Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

29 de jun de 2010

ANAEL - 29 de junho de 2010

Mensagem de 29 de junho (publicada em 26 de julho de 2010)
DO SITE AUTRES DIMENSIONS



Eu sou Anael, Arcanjo.

Bem amados Filhos da Luz e Sementes de estrelas nesta densidade, hoje, vocês exploram a 3ª densidade Vibratória, que é, justamente, aquela em que vivem, chamada de 3ª Dimensão, mundo astral, mundo das emoções e, antes de tudo, mundo das Crenças e da Ilusão de que essas Crenças são Verdades.

Existe certo número de elementos que não lhes serão aparentes, enquanto vocês permanecerem na ação/reação.

A ação/reação não pertence à Vontade da Fonte.
A Vontade da Fonte é Una.
Ela é simplesmente que vocês realizem e vivam na Existência, na liberdade, na Alegria e na Unidade.
Qualquer outra Criação é uma falsificação.

Vocês estão, então, nesse corpo, em meio mesmo à falsificação.

Nesses tempos reduzidos chamados de Tribulação, Apocalipse e Final, é urgente, mais do que urgente, descobrir, na Vibração, a Verdade de seu Ser e não a verdade de suas crenças.

Vocês encontrarão sistematicamente justificação para suas próprias crenças, na ferramenta chamada mental, porque ela foi justamente criada e desenvolvida para isso: fazê-los aderir e crer no que não existe.

Assim, progressivamente e à medida de suas encarnações nesta matriz, vocês geraram, vocês mesmos, sistemas de crenças.

Vocês portanto reforçaram, e sem querer, sistemas que mantêm a ilusão.
A primeira dessas ilusões foi fazê-los aderir à ação/reação.
Fazendo-os crer que, até o fim, se vocês não se tornassem “melhores”, vocês teriam que viver os raios de todas as ações “más” que os afastaram do caminho certo.

Ora, não existe, nesta ilusão, qualquer caminho certo.

Na Luz Unificada não existe estritamente qualquer diferença entre aquele que subjuga multidões e aquele que subjuga uma pessoa.
Porque é a mesma coisa, com uma diferença Vibratória que não existe nos mundos Unificados, mas que é exatamente uma escala de valor existente em sua ilusão.

Assim, portanto, nutrir a matriz os faz participar, de maneira inexorável, de maneira infinita, do princípio de ação/reação.

Eu desenvolvi muito longamente o princípio do abandono à Luz, que lhes permite aceder à Unidade e à Verdade absoluta.
Vocês não podem participar da verdade relativa de sua vida e da Verdade absoluta de seu Ser.

Ser na vida não é estar na vida do Ser.
Ser na vida é sair da Existência, quer dizer, literalmente, ficar fora da Verdade.
Aí está seu lugar nesta Dimensão.

Até o presente, vocês não tinham os meios Vibratórios, conceituais, de se dissociarem da ilusão criada e à qual vocês deram corpo, por vocês mesmos, ainda que, obviamente, vocês não sejam, para muitos, absolutamente responsáveis deste estado de coisas.
Mas há responsabilidade, hoje, desde mais de 30 anos, pelo acesso a níveis de Conhecimento e de Vibração desconhecidos até então sobre a Terra, de se religarem à Unidade e não mais à ilusão do que vocês são.

Enquanto vocês dão corpo, peso e crença a qualquer ilusão de suas vidas, nesta vida como no passado, vocês não estão livres, porque vocês se estabilizam diretamente na reação, na ilusão.

Enquanto vocês reagem no instante ou ainda com relação a um passado, seja desta vida ou ainda de uma vida passada, vocês não estão livres.

A liberdade é ausência de reação.
A liberdade é estabelecimento na Vibração do Fogo do Coração.

O Arcanjo Uriel, cuja função nesse mundo é a reversão e revelar a Presença, se emprega, desde vários meses, a restabelecer a Vibração e a ressonância desta Presença para quem quiser.

Eu digo sim, quem quiser.
Ainda é preciso querer.
Vocês não podem querer algo na ilusão e querer Ser e viver na Existência.
Não há meias medidas.

Até agora, assim como o venerado Omraam, chefe dos 24 Anciões, lhes exprimiu, vocês tinham, literalmente, como ele diz, a nádega entre duas cadeiras.
Hoje, vocês devem escolher a cadeira.
E, em seguida, vocês devem não mais ter cadeira.

O estabelecimento no Ser é Vibratório.
É percepção Vibratória e realidade Vibratória.

Compreendam também, de maneira conceitual e, em seguida, de maneira direta, Vibratória, que vocês não podem ser o que vocês acreditam e Ser na Existência.

Isso significa que, enquanto vocês estão identificados a suas próprias emoções, a seus próprios pensamentos, a esse próprio corpo e à sua própria busca, vocês não estão no Ser.
Isso é evidência, isso é Vibratório.

A resposta apenas pode estar na Vibração e no estabelecimento da Vibração no som Interior, como no Silêncio Interior, e se manifesta a Vibração do Coração.

Vibração que passa na Essência, se alquimizando, como foi dito, com a pulsação do Coração e a pulsação respiratória, até emitir o Fogo do Coração.

O Fogo do Coração não é uma visão do espírito.
Não é um conceito, mas é um estado de Consciência.

É nesse estado de Consciência, traduzido pela palavra Samadhi, que se vive a Verdade absoluta.
Ir para isso é aceitar que todas as verdades que vocês exprimem dentro do relativo, enquanto ação, enquanto reação às suas feridas como aos outros, são apenas uma ilusão a mais, que lhes convêm colocar na Luz e dissolver na Vibração do Fogo.

Apenas o medo, assim como disse, que é um elemento criado por seu mental, que os mantêm na ilusão Vibratória desta densidade.

Se, no espaço de um instante, vocês acedessem à Existência e esta Existência fizesse, pela Vibração do Fogo, desaparecer o conjunto de feridas e de medos, vocês poderiam, literalmente, desaparecer, como alguns seres o fizeram, no Fogo, nesta Dimensão, para se estabelecerem, de maneira definitiva, na Existência.
Tranquilizem-se, é isto que acontecerá, e unicamente isto.

E é nisso que vocês dissolverão todas as ilusões que os mantêm, ainda que apenas por sua presença mesmo nesta assembléia.

Num primeiro tempo, há identificação.
Identificação com uma busca, identificação com uma ferida, identificação com um papel, identificação com uma função.

Todas essas identificações são apenas jogos que podem aproximá-los ou afastá-los da Verdade.
Até agora, isso os afastava.
A Verdade é Fogo do Coração.
A Verdade é Fonte.

Aceder à Fonte, se tornar si mesmo a Fonte está além do desempenho de um papel e além da identificação a qualquer ilusão.

Vocês dão corpo por seus pensamentos, vocês dão corpo pelas palavras, vocês dão corpo pelas emoções, vocês dão corpo à ilusão, enquanto a ilusão, sob seus olhos, está se dissolvendo nesse mundo.

Assim como Maria lhes disse, a Terra dá à luz.
A Terra dará à luz, independentemente do que vocês façam e do que vocês decidam nas Dimensões superiores.

Guardem que o período no qual vocês entraram, desde poucos dias, desde uma semana, é um período charneira.

Existem 12 trabalhos.
7 trabalhos são, na realidade, as Vibrações da ilusão desse mundo, que correspondem a 7 etapas, como ilustrado nas Etapas que vocês viveram pela Graça do Arcanjo Miguel e de nosso Conclave.

Existem 12 semanas no seu verão (inverno no hemisfério sul).
Do mesmo modo, existem 12 semanas.
Nessas 12 semanas se encontram as 7 etapas e a ignição das 5 novas lâmpadas, inteiramente.

Resta-lhes, portanto, 12 semanas para participar da Existência.
Resta-lhes 12 semanas para se estabelecerem na Verdade absoluta.

Que isso quer dizer?
Que dentro de 12 semanas será o final desta Dimensão ?
Não.
Mas que o modo com o qual vocês viverão a tribulação a vir será em função do que vocês terão sido capazes de estabelecer em seu Ser Interior, porque sua vida exterior decorrerá do que será estabelecido em seu Ser Interior.

Vocês serão confrontados ao grande princípio: “que seja feito segundo tua fé”.

É isso que vocês viverão, aceleradamente, durante um período muito mais importante que 12 semanas, podendo se estender até pouco mais de um ano, antes que o Fogo venha consumir esta civilização, esse mundo, esta ilusão e esta Terra.

Cabe-lhes então estarem lúcidos sobre o alcance dos desafios atuais.
Cabe-lhes estarem lúcidos sobre seu futuro, sobre sua Existência e sobre a ilusão da personalidade.

Vocês não poderão mais jogar, progressivamente e à medida do tempo que passa, com o ego, com os jogos de poder, quaisquer que sejam.
Ou vocês exercem seu poder sobre vocês mesmos, ou vocês o exercem em outros lugares.
Como outros lugares refere-se a uma pessoa ou ao conjunto da humanidade, o jogo é estritamente o mesmo, ao nível Vibratório.

Num caso [poder sobre si] vocês acedem à Existência e à Alegria eterna e indizível, no outro caso vocês se afastam por ciclos e ciclos.
E vocês serão constrangidos por qualquer outra autoridade exterior a vocês mesmos, a manter um corpo carbonado, a ali se estabelecerem e verem e terem a lucidez da Existência, sem, no entanto, poder ali se estabelecerem.

A lembrança da Existência é sofrimento.
A vida na Existência é Verdade.
Aí está o princípio da queda, do sofrimento da queda, mesmo se esta queda não foi sua responsabilidade.

Hoje, é tempo de sair de sua prisão.
É tempo, porque as portas estão abertas e a prisão será destruída.

Vocês querem fazer parte desta destruição ou vocês querem ir para a Verdade?
A única questão digna de ser colocada é esta, porque, no Coração, tudo é resposta.

Enquanto exista uma questão, enquanto exista um sofrimento, enquanto exista uma ferida, vocês não podem penetrar, em Verdade, no Templo Interior.
Guardem que isso não é uma crença.

Enquanto vocês considerarem que isso é uma crença, vocês associam um peso ao peso que faz com que vocês estejam nesta Dimensão.

O que lhes propomos, mas que apenas vocês podem realizar por vocês mesmos, é a liberdade.
O que vocês vivem nesta Dimensão não é a liberdade.
Isso se chama livre-arbítrio.
Vocês têm a impressão de serem livres.
Vocês não são livres.
Vocês têm a impressão de expressar um desejo da alma.
O desejo da alma não é a vontade do Espírito.
A vontade do Espírito é Fogo, ele é: se estabelecer no Fogo do Coração, no KI RIS TI, como Filho ardente do sol, lá, onde evolui Cristo.

Cristo, e como lhes foi anunciado, se aproxima de sua Dimensão e de alguns seres.
Esta Vibração Crística e esta Presença Crística fazem que, como São João escreveu sob o ditado do próprio Cristo, o que vem é a espada da Verdade.
Esta espada vem cortar.

Vocês vão estar do lado do ramo que é cortado ou vão estar do lado do tronco que permanece?
Cabe a vocês decidir.
Mas tomem esta decisão em sua alma e Consciência, como é dito.

Porque não haverá outra decisão e vocês estão no período da decisão.
Não aquela que os empurra, há quase 3 anos, insuflada pelo Arcanjo Jofiel no Conhecimento de certo número de leis, que nós nos esforçamos para lhes transmitir por esse canal como por múltiplos canais sobre a Terra.

Há, em vocês, todos os dados colocados diante de vocês.
Que vão fazer?
Que querem Ser ?

Não basta pretender ser e se conduzir, na ilusão, segundo as próprias leis da matriz, mas se conduzir, na ilusão, dentro da Existência.
Isso é muito diferente.

Vocês passam do conhecimento à Consciência.
Vocês passam da Consciência à implantação desta Consciência nesse mundo que concorre para a elevação e para a ascensão desse mundo.

Aí está, bem amadas Sementes de estrelas, certo número de elementos que tinha vontade de fazê-los compartilhar.

Agora, dentro de seus questionamentos, se há, quero tentar ali trazer um esclarecimento ainda mais importante, na Vibração e em minhas palavras.

Eu não os engajo a crer ou a aderir a essas palavras, mas vivê-las, o que é profundamente diferente, porque, enquanto vocês não as viverem, vocês estarão sujeitos e submissos a suas próprias feridas, que vocês não poderão superar de modo algum pelas técnicas procedentes de sua 3ª Dimensão.

Porque as feridas que vocês revelam hoje são as feridas as mais fundamentais que manifestaram nesta vida, como em todas as vidas que vocês estiveram encarnados.

Compreendam bem que mão é questão de colocar um bálsamo sobre um sofrimento, que não é questão de fazer um ato de reparação num sofrimento, porque o ato de reparação em si os mantém na matriz.

É questão de ir bem além e de se estabelecer além de todos esses jogos.
Sobre isso, eu lhes dou a palavra.

Questão: após relações difíceis com meus pais, não os vi mais. A atitude a mais correta seria a de retomar contato, ou isso levaria à ação/reação?

Bem amado, a resposta está no discurso que acabo de fazer.
Nas palavras e nas Vibrações que acabo de pronunciar.

Eu poderia traduzir isso de outro modo e, talvez, isso ressoasse mais dentro de você mesmo.

Seus filhos não são seus filhos.
Vocês são apenas os filhos de Maria e da Fonte.

Enquanto vocês assimilam uma relação a um peso (e toda relação nesta Dimensão é peso, quer queiram ou não), enquanto se desarranjam por uma relação vinda do passado, é uma reação da personalidade.

Na Existência, esse gênero de manifestação não pode existir.
Não pode haver emoção, na Existência.

Compreendam bem que não é indiferença.
Aqueles de vocês que pensariam na indiferença estão na ilusão também.

Na Existência, há liberdade.

Vocês superam o quadro familiar que não existe, ainda uma vez, senão nesta matriz.
A única noção de família é seu Pai e sua Mãe no Céu e suas linhagens, e absolutamente nenhuma outra.

Assim, portanto, colocar mesmo esta questão, mostra a você mesmo o lugar onde se situam suas feridas e a vontade de reparação, que é manutenção na matriz e que o impede de Ser.

Querer reparar participa da ação/reação.

Questão: nesse caso, qual é a “melhor” atitude?

Ser.
A partir do momento em que você penetra o Fogo do Coração, não há qualquer vontade de reparação que é, como disse, mundo ilusório do ego.

Não há, tampouco, desejo de romper o que quer que seja.
Há simplesmente que acolher o princípio de atração e de ressonância, que se manifesta a partir do instante em que você se estabelece no Fogo do Coração.
Porque, é na Inteligência da Luz que se estabelece em si que o conjunto das relações será dissolvido, queimado.

Enquanto vocês são portadores de pesos, vocês não podem atingir a leveza.
Enquanto vocês aderem a esses pesos, eles não podem deixá-los.

A resposta não é, portanto, nem uma nem outra das soluções propostas, mas, sim, se estabelecer no Ser, porque, no Ser, tudo é resposta.

E tudo o que se manifestar em sua vida será, então, atração e ressonância e, naquele momento, o que quer que aconteça (que seus pais telefonem, que seus pais escrevam ou que você decida fazê-lo), isso será correto, mas não antes de estar estabelecido na Verdade.

Questão: se não atinjo a Existência durante esta vida, as outras terão sido então desperdiçadas?

Bem amado, do ponto de vista da Luz e da Unidade, não há vida desperdiçada ou vida bem sucedida.
Há apenas vidas ilusórias na matriz.
Não é de forma alguma a mesma coisa.

Ao se definir numa vida, errada ou bem sucedida, em função de seu estado possível ou não de Existência, você se coloca a si mesmo, automaticamente, na dualidade.
E você porta um julgamento de valor sobre si mesmo, o que o afasta da Existência.

Nós seremos, como dizer..., cada vez mais incisivos e apoiaremos cada vez mais o que tem necessidade de apoio e colocar às claras.
Não temos mais tempo.
Vocês não têm mais tempo.
E nós não temos mais tempo, mesmo se o tempo não é o mesmo para nós, de tergiversar.

Enquanto vocês portarem um julgamento de valor sobre si mesmos ou no exterior de vocês mesmos, vocês estarão no bem e mal e, portanto, na dualidade.

E lembrem-se que, tanto o bem como o mal conduzem, ambos, para a ilusão desse mundo e para sua manutenção.

Questão: por que me sinto novamente bloqueada nas costas, esta noite?

Bem amada, o bloqueio das costas e da região lombar, que ocorre em plena noite, tem uma explicação muito lógica e muito simples.

Que acontece à noite?
Vocês se recriam na ilusão.
O renascimento, na ilusão, se faz cada noite, entre 2 e 4 horas da manhã.
A região na qual você é afetada corresponde à região do poder.
Isso demonstra simplesmente que uma parte de você aspira à liberdade e a Existência e a outra parte deseja manter o poder.
Assim, seu corpo expressa esta dicotomia e esta fratura que existe entre duas partes de você, uma que é ilusão e a outra que é Verdade.
Eu afirmo que não há nada a aprofundar.
Através dessas palavras, eu lhe disse tudo.

Questão: no acesso à Existência pode haver uma parte de imaginação?

Absolutamente não.
Quando vocês tocam os domínios Vibratórios do Fogo do Coração, do Samadhi, vocês sabem instantaneamente que é Verdade.

Não pode haver dúvida enquanto vocês estão na Vibração.

Obviamente, assim que vocês se afastam do Fogo do Coração e da Presença a si mesmos, na Existência, a personalidade ainda presente, eis que vocês estão presentes nesse mundo, vai provocar e vai tentar fazê-los crer que o que vocês viveram é ilusão.

Basta-lhes então, naquele momento, se remeterem ao Fogo do Coração, e vocês verão que, então, as dúvidas não podem resistir à Vibração.

Questão: Sri Aurobindo, em sua vida, disse: «quando a roupa está manchada, ao invés de lavar mancha por mancha, você deve mudar a roupa».

Essa é a estrita Verdade.

Questão: isso significa que cada passo ou cada vitória não tem mais importância, que ser trata unicamente, hoje, de mudar a roupa?

Isso é Verdade.
E corresponde ao processo descrito, aliás, pelo próprio Sri Aurobindo, quando ele foi São João.
O corpo de Ressurreição ou corpo de Luz ou corpo sem costura ou corpo imortal, lhes será apresentado no momento do Fogo final.

É naquele momento que você mudará definitivamente de roupa.
A lagarta se torna borboleta.

De nada serve reparar a lagarta, se isso a mantiver na vida e na ilusão.

Questão: quando se chega a dissolver as emoções pelo Fogo do Coração, a pessoa com quem se está em relação sente e chega a dissolvê-las igualmente?

Bem amada, certamente não.
Haverá mesmo, em seu estabelecimento na Existência, seres que vão querer a todo custo se pendurar no antigo.

A única diferença é que, estando na Existência, vocês não dão mais pesos a essas relações e elas não podem mais afetá-los, ainda que elas afetarem por vezes, ainda, de maneira mais profunda, aqueles que permanecem na dualidade.
O paradoxo e o fator de superação estão nesse nível.

Quanto mais vocês atingirem os estados Vibratórios ligados ao Fogo do Coração, mais seu ambiente próximo que não o vive vai querer, de maneira por vezes muito violenta, fazê-los descer novamente na ilusão.

Porque para eles, e compreendam bem que isso é verdadeiro em sua verdade relativa, são vocês que estão na ilusão.
E, portanto, para eles, vocês são ilusão.

Do mesmo modo que vocês mesmos, enquanto não tiverem penetrado a Verdade, vocês consideram, e com justa razão, e aliás é a razão que o diz, que vocês são, que aqueles que vivem isso estão na ilusão.

Apenas o aspecto Vibratório lhes permite discernir e aceitar que não é ilusão, porque, como qualquer ilusão poderia ser Vibração na Consciência?

Assim, o importante não é saber o que advirá de uma relação, porque vocês não estão mais preocupados com esta relação nas esferas da Existência.

Lembrem-se também que o princípio de atração e de ressonância vai fazer com que, num tempo relativamente curto, o conjunto de reações que podem existir em seu ambiente desapareçam, aí também, para que vocês se tornem, no Ser, uma Luz.
A Luz pode incomodar, mas, ao final de certo tempo, a Sombra apenas pode se apagar ou ser contaminada pela Luz.

Questão: a que corresponde o fato de se despertar entre 2 e 4 horas da manhã?

Aqueles que se despertam naquele momento estão sujeitos à influência do mito de Prometeu.
Isso está em ressonância e em relação com o mundo astral, com o mundo das emoções e o mundo das relações.

Eu digo que o mito de Prometeu e o renascimento que se produz, cada noite, entre 2 e 4 horas da manhã, faz parte dos sistemas de crenças inseridos pelo Arcanjo Lúcifer em pessoa, quando da Criação desta ilusão.

Assim como vocês são portadores da Vibração Micaélica e da Consciência Micaélica, do mesmo modo que vocês são portadores do DNA de Maria, do mesmo modo que vocês são portadores do Cristo Interior ou KI RIS TI, há também, em vocês, a marca de Lúcifer.

E, aliás, lembrem-se, o que está no alto é como o que está abaixo, falsisficado ou não.

Bem amado, vocês são, coletiva e individualmente, portadores da Vibração do Arcanjo Lúcifer.
Isso corresponde ao que se poderia chamar, de maneira pomposa, a redenção da matéria e sua espiritualização, tornadas possíveis pelo sacrifício do Cristo.
Vocês o vivem todos, pessoalmente.

O mito de Prometeu é vivido por cada um, mais ou menos lucidamente, mais ou menos conscientemente, segundo seu estado de fragilidade nesse mundo de emoções.

Questão: e quando se adormece somente às 4 horas da manhã?

Não é a mesma coisa.
Adormecer normalmente e se despertar entre 2 e 4 horas da manhã corresponde ao ciclo de Prometeu e, portanto, à ilusão prometéica.

Em contrapartida, adormecer somente a partir de 4 horas da manhã significa que, na alma, há um medo de não renascer na ilusão.

Há, portanto, desconstrução real em curso.
É como se, em algum lugar, a alma esperasse que esta desconstrução termine para estar certa de renascer na ilusão.

Não é de forma alguma a mesma coisa que manter o Fogo prometéico, mas apreensão.

Apreensão quanto a saber onde está a Verdade, onde está a ilusão.

Enquanto que, em seu mundo, lembrem-se, não existe Verdade absoluta.

A única Verdade absoluta é quando vocês penetram o santuário do Coração.
E enquanto vocês não chegam nesta etapa, através mesmo de conceitos que nós veiculamos e também através de Vibrações que chegam em seu mundo, vocês estão sempre na alegoria de mestre Aïvanhov, a nádega entre duas cadeiras.

Questão: sou ainda remetido a minha infância na noção de poder. Como parar?

Bem amado, concluo já, antes de ir mais longe, que você está identificado à sua infância.

Bem amado, há apenas uma porta de saída: o abandono à Luz.
E o abandono está estritamente no oposto do poder.

Não se pode controlar a Luz.
Não se pode dirigir a Luz.

Quando se torna a si mesmo Luz, é a Luz que age e não a personalidade ou qualquer poder.
Em outros termos, isso poderia se chamar de complexo de terapeuta.
Isso poderia se chamar também de: “ajuda-te e o céu te ajudará”.

A Luz é liberdade e não constrangimento.
Abandonar o poder é reencontrar a liberdade.

Você não é sua memória celular, você não é sua infância.
Enquanto você estiver sujeito a isso, você não poderá encontrar a liberdade.

E, portanto, é completamente concebível que isso possa ser estressante, em todos os sentidos do termo, mas, de outro lado, eu o lembro as palavras de Cristo: “vigiai e orai”.

Alguns seres são obrigados a ir, na personalidade, até o esgotamento de todos seus cartuchos, antes de jogar o fuzil.

Não se esqueça também que o princípio de atração e de ressonância vai colocá-lo, sistematicamente, face a face àquele que o fará ressoar nesse princípio.

Não há qualquer meio, efetivamente, de dali sair, estritamente nenhum.
Em particular para o que se refere a esse centro.
É o único centro sobre o qual você não pode agir por si mesmo ou por qualquer compreensão.

O centro do poder chama a passar no Amor.

Questão: a que correspondem as variações de densidade, no peito, sem sensação de Fogo do Coração?

Bem amado, quando da ignição do que é chamado de 9ª lâmpada, ou corpo de irradiação da Fonte ou do Divino, se estabelece uma mudança de densidade.

Essa mudança de densidade pode, por vezes, ser vivida como um peso e uma gravidade, existente acima do chacra do Coração, como uma barra transversal.
Isso é completamente normal e participa do estabelecimento da vibração do Coração, que conduzirá, ela mesma, à respiração do Coração e, finalmente, ao Fogo do Coração.

Aí também há uma relação certa com o mito de Prometeu(*), que vem furtar o Fogo.
O Fogo do Coração não é o Fogo do poder.

Questão: um bloqueio emocional pode criar bloqueios de compreensão?

Mas, bem amado, é o bloqueio da compreensão que quer dizer, para você mesmo, que você decide compreender e ter um sentido e, portanto, é isso que bloqueia.
Você é, portanto, identificado a suas emoções.

Questão: vi um olho que atravessei. A que isso corresponde?

Bem amado, isso significa que sua consciência, naquele momento, se polarizou no que é chamado de 3º olho.
A visão do 3º olho se ilumina em 7 níveis, desde as visões coloridas até a visão de olho penetrante, que corresponde à ativação do 7º subplano desse 6º chacra.

Existem, de fato, 7 etapas correspondentes à ativação do 3º olho.
A primeira etapa é a percepção da banda Vibratória que religa alguns pontos da Coroa Radiante da cabeça.

O segundo ponto é o aparecimento do que vocês poderiam chamar, em sua Dimensão, de efeitos estroboscópicos de Luz branca.

Aparece, em seguida, uma Luz amarela, em torno da qual gira uma Luz violeta.

Em, seguida, aparece uma Luz violeta ao centro, em torno da qual gira uma Luz amarela.

Em seguida, A Luz amarela e a Luz violeta se estendem cada uma lateralmente.

Em seguida, aparece um símbolo, eminentemente variável segundo os seres.

Naquele momento começam a desfilar, atrás dos olhos fechados, na meditação, rostos.
Trata-se de rostos que vocês tomaram em suas vidas passadas.

E, finalmente, a última etapa corresponde ao aparecimento de um olho que atravessa.
Isso significa, bem amado, que sua Consciência estava colocada, naquele momento, ao nível do 3º olho.

O fato de colocar a Consciência em um lugar do corpo corresponde à Vibração se ativando.
Esta Vibração se ativa em função de seu próprio nível de Consciência, no lugar em que se coloca sua Consciência naquele momento.

Mas, quando eu digo que ela se coloca, isso não é uma intenção mental, mas sim, uma realidade Vibratória que se estabelece no lugar em que você coloca sua Consciência.

A ativação, tal como foi realizada ao nível da Coroa Radiante do Coração e da Coroa de Fogo, se traduz também por uma colocação em Fogo e uma ignição da Coroa Radiante da cabeça.

A Consciência do Coração é, como muito frequentemente repetimos, a chave que permite o acesso à Existência.

Assim, colocar a Consciência no Coração deve ser sentido sob forma Vibratória, de pressão ou em diferentes níveis correspondentes à Alegria interior.

Nesta Alegria interior não há espaço nem para a raiva, nem para a rebelião, nem para qualquer dúvida do que quer que seja.

Assim, ao nível do Coração, se encontram a humildade, a simplicidade e a eficácia.

Obviamente, muitos seres, atualmente, vivem a ativação da Coroa Radiante do Coração ao mesmo tempo em que a Coroa Radiante da cabeça e, para alguns deles, ao mesmo tempo em que o Triângulo Sagrado.

Qualquer que seja o ponto de Vibração mais ativo, obviamente, o esforço da consciência comum é, sempre, o de tentar levar a Consciência a se manifestar pela Vibração, pela pressão ou pelo Fogo, na Coroa Radiante do Coração.

Questão: senti uma Energia subir do Sacrum para o Coração, isso acompanhado de Alegria, depois, um sentimento de reconexão misturado com dor. Por que?

Bem amado, a dor corresponde à ativação dos canais e circuitos que, até o presente, estavam tapados.
É então normal que desobstrução possa se traduzir por fenômenos dolorosos.

É importante, entretanto, apreender que, mesmo nesta compreensão que pode por vezes existir, seja ao nível do Sacrum, seja ao nível do Coração, o elemento Alegria permaneça, qualquer que seja a dor.

No momento em que o Kundalini se desperta, no momento em que ele cruza o que é chamado de bainha dos chacras, perfurando-as no sentido da subida, ele provoca certo número de coisas que não foram suficientemente purificadas.
Isso pode provocar também fenômenos de dor ou de medo, que ressurgem naquele momento, em outros níveis além do nível físico.

Mas isso corresponde, igualmente, a uma desobstrução de alguns canais e circuitos.

Questão: quando se torna uma estrela ou um planeta, se está em Samadhi perpétuo?

Bem amado, a partir do momento em que você conecta a Existência e penetra a Existência, sua vida é Samadhi, sua Consciência é Samadhi.

Não há necessidade de esperar um espaço de tempo que, em sua escala, representa éons e éons, para viver isso.

Você procura compreender algo que não pode ser compreendido por sua razão e pelo ego.
Apenas a Consciência pura, chamada de Sat Chit Ananda, que pode vivê-lo e não a consciência do humano, em sua razão e em seu mental discursivo, que é apenas ilusão.

Como você quer então esperar compreender algo do escalão do universo ou do escalão de um planeta?

A visão que você tem, de maneira geral, de um planeta como o seu ou daqueles que você vê à noite, ou das estrelas, é forçosamente redutora, em função do que seus olhos percebem.
E seus olhos não percebem a Verdade.
Seu mental ainda menos.

Querer compreender é querer tomar e se apropriar, o que não é jamais o caso da Luz.
A Luz é resposta no Coração.

Questão: a intensidade da Vibração do Coração é diferente para cada um?

Bem amado, ela é ao mesmo tempo diferente de acordo com os dias, ela é diferente segundo seu humor.
Se seu humor está azedo, a Vibração se apagará.
Se seu humor está em oposição à Dimensão do Coração, a Vibração não existirá, simplesmente.
Não pode ser de outro modo.
Voes não podem adquirir o que quer que seja nesse nível.

Vocês apenas podem Ser.
Toda a diferença de sua compreensão se situa nesse nível.

Falando-lhes de Ser, o mental compreende ego.
O Ser é Vibração, consciência ilimitada do humano.

A Vibração no Coração vai então se modificar, se modular em função de sua capacidade para se aproximar cada vez mais da Unidade, em função dos circuitos e dos canais, de seu estado de abertura também.

Não se esqueçam jamais que vocês são Semeadores da Luz nesta Dimensão.
O que significa que vocês são regados de Energia cósmica, de Energia telúrica, de Energia solar, mas também de Energias distorcidas da matriz existente em seu ambiente, como de vocês mesmos.

A Vibração do Coração apenas pode se estabelecer quando há abandono.

Vocês não podem dominar a Vibração do Coração.
É ela que os domina e os conduz à liberdade, e não o inverso.

Tanto que, durante este período e desde já vários anos, é extremamente fácil ativar e receber a Luz pelo alto, agora, que ela se torne Amor, Luz Vibral, depende apenas de uma coisa, de seu acesso à humildade, à simplicidade e ao abandono à Luz e absolutamente nada mais.

Não há, em sua linguagem, que tergiversar.
Há simplesmente percepção ou não percepção da Vibração.
Não há culpa a ter, nem repreensão, há simplesmente um mecanismo preciso no plano mesmo de sua humanidade, mesmo nesta falsificação.

A Luz se estabelece no Coração, ela vibra então no Coração ou ela vibra em outras partes.
Vocês não podem obrigar a Vibração do Coração a aparecer.

Isso se chama o abandono à Luz.

Questão: esta diligência de abandono corresponde às palavras de Cristo: «seja o que tu és e não deseje nada»?


Inteiramente.
Essa é toda a diferença que pode existir entre o próprio desejo da Luz, o impulso da alma e o abandono à Luz, que são três mecanismos de Consciência.
Mecanismos energéticos profundamente diferentes.

O desejo de Luz conduz ao ego e conduz à Luz na Vibração da cabeça e unicamente na cabeça.

O impulso da alma passa, obviamente, pelo plexo solar e conduz pela porta estreita, a passagem do ego ao Coração e, enfim, o abandono à Luz conduz a Luz diretamente ao Coração.

Vocês não têm outra possibilidade além dessas três possibilidades.
Não existe qualquer outra e não existirá jamais qualquer outra, nesse mundo como em todos os mundos.
Não há nada a compreender.

A palavra que empreguei desde o ano passado, de abandono à Luz, se basta a si mesma.
A compreensão mesmo desse conceito não é abandono, mas resistência.

Bem amado, isso não pode se fazer em um dia.
Alguns levaram, eu diria, anos, para chegar nesse ponto.
Em nome de que tal ser humano ali chegaria num instante?

O único modo de ali chegar num instante é estar no abandono à Luz.
E isso passa pelo silêncio mental.
E isso passa pela aceitação.
Isso passa pelo silêncio das emoções.
Isso passa pelo silêncio do ego.
Isso passa pelo silêncio do mental.
Isso passa, também, o tempo do estabelecimento desta Luz no abandono à Luz no Coração, pela não existência, mesmo temporária, das feridas interiores anteriores e todo desejo de projeção em qualquer futuro.

Basta, então, parar o tempo, o tempo de um instante e, quando nesse instante, o abandono à Luz seja real abandono à Luz, significando, assim, a frase de Cristo sobre a cruz: “que tua vontade se faça e não a minha”.

Sua vontade não os conduzirá jamais, jamais à Luz.
O que lhes é pedido, se vocês querem aceder à Luz do Coração e à sua Vibração e à sua Alegria, é um abandono total.
Ainda uma vez, não há qualquer outra possibilidade.

Pelo momento, isso pode permanecer nas palavras, mas quando vocês fizerem a experiência de maneira definitiva, vocês compreenderão isso como uma Verdade essencial, sem, para tanto, compreendê-lo, porque vocês o vibram.
Isso não passa pelo filtro mental.

O melhor seria, talvez, falar em termos de circuitos e de canais existentes nos diferentes corpos.

Questão: se a Luz se manifesta mais na cabeça do que no Coração, conviria, com a consciência comum, orientar esta Luz para o Coração?

Isso convém completamente.
Se vocês deixam a Luz na cabeça, mesmo se é uma garantia, de algum modo, de um acesso às Dimensões Unificadas, assim como foi dito, há muitos modos de chegar a esses mundos Unificados, no terror ou na Alegria.
Não há outro modo.
A única maneira de viver a Alegria no mundo no qual vocês vão viver, durante este período de tribulação, é simplesmente se estabelecerem Vibratoriamente no Coração.

Obviamente, a Luz que vem do Céu, seja a radiação do ultravioleta, seja a radiação da Fonte, seja a Vibração do Espírito Santo, só pode penetrar pela cabeça.

Eu os lembro que a cabeça é o que recapitula.
Que a cabeça é que está situada na parte superior de seu corpo, vocês que estão abaixo, existe então um gradiente elétrico ou eletrostático correspondente à própria estrutura da matriz.
A Luz apenas pode, realmente, pela cabeça.

Cabe-lhes, por seu trabalho de abandono, por seu trabalho sobre suas próprias emoções, mas, sobretudo, agora, sobre o abandono à Luz, que esta Luz se estabeleça no Coração ou no Sacrum.

Enquanto a Luz permanecer na cabeça, certamente, isso continua uma garantia de acesso às Dimensões Unificadas, mas, entretanto, assim como São João disse, haverá muitos chamados e poucos escolhidos.

Os chamados serão marcados na testa.
Este é o início do caminho e não o final do caminho.

Questão: levar a língua ao palato permite facilitar a canalização da Luz da cabeça ao Coração?

Completamente.
Do mesmo modo, o fato de inclinar a cabeça para frente, respirando com a boca aberta e com o conjunto de gestos que conectam as diferentes lâmpadas, que lhes foram comunicados, participa, obviamente, do mesmo e único objetivo (nota: protocolo intitulado “reunificação dos novos corpos”, na rubrica “protocolos”, de nosso site – e também aqui no blog - http://leiturasdaluz.blogspot.com/2010/04/protocolo-praticar-autres-dimensions.html).

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Bem amados, a sucessão do que vocês vivem é muito lógica.
Há um sentido, bem além de sua compreensão imediata.
O único sentido é de ajudá-los a ir para o Coração e nenhum outro.
Que a Luz os acompanhe, até breve.


(*) NOTA: Prometeu, um dos titãs que, segundo a mitologia grega, roubou o fogo do Olimpo e o deu aos homens, ensinando-os a empregá-lo, razão pela qual Zeus o castigou, acorrentando-o no cimo do Cáucaso. Fonte: NOVO DICIONÁRIO AURÉLIO da Língua Portuguesa; Editora Nova Fronteira.

__________________________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário