Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

9 de mai de 2009

O.M. AÏVANHOV – 9 de maio de 2009


DO SITE AUTRES DIMENSIONS


PRIMEIRA PARTE

NDR: O.M. AÏVANHOV é um interveniente que foi de origem búlgara e esteve encarnado há algumas décadas.
Encontra-se, hoje, em suas intervenções na canalização, seu sotaque, seu humor e seu francês aproximativo, como em sua vida, que nós respeitamos quando as transcrevemos.
Nós não agimos em nome de qualquer obediência, de qualquer tipo que seja, mas transmitimos, em toda transparência, as informações que este interveniente nos transmite para nos acompanhar ainda hoje.

E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los e, sobretudo, encontrar pessoas que eu não conheço pelo momento.

Então, eu lhes apresento todas as minhas saudações fraternais, antes de praticar como eu pratico.

Para aqueles que me conhecem, vocês sabem, e para aqueles que não sabem, eu vou dizer: eu funciono sempre com vocês para tentar lhes responder às questões.
Questões que concernem, obviamente, à sua evolução espiritual e ao seu futuro.

Então, vocês verão, eu tentarei ajudá-los o melhor que eu posso.

Outra coisa, também, que eu gostaria de dizer, porque aqueles de vocês que me conhecem, vocês sabem que eu tenho a carta de membro para fazer parte das efusões de energia que vocês viveram.
Então, eu gostaria de lhes dizer que é um sucesso muito grande porque, por todo o redor deste planeta, há um número, eu diria, muito grande de pessoas, pouco importa o número, que se juntaram a essas efusões de energia para, elas mesmas, se beneficiarem desta radiação da energia do ultravioleta, a fim de trabalharem no sentido da Luz e, enfim, reativarem o que vocês são realmente e fazerem cair os véus da ilusão que os encerram desde tão longo tempo e que nos encerraram desde tão longo tempo nesta realidade específica da terceira dimensão e, sobretudo, nesta forma que vocês vivem da dualidade, não é?

Então, eu lhes apresento todas as minhas saudações e estou, agora e já, pronto para escutar, caros amigos, as questões que virão e para as quais eu tentarei, na medida do possível, ajudá-los em seu caminho.

Então, eu lhes dou a palavra.

Questão: há uma diferença e, se sim, qual, entre a radiação do ultravioleta e a chama violeta?

A chama violeta, que é ligada em parte com o que vocês chamam o Conde Saint Germain ou também, em algumas tradições, ao próprio Arcanjo Miguel.

O Arcanjo Miguel, como sabem, na tradição, é aquele que protege, é aquele que vem livrá-los de tudo o que é dualidade e de tudo o que é “diabólico”, o diabo sendo, por essência, dual.
O diabo sendo uma figura alegórica, obviamente, que tomou diferentes máscaras no curso de diferentes civilizações que se sucederam nos mundos encarnados, há agora mais de 50.000 anos, não é?

Então, a chama violeta ligada ao Conde Saint Germain está ligada também ao Arcanjo Miguel, vai servir, sobretudo, para subir o nível vibratório em sua realidade densa.
É uma excelente energia para a purificação, a elevação vibratória e também as proteções do que vocês chamam e que eu chamaria, em minha vida, as liberações com relação às forças que não vão no sentido da Luz.

Agora, no que concerne à radiação do ultravioleta, o nome, em si, lhes significa que é uma energia que não é visível, em todo caso, com o espectro visível de seus olhos.
É uma energia que está ligada pelo Sol Central.

Vocês talvez saibam (ou, em todo caso, se não sabem, eu lhes digo), o conjunto desse sistema solar entrou sob a influência do primeiro Sol Central, aquele desta galáxia que é Sírius, Sírius A.

A irradiação lhes é emitida desde muito exatamente (e é muito preciso) o período do mês de agosto de 1984.
Desde este período, certo número de seres humanos foi capaz de despertar neles a recepção desta energia, que nada tem a ver com o ultravioleta.

Esta energia específica que foi recebida tinha por objetivo ativar todos os chacras, uns após os outros, através do que eu chamaria um movimento descendente, desde a parte superior até a parte inferior, para casar-se com as energias do Kundalini e voltar a subir, a fim de permitir (a esses seres que viveram isso desde quase um quarto de século agora) despertar o Kundalini e, sobretudo, sobretudo, constituir o que eu chamo o corpo de Luz e os novos corpos espirituais.

E aí está agora o Arcanjo Miguel que, ele, religa, sobre a Terra e sobre o conjunto desse sistema solar.
Ele não está sozinho, como ele disse.
Nós somos extremamente numerosos nas diferentes galáxias, nas diferentes constelações, nas diferentes dimensões, a vir para focalizar (ou canalizar, se preferem, é uma palavra que vocês gostam muito) e para canalizar, de algum modo, essas energias, mas que não vêm mais de seu Sol Central, mas do Sol Central do Universo, do conjunto das galáxias que tem por nome Alcyone.

Alcyone sendo uma das filhas das Plêiades, não é?

O que foi chamado, em algumas tradições, o ponto central no Pensamento de Deus, o que é chamado, em linguagem cabalística, Aïn Soph Aur, ou seja, o que está além da Luz, vem precisamente de Alcyone e esta energia não pode ser apreendida diretamente na encarnação se ela não é retransmitida pelos grandes seres como os arcanjos e também como eu.

Nós temos diferentes círculos concêntricos, se querem, que focalizam essas energias sobre o planeta em momentos precisos.
Elas se derramam, eu diria, desde o final de seu ano de 2008, porque o manto de proteção que cercava sua Terra e os planetas desse sistema solar não existe mais.

Vocês estavam isolados, de algum modo, das vibrações cósmicas, e isso desapareceu.
Além disso, sua galáxia, o conjunto desta galáxia, está, pouco a pouco, entrando numa irradiação fotônica de natureza específica, que é ligada à passagem específica que se produz em alguns ciclos todos os 26 ou 52.000 anos, conforme o período visualizado.

Vocês estão entrando presentemente nesta influência energética.

Então, a energia do ultravioleta, eu sei que ela pode ser chamada de diferentes modos.
O Arcanjo a chamou deste modo.

Por intermédio de outros canais (que não são centrados nos conhecimentos científicos, absolutamente), a palavra empregada é a irradiação adamantina, é ligada à irradiação específica que corresponde à sua própria irradiação de centelha divina.

É o Atman, se querem, dos orientais, dos hindus que é retransmitido.

O objetivo desta radiação é despertar sua própria Divindade.
É para o que nós nos ativamos e nos ativaremos durante este ano.

Então, eu gostaria também (e eu lhes disse e repeti) de agradecê-los do fundo do coração porque o trabalho de pré-ascensão é um êxito total e, como sabemos que realizamos apenas um terço do que deve ser realizado, temos uma esperança imensa de chegar a algo de magnífico.

Para os que não me conhecem, e algumas pessoas aqui talvez saibam, no ano 2005, quando comecei a intervir junto a esse canal, estava extremamente perturbado (mesmo eu) porque os níveis dimensionais onde estávamos, nós estávamos muito inquietos com a Terra.
Nós não sabíamos se havia uma capacidade real de ascensão desse sistema solar e, hoje, nós estamos verdadeiramente tranquilizados.

Então, aí está, há uma diferença essencial, efetivamente (eu volto ao seu assunto e à sua pergunta): a chama violeta tem um papel de subida na vibração nesta dimensão mesmo na qual vocês vivem que os aproxima da Unidade.

Em contrapartida, a irradiação que vocês recebem, quando a captam sob forma de pressão, ao nível dos chacras superiores, ao nível do plexo solar (de Manipura chacra), ao nível do Anahata chacra, corresponde a uma irradiação que os aproxima de sua Unidade.
Não é a mesma frequência, não é a mesma vibração, não é, tampouco, da mesma utilidade, mesmo se há analogias, seriam apenas com referência à cor violeta, é claro, a chama violeta e o ultravioleta.

Se querem, a chama violeta faz referência à Luz e o ultravioleta é um trabalho de Luz, mas desencadeado pelo Pensamento do Coração do Pai, ou seja, retém o que está além da Luz, no lugar em que a Luz não é mesmo nascida, lá onde se encontra o Coração e o Pensamento do Pai.
A Fonte das Fontes, se preferem.

Em outras tradições foi chamada (embora a palavra não me pareça coerente para descrever isso) a fonte de cristal.

É também o equivalente, no budismo tibetano, do que alguns tibetanos chamaram o Vajra, ou seja, o cetro, o coroamento, a realização que corresponde à unificação dos princípios inferiores com o Espírito ao nível do que está situado acima de sua cabeça e que se chama, portanto, a fonte de cristal, aí está.

Questão: o que você pode nos dizer sobre a civilização dos triângulos?

Por que a sociedade?
Porque a sociedade é uma palavra extremamente humana, a palavra social, societário, sociedade, em relação com, eu diria, as relações inter-humanas.

A civilização, o povo, se preferem, dos triângulos são os orquestradores, de algum modo, de todas as dimensões.

Eles estão presentes ao nível do que vocês chamam..., quando eu lhes falei das partículas adamantinas, vocês sabem, há o prana e, depois, o que corresponde às forças etéreas (os glóbulos de vitalidade, se preferem).

As partículas adamantinas começam a se manifestar a partir do momento em que um ser humano começa a viver em sua dimensão, o que era chamado anteriormente, pelos sábios orientais, e também em minha vida, o supramental.
O plano da Cità, como dizem os orientais.

Então, as energias da civilização ou do povo dos triângulos são as ordenadoras dos mundos que podem se manifestar à sua realidade, mas são níveis de consciência dificilmente apreensíveis, eu diria, mesmo para mim, do nível em que eu estou.

Obviamente, a comunicação com todas as dimensões é possível a partir da dimensão em que eu estou, mas nós não temos acesso a todas as informações relativas a esses triângulos.

Do mesmo modo, quando me acontece de ler nos casulos de Luz, por vezes, tenho necessidade de ter informações mais específicas, porque não é meu papel conhecer isso, vejam vocês.

A comunicação nas multidimensões em que nós estamos é diferentemente mais fácil, mas comunicar-se não quer dizer conhecer todas as dimensões, é claro.

Vocês estão, lá, nas dimensões que estão além da forma.
Não somente não há mais forma (humana ou não humana), mas não há mesmo mais esfera (no sentido, por exemplo, de um planeta ou de um sol), é bem além disso.

Portanto, são planos que talvez alguns humanos cheguem a conectar, mas não terão mais informações do que isso, a não ser o fenômeno vibratório que corresponde a um fenômeno pseudo-ascensional ligado à manifestação dessas civilizações triangulares.

Questão: quando se trabalha com os Mestres ascensionados nos diferentes grupos, é melhor se agrupar ou continuar cada um em sua especificidade?

Eu entendi a pergunta.
Caro amigo, eu posso responder uma coisa que é extremamente importante.

Como vocês constataram nos séculos passados, todos os Mestres (eu não falo dos Mestres ascensionados, mas aqueles que deixaram um vestígio, eu penso, por exemplo, em Bença Deunov, meu grande Mestre, olhem, por exemplo, os seres que eu encontrei na Índia, também), em todos os países do mundo, estavam sós no canto deles, porque era a época da separação a mais total.

Eles deviam semear os grãos, como eu semeei grãos, como semeou grãos Babaji, como semeou grãos Ma Ananda Moyi, e muitos outros sobre o planeta.

Obviamente, naquele momento, vocês jamais viram agrupamentos de Mestres.
Era algo de extremamente raro, porque cada um tinha sua especificidade e sua filiação que lhe era própria.

Não havia, como dizer, mistura possível.
Todos serviam à Luz, é claro, mas eles não podiam se misturar, porque havia diferentes correntes, diferentes filiações e diferentes movimentos energéticos.

O que acontece hoje (e é muito recente ao nível do planeta, em todos os países do mundo) é que há impulsos para que vocês se agrupem.
É válido, que vocês trabalhem com Mestre Tartapion ou Mestre Trucmuche, se querem, é exatamente a mesma coisa.

Hoje, vocês sentem uma aspiração para se agruparem.
Esse agrupamento deve se fazer pela afinidade vibratória e os Mestres sentem exatamente a mesma coisa, que eles sejam ascensionados ou que sejam Mestres encarnados, porque, como lhes disse o Arcanjo, vocês são todos Mestres.

Simplesmente, há quem ainda não saiba, eles recusam ver a verdade, mas isso virá, não é? E vocês vão receber cada vez mais injunções, impulsos ou para mudarem de região, ou para voltarem a um lugar preciso, ou para freqüentarem ou ficarem lado a lado com outras pessoas.

São afinidades que se criam que representam sinergias.
É um impulso desejado pela Luz porque, quanto mais houver o que eu chamaria de Lareiras de Luz, pessoas que vão se agrupar (mas não se agrupar para se isolar, é claro)...
Não é questão de criar correntes novas.
Eu diria, antes, que é a resolução das antigas correntes que vai se fazer deste modo.

É a primeira etapa do que eu chamaria os agrupamentos finais que serão prévios à ascensão da grande maioria dos humanos que ascensionarão, é claro.

Então, sim, se é algo que vocês sentem, é preciso fazê-lo, porque é uma injunção da Luz.
É a própria evidência da Luz de se reagrupar.

O que não era possível ainda há vinte anos torna-se a cada ano cada vez mais forte e presente para induzi-los a criar sinergias vibratórias, se querem.

Portanto, o tempo da meditação, sozinho em seu canto, terminou, porque mesmo se vocês são mestres de si mesmos, vocês devem se beneficiar de um afluxo de Luz ao redor de vocês.

Quanto mais forem para a Luz, menos vocês suportarão o que não é a Luz.

E quanto mais vocês forem para a Sombra, menos vocês suportarão a Luz.

Há uma espécie de decantação que está se fazendo, que reorienta totalmente seu modo de ver a vida, sua vida e seu modo de funcionar.

É inevitável, inexorável, e está a caminho.

Questão: há interesse em fazer grandes grupos, quando se trabalha num mesmo assunto, se não se está totalmente em afinidade vibratória?

Pelo momento, vocês estão na primeira etapa dos agrupamentos.
Esta primeira etapa dos agrupamentos necessita passar da unidade, se querem, a pequenos grupos.

O que eu chamo de pequenos grupos?
Não se esqueçam de que vocês têm ainda sua personalidade, mesmo se vocês despertaram em vocês os chacras superiores ou os chacras do coração ou o Kundalini.

A personalidade dissociada está aí, emboscada, queira-se ou não, ainda que ela se apague diante da Luz.
O único momento em que ela será definitivamente apagada é o momento em que vocês deixarem esta dimensão.

Os seres realizados nesta dimensão, mesmo meu mestre Bença DEUNOV, se querem, que era muito mais do que ele mesmo acreditava que fosse, porque ele era certamente o maior ser que jamais foi trazido sobre esta Terra, ao nível dimensional.

Eu não digo grande ao nível da função, porque, grande ao nível da função é Cristo e ninguém mais.

Agora, ao nível da entidade que foi Bença Deunov, era uma entidade que vinha de uma dimensão muito mais elevada que as dimensões permitidas pela encarnação.

Ele se manifestou, aliás, por um processo um pouco específico que é diferente do que se chama, em anglo-saxão, o walk-in, mas nós não abordaremos isso agora para não sobrecarregar.

Mas os primeiros agrupamentos são os agrupamentos de intenção por afinidade vibratória.

É evidente que o agrupamento ideal é constituído de 24 unidades de consciência, por razões extremamente precisas: porque existe, ao nível dos mundos multidimensionais, uma estrutura da Luz que não é fotônica.
É uma estrutura geodésica.
É uma estrutura que funciona no princípio do átomo de carbono, ou seja, com 6 lados, para aqueles que conhecem.

A partir do momento em que vocês são 6 vezes 4, vocês reconstituem uma unidade, quer dizer que as 24 consciências que estão no caminho de unificação são capazes, se querem, de recriar uma célula unitária em 24.

Isso não se faz de um dia para o outro, é claro, mas é a primeira etapa antes de outros agrupamentos que, estes, lhes serão propostos, no momento oportuno.

Portanto, as primeiras células, eu diria, idealmente, num primeiro tempo já, se vocês conseguem não se estriparem em 10, já está bem.
Mas se vocês conseguem subir para 24, então, aí, eu lhes digo, «eu tiro o chapéu», é que vocês estão em muito bom caminho.

Não é por acaso que há 24 Anciões.
Os Melquisedeques, os Ancestrais, eles são em 24 a dirigir, não é por acaso.

Questão: quais são as qualidades a desenvolver para viver isso?

Uma única qualidade é indispensável: se lhes digo «amor» vocês vão todos dizer «sim, o amor sabemos o que é».
Isso não é verdade.

A única virtude que lhes é indispensável, e eu insisto nisso, chama-se e chamar-se-á e é assim que deve ser: o não julgamento.

Quaisquer que sejam as pessoas com quem vocês desejam se colocar em grupo, não é uma vida em comunidade, é um compartilhar de vibrações, um compartilhar de competências, um compartilhar do amor, mas não para viver a bagunça.

Isso quer dizer simplesmente que vocês têm aspirações comuns, mas a aspiração comum não basta, porque o ego, também, ele aspira à Luz, tal como ele diz.

Portanto, estar desembaraçado do ego é já um caminho extremamente abrupto.

Se vocês vivem a energia do despertar, ou seja, se vocês recebem a pressão da radiação do ultravioleta ao nível da cabeça, se vocês percebem a ignição de seu chacra do coração, as coisas se farão mais ou menos naturalmente.

Vocês não impedirão os problemas do ego.
Vocês não impedirão os problemas dos medos, mas basta que se coloquem no coração, na Unidade, na proteção de Miguel e da pressão da radiação do ultravioleta, para que tudo se dissolva.

Uma palavra que eu emprego e que foi retomada por minha amiga, aí, que escuta tudo (ndr: Véronique Loriot) é dizer, por exemplo, que uma situação que está em harmonia deve gerar o que?
Fluidez, sincronia e Alegria.
É fundamental.

Se não há alegria, se uma das pessoas não está na alegria, isso quer dizer que, necessariamente, absolutamente necessariamente, se as outras estão na alegria, o problema apenas pode vir desta pessoa com relação à alegria.

Não devem acusá-la, contudo, por estar neste estado, porque há medos inerentes a algo que é fundamental.

Vocês sabem que o ser humano é condicionado em seu isolamento sobre a Terra pela noção de território, ou seja, o meu/eu.

Quando vocês dizem «meu, eu», há necessidade de proteção com relação ao ambiente, porque lhe disseram, vocês o vivenciaram, se vocês colocam a mão numa placa elétrica (na época isso quase não existia), a mão simplesmente sobre o fogo, isso queima, não é?

Então, o que se pode dizer com isso é que há em vocês uma necessidade de proteção, mas o amor não conhece a proteção.
O amor não tem necessidade de ser protegido.

Então, entre esses agrupamentos, há seres que já acenderam literalmente o coração.
E, obviamente, há entre esses grupos pessoas de muito boa vontade que querem se juntar a esses grupos, porque eles sentiram vibratoriamente que devem se associar a esse grupo, mas eles não podem eliminar de um dia para o outro os medos, porque o medo o mais importante do ser humano é o de perder seu território, porque ele crê que ele é limitado.

Mas os limites são aqueles que se dá: seu quarto e seu penico e sua cama, seus lençóis, seu automóvel, sua casa.
Nesses grupos, obviamente, se vocês estão no amor, nada de tudo isso pode existir.
Isso pode existir enquanto vocês estão nas construções.

Eu exprimi isso ontem, com relação a um grupo preciso de pessoas em que havia noções de medos.
Obviamente que, quando há medo e se você sofreu em sua vida, você não quer que isso volte a acontecer a você.

O problema é que vocês podem ir nesses estados, ou nesses lugares, com esses medos, quer dizer que é preciso eliminá-los.

Vocês devem ter confiança, confiança na Luz.
Mas, quando se diz abandono à Luz, isso quer dizer também abandono à Luz do outro.

Vocês não podem ir contra esse princípio, sem isso, vocês recaem na dualidade.

Então, imaginem: isso pode acontecer em grupos de dois, num casal.
Imaginem que em grupos de 6 a 8 pessoas, e eu não falo ainda de 24, isso arrisca ser um pouco penoso.

Mas hoje as energias não são de modo algum as mesmas.

A pressão, a radiação que vocês recebem é feita para fazer cair suas barreiras.
E vocês podem também resistir com relação a essas barreiras, porque vocês têm tanto o hábito, desde milhares de anos, de viver em seu território que é seu corpo que vocês não podem compreender que algo possa entrar nesse território.
Isso é também uma ilusão do Espírito.

Não há propriedade.
Tudo o que vocês conhecem nesse mundo, o Arcanjo Miguel lhes disse, será desconstruído muito mais rapidamente do que vocês creem.

Vocês o constatam ao nível dos elementos.
Mas vocês também, qualquer que seja seu despertar e seu acordar, vocês têm algumas coisas a desconstruir.

Vocês não podem forçar, pelo mental, pela emoção, em contrapartida, vocês podem se exercitar para não julgar.

Se vocês compreenderam isso, vocês terão dado um grande passo para a reunião de boas vontades, eu diria, e para a primeira etapa dos agrupamentos, mas, efetivamente, é um impulso que é desejado pela Luz desde o início deste ano.

É importante compreender que é inevitável.
Inevitável com relação à Luz que vem.
Inevitável com relação à desconstrução que vem.

Questão: poderia nos falar da ligação entre a primeira onda de ascensão e as embarcações de Ashtar Sheran?

O que é isso «as embarcações de Ashtar Sheran»?
Vocês sabem, os nomes que vocês dão não são sempre...
Eu vou lhes dar um exemplo que é muito simples.

Em uma época havia pessoas que frequentavam as canalizações que haviam recebido um ensinamento dos anjos.
O canal, que era canadense ouviu um nome de anjo, então, ele escreveu os anjos Xedah.
Mas Xedah não existe.
Chamam-se os Shadaï El Shaï.
Isso nada tem a ver com o sotaque canadense, o canal entendeu Xedah e permaneceu Xedah.

Portanto, agora, Ashtar Sheran, são as palavras que vocês empregam.
São seres que lhes são apresentados desde já certo tempo.

As ondas de ascensão são múltiplas.
Há ascensões individuais que começam a se produzir.
Há também ascensões com ou sem o corpo.
Isso nos levaria muito, muito longe.

A única coisa que vocês devem compreender é que vocês não são dependentes de um disco voador para ascensionar.
Aqueles que creem nisso nada compreenderam dos mundos multidimensionais.

A ascensão é uma translação dimensional com ou sem o corpo.
Um dia vocês estão numa realidade.
Progressivamente, ou de um único golpe, um dia, vocês estão em outra realidade.

Os modos de ascensão são múltiplos, mas liguem-se em seu coração porque, aí também, são projeções do mental imaginar como pode acontecer a ascensão.

A ascensão é uma translação.
Há ascensões que se produzirão graças ao fogo.
Eu não falo do fogo Micaélico que vem queimar gentilmente o peito.
Eu falo do fogo que vem queimar a Terra, isso é outra coisa.

Mas aquele fogo provoca também a ascensão.
Não é a morte.
Não há dissolução da consciência.
A consciência cobre um novo corpo, Corpo de Luz, como vocês o chamam, ou corpo cristalino, ou corpo de Diamante, para aqueles que vêm de dimensões ainda mais elevadas.
Mas é muito complexo.

Em todo caso, vocês devem tirar da cabeça a noção de que haverá um belo disco voador todo de metal que virá acolhê-los e buscá-los.

Isso existe, obviamente.
Há um número infinito de pessoas, de entidades conscientes (de baixa consciência e de muito alta consciência) que supervisionam a Terra, cada um para vir recolher o que devem recolher.

Então, a única maneira de não se enganar, não é imaginar ou sonhar ou projetar com relação a um disco voador, com relação a uma Merkabah, como vocês dizem, individual ou coletiva ou o retorno de Jerushalaïm, a Jerusalém Celeste, mas, efetivamente, pensar em seu coração o que lhes corresponde.

A solução está verdadeiramente ao nível do coração.
Vocês não terão qualquer solução com relação a isso com a ferramenta mental.

Se vocês vão no fundo do coração, haverá menos prudência necessária, porque o coração é seu guardião.

Questão: há diferenças entre as diferentes ondas de ascensão?

Sim.
Elas são estendidas no tempo.
Elas concernem a certo número de anos.
Elas concernem a ascensões de múltiplos caminhos, eu lhes disse.

Há ascensões sem o corpo.
Há ascensões com o corpo.

Atenção, porque se vocês ascensionam com um corpo podre, o corpo vai mesmo se transformar.

Vocês sabem que a passagem na 5ª dimensão muda totalmente a estrutura celular, a estrutura do DNA e o número de hélices de DNA.
Há passagem de um metabolismo específico, à base de carbono, para um metabolismo à base de silício, em outra vibração (à base de sílica, se preferem).

E, para alguns seres, no carbono, novamente, mas em uma dimensão muito mais etérea onde o mundo se torna informativo e não mais biológico, mas, isso é uma outra história.

Então, as ondas de ascensão são várias.
Eu creio que Miguel já disse, há dois ou três meses, que haveria ondas de ascensão que começariam a partir de 7 de maio, ligadas a movimentos de população ligados a inundações, sobretudo em relação às costas [litoral].

Questão: qual é o papel de Mãe Mera atualmente sobre a Terra?

Colocar fogo no pó.
É uma expressão.
Colocar fogo no pó é acender.

Vocês sabem, há uma imensidade de seres sobre a Terra que trabalham para a Luz.

O que é importante é que nenhum Mestre pode lhes conferir o despertar.
Nenhum.
Absolutamente nenhum.

Apenas você que pode acender a mecha.
Ele pode lhes mostrar uma energia.

O único modo que um Mestre pode lhes transferir o despertar é transmitir-lhes sua quintessência [substantifique moelle] quando de sua morte, ou seja, o princípio de filiação espiritual e de incorporação [adombrement] total pela energia do Mestre.

Diferentemente, um mestre pode lhe propor, pelos rituais, pelo que ele é, certa dimensão energética que vai fazê-lo fazer uma experiência.
Experiência de fusão com o todo, experiência de Samadhi, experiência de fusão cósmica.
Mas isso permanecerá apenas experiências.
Isso dará boas lembranças, mas não a realidade.

Apenas você é quem pode desencadear a permanência e a realidade de seu despertar e é muito bem feito assim.

Se querem, o que é chamado o despertar corresponde a certo número de estigmas, ao nível do corpo, extremamente precisos.

Então, mostrem-me um ser que foi realmente despertado, de maneira consciente, por um ser encarnado.

Há seres que foram despertados na aproximação desses Mestres, mas por que, obviamente, eles se acenderam a si mesmos, eles se reencontraram a si mesmos, na presença do Mestre, mas não é a mesma coisa.

Pode haver transmissões, como faz Miguel, de outras dimensões, para ativar algumas funções, alguns corpos.
Há seres também que são capazes disso.

Não são os mestres, é o comum dos mortais, não devem tomá-los por Mestres, como gurus, são Mestres que estão na vida normal e, por que eles ativaram, neles, sua própria Luz, são contagiosos.

Pelo princípio de ressonância eles ativam em vocês uma experiência que desencadeia sua vontade de acender a mecha, mas ninguém pode acender a mecha em seu lugar.
Isso está muito claro.

Em contrapartida, um Mestre pode fazê-los viver uma experiência.
Isso é completamente verdadeiro.

Ele pode mesmo fazê-los se colocar no Samadhi durante um dia, uma semana, um mês, um ano, se ele o quiser, mas, em nenhum momento, ele poderá interferir em seu livre arbítrio.
E mesmo quem se desperta após ter encontrado o Mestre, ele vai agradecer o Mestre e o Mestre lhe devolve dizendo: «é a você mesmo que deve agradecer».
Senão, não é um verdadeiro Mestre.

Questão: se um terço da humanidade é despertada...

Ah, creio não ter dito isso.
De modo algum.

Se fôssemos um terço, caro amigo, vocês teriam ascensionado desde muito tempo.

Os seres despertos sobre o planeta, atualmente (ou seja, eu não digo desperto à espiritualidade, eu falo desperto à construção de seu corpo) recebem a energia pelos chacras superiores.

Nos tempos antigos (quer dizer, antes da intervenção desses três últimos anos) eles despertavam o kundalini, recebiam o Espírito Santo ou a Shekinah ou a Shakti, segundo sua terminologia, pouco importa, a irradiação azul de Sírius, se preferem, também, e eles construíram o corpo de Luz, o veículo de Luz a que vocês chamam Merkabah.

Mas há seres hoje que são mais novos, eu diria, na encarnação, que vivem a pressão da radiação do ultravioleta para acender e despertar o coração na realidade.
Não é o despertar para o interesse espiritual.

O que eu falo é o despertar da consciência pura.
Este despertar da consciência pura, hoje, nós estamos muito contentes, como eu lhes dizia, porque, a grosso modo, se atingimos, no final de junho, o nível de seres totalmente despertos numa porcentagem da ordem de 1 a 2%, isso será enorme.

Mas depois os outros serão capazes, a princípio, de irem de maneira exponencial para um número mais importante.

Mas, ainda uma vez, não devem crer que todos os seres humanos têm vontade de ascensionar.

Vocês, vocês estão aí, eu duvido efetivamente que vocês tenham todos vontade de retornar à Luz.
Mas há seres que estão também muito felizes.

Mas tem-se também necessidade desses seres que vão recomeçar um ciclo a fim de ensinarem, instruírem e semearem os novos grãos.

Estes não podem viver o que vocês chamam a ascensão e, no entanto, ninguém os condena.

O importante para nós é que certo número de seres humanos chegue ao porquê vocês se encarnaram e nós nos encarnamos todos, a maior parte, para isso que foi a transubstanciação da matéria, ou seja, a translação desta matéria (que é feita de seu corpo, da matéria da Terra e dos diferentes reinos que evoluem) para outro estado dimensional, através do sacrifício de sua própria Luz que vocês fizeram durante todo esse tempo.

Mas há pessoas que têm vontade de prosseguir o sacrifício e é liberdade delas a mais absoluta.

Mas nós temos necessidade de certo número para permitir uma ascensão, em diria, na suavidade.
É efetivamente uma grande palavra, mas uma ascensão coerente, digamos.

Questão: ascensionar com ou sem o corpo releva de nosso livre arbítrio?

O livre arbítrio existe unicamente em certo nível.
Vocês clamam todos, aqui, sobre a Terra, o livre arbítrio.
Sim, vocês têm o livre arbítrio enquanto vocês recusam a Luz.

Mas, quando vocês aceitam a Luz, não há mais qualquer livre arbítrio, vocês são inteiramente determinados pela Luz que os rega.
Isso faz parte do abandono à vontade da Luz e do Pai.

O livre arbítrio existe apenas para os seres que prosseguem na dualidade.
Porque o livre arbítrio dita escolhas.

Ora, quando vocês estão conectados à Luz, quando vocês estão despertos, quando vocês estão acordados, vocês não têm mais qualquer liberdade ou, então, vocês têm a ilusão de crer, porque a Luz é inteiramente determinada quanto à sua evolução.

O grande sacrifício que vocês fizeram através da encarnação é justamente o livre arbítrio.
Mas vocês não podem pretender o livre arbítrio deixando a dualidade.

O livre arbítrio é algo de confortável até certo grau de evolução e despertar.
Mas quando o despertar acontece totalmente, vocês não têm mais o livre arbítrio.
Vocês estão inteiramente sob a influência da Luz.

É o ego que os faz crer que há o livre arbítrio.
Ele resiste, é claro, ele quer ter a escolha, ele quer escolher, ele não quer deixar a Luz agir.

Mas lembrem-se de que, quando vocês estão sob a influência da Luz, tudo acontece na alegria, na simplicidade e na sincronia.
Isso é fundamental.

Agora, ascensão sem o corpo quer dizer o que?
Quer dizer que o corpo é purificado pelo fogo solar.

Naquele momento, vocês deixam seu envelope corporal, mas sem perder a consciência.

Mas se vocês ascensionam, vocês reintegram imediatamente um novo corpo.
Isso parece difícil a crer ou a explicar, mas é a verdade.

A ascensão com o corpo concerne aos seres que terão sido capazes de subir suficientemente o nível da Luz neles para ativar, de um lado, as 12 fitas de DNA e, de outro lado (e as duas condições não são equivalentes, eu diria) terem constituído desde muito tempo o corpo de Luz e, sobretudo, os 5 novos corpos espirituais, porque vocês passam de um sistema de 7 para 12.
Vocês ganham uma oitava.

Então, na prática, o importante a compreender é que aqueles que assegurarão a ascensão, a transição (a translação, é a palavra que eu prefiro) com o corpo são aqueles capazes de guardar a estrutura biológica e transmitirem um ensinamento que terão recebido durante certo tempo, de maneira direta e não por canalizações pelos seres e entidades de Luz em um momento preciso que ocorrerá após.

Estes se juntarão, após certo lapso, com o corpo, pela translação, à nova dimensão onde terão já chegado aqueles que transladaram sem o corpo.
Eles serão portadores das novas sementes de vida.
Eles serão portadores de novos ensinamentos multidimensionais, porque é um aprendizado.

Se querem, é como quando vocês morrem.
Antes, obviamente, desta época, vocês saíam do corpo, vocês podiam vagar ao lado do corpo e de um golpe vocês se apercebiam que havia na extremidade uma espécie de vórtice com uma Luz que podia mais ou menos atraí-los.

Por vezes, há quem parava no curso do caminho, porque eles estavam demasiadamente pesados, porque tinham desejos, porque não haviam terminado e outros iam muito longe e depois, a um momento, lhes diziam «não, você não pode ir mais longe porque, se vai mais longe, você pode não mais voltar».

Vocês compreendem o que eu quero dizer, não unicamente na experiência de morte iminente, mas também após a morte.

Havia barreiras, se querem.
Essas barreiras, quando vocês transladarem sem o corpo, elas não existirão mais.
Vocês terão a consciência total, mas vocês não terão o ensinamento da nova vida.
O ensinamento da nova vida lhes será dado por aqueles que ascensionarão, por último, com o corpo.

Isso dito, não há inconvenientes ou vantagens em ascensionar com ou sem o corpo, uma vez que, de todo modo, a consciência não se interrompe.
Isso que é importante.

Eu desejo boa coragem àqueles que ascensionarão com o corpo.
Porque é algo de extremamente feliz, mas que é um pouco mais longo.
E há, entre vocês, eu vejo nos casulos de Luz, quem está pronto para se juntar à Luz, se lhes disserem.

Questão: isso quer dizer que estes vão permanecer mais tempo encarnados?

Obviamente.
Porque são eles que vão receber os ensinamentos dos Mestres de sabedoria eterna.
São eles que vão receber todas as sementes de vida e todas as sementes dos novos mundos espirituais que vocês ainda não conhecem.

Segue na canalização de O.M. AÏVANHOV de 9 de maio de 2009 - (2/2)







SEGUNDA PARTE


Sequência da canalização de O.M. AÏVANHOV - (2/2)

Questão: o que você entende por corpo espiritual suplementar?

Sem entrar nos detalhes, vocês sabem que evoluem num mundo chamado 3ª dimensão, que foi qualificada de dissociada, ou seja, onde a dualidade prevalece (porque há mundos a matéria de 3ª dimensão que funcionam sem terem cortado a ligação à sua divindade).
É... pouco importa, não é a questão.
Aliás, qual é a questão?

Vocês estão num sistema de 3 dimensões dissociadas que funcionam com base no número 7.
Há sete dias na semana.
Há sete cores no arco-íris e, sobretudo, vocês têm 7 chacras.

Na 5ª dimensão vocês têm 12 chacras.
Vocês não têm mais 7 corpos, mas vocês têm 12 corpos.
Há, portanto, adição, desde o mês de agosto de 1984, às suas estruturas, para aqueles que despertaram, 5 novas frequências vibratórias correspondendo aos 5 novos corpos espirituais (e não mais fisiológicos) e às 5 novas funções espirituais.

Eles estão situados em lugares extremamente precisos do corpo.
Eles correspondem a funções extremamente precisas, já, na encarnação, mas que vocês reencontrarão totalmente na 5ª dimensão.

Eles estão presentes porque se localizam em lugares precisos do corpo.
Manifestam-se ao nível dos novos chacras.

Então, a localização, se querem, mas sem entrar nos detalhes: há um que está entre o Manipura chacra e o Anahata chacra, ao nível da ponta de seu osso esterno.
Esse corpo corresponde ao nascimento do embrião Crístico.
É a famosa porta estreita de que falou o Cristo: «ninguém pode penetrar o Reino dos Céus se não voltar a ser como uma criança», ou seja, abandonar certo número de crenças, certo número de prejulgamentos.
É o nascimento do corpo Crístico.

Depois, há o corpo o mais importante, aquele no qual a pressão da radiação do ultravioleta age, hoje, e que está situado entre o Anahata chacra, ou seja, seu chacra do coração e Vishuda chacra, ou seja, o chacra da garganta.
Entre esses dois chacras há um ponto preciso, que corresponde ao corpo de irradiação do divino.
É o corpo que, quando está ativado, permite-lhes irradiar a Luz.
Esse é o 9º chacra, ou o 2º corpo espiritual.

Há três outros corpos.
Um que está situado na garganta, entre Vishuda chacra e a ponta do queixo, que corresponde ao que se chama o 10º corpo ou corpo de comunicação com o divino.

Os nomes hindus existem, mas eu não quero sobrecarregar-lhes a cabeça.
Eles foram descritos há muito tempo no Mahabarata.

Há, em seguida, o 11º corpo.
O 11º corpo é o último a se ativar.
Ele começa a se ativar na maior parte dos mutantes desde 1 a 2 anos no máximo.
Ele está situado sobre o lábio superior, no sulco sob o nariz.
Esse corpo corresponde ao Verbo criador.
Ele lhes conferirá, quando estiver totalmente ativo, a capacidade para se comunicar inteiramente de maneira telepática.
Ele se chama o Verbo criador, porque vocês sairão da palavra para entrar no Verbo.

Naquele momento, a Terra terá basculado seus pólos.
É o corpo da reversão.

Quando eu falo de corpos, eu falo dos pontos chacras mas eles correspondem a envelopes nos casulos de Luz, que são muito mais luminosos do que aqueles que vocês conhecem e que estão situados na parte superior do corpo.

O conjunto dessas cinco estruturas espirituais determina o que se chama a Fonte de Cristal ou corpo de cristal ou Vajra.

O último corpo ou 12o corpo é chamado andrógino primordial.
Ele é a superação total da dualidade e sua fusão na unidade.
Ele está situado acima, ligeiramente, da ponta do nariz.
Poder-se-ia entrar muito em detalhe em suas funções, mas não é o objetivo hoje.

Questão: o que você entende por «mutante»?

Os mutantes são aqueles que ativaram, desde já certo número de anos, o despertar do kundalini.

Eles receberam o Espírito Santo, eles perfuraram as bainhas dos chacras.
Eles se juntaram, pela energia do Espírito à energia do kundalini e as duas energias voltam a subir ao mesmo tempo, ativando os novos corpos e conferindo a estes o status do que eu chamei «mutante», mas são seres totalmente despertos.

Questão: as pessoas que fizeram a escolha de retomarem um ciclo, em qual nível elas retomariam esse ciclo?

Tudo depende, obviamente, de seu desejo e de sua capacidade para prolongar o juramento.

O juramento que vocês fizeram quando vieram nesse mundo dissociado, que era esquecer sua conexão à Divindade para espiritualizar a matéria.

Agora, ninguém os fará engajar.
Se vocês desejam viver na 3a dimensão unificada, esse será o caso.
Se vocês se sentem suficientemente fortes para recomeçar, com o juramento de reencontrar, no final, sua Unidade e sua Divindade, essa será também uma escolha que lhes será proposta.

Mas não são escolhas que lhes serão propostas do exterior.
São vocês mesmos que fazem as escolhas.

Questão: os acervos desse ciclo serão conservados num eventual ciclo futuro?

Depende do que você chama acervo.

Questão: resoluções, compreensões...

As resoluções fazem parte de sua encarnação e de sua dualidade.

A matéria é muito nobre, não devem crer que seja suja, a experiência da matéria.
Ela é muito nobre, mas é, por vezes difícil, sobretudo quando vocês cortaram a Divindade e fizeram a experiência da encarnação, desde mais de 50.000 anos.
É um sofrimento enorme, eu o concebo, mas quando vocês reencontrarem sua Luz e o que vocês são, vocês agradecerão à Luz por ter lhes permitido viver esta experiência, mesmo se, hoje, não é o caso, eu compreendo, efetivamente.

No entanto, os mundos da encarnação em 3 D unificada ou dissociada são profundamente diferentes.
Recomeçar um ciclo 3D unificado necessita, de qualquer modo, recuperar a memória de sua Divindade e também a memória das suas encarnações passadas, mas na nova vida.
Enquanto que aqueles que escolherão viver uma 3a dimensão de novo dissociada deverão passar necessariamente pelo esquecimento.

Questão: Jesus ou Buda fizeram a escolha de esquecer sua Divindade manifestando-se sobre Terra?

Buda, sim. Jesus, não.
Jesus recebeu o princípio solar, Cristo solar, quando da sua missão pública, mas, obviamente, ele tinha a consciência total de quem ele é, do dia do seu nascimento até sua morte.

No entanto o seu corpo não podia suportar a totalidade que ele era antes do período do seu ministério público.
É naquele momento que o espírito solar se efusionou totalmente nele.

Vocês sabem, há certo número de seres que ainda eram encarnados há pouco tempo que, hoje, não têm mais de modo algum forma humana ou forma humanóide, mesmo nos mundos de Luz.
Tornaram-se planetas, ou sóis.

Vocês não podem se tornar um planeta ou um sol sem terem feito a experiência da matéria, evidentemente.

Há muito grandes seres que foram encarnados, há ainda pouco tempo, e que tiveram múltiplas encarnações que são, hoje, o corpo dos planetas.
Isso lhes parece difícil conceber, mesmo conceituar, mas é a realidade.

Questão: o que você pensa da vinda de Maitreya?

É algo que muitas pessoas esperam desde muito tempo, parece-me.
É, como vocês dizem, em francês, é o arlesiano [personagem invisível ou fantasma] , ouve-se falar, mas não se vê jamais vir.
Sim, por que não?

Lembrem-se: não é porque o Arcanjo Miguel está aí, porque eu estou aí, ou que outros canais, médiuns, recebam múltiplas entidades que querem entrar em contato com vocês (a telepatia é algo que está se desenvolvendo com toda velocidade)...
Entretanto, não esperem outros salvadores além de vocês mesmos.

Eu lhes repito, que eles se chamem Tartapion ou Maitreya ou Mãe Meera ou outra pessoa.
Eles foram modelos que lhes apresentaram modelos a seguir, talvez, mas nenhuma salvação pode vir do exterior, ela virá apenas de você mesmo, mesmo se o Cristo voltasse hoje num corpo de carne.

Hoje, para confortar o que está escrito, certamente, o livro o mais místico que foi escrito sobre a Terra (na tradição ocidental, eu não falo da tradição oriental) é o Apocalipse de São João.

Ele efetivamente disse que Cristo voltaria como ele partiu.
E como é que partiu o Cristo quando de sua ascensão?
Ele partiu com seu corpo e, no Pentecostes, ele efusionou seu Espírito Santo sobre a totalidade dos apóstolos.

O Cristo deve voltar como ele partiu.

Então, se vocês me dizem que o Cristo está num corpo de carne, em algum lugar, esperando se revelar, eu não posso aderir a isso.
Aí está.

Há diferentes nomes que foram dados, que são muito exóticos.

Há a palavra Sananda, há a palavra Maitreya.
Há conotações, assim, orientais, que fazem muita ligação, eu diria.

Cristo é Cristo, Christos, em grego, o ungido do Senhor, é tudo o que isso quer dizer.

Vocês são todos Christos, disse-lhes Miguel.
Então, por que querer esperar algo de exterior a vocês?

Revelem e despertem o que vocês são.
Vocês são tudo isso.
Vocês são o conjunto dos mundos em vocês sozinhos.
A única diferença é que Cristo o sabia e, vocês, vocês não sabem e, portanto, vocês não têm consciência disso.



Questão: qual é a função das crianças índigo, cristal ou diamante?


São seres que nasceram com uma ou várias fitas de DNA a mais.

Elas são já, a maior parte, totalmente telepáticas, se querem, totalmente canais, se preferem.

Elas são os despertadores.

Muitas pessoas pensam, quando têm filhos: «Meu Deus, é a ascensão, o que vão se tornar meus filhos?».

É preciso saber que não são vocês que devem se ocupar de seus filhos.
São seus filhos que vão se ocupar de vocês.
Porque eles estão já religados a esta dimensão, a maior parte.
A totalidade, eu diria, das crianças índigo e das crianças cristal.

Questão: como acompanhar as crianças índigo, hoje, para despertá-las ao que elas são?

Eu tenho vontade de responder: «Deixem-nas viver».
São elas seus acompanhadores e não vocês que as acompanham.
Elas são seus Mestres.

Questão: parece-me que há nisso «perdição»?

Elas estão inadaptadas.
Elas estão inadaptadas porque, efetivamente, elas chegaram com uma consciência totalmente aberta num mundo...
Imaginem que vocês se encontrassem num jardim pleno de rosas e, de um dia para o outro, vocês se encontrassem numa fossa de estrume.
Isso é bizarro, não é?

É que, mesmo se você mesmo é oriundo de uma rosa, tem assim mesmo vontade de sair da caca, não é?
Isso é importante a compreender.

Mas vocês não devem se preocupar.
Ainda que isso lhes dê medo, ainda que vocês tenham a impressão de que algumas dessas crianças caem ou se tornam mais ou menos inadaptadas ou mesmo loucas.
Isso não durará.

A Luz está aí, agora, a maior parte deles sente o que está acontecendo.

Não creiam que há apenas alguns privilegiados humanos que estão conscientes do que está acontecendo.

Os próprios vegetais o sabem, os próprios animais o sabem, próprios minerais o sabem.
Então, nenhuma inquietação com isso.

Mesmo se o período seja duro, e arrisca ser duro.

Lembrem-se do que disse o Arcanjo.
Quanto mais vocês estiverem em seu coração, mais as dificuldades pararão por si.
Essa é a realidade.

Quando Cristo dizia em um nível metafórico: «Será que o pássaro na árvore vai se preocupar com o que ele vai comer amanhã?».

Obviamente, o mundo que vocês criaram, baseado na competição, baseado no dinheiro, implica em que vocês se adaptem a isso.
Mas o dia em que os valores de competição, o dia em que os valores do dinheiro não existirem simplesmente mais, quais serão os valores que serão colocados adiante?
Você não terá outra moeda de troca além de você mesmo.
Você não terá outra moeda de troca além de seu próprio coração.

Vocês não poderão contar com um bilhete ou com o que quer que seja.
Vocês poderão contar apenas com seu coração.
Isso se junta, aliás, ao interesse de agrupamentos de que falei.

Era essa a questão ou eu a desviei?
Isso responde à questão.

Questão: o dia em que não teríamos mais necessidade de dinheiro está próximo ou distante?

A questão tem dois gumes.
Vocês assistem, como eu lhes anunciei já desde vários anos, com as noções do tempo que, há ainda três ou quatro anos, não seriam tão fiáveis como agora porque, como lhes disse o Arcanjo, vocês passaram de um governo humano para um governo espiritual.

E essa passagem de um tempo humano se acompanha também de uma passagem para um tempo espiritual.
O que explica que o Arcanjo possa lhes dar reuniões em hora fixa, mesmo se ele se engane ainda nos dias, porque ele não conhece os dias.

É difícil, nós bem dizemos a ele e lhe sopramos pelas costas que ele se coloque completamente, mas ele não compreende.

Ele fala, aliás, de dia, quando ele quer falar de seus dias e de suas noites, porque ele não compreende a diferença dia / noite.
Não é grave.

O que eu quero dizer com isso, o dinheiro, os valores do antigo mundo estão se desabando sob seus olhos.
Seria preciso verdadeiramente ser um avestruz, ter a cabeça no fundo do buraco, dez metros sob a terra, para não ver o que acontece, não é?

Vocês estão todos conscientes disso, que vocês estejam no caminho de ascensão ou não.
Apenas os avestruzes é que recusam ver o que acontece, não é?

Então, o que acontece é uma realidade e, como diziam os índios (os índios diziam coisas interessantes) ao homem branco: «o dia em que vocês tiverem abatido todas as árvores, o dia em que tiverem pescado todos os peixes, o dia em que tiverem matado todas as caças, o dia em que tiverem comido e destruído todos os grãos, vocês se aperceberão que o dinheiro não alimenta.
É tão simples e tão prosaico isso, mas é a realidade.

É para quando?
Mas é para muito em breve!
Vocês estão neste período.
Agora, eu não posso lhes dizer: «é amanhã», mas, em todo caso, não será em um ano.

Questão: você pode nos falar informações sobre as mudanças climáticas?

Sim, vou lhes dizer algo: vocês nada viram.

A manifestação dos elementos é privilégio do Arcanjo Miguel.
O Arcanjo Miguel se mata de repetir, por intermédio do canal em que estou, por intermédio de múltiplos canais sobre a Terra, com palavras que são próprias ao canal, é claro, e fala das modificações dos elementos que ocorrem atualmente.

Mas Miguel insiste muito que a nada serve se preocuparem com isso, porque é importante estar informado, mas há pessoas nas quais a verdadeira informação dá medo e é, aliás, por isso que suas mídias não querem, sobretudo, que vocês saibam o que acontece no mundo.

Vocês nada sabem, apesar da internet, vocês não sabem um décimo da realidade do que está em curso.

Então, vocês se consideram estar num país, como dizem, «abençoado dos deuses» e numa região, apesar de tudo, «abençoada dos deuses».
Houve, parece, uma grossa tempestade, digamos.
Mas a grossa tempestade não é nada.

Aqueles que vivem as tempestades, agora, não viverão a do após e eu lhes asseguro que os ventos que vão se manifestar daqui até o final deste ano, nos diferentes lugares do mundo, não são pequenos ventos.
São velocidades que jamais foram atingidas sobre a Terra.

Então, não se preocupem com isso porque, se vocês estão no coração, nem o dinheiro, nem o clima lhes faltarão ou os atacarão.
Isso está claro, essa é uma verdade espiritual.

Vocês chamam a isso, eu creio, princípio de ressonância ou princípio de reação, mas isso vai bem além.

Testa-se, assim, sua capacidade de adesão à Luz, sua capacidade para aceitar a Luz e sua capacidade para ter a fé total na Luz.

Portanto, não se preocupem com isso porque, de todo modo, vocês estarão no bom lugar, no bom momento, a partir do momento em que vocês confiam, a partir do momento em que vocês se abandonam à Luz.
Não pode ser de outro modo.

Será necessário repetir isso ao Incansável [refere-se a Jean-Luc Ayoun] porque ele adora prever tudo...

É necessário efetivamente compreender que preparar hortas é muito agradável, preparar comida é muito bom, mas o mais importante é permanecer centrado.

Como por milagre, vocês verão que as coisas acontecerão da maneira a mais luminosa possível.

Mas se vocês encaram isso como uma catástrofe, será uma catástrofe que vocês viverão, ascensão ou não ascensão.


Questão: é possível, em nosso nível, ativar melhor a energia do fogo?

Caro amigo, eu responderei que isso chegará bastante cedo.
A espada Micaélica, os Serafins, ativaram em vocês esta veia de fogo no coração.

Pouco a pouco vocês vão se habituar ao fogo.
O fogo é a energia da transfiguração, tal como a viveu Moisés ou Elias quando de sua ascensão, ou também Enoque.

O fogo é o elemento transmutador por excelência.
Trata-se de um fogo físico, mas também de um fogo alquímico, mas é um fogo que queima o que deve ser queimado.
Então, deixem o fogo investir em vocês tranquilamente.

Não vale a pena pressionar as coisas naquele nível, a menos que vocês queiram terminar como Enoque ou Elias.
Lembrem-se de que Moisés viu o fogo, ele não passou pelo fogo.

Questão: esse fogo é precedido da noite escura da alma?

Tudo depende do caminho que vocês seguiram.

De qualquer modo, ou vocês ativaram os chacras superiores antes da pressão da radiação do ultravioleta e despertaram o Kundalini, caso em que o fogo que vocês terão a viver não corresponderá jamais à noite escura da alma, porque vocês viveram transformações importantes.

Entretanto, o fogo do coração, tal como o descreveu o Mestre do Ar, ou seja, RAM, corresponde realmente, se querem, a um processo de expansão do fogo partindo do coração.
Isso é possível com um período prévio de grandes dúvidas.

É o que vivem alguns seres nesse momento que estão, como eu gosto de dizer, com as nádegas entre duas cadeiras.
Quer dizer que eles estão com as nádegas entre sua própria Luz que está desperta e a dificuldade que eles têm de soltar alguns medos inerentes ao seu caminho, à sua encarnação.

Nesse caso, eles podem manifestar noites escuras da alma, mas que não vão durar anos, obviamente.

Tanto mais que o Arcanjo Miguel disse que, de aqui até o início de seu verão [inverno no hemisfério sul], a iluminação do coração será quase total para aqueles que tiverem seguido o caminho da Luz.

Questão: pode-se, após a passagem, reencontrar seres que foram queridos durante a encarnação?

É preciso efetivamente compreender que, quando vocês entram na multidimensionalidade, os apegos que vocês têm nesse mundo cármico ou não cármico, familiar ou não familiar, afetivo ou não afetivo, sexual ou não sexual, fazem parte dos apegos ou das relações que vocês criaram nesta vida ou numa outra vida.

As relações, tais como vocês as definem, mesmo positivas, não existem absolutamente mais nos estados multidimensionais, quer dizer que vocês reencontrarão, que vocês reconhecerão as pessoas com quem vocês viveram, mas vocês não poderão provar o que vocês provam hoje por tal pessoa querida, numa vida passada, mas isso será uma lembrança desprovida de emoções, desprovida de atração, desprovida de repulsa.
Isso é muito importante a compreender.

Não esperem recriar situações afetivas, sexuais, familiares ou outras, nos estados multidimensionais.
Isso não existe.

Não se esqueçam de que as barreiras, o que eu chamei o território de sua encarnação, de sua história, não existe simplesmente mais a partir da 5ª dimensão.

Questão: poderia nos falar do destino da França, suposta de iluminar o mundo?

Eu sei que cada país tem, eu diria, uma máxima.
Eu, eu diria que a França é, antes, o país das cabeças de caboche, quer dizer, pessoas que têm um tal intelectualismo, uma tal incapacidade para sair de seu intelecto que isso se torna cômico, visto lá do alto, apesar do despertar e apesar de um país que deve iluminar o mundo, como vocês dizem.

Mas não devem se enganar porque esta missão, isso subentenderia que a nova Terra ou o novo planeta (eu não direi nada sobre isso), mas que a França vai persistir assim.
Não, eu não creio.
Simplesmente, vocês são já abençoados dos Deuses, porque, quando vocês olham o que acontece em outros países, o que aconteceu desde 40 anos em outros países, vocês são mesmo extremamente privilegiados.
E eu creio que vocês permanecerão ainda bastante privilegiados nas tribulações que virão.
Isso já é enorme.

Agora, a missão de um país, isso nada mais quer dizer nos mundos multidimensionais que são, eu os lembro, mundos na maior parte interiores aos planetas tais como vocês os conhecem.
Em todo caso para a 11ª dimensão.

Vocês vivem num mundo em que a Sombra não existe mais.
Vocês vivem sob a influência permanente de seu Sol Central.
Não há mais divisão.
Não há mais continentes.
Há Unidade.
Portanto, isso nada mais quer dizer na própria noção de país se, hoje, vocês estão na França e vocês estão protegidos de todo esse tumulto que existe atualmente.

Questão: por que a França está protegida?

Porque, caros amigos, vocês têm a cabeça tão dura que é preciso tempo para que a Luz penetre.
Sei algo com a Cabeça de Caboche [Jean-Luc].

Quer dizer que, mesmo quando vocês vivem a Luz, vocês colocam à frente, como nenhum outro povo, seu livre arbítrio, ou seja, sua liberdade querida e seu território querido.
Isso é cultural, não é genético, é cultural.
(ndr: Cabeça de Caboche e Incansável são os dois apelidos que Aïvanhov deu a Jean-Luc).

Questão: se a passagem da 3ª para a 5ª dimensão supõe o abandono à Luz, como se fazem os processos seguintes?

Eles não estão inscritos num tempo linear.
É, portanto, muito difícil falar deles.

Há caminhos evolutivos diferentes, ou seja, não se deve crer que os seres irão sistematicamente da 5ª dimensão até dimensões muito elevadas.

Há seres que decidem perseverar no antropomorfismo, eles fazem experiências.

Há seres que vão decidir se tornarem planetas ou sol.
Falou-se também, há pouco, da civilização dos triângulos.
Depois, há seres que não conhecerão jamais os tormentos da encarnação e da transubstanciação da matéria, como os arcanjos, por exemplo, que não podem se aproximar ou mesmo compreender a encarnação.

Nós bem que batemos às costas, de Miguel, que há coisas que ele jamais poderá compreender, porque ele jamais passou pela encarnação.

Então, ele tenta encontrar nos diferentes canais as palavras apropriadas numa linguagem humana porque, se escutássemos Miguel, ele se manifestaria unicamente através da Luz e ele queimaria tudo em sua passagem, não é?

Nós somos obrigados a refrear os ardores de alguns Arcanjos, porque há processos evolutivos que devem respeitar o que vocês chamam seu querido livre arbítrio, que é muito querido, efetivamente, isso custa muito caro.
Mas, entretanto, nós fazemos o que temos a fazer.

O que diferencia seu mundo tridimensional separado ou dissociado é que vocês esqueceram voluntariamente sua Divindade, porque vocês fizeram o voto ou o juramento de trazerem os mundos da dualidade à Unidade.
É nisso que vocês são os Mestres da Luz.

Mas, entretanto, os Arcanjos não conhecerão jamais a dualidade.
Algumas dimensões não podem conhecer a dualidade.

A civilização dos triângulos, que é, no entanto, colocada bem mais alto, tem uma consciência aguçada, eu diria, dos processos da Sombra e da Luz, porque eles saíram do antropomorfismo e juntaram-se às formas de manifestação ligadas à geometria a mais pura.

Questão: quando os seres mudam de dimensão, isso pode refletir a vontade de viver uma experiência espiritual específica?

Sim. Completamente.
Do mesmo modo que, sobre a Terra, há os que querem ser os patrões.
Há os que são feitos para dirigir.
Há os que não são feitos para dirigir, mas que creem que eles vão dirigir.

No plano espiritual isso não existe, porque vocês são transparentes, quer dizer que as almas que são feitas para dirigir almas, elas vão dirigir almas.
Uma alma que é feita para explorar os encadeamentos da ciência vai subir muito rapidamente para além do antropomorfismo.
A evolução não é linear, é por isso que eu não posso lhes falar de escala de tempo.

Um exemplo que eu conheço bem é o intraterra.
Ao nível do intraterra há os guardiões das redes magnéticas.
Há seres ao mesmo tempo humanóides, mas também não humanóides, que se chamam os delfinóides.

Esses seres estão aí, em seu espaço de tempo linear, desde o reino dos Gigantes, ou seja, desde mais de 350.000 anos, mas eles não sentem passar o tempo do mesmo modo, porque eles estão na Luz.

Eles estão num corpo de 3ª dimensão unificada ao mesmo tempo estando, ao mesmo tempo, na 5ª dimensão.
O problema é que, em sua dimensão, vocês estão dissociados.
Vocês não têm conexão lúcida com os mundos multidimensionais.
Vocês descobrem isso desde pouco mais de 20 anos.

Lembrem-se, por exemplo, de Babaji, na Índia, que viveu experiências muito específicas de consciência, mas ele estava tão, como dizer..., desorientado por este estado, que ele foi obrigado a se retirar do mundo.
Por que?
Porque ele não podia exprimir através de seu corpo, através das palavras, através dos conceitos, através das emoções, através do mental, o que ele era.
E era a verdade.

Hoje, alguns entre vocês falam, por exemplo, dos triângulos.
Quem conhecia isso há 40 anos?

Portanto, vocês deram mesmo um passo de gigante em certo número de domínios.
O único domínio em que é preciso dar um passo de gigante, agora, é o que eu clamei deixar cair sua cabeça.

Questão: é verdade que o meridiano do coração da terra passa pelo sul da França, em particular, pelo país Cathare?

Pode-se dizer que o coração dos cathares é o coração puro.
Era a essência do cristianismo, é claro, o cristianismo o mais puro.

Este tenta renascer, mas eu creio que vocês teriam falhas para se desembaraçarem das histórias passadas porque, hoje, é uma nova página de sua história que vocês escrevem.

Então, vocês são chamados a escrever páginas virgens, e vocês apenas poderão viver elementos novos.

Eu creio que Krishnamurti dizia, em sua vida, que é preciso matar os modelos, porque não se pode ser si mesmo quando não se matou todos os modelos.

Mas, no momento em que vocês tiverem matado todos os modelos, mesmo o modelo mais venerável, o Cristo, ou Buda, ou outros, mesmo Maitreya, como há os que dizem assim, pouco importa.
O importante é chegar a matar todos esses modelos, ou seja, abandonar todas as suas crenças.

A Luz não pode se conter numa crença.
A Luz não pode se conter num ritual.
A Luz não pode se reter num ser, quem quer que seja, seja ele o mais perfeito da criação.

A Luz é expansão permanente.
Ela se recria a cada dia.

Eu lhes proponho, se bem o querem, permanecerem aí.
Eu penso, efetivamente, que é uma excelente ideia.

Então, caros amigos, para uma vez que termino sem dizer besteiras, é perfeito.

Então, eu lhes trago todas as minhas bênçãos em seu caminho maravilhoso, em seu retorno à casa, ou seu nascimento para uma nova experiência.

Então, eu lhes digo certamente até breve, para a maior parte de vocês, mas eu sei que há muitos entre vocês que leem tudo o que eu conto como besteira.
Eu lhes digo até muito em breve.

_____________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Um comentário:

  1. O amor não conhece a proteção. O amor não tem necessidade de ser protegido.

    Se vocês vão no fundo do coração, haverá menos prudência necessária, porque o coração é seu guardião.

    Vocês clamam todos, aqui, sobre a Terra, o livre arbítrio. Sim, vocês têm o livre arbítrio enquanto vocês recusam a Luz.

    Vocês são o conjunto dos mundos em vocês sozinhos.

    Você não terá outra moeda de troca além de você mesmo. Você não terá outra moeda de troca além de seu próprio coração.

    Como por milagre, vocês verão que as coisas acontecerão da maneira a mais luminosa possível.

    Não esperem recriar situações afetivas, sexuais, familiares ou outras, nos estados multidimensionais.

    O único domínio em que é preciso dar um passo de gigante, agora, é o que eu clamei deixar cair sua cabeça.

    ResponderExcluir