luz é estado de Ser. Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  4. Alegria, Luiz Antonio!!!
    diana

    ResponderExcluir
  5. Oi, Luiz Antônio, estamos todos a Vibrar.Mesmo qdo a Atenção ali não está, a LUz está nos chamando e os "sintomas" são reais...Como diz Gemma, isto não é um sonho.Vibremos mais e mais naturalmente e Que a LUZ Seja!Rendendo Graças a Todos Irmãos e Irmãs, abração, Rosângela

    ResponderExcluir
  6. ola celia te rendo graças pelo teu trabalho que nos porpociona ler estas maravilhosas partilhas dos nossos irmãos e irmas------comunhão em amor e gratidão.....luisa portugal

    ResponderExcluir