Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

22 de mar de 2016

MIGUEL – Fevereiro/Março 2016


TRI-UNIDADE ARCANGÉLICA


Eu sou Miguel, Príncipe e Regente das Milícias Celestes.
Bem amados do Um, eu venho em vocês como terceiro termo da Tri-Unidade arcangélica, que oficia, nesses tempos da Terra, na conclusão de sua liberação, preparando e afinando, pela espada de Verdade e de Amor, sua presença nesse mundo, para que ela desemboque, sem obstrução, em sua Presença na Eternidade.
Eu venho completar os mecanismos da transição, da Ascensão ou da Liberação em cada um de vocês.

Eu regulo, por meu Manto Azul da Verdade que deposito sobre seus ombros, que completa o Manto Azul da Graça e que os abre ao Infinito.

Enquanto eu percorro, cada vez mais frequentemente, seu céu terrestre, minha vibração e minha radiância tocam-nos, a cada vez ao mais perto do Coração do Coração, e vêm refinar e ajustar o que deve sê-lo, para que a alegria não se obstrua de qualquer peso nem de qualquer limite nos tempos que estão aí.

… Silêncio…

Eu venho, em vocês, para aperfeiçoar, com vocês e por vocês, a sincronia das Portas e Estrelas de suas estruturas efêmeras, que permite a revelação completa e total do corpo de Eternidade ou corpo imortal.
As doze Portas, assim como as doze Estrelas vibram, doravante, em uníssono de sua Presença, em uníssono da Verdade.

Eu abro o caminho, tanto no céu como em seu corpo, à Verdade sem dissimulação nem artifício e sem reserva.
A cada apelo da Luz, percebido por suas Coroas ou pelas percepções de seu corpo, que se alivia ou que se torna pesado, pelos sons percebidos por aqueles que os ouvem, pela Onda de Vida, pelo Canal Mariano ou por uma das Coroas, eu venho ajustar e favorecer, e facilitar a realização final em seu efêmero.

Nesses tempos de sua Terra na qual, de onde nós estamos, tudo já está realizado, nós viemos propor a Liberdade e o Amor, mesmo àqueles que se desviaram ou afastaram, pelas vicissitudes desse mundo ou por medos ainda presentes.

… Silêncio…

Como terceiro termo da Tri-Unidade arcangélica, eu realizo a possibilidade para vocês serem liberados.
Não pela Onda de Vida, não pelas Coroas, não pelas Portas ou Estrelas, mas, diretamente, em sua consciência, por última Graça e Decreto Mariano, que lhes dá a oportunidade de despertar e de não mais serem tentados por qualquer véu da ilusão ou qualquer manifestação que seja da ilusão.

Eu lhes dou a ver e a viver, a partir de hoje, a verdade do Amor, a verdade de seu ser.
Eu deposito aos seus pés a Liberdade.

Minha espada afiada, assim como minha presença em seus céus, nada têm a ver com uma destruição, mas, bem mais, com a Ressurreição coletiva que sobrevirá no momento da estase, e que lhes oferece a Liberdade que sua consciência escolheu.
Eu lhes dou a ver claramente e a aquiescer à sua Liberdade e ao seu Amor.

As Núpcias Celestes e as Etapas – sucessivas e passadas há numerosos anos – hoje realizam a síntese e a integração de sua consciência em seu plano de manifestação, aqui, aí onde vocês estão, assim como em toda dimensão e em todo espaço dos universos e dos multiversos.
Eu venho oferecer a redenção àqueles que reconhecem seu Cristo interior e o Amor, em toda coisa e em todo ser, quaisquer que sejam os entraves que tenham existido, ainda, até ontem.

Isso se realiza pelo Branco de Uriel, pelo Rosa e o Azul de Anael e por meu Azul.
Eu porto até vocês, de maneira coletiva e pessoal, o Fogo da Verdade, combustível essencial de seu coração.

Eu venho, também, concluir, para aqueles de vocês que não viveram, nesses anos passados, as linhas de predação residuais, os hábitos residuais oriundos de sua frequência nesse mundo.
Eu os faço ver, também, o que é a Liberdade e o que não é, o que os ajuda, assim, a cortar, vocês mesmos, o que os obstrui, ainda, talvez.

Eu desvendo, enfim, neste dia, o último aspecto da radiação do Ultravioleta, que põe uma oitava a mais no campo da Terra.
Eu os convido, também, ao recolhimento em si mesmos, sem objeto e sem objetivo, para descobrir a alegria nua, despojada de qualquer objeto, de qualquer desejo ou de qualquer projeção, para fazer desaparecer toda noção de tempo, toda noção de espera, que lhes dá a viver, já, para inúmeros de vocês, o desaparecimento do tempo ou a aceleração do tempo, que lhes dá a viver, em consciência, a diluição do tempo na Eternidade.

Isso foi decidido, eu diria, no mais alto dos céus, ao mais próximo da Fonte, para permitir aos últimos de vocês serem os primeiros a viver isso.
A consumação do fim dos tempos assinala, de maneira irrevogável, a Ascensão da Terra e sua Liberação, qualquer que seja seu posicionamento nessa vida e nessa consciência limitada.

O simples fato de evocar ou de invocar nossos três nomes na Tri-Unidade virá magnificar a nova Eucaristia, vivida no triângulo inscrito em seu peito e revelada há numerosos anos.

No que se desenrola em cada um de vocês, vocês se apercebem – ou vocês se aperceberão – da ilusão do tempo, da ilusão da história, da ilusão da evolução, porque vocês já são perfeitos e, isso, de toda a Eternidade e em toda dimensão.

Para os últimos de vocês, essa será uma confirmação e uma evidência vivida que não sofrerá qualquer questão de sua parte nem qualquer interrogação, que facilita a instalação da Alegria, da Paz e do Amor aqui mesmo, nesse fim dos tempos, em cada um de vocês.
Livre a vocês, em sua liberdade, aceitá-lo ou recusá-lo.

As consequências e as implicações disso serão visíveis com extrema rapidez, segundo seus critérios, tanto em vocês como em sua vida, o que permite, então, à Inteligência da Luz cortar e retirar de vocês o que deve sê-lo, para sua liberação, o que lhes dá, assim, a confirmação dos mecanismos em jogo há, agora, trinta e dois anos em breve, de seu tempo terrestre.

A Tri-Unidade arcangélica será implacável em face daqueles que recusarem a Liberdade.
Não os punindo, não os castigando, mas, simplesmente, quando desse Face a Face da estase, será, então, a ocasião, após a última Graça Mariana daquele momento, de perceber a ilusória distância entre a vida deles e a Vida.

Tudo isso, todas essas ações far-se-ão natural e espontaneamente em vocês, em cada um de vocês, mas, também, em tudo o que eu nomearia o tecido social, afetivo, familiar, profissional e relacional, que permite, por vezes, de maneira, certamente, abrupta para o ego, liberar o que deve sê-lo ainda, para estar em acordo com sua atribuição, tal como sua consciência, sua alma ou sua pessoa tenha decidido.

Não tenham medo, porque tudo o que vem é apenas Amor.
O que quer que vocês vejam, o que quer que percebam, sejam os pilares da Luz, sejam os filhos do Um e permaneçam nessa Alegria e nessa Paz.
Vocês o constatarão, aliás, facilmente, se já não foi feito, qualquer que seja o evento ou os eventos de sua vida individual ou coletiva.
Sua presença, assim como vocês sabem, será um bálsamo para aqueles de nossos irmãos e irmãs que ainda não perceberam o que eles são, além de todo jogo, além de todo papel e de toda função.

Eu volto à noção de Inteligência da Luz: ela será cada vez mais flagrante.
Não pare em qualquer incompreensão ou em qualquer medo, porque tudo o que advier e que já advém, tanto em sua consciência como em seu corpo e sua vida, participa, de maneira indubitável, de sua liberação, quer vocês o aceitem ou não, para deixar o Amor e a Alegria transparecerem além de todo medo e de todo sofrimento ou de toda perda, o que os engaja, a cada dia, a estarem ainda mais presentes e mais na vida nesse fim dos tempos.

Como lhes foi explicitado pelo Comandante dos Anciões e pelo Arcanjo Anael, há algumas semanas, deixem crescer o que vocês são e deixem diminuir o que vocês não são.
Vocês não têm qualquer esforço a fazer na Inteligência da Luz; vocês têm apenas que reconhecer-se no ser que vocês são, de maneira brutal ou de maneira mais progressiva.

Aceitar o que vocês são não passa por uma compreensão qualquer, é uma questão de oportunidade, de sincronia do reencontro entre o efêmero e o Eterno, coletivamente, individualmente, como na escala da totalidade desse Sistema Solar.

A Liberação desse Sistema Solar está registrada oficialmente e adquirida há alguns anos de seu tempo.
Olhem, simplesmente, as diferenças visíveis entre o que vocês eram nesse mundo e o que vocês se tornaram, cada vez mais, em sua verdade, sem queixas e sem apegos.
Quanto mais vocês crescerem em consciência e na Luz da revelação, menos vocês serão incomodados pelo que os incomoda, ainda, atualmente, em qualquer setor que seja de sua consciência.

Retenha bem que não há qualquer esforço a fazer.
Apenas a abandonar toda vontade de compreensão ou de explicações, o que os leva, sempre, cada vez mais, ao mais próximo do Coração do Coração, porque aí se encontram todos os recursos e todas as soluções, que os leva a dissociar-se de seus próprios sofrimentos, de suas próprias deficiências concernentes ao seu limitado.

Isso, para vocês, não é uma luta, nem um combate, mas, bem mais, uma capitulação do que é efêmero em face da evidência do que se desenrola, já, tanto em vocês como em cada um, como em tudo o que constitui a antiga matriz falsificada de vida, o que deixa lugar, então, no plano coletivo, à Matriz Crística, ao Espírito do Sol, ao Coro dos Anjos, com uma evidência que não foi, jamais, conhecida nem reconhecida pela coletividade humana, em sua totalidade.

Não se preocupem mais com os comportamentos dos homens e das mulheres ao nível coletivo, em qualquer país que seja.
Vigiem e orem, olhem o céu, olhem a terra e, sobretudo, olhem em vocês, aí também, sem hipocrisias.
Perdoem toda ofensa que vocês fizeram a si mesmos ou a qualquer outro, e rendam graças pela experiência.
Nada há a rejeitar do que deve desaparecer, de qualquer modo, há apenas, aí também, a atravessá-lo em paz, porque a Paz está, realmente, aí, em vocês, e dependerá, cada vez menos, de qualquer circunstância de conforto que seja em sua vida.
Vão em paz e continuem suas ocupações, enquanto a Luz lhes permite.

As injunções da Luz, assim como inúmeros de vocês o percebem, tornam-se cada vez mais intensas e cada vez mais frequentes no curso de cada um de seus dias.
Alguns de vocês, além dos contatos com os povos da natureza, vivem aberturas novas, se posso dizer, quer seja em sonho, quer seja nas mudanças espontâneas de comportamento ou de apegos ou de emoções.
Não se preocupem com isso, vejam-no e aquiesçam, aí também.

Recorram aos nossos três nomes, no que possa parecer-lhes, ainda, não estar resiliente ou leve em cada setor de sua vida.
Mas faça isso, também, sem nada projetar, sem outra vontade que não a de pronunciar a oração de nossos nomes, em tudo o que possa parecer-lhes, na superfície desse mundo, como resistente, mesmo fora de sua vida.
Não se trata de reparar, trata-se, sim, de atravessar o que há a atravessar e facilitar isso, não para voltar a um equilíbrio anterior, mas, exclusivamente, para facilitar o que se desenrola por toda a parte na Terra, como em cada consciência.

Quer vocês estejam em momentos de desaparecimento ou em momentos de observação, mas, também, em momentos de medo ou de sofrimento – se vocês não estão, ainda, liberados – nós estaremos aí.
Pela Graça da Tri-Unidade arcangélica, vocês dissolverão, vocês mesmos, sem esforço, o que há a dissolver.
Não, eu repito, pela vontade, não por uma compreensão , mas por uma Graça direta e visível.

Se a Luz, em qualquer circunstância, chama vocês, e de qualquer modo que seja, aquiesçam e acompanhem o que se produz, por sua Presença ou sua Ausência e não mais com sua pessoa.

Do mesmo modo que o Comandante dos Anciões havia falado, há algum tempo, do processo de autocura ligado à Inteligência da Luz, não se trata mais, agora, mesmo se isso continue possível, de curar, unicamente, um sofrimento ou um medo, mas, se posso empregar essa expressão, de curar a consciência fragmentada ou, em todo caso, o que pode restar, segundo suas vidas.

Como foi dito, e isso é repetido hoje, por minha voz, ponham, sempre, o Amor à frente, o Amor dentro e o Amor fora – e não se preocupem com nada mais – para manter a lucidez, a clareza, a ética e a integridade, não de sua pessoa, não de sua vida, mas, sim, da chama que vocês são na Eternidade.

Se vocês põem em prática essa simplicidade, a Graça tornar-se-á mais do que superabundante.
Ela será onipresente, e desemboca em uma alegria cada vez maior, uma paz cada vez mais afirmada e uma eternidade cada vez mais evidente, qualquer que seja o estado atual de sua consciência, de suas vibrações, de suas energias ou de suas estruturas sutis.

Haverá, portanto, de maneira cada vez mais flagrante e evidente, injunções de Luz cada vez mais penetrantes para cada um de vocês, como para o conjunto do que faz a vida nesse mundo.
Nós podemos apenas confirmar e insistir no fato de que cada coisa, cada ser, cada situação é perfeitamente correta, e está aí, de algum modo, para sacudir o que tem necessidade de ser sacudido e para cortar o que será cortado pela Inteligência da Luz e pelo Amor.

Não se esqueça de que, para o ego, o Amor incondicionado é um fogo terrível, que põe fim, justamente, ao ego e à própria pessoa.
Mas isso, para muitos de vocês, não lhes concernirá mais, porque vocês estarão, ainda, nesse mundo o tempo que é preciso, durante essa conclusão, mas vocês não serão mais, definitivamente, desse mundo.

A Luz e sua Inteligência encarregam-se da totalidade de sua vida, o que os torna autônomos e livres.
Porque a Luz e sua Inteligência nada mais são do que vocês mesmos, assim que vocês estejam suficientemente descondicionados e suficientemente livres de toda adesão a qualquer crença, em qualquer religião, em qualquer deus que seja ou em qualquer sociedade que seja.

A Luz é liberdade total e absoluta da consciência.
O que aterroriza o ego e a pessoa não tem mais curso quando vocês tenham transcendido, pelo menos em parte, a ilusão de sua pessoa, de sua vida e desse mundo.
Restará, então, apenas a verdadeira vida, o que quer que reste de visível aos seus sentidos.

É, realmente, tempo de cortar o supérfluo, o acessório, e que não é da ordem da Inteligência da Luz.
Como eu disse, mesmo se vocês não o compreendam, vocês o viverão com evidência.
Vocês o viverão cada vez mais facilmente, a partir do instante em que estiverem estabilizados na Infinita Presença, no Si, independentemente de qualquer vontade, de qualquer estado meditativo ou de qualquer estado de alinhamento, simplesmente, vivendo sua vida, guiados, se posso dizer, pela Liberdade, por sua chama de Eternidade que é a Inteligência da Luz.

… Silêncio…

Nada mais sigam que não o que a Inteligência da Luz propõe a vocês seguir, em toda decisão, em toda mudança, em toda privação como em toda abundância.
A verdadeira vida está aí e em nenhum outro lugar; é isso que a Tri-Unidade arcangélica, neste fim dos tempos, dá-lhes a viver.
Isso poderia ser qualificado de ajuste final da consciência e adequação total de seu efêmero e de sua eternidade, o que deixa lugar à fusão dos dois e à emergência da Liberdade.

Qualquer que seja sua atribuição, a paz é a mesma para todos, preliminar indispensável ao Juramento e à Promessa, ao Apelo de Maria, aos três dias de estase e ao desenrolar dos últimos elementos do Apocalipse.
Retenham que, quanto mais vocês estiverem nessa paz, menos poderá haver medos, queixas e, ainda menos, expectativa do que se desenrola, de fato, já, há numerosos anos, mas que toca, agora, o que eu nomearia, ainda, a consciência coletiva da humanidade ou noosfera.

Todo elemento que lhes pareça dissonante, tanto em sua vida como nesse mundo, é apenas uma aparência porque, como vocês, talvez, tenham vivido ou ouvido, esse mundo, esse jogo, esse teatro são apenas uma ilusão em relação à Verdade, em relação ao que vocês são – que nada tem a ver com sua vida nesse mundo, suas posses nesse mundo, suas relações nesse mundo – que os faz perceber que, estritamente, para nada serve querer, doravante, mudar o que quer que seja por sua própria pessoa, que os descondiciona de sua pessoa, como de toda ilusão de ação em sua pessoa.

Tudo isso é um processo lógico e habitual na liberação dos mundos, em qualquer universo ou multiverso que seja, concernente à terceira dimensão dissociada.
Vocês verão, portanto, com seus olhos e de seu ponto de vista, a dissolução concluir-se para a dissociação, o que põe fim ao jogo do bem e do mal, ao jogo da sombra e da luz, em suma, ao jogo da dualidade, que os faz perceber, para aqueles que não o perceberam, que só a Unidade é capaz de fazer superar o bem e o mal, que são apenas uma visão fragmentada e separada da Verdade.

… Silêncio…

Minhas palavras param aí, mas não nossa comunhão.
Eu os saúdo, agora e já, mas nós permanecemos juntos, a desvendar a vibração conjunta de nossa Presença arcangélica, na ordem em que vocês a receberam nesse instante.

Primeiro, o Anjo Uriel.

… Silêncio…

E, em seguida, o Anjo Anael.

… Silêncio…

E, enfim, a vibração Micaélica de minha Presença.

… Silêncio…

Agora, a Tri-Unidade arcangélica, junta, na mesma Unidade.

… Silêncio…

Eu rendo graças ao seu acolhimento, à sua Presença, ao seu Amor e à sua Unidade.
Até logo.


Publicado por:


7 comentários:

  1. Nesses tempos de sua Terra na qual, de onde nós estamos, tudo já está realizado, nós viemos propor a Liberdade e o Amor, mesmo àqueles que se desviaram ou afastaram, pelas vicissitudes desse mundo ou por medos ainda presentes.

    Minha espada afiada, assim como minha presença em seus céus, nada têm a ver com uma destruição, mas, bem mais, com a Ressurreição coletiva que sobrevirá no momento da estase, e que lhes oferece a Liberdade que sua consciência escolheu.

    Eu desvendo, enfim, neste dia, o último aspecto da radiação do Ultravioleta, que põe uma oitava a mais no campo da Terra.

    A consumação do fim dos tempos assinala, de maneira irrevogável, a Ascensão da Terra e sua Liberação, qualquer que seja seu posicionamento nessa vida e nessa consciência limitada.

    No que se desenrola em cada um de vocês, vocês se apercebem – ou vocês se aperceberão – da ilusão do tempo, da ilusão da história, da ilusão da evolução, porque vocês já são perfeitos e, isso, de toda a Eternidade e em toda dimensão.

    A Tri-Unidade arcangélica será implacável em face daqueles que recusarem a Liberdade. Não os punindo, não os castigando, mas, simplesmente, quando desse Face a Face da estase, será, então, a ocasião, após a última Graça Mariana daquele momento, de perceber a ilusória distância entre a vida deles e a Vida.

    Aceitar o que vocês são não passa por uma compreensão qualquer, é uma questão de oportunidade, de sincronia do reencontro entre o efêmero e o Eterno, coletivamente, individualmente, como na escala da totalidade desse Sistema Solar.

    Retenha bem que não há qualquer esforço a fazer. Apenas a abandonar toda vontade de compreensão ou de explicações, o que os leva, sempre, cada vez mais, ao mais próximo do Coração do Coração, porque aí se encontram todos os recursos e todas as soluções, que os leva a dissociar-se de seus próprios sofrimentos, de suas próprias deficiências concernentes ao seu limitado.

    Isso, para vocês, não é uma luta, nem um combate, mas, bem mais, uma capitulação do que é efêmero em face da evidência do que se desenrola, já, tanto em vocês como em cada um, como em tudo o que constitui a antiga matriz falsificada de vida, o que deixa lugar, então, no plano coletivo, à Matriz Crística, ao Espírito do Sol, ao Coro dos Anjos, com uma evidência que não foi, jamais, conhecida nem reconhecida pela coletividade humana, em sua totalidade.

    Vão em paz e continuem suas ocupações, enquanto a Luz lhes permite.

    Não se esqueça de que, para o ego, o Amor incondicionado é um fogo terrível, que põe fim, justamente, ao ego e à própria pessoa. Mas isso, para muitos de vocês, não lhes concernirá mais, porque vocês estarão, ainda, nesse mundo o tempo que é preciso, durante essa conclusão, mas vocês não serão mais, definitivamente, desse mundo.

    A Luz e sua Inteligência encarregam-se da totalidade de sua vida, o que os torna autônomos e livres. Porque a Luz e sua Inteligência nada mais são do que vocês mesmos, assim que vocês estejam suficientemente descondicionados e suficientemente livres de toda adesão a qualquer crença, em qualquer religião, em qualquer deus que seja ou em qualquer sociedade que seja.

    É, realmente, tempo de cortar o supérfluo, o acessório, e que não é da ordem da Inteligência da Luz.

    Vocês verão, portanto, com seus olhos e de seu ponto de vista, a dissolução concluir-se para a dissociação, o que põe fim ao jogo do bem e do mal, ao jogo da sombra e da luz, em suma, ao jogo da dualidade, que os faz perceber, para aqueles que não o perceberam, que só a Unidade é capaz de fazer superar o bem e o mal, que são apenas uma visão fragmentada e separada da Verdade.

    ResponderExcluir
  2. "Do mesmo modo que o Comandante dos Anciões havia falado, há algum tempo, do processo de autocura ligado à Inteligência da Luz, não se trata mais, agora, mesmo se isso continue possível, de curar, unicamente, um sofrimento ou um medo, mas, se posso empregar essa expressão, de curar a consciência fragmentada ou, em todo caso, o que pode restar, segundo suas vidas.
    Como foi dito, e isso é repetido hoje, por minha voz, ponham, sempre, o Amor à frente, o Amor dentro e o Amor fora – e não se preocupem com nada mais – para manter a lucidez, a clareza, a ética e a integridade, não de sua pessoa, não de sua vida, mas, sim, da chama que vocês são na Eternidade.
    Se vocês põem em prática essa simplicidade, a Graça tornar-se-á mais do que superabundante.
    Ela será onipresente, e desemboca em uma alegria cada vez maior, uma paz cada vez mais afirmada e uma eternidade cada vez mais evidente, qualquer que seja o estado atual de sua consciência, de suas vibrações, de suas energias ou de suas estruturas sutis."
    (...)
    "Qualquer que seja sua atribuição, a paz é a mesma para todos, preliminar indispensável ao Juramento e à Promessa, ao Apelo de Maria, aos três dias de estase e ao desenrolar dos últimos elementos do Apocalipse.
    Retenham que, quanto mais vocês estiverem nessa paz, menos poderá haver medos, queixas e, ainda menos, expectativa do que se desenrola, de fato, já, há numerosos anos, mas que toca, agora, o que eu nomearia, ainda, a consciência coletiva da humanidade ou noosfera."
    (...)
    "Recorram aos nossos três nomes, no que possa parecer-lhes, ainda, não estar resiliente ou leve em cada setor de sua vida.
    Mas faça isso, também, sem nada projetar, sem outra vontade que não a de pronunciar a oração de nossos nomes, em tudo o que possa parecer-lhes, na superfície desse mundo, como resistente, mesmo fora de sua vida."
    (...)
    "Não se esqueça de que, para o ego, o Amor incondicionado é um fogo terrível, que põe fim, justamente, ao ego e à própria pessoa."
    (...)
    "Nada mais sigam que não o que a Inteligência da Luz propõe a vocês seguir, em toda decisão, em toda mudança, em toda privação como em toda abundância.
    A verdadeira via está aí e em nenhum outro lugar; é isso que a Tri-Unidade arcangélica, neste fim dos tempos, dá-lhes a viver."

    Em Amor e Unidade e profundo respeito por suas palavras e radiância rendo
    graças ao Amado Miguel e à Tri-Unidade Arcangélica.

    Sei o quanto essa radiância arcangélica se faz presente de forma particular e merecida sobre nossa querida irmã Célia G. e também sou grata.
    Amor e Luz



    ResponderExcluir
  3. Arcanjo Uriel nos ofereceu umas das + lindas, Mensagem de Amor ...
    Arcanjo Anael, fez um convite à Alegria e ao Amor... E o
    Arcanjo Miguel, nos auxilia na liberação, e ainda nos disse:

    “Eu regulo, por meu Manto Azul da Verdade que deposito sobre seus ombros, que completa o Manto Azul da Graça e que os abre ao Infinito.”

    “Enquanto eu percorro, cada vez mais frequentemente, seu céu terrestre, minha vibração e minha radiância tocam-nos, a cada vez ao mais perto do Coração do Coração, “...

    “Eu venho, em vocês, para aperfeiçoar, com vocês e por vocês, a sincronia das Portas e Estrelas de suas estruturas efêmeras,”...

    “Eu abro o caminho, tanto no céu como em seu corpo, à Verdade sem dissimulação nem artifício e sem reserva.”

    “A cada apelo da Luz, percebido por suas Coroas ou pelas percepções de seu corpo, que se alivia ou que se torna pesado, ... Eu venho ajustar e favorecer, e facilitar a realização final em seu efêmero.”

    “Como terceiro termo da Tri-Unidade arcangélica, eu realizo a possibilidade para vocês serem liberados... Em sua consciência, por última Graça e Decreto Mariano, que lhes dá a oportunidade de despertar e de não mais serem tentados por qualquer véu da ilusão ou qualquer manifestação que seja da ilusão.”

    “Eu lhes dou a ver e a viver, a partir de hoje, a verdade do Amor, a verdade de seu ser. Eu deposito aos seus pés a Liberdade.”

    “Eu venho oferecer a redenção àqueles que reconhecem seu Cristo interior e o Amor, em toda coisa e em todo ser, quaisquer que sejam os entraves que tenham existido, ainda, até ontem.”

    “Isso foi decidido, eu diria, no mais alto dos céus, ao mais próximo da Fonte, para permitir aos últimos de vocês serem os primeiros a viver isso.”

    “A consumação do fim dos tempos assinala, de maneira irrevogável, a Ascensão da Terra e sua Liberação, qualquer que seja seu posicionamento nessa vida e nessa consciência limitada.”

    “A Tri-Unidade arcangélica será implacável em face daqueles que recusarem a Liberdade.”

    “Não tenham medo, porque tudo o que vem é apenas Amor.”

    “Olhem, simplesmente, as diferenças visíveis entre o que vocês eram nesse mundo e o que vocês se tornaram, cada vez mais, em sua verdade, sem queixas e sem apegos."

    “Quanto mais vocês crescerem em consciência e na Luz da revelação, menos vocês serão incomodados pelo que os incomoda, ainda, atualmente, em qualquer setor que seja de sua consciência.”

    “Mas faça isso, também, sem nada projetar, sem outra vontade que não a de pronunciar a oração de nossos nomes, em tudo o que possa parecer-lhes, na superfície desse mundo, como resistente, mesmo fora de sua vida.”

    “Quanto mais vocês crescerem em consciência e na Luz da revelação, menos vocês serão incomodados pelo que os incomoda, ainda, atualmente, em qualquer setor que seja de sua consciência.”

    “A Luz e sua Inteligência encarregam-se da totalidade de sua vida, o que os torna autônomos e livres.”


    O ‘Triangulo no peito’, é uma joia preciosa, agora mais consciente... Citar o nome dos três, dá uma potencialidade interior desconhecida... Ler, sentir o que nos traz o Arcanjo Miguel, é reconhecer, sua Energia do Amor, Ascensão, Liberação... Podemos considerar, que somos parte da Humanidade, tremendamente abençoada, não por merecimento, mas pela Graça!!!!

    E a soma do Manto Azul da Verdade, com o Manto Azul da Graça, em nossos ombros....

    ResponderExcluir
  4. Agradeço ao Amor e à Luz pela Graça Infinita e pela ação de resgate movida por este Bem Amados emissários da Fonte em nosso mundo e além. Gratidão eterna.

    ResponderExcluir
  5. "Bem amados do Um, eu venho em vocês como terceiro termo da Tri-Unidade Arcangélica, que oficia, nesses tempos da Terra, na conclusão de sua Liberação, preparando e afinando, pela Espada de Verdade e de Amor, sua presença nesse mundo, para que ela desemboque, sem obstrução, em sua Presença na Eternidade.
    "Eu venho completar os mecanismos da Transição, da Ascensão ou da Liberação em cada um de vocês.

    "Eu venho, em vocês, para aperfeiçoar, com vocês e por vocês, a sincronia das Portas e Estrelas de suas estruturas efêmeras, que permite a Revelação completa e total do Corpo de Eternidade ou Corpo Imortal.
    "Eu venho oferecer a Redenção àqueles que Reconhecem seu Cristo Interior e o Amor, em toda coisa e em todo ser, quaisquer que sejam os entraves que tenham existido, ainda, até ontem.

    "Como foi dito, e isso é repetido hoje, por minha voz, ponham, sempre, o Amor à frente, o Amor dentro e o Amor fora - e não se preocupem com nada mais - para manter a Lucidez, a Clareza, a Ética e a Integridade, não de sua pessoa, não de sua vida, mas, sim, da Chama que vocês São na Eternidade.
    "Se vocês põem em prática essa simplicidade, a Graça tornar-se-á mais do que superabundante. Ela será Onipresente, e desemboca em uma Alegria cada vez maior, uma Paz cada vez mais afirmada e uma Eternidade cada vez mais Evidente, qualquer que seja o estado atual de sua consciência, de suas vibrações, de suas energias ou de suas estruturas sutis.

    "Eu volto à noção de Inteligência da Luz: ela será cada vez mais flagrante.
    "Se a Luz, em qualquer circunstância, chama vocês, e de qualquer modo que seja, aquiesçam e acompanhem o que se produz, por sua Presença ou sua Ausência e não mais com sua pessoa.
    "Vocês não têm qualquer esforço a fazer na Inteligência da Luz; vocês têm apenas que Reconhecer-se no Ser que vocês São, de maneira brutal ou de maneira mais progressiva.

    "A Luz e sua Inteligência encarregam-se da totalidade de sua vida, o que os torna autônomos e livres. Porque a Luz e sua Inteligência nada mais são do que vocês mesmos.
    "A Luz é Liberdade total e absoluta da consciência.
    O que aterroriza o ego e a pessoa não tem mais curso quando vocês tenham Transcendido, pelo menos em parte, a ilusão de sua pessoa, de sua vida e desse mundo.
    "Restará, então, apenas a Verdadeira Vida, o que quer que reste de visível aos seus sentidos.

    "Nada mais sigam que não o que a Inteligência da Luz propõe a vocês seguir, em toda decisão, em toda mudança, em toda privação como em toda abundância.
    "A Verdadeira Vida está aí e em nenhum outro lugar; é isso que a Tri- Unidade Arcangélica, neste fim dos tempos, dá-lhes a viver. Isso poderia ser qualificado de ajuste final da consciência e adequação total de seu efêmero e de sua Eternidade, o que deixa lugar à Fusão dos dois e à Emergência da Liberdade."

    ResponderExcluir
  6. Isso se realiza pelo Branco de Uriel, pelo Rosa e o Azul de Anael e por meu Azul.
    Eu porto até vocês, de maneira coletiva e pessoal, o Fogo da Verdade, combustível essencial de seu coração.

    ResponderExcluir