Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

7 de ago de 2008

JOFIEL – 7 de agosto de 2008




DO SITE AUTRES DIMENSIONS.


Eu sou o Arcanjo Jofiel, Anjo da Luz e do Conhecimento.
Saudações a vocês, almas humanas em encarnação.
Como vocês sabem, e como eu tive a ocasião de dizer em numerosas reprises, vocês entraram em trans-formação, em trans-mutação, em trans-substanciação.
Trans, que significa que vocês estão atravessando um estado transitório, para ir para outro estado, esse outro estado que é, por essência, muito menos transitório.

Vocês são levados, há numerosos meses, e por um período estendido em trinta e seis meses e seis meses, a um período que deve conduzi-los a experimentar uma passagem, uma passagem extremamente rara e, entretanto, indispensável, que sobrevém em tempos extremamente precisos, que corresponde a uma geometria celeste ligada aos mecanismos celestes e planetários que deve conduzi-los, se vocês o aceitam, a trans-formá-los, a trans-mutá-los, a mudar de forma, a mudar de substância, a mudar de modo de vida e de modo de funcionamento.

A vida é uma espiral que os conduz de porta em porta e de trans-mutação em trans-mutação, para estados mais etéreos, para estados mais luminosos.

Eu intervenho como Arcanjo da trans-formação, durante esses períodos transitórios que separam dois estados estáveis, dois estados de vida.
Eis-los engajados, a título coletivo e a título individual, em uma transmutação essencial, como existe, enquanto permite-lhes passar de um ciclo de vida a outro ciclo de vida.
A experiência da matéria, tal como vocês a conhecem, tal como a experimentam, deve evoluir e transformar-se.
Ninguém é obrigado a aceder à etapa superior, entretanto, a passagem, através dessa época, é uma passagem obrigatória.

Durante essa etapa de transformação, certo número de desafios, certo número de movimentos deve produzir-se em seus organismos, em suas células, em seus organismos mais elaborados, também, que devem fazer com que o conjunto da trama de vida deva passar de um estado a outro.
Vocês estão engajados nessa época.
Ela começou há agora oito meses.
O primeiro patamar será atingido no início da obra no vermelho planetária, que sobrevém no período que vocês chamam o quinze de agosto, que deve levá-los a outro patamar dessa transformação.

O que estava escondido deve ser revelado.
Eu falo tanto de coisas escondidas no exterior de vocês, no tecido social de sua humanidade como, também, no interior de vocês.
Nada mais deve permanecer na Sombra.

Quaisquer que sejam as escolhas e os destinos de cada indivíduo, nesse momento sobre a Terra, essa passagem é uma passagem obrigatória, eu repito.
Quem diz passagem diz transformação e diz dificuldade.
Passar de um estado a outro, passar de um movimento a outro não se faz em um modo linear, calmo e habitual, como pode ser o caso para alguns de vocês, ao longo de suas vidas, traçadas de um ponto a outro, mas deve fazer considerar certo número de mudanças, por vezes, extremamente violentas, por vezes, desejadas e, também, por vezes, temidas.

Passar pelas portas da trans-formação e da trans-mutação necessita de desenvolver, ao mesmo tempo, uma coragem, mas, também, um abandono.
Nesses períodos específicos que sobrevêm, eu repito, em fim de ciclo, e que inauguram um novo ciclo, é preciso compreender que nada mais pode ser como vocês conheceram.
As coisas mudam muito mais rapidamente.

E, eu repito, quaisquer que sejam suas escolhas, vocês serão confrontados a essas transformações.
Elas apenas podem ser vividas na serenidade a partir do momento em que vocês encontrarem o centro de sua Essência, o centro de seu ser, aí, onde se encontra a pura Luz, capaz de irradiar o conjunto de mundos e da criação.

Cabe a vocês encontrar, durante este período que se anuncia, que é, eu os lembro, a segunda etapa da transformação, os recursos necessários em si mesmos.
Quer vocês chamem a isso a Luz, a fé, o Amor, o divino em si, são apenas palavras.
Pouco importam as denominações, pouco importam as palavras que vocês põem sobre o que acontece, porque se trata, antes de tudo, de uma radiação, de uma vibração e de uma consciência nova.

Eu lembro que, quaisquer que sejam as escolhas que vocês tenham empreendido, cabe a vocês realizá-las e determiná-las, totalmente, até sua finalidade.
Vocês não podem recuar.
Vocês não podem continuar no lugar em que estão.
Vocês podem apenas avançar para essa transformação, quer ela os conduza a recomeçar a experiência da encarnação nessa dimensão, ou mesmo começar um novo ciclo de sua história, pouco importa, vocês devem, entretanto, passar por essa transformação.

Inúmeras coisas em vocês devem morrer, ao mesmo tempo que inúmeras coisas devem nascer e frutificar.
Vocês não podem permanecer imóveis, não podem permanecer na espera do que vem.
É-lhes pedido, quaisquer que sejam suas escolhas, para ir diante do que vem, e o único modo de ir diante do que vem é desenvolver sua certeza interior de Divindade.

Não se esqueçam de que, além dos jogos e das aparências que vocês tomam em suas encarnações, vocês são muito mais do que esse corpo que os limita.
Vocês são muito mais do que a simples radiação física que emana de vocês.
Encontra-se, no interior de todo ser humano, uma Luz que possui a potência de todas as suas armas reunidas.

Vocês são além dos limites sem os quais vocês são.
Vocês são além do que creem ser.
Só suas crenças conduziram-nos a limitar a experiência da radiação total da Luz.
É um caminho livremente consentido, que os conduziu às portas da densidade, através de encarnações, a experimentar a ignorância, ’ separação, a divisão, a luta.

Vocês devem mudar de ponto de vista.
Mudar de ponto de vista necessita de transformar-se quanto a todas as suas crenças e todos os seus condicionamentos, quaisquer que sejam, sejam eles materiais como espirituais.

Vocês creem na Luz?
Isso para nada serve.
Vocês creem em Deus?
Isso pra nada serve.
Vocês creem na limitação?
Isso para nada serve.
Vocês creem na infinidade?
Isso para nada serve.
Crer é um ato ligado ao mental, ligado a certezas e mecanismos que os limitam.

Vocês são além dos limites e além das crenças.
A transformação que vem para vocês vem confrontá-los a todas as suas crenças, quaisquer que sejam, sem exceção.
Vocês creem que o homem é feito para a mulher, creem que a mulher é feita para o homem.
Vocês creem, também, em alguns casos, que devem levar uma vida de tal ou de tal modo, em harmonia com o que lhes dita sua consciência, sua experiência, o que creem ser em sua consciência e sua experiência.
Mas isso são, eu repito, apenas crenças.

Vocês apenas poderão abordar a transmutação e a transformação através do abandono de todas as suas crenças e de tudo o que faz suas certezas.
Vocês não podem mais pendurar-se no que é exterior e que mantém suas crenças.
A única certeza que não é uma crença e que, no entanto, vocês têm dificuldade a crer, é seu aspecto ilimitado, transdimensional e divino.

Quando eu afirmo que vocês são ilimitados, só sua crença os fez viver a experiência do contrário.
Não existe qualquer crença que poderá subsistir em vocês no fim deste período de transformação.
Entretanto, sua atitude além das crenças e suas escolhas de vida futuras serão respeitadas.
Se vocês querem conduzir seu corpo limitado para o ilimitado, para a infinidade, devem superar a crença em sua forma porque, se vocês estão apegados à forma, vocês perderão a forma.

Lembrem-se das palavras de seu maior neófito: «aqueles que quiserem salvar a própria vida, perdê-la-ão».
Não há mistério e evidência tão grande.
Do mesmo modo, Ele dizia: «que lhe seja feito segundo sua fé».
Não há maior palavra do que essa.

Vocês não devem mais pôr distância entre vocês e o que chamam a divindade.
Vocês devem parar de considerar que existe um Deus exterior, porque vocês são, todos, Deuses.
Não há diferença entre Cristo e vocês.
Não há diferença entre vocês e eu, se não é a densidade de sua consciência que ocultou os aspectos transdimensionais de seu ser.

A experiência é desejada por vocês, decretada por vocês, experimentada por vocês.
Mas essa experiência de divisão e de separação toma fim.
Vocês não podem ir mais longe no afastamento da Fonte que vocês são.
Vocês podem apenas recomeçar a experiência, se tal é seu desejo, mas em toda lucidez.

Durante este período, a Terra atravessa e atravessará, ela também, uma transmutação essencial.
Ela deve retomar o lugar dela, assim como o conjunto de seu Sistema Solar, no eixo de irradiação da Luz.
Os ciclos que vocês chamaram «precessão dos equinócios» correspondem, também, ao advento de eventos de tipo cosmológico, planetário, solar, de natureza transdimensional, que vem chocar de frente suas convicções, suas construções, mentais e físicas, afetivas e relacionais.

Vocês devem estar prontos para aceitar tudo perder, para ganhar a si mesmos.
O maior neófito que a Terra portou disse: «ninguém pode penetrar o reino dos céus se não volta a tornar-se como uma criança».
Uma criança é aquela que não elaborou, construiu hipóteses ao nível de seu mental, de seu intelectual, que não se projeta nem no futuro, nem no passado, que está, totalmente, no instante presente.

Esta época de transdimensionalidade interpela-os e obriga-os a apenas considerar o presente, porque existem outros tempos que não este.
Isso é, também, apenas uma crença que lhes permitiu experimentar e criar essa realidade em passado, presente e futuro, que existe apenas em sua cabeça e que vocês conseguiram, pela potência de sua criatividade, manifestar na matéria, no grau de densidade no qual vocês chegaram.

Eu não lhes prometo a Luz, porque vocês já são a Luz.
Eu não lhes prometo o Amor, porque vocês são Amor.
Eu lhes prometo, unicamente, descobrir as dimensões de seu ser, que lhes são, de momento, ocultadas pelos jogos de suas crenças individuais e, também, coletivas.

Vocês devem parar de crer para entrar na Verdade.
A Verdade não é crença, a Verdade não é, tampouco, experiência.
A Verdade é, simplesmente, a aceitação do que vocês são.

Vocês não podem continuar a buscar no exterior.
O reino dos Céus pertence a vocês: ele não está no exterior, ele está no interior de seu ser.
Existe uma única chave que lhes permite abrir as portas para a multidimensionalidade de seu ser: essa chave é o coração porque, quando vocês fizeram a promessa, afastando-se da Fonte, de voltar, um dia, a essa Fonte, vocês partiram com o bem o mais precioso, que era a garantia de seu retorno nesse ciclo, ou em outros ciclos.

Essa chave é seu próprio coração.
Cabe a você girá-la, ninguém além de você pode girar essa chave.
Alguns de vocês sobre este planeta fecharam-se com duas voltas e recusam abrir por medo, por ignorância, mas, antes de tudo, por crença.
Eu insisto, longamente, sobre essa noção de crença, porque a transformação do planeta implica a destruição total de todas as crenças.
As crenças pertencem à sua dimensão separada do Espírito.
O Espírito não tem necessidade de crença, porque o Espírito É, em Verdade, em Luz e em Amor.

O Amor não é uma crença, a Verdade não é uma crença.
O Amor, a Verdade, a Luz são, de toda a eternidade, eternidade além dos tempos, tais como vocês os conhecem, nos quais vocês têm, novamente, o direito de penetrar, se tal é seu desejo.
Para isso, vocês são ajudados, em diferentes níveis.
Primeiro, o próprio nível da experiência que vocês vivem, presentemente, cada um de vocês, em seu corpo, em sua relação com o que chamam trabalho, o que chamam o outro está ao para pô-los em face de suas responsabilidades.

Quais são suas escolhas?
Vocês vão escutar sua alma ou vão escutar o outro, quer esse outro seja seu trabalho, seu companheiro, seu corpo ou qualquer outro elemento exterior à sua divindade?
Eu digo exterior porque seu corpo é um templo, que é o receptáculo da divindade em encarnação, mas ele é outro, na transdimensionalidade que vocês são.

O alinhamento necessário à transmutação põe-nos em face do que vocês chamam freios ou, se preferem, ao que emperra, porque vocês devem desemperrar.
Eu repito, ainda uma vez, não digam «isso é demasiado difícil» porque, quaisquer que sejam suas escolhas, mesmo se decidam recomeçar a experiência da matéria, vocês devem, entretanto, passar por essa porta estreita.

Vocês chegam ao fim de contrato de seu afastamento da Fonte.
Vocês podem renovar o contrato e recomeçar a experiência, mas renovar um contrato necessita de conhecer os teores totais desse contrato.
Conhecer o contrato significa que vocês devem reconhecer sua divindade.
Mas, no fim do contrato, vocês podem, também, liberar-se do contrato e voltar à sua transdimensionalidade, com ou sem esse corpo transmutado.

Vocês devem vencer o medo da perda do outro, qualquer que seja esse outro.
Vencer o medo não quer dizer lutar.
Vencer o medo quer dizer aceitar.
A Luz original vem a vocês, para despertá-los.
Ela penetra sua essência, sua materialidade, para revelar a totalidade de quem vocês são.

Vocês não podem impedir a irradiação do ser multidimensional e transdimensional que vocês são de manifestar-se à sua consciência comum.
Vocês não podem sufocar a Luz que vocês são.
Vocês devem abandonar-se a si mesmos.
Vocês devem destruir os muros que impedem sua chave de girar.

Alguns humanos em encarnação muraram a porta para não ver a fechadura e a chave.
Mas esse muro é uma proteção bem pobre, porque a transdimensionalidade do ser não se importa com construções do mental ou construções cármicas ou construções de segurança, tais como vocês as chamam.
Inúmeros ensinamentos disseram que vocês estavam aqui para crescer.
Isso foi verdade, isso continua verdadeiro, entretanto, hoje, é-lhes solicitado não mais crescer, mas abrir-se, o que não é, de modo algum, a mesma coisa.

E, para abrir, eu os lembro, existe apenas uma única chave, que é aquela de seu coração.
Vocês devem amar com um mesmo Amor a formiga que passa em seu pé como as estrelas no mais distante dos universos.
Ninguém deve ter um lugar privilegiado e, sobretudo, não o outro, qualquer que seja, porque vocês são a totalidade de todos os outros.
Só a distância e a crença que vocês ali colocaram impedem-nos de ter acesso a essa Verdade.

Vocês são Verdade.
Não há outra Verdade qua não você mesmo.
Você apenas pode ajudar o outro, realmente, totalmente, aceitando sua Verdade.
Para nada serve querer salvar o outro
Salve-se a si mesmo, e o outro será salvo por ressonância, por afinidades, por exemplo, por sincronia.

Todo ato que quereria salvar o outro de outro modo que não pela irradiação de sua transdimensionalidade rebaixá-los-á, doravante, à sua dimensão separada e confrontá-los-á à experiência da oposição.
Não se esqueçam, tampouco, como eu já disse, de que vocês vão entrar, a partir de 15 de agosto, em um período no qual o mundo, em sua totalidade, vai confrontá-los.
Porque aqueles que fazem o caminho primeiro para a Verdade perturbam muito aqueles que não compreendem e não vivem isso.
O maior, aliás, acabou em uma cruz por isso.

A Verdade é confrontação.
Não são vocês que confrontam, é a ausência de Verdade que vem confrontar a Verdade.

Então, não há equilíbrio, não há alinhamento fora de seu coração.
Assim, as instruções de minha radiância são conhecidas e serão transmitidas em palavras humanas, para permitir-lhes, através do que vocês chamam de rituais e não de crenças, através de atos conscientes, realizar esse caminho da Verdade em vocês, que lhes permitirá viver, nos meses que vêm, a confrontação.

Compreendam, efetivamente, que a confrontação da transdimensionalidade é inscrita na ordem das coisas, não na ordem das coisas humanas, mas na ordem das coisas da mecânica celeste.

Regularmente, os sistemas solares, os planetas vivem esses sobressaltos da transformação, que devem conduzir os povos que ali vivem para outros estados.
Entretanto, em seu estágio de densidade, vocês estão na fase da confrontação máxima.

A confrontação, lembrem-se, está aí apenas para fazê-los transcender suas crenças, para significar-lhes que vocês não devem mais pendurar-se não importa em qual crença, mas, unicamente, em seu coração, que contém a essência de sua Verdade, a essência de sua divindade.

Coloquem-se as questões de suas crenças, de suas certezas, e vejam como elas os entravam.
Ao mesmo tempo tranquilizando-os, elas os limitam, elas os impedem de percorrer as vias da transdimensionalidade.

Cabe a vocês, através dos ritos (Ndr: exercícios propostos aos estagiários), despojar-se de suas crenças, de suas certezas.
Abrir o coração não é a finalidade, mas é, efetivamente, o meio vibratório e dimensional de reencontrar o que vocês são.
Vocês não podem ignorar isso, e nenhum ser que vive na superfície deste planeta poderá ignorar isso, no momento vindo.
Entretanto, e qualquer que seja o grau de confrontações que vocês terão a viver, a vantagem que vocês têm é enorme, porque vocês terão sido prevenidos, terão se beneficiado da radiância do Anjo, terão se beneficiado da vibração e dos ritos essenciais que lhes permitirão viver a confrontação, centrados no coração e conscientes do que vocês são.

Vocês são seres ilimitados, que se limitaram pelo sabor da experiência.
Os ciclos nos permitem, a nós, formas de vida não limitadas, vir, hoje, ao seu reencontro, assim como eu chamei, «reencontro com o Anjo», para permitir significar-lhes o fim do contrato.
Esse é um dia a nenhum outro similar, e esse dia é agora.
Vocês entram no que a bíblia chamou «os tempos reduzidos».

Nenhuma necessidade de ser profeta ou de profetizar, para dar-se conta disso.
Grandes eventos cósmicos, planetários, interiores, preparam-se.
Ele dizia, também «tenham sua casa limpa, porque vocês não sabem a qual hora eu virei, à noite, bater à porta de sua casa», ou seja, de seu ser limitado.

O momento chegou.
Ele não é em dez anos, em vinte anos de seus anos terrestres.
Ele é agora, e durante tempos reduzidos que correspondiam, eu lhes disse, no início deste ano, a um intervalo de tempo terrestre de quarenta e dois meses.
Tudo se consuma agora.

Vocês devem escolher, em todo conhecimento de causa, o que têm vontade de experimentar.
Eu estou aí para fazer de forma a que a confrontação não possa desestabilizar a Luz de seu coração e de seu ser.

Eis as algumas palavras que eu queria dar-lhes a ouvir.
Essas palavras são palavras preparatórias – vibratórias – para o que vem.
Se vocês desejam questionar a esse propósito, gostaria, verbalmente, de ali responder, antes de passar à etapa da efusão vibratória.

Questão: eu sonhei que reencontrava o Anjo, à minha imagem. Era, verdadeiramente, o Anjo?

Absolutamente.
O Anjo pode ser vivido como exterior, mas ele é apenas você mesmo.
Quando eu digo que vocês são a totalidade da criação, isso é Verdade.

Questão: esse período de fim de contrato corresponde a um retorno da Jerusalém celeste?

Sim.
A cada ciclo, seja no fim de um ciclo, seja no início do seguinte, conforme os períodos, inúmeras manifestações não habituais surgem.
Trata-se de diferentes manifestações, tanto luminosas como da Sombra, mas não habituais.
Elas acompanham os processos de transformação.
O que estava escondido deve ser revelado.
Trata-se, portanto, entre outros, e após esses eventos, do retorno dessa energia específica.

Questão: essa energia existe em nós, ao nível de nosso coração?

Vocês são a totalidade da criação, a título individual.
Tudo o que foi criado, tudo o que será criado, em qualquer dimensão que seja, está, definitivamente, presente no que vocês são.

Questão: poderia falar-nos do Criador?

Vocês são a criatura e o criador.
Vocês são o início e o fim.
Vocês se exteriorizaram e manifestaram em níveis de vibração densos, como criatura.
Vocês colocaram uma distância incomensurável entre o criador e a criatura, mas vocês são o criador.
Há apenas um sistema de crenças ou de filtros que os faz considerar como diferentes e separados.
O que não é.

Questão: é essa ausência de diferença que faz com que a fraternidade universal exista?

Isso faz parte e engloba a Verdade.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Então vem, agora, a parte a mais essencial de minha presença e de minha radiação, que é a vibração que vamos, agora, transmitir-lhes.

Eu lhes peço, qualquer que seja sua posição, para tomar consciência, totalmente, de seus pontos de apoio sobre a Terra, colocar suas mãos sobre o solo, abertas, para multiplicar os pontos de contato com essa densidade que é a sua, enquanto a vibração, a minha, e aquela, também, de um conjunto de seres e de entidades irradiantes possa começar esse trabalho no interior de seus seres (agora e já, e durante esta noite que vem sobre sua Terra), e permitir o trabalho, fechem os olhos, voltem seu olhar para o interior e acolham essa radiância e essa Luz.

... Efusão de energia...

Eu selo em vocês, por três vezes, a vibração do Anjo, da Verdade e da Luz.

... Efusão de energia...

Vocês são abençoados, em Verdade e em Espírito.
Eu lhes digo até amanhã.
Recebam o meu Amor e a minha fraternidade.
______________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/

3 comentários:

  1. Ninguém é obrigado a aceder à etapa superior, entretanto, a passagem, através dessa época, é uma passagem obrigatória.

    Nesses períodos específicos que sobrevêm, eu repito, em fim de ciclo, e que inauguram um novo ciclo, é preciso compreender que nada mais pode ser como vocês conheceram.

    Vocês creem na Luz? Isso para nada serve. Vocês creem em Deus? Isso pra nada serve. Vocês creem na limitação? Isso para nada serve. Vocês creem na infinidade? Isso para nada serve. Crer é um ato ligado ao mental, ligado a certezas e mecanismos que os limitam.

    Vocês creem, também, em alguns casos, que devem levar uma vida de tal ou de tal modo, em harmonia com o que lhes dita sua consciência, sua experiência, o que creem ser em sua consciência e sua experiência. Mas isso são, eu repito, apenas crenças.

    Não existe qualquer crença que poderá subsistir em vocês no fim deste período de transformação.

    A experiência é desejada por vocês, decretada por vocês, experimentada por vocês. Mas essa experiência de divisão e de separação toma fim. Vocês não podem ir mais longe no afastamento da Fonte que vocês são. Vocês podem apenas recomeçar a experiência, se tal é seu desejo, mas em toda lucidez.

    Eu insisto, longamente, sobre essa noção de crença, porque a transformação do planeta implica a destruição total de todas as crenças. As crenças pertencem à sua dimensão separada do Espírito.

    A Luz original vem a vocês, para despertá-los. Ela penetra sua essência, sua materialidade, para revelar a totalidade de quem vocês são.

    Aqueles que fazem o caminho primeiro para a Verdade perturbam muito aqueles que não compreendem e não vivem isso. O maior, aliás, acabou em uma cruz por isso.

    ResponderExcluir
  2. "Vocês não devem mais pôr distância entre vocês e o que chamam a Divindade. Vocês devem parar de considerar que existe um Deus exterior, porque vocês são, todos, Deuses.
    Não há diferença entre Cristo e vocês.
    Não há diferença entre vocês e eu, se não é a densidade de sua consciência que ocultou os aspectos transdimensionais de seu ser.

    "Vocês são a criatura e o Criador.
    Vocês são o início e o fim.
    Vocês se exteriorizaram e manifestaram em níveis de vibração densos, como criatura. Vocês colocaram uma distância incomensurável entre o Criador e a criatura, mas vocês são o Criador. Há apenas um sistemas de crenças ou de filtros que os faz considerar como diferentes e separados. O que não é.

    "Mas essa experiência de divisão e de separação toma fim.
    "Vocês chegam ao fim de contrato de seu afastamento da Fonte.

    "O Anjo pode ser vivido como exterior, mas ele é apenas você mesmo. quando e u digo que vocês são a totalidade da Criação, isso é Verdade."

    ResponderExcluir
  3. "Quem diz passagem diz transformação e diz dificuldade." Contemos com a Luz, que habita dentro de nós... Porém crer, (Luz, Deus, Ilimitado,...) em nada serve, pois é uma ação do mental.

    "Vocês não podem ir mais longe no afastamento da Fonte que vocês são." Hora de voltarmos 'Para Casa'.

    "Vocês devem estar prontos para aceitar tudo perder, para ganhar a si mesmos." Acabou! Acabou! Ninguém, aguenta mais ... Dica: manter-se no presente

    "...não mais crescer, mas abrir-se, o que não é, de modo algum, a mesma coisa." Que desafio, passagem linda, auspiciosa, ...

    "Para nada serve querer salvar o outro.Salve-se a si mesmo, e o outro será salvo por ressonância, por afinidades, por exemplo, por sincronia." Nos disse, Jofiel.

    "Porque aqueles que fazem o caminho primeiro para a Verdade perturbam muito aqueles que não compreendem e não vivem isso. O maior, aliás, acabou em uma cruz por isso. A Verdade é confrontação ... é a ausência de Verdade que vem confrontar a Verdade. " Nada pessoal.

    "Coloquem-se as questões de suas crenças, de suas certezas, e vejam como elas os entravam. Ao mesmo tempo tranquilizando-os, elas os limitam, elas os impedem de percorrer as vias da transdimensionalidade." Trans, trans, trans,....

    "... e qualquer que seja o grau de confrontações que vocês terão a viver, a vantagem que vocês têm é enorme, porque vocês terão sido prevenidos, terão se beneficiado da radiância do Anjo, terão se beneficiado da vibração e dos ritos essenciais que lhes permitirão viver a confrontação, centrados no coração e conscientes do que vocês são." Não esquecer, não descuidar, não ....

    Essa reaproximação, essa inevitável quebra de barreiras, esse sentir, essas palavras sem nexo, esse querer ultrapassar o obstáculo, que eu sou , aparentemente impossível, contemos com a Graça, ...

    Uma Mensagem, de deixar-nos estraçalhados, rendidos, mas adoravelmente amorosa, solicitando-nos, ficar centrados, no Coração, na Luz, que somos.

    Sem confronto, fluidez na Unidade.

    Amém!

    ResponderExcluir