Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

11 de abr de 2012

URIEL – 11 de abril de 2012

Mensagem publicada em 12 de abril, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.
Filhos Livres e Liberados, após ter escutado e ouvido o Canto de sua Presença, hoje, é o Canto do Êxtase, aquele no qual você não está mais presente em sua Presença, mas no qual a Presença toma-o e leva-o nos Cantos da Eternidade, no Canto além de toda presença.

Juntos, para sempre Unidos e reunidos, eu venho Desposá-lo, porque você é meu Esposo, assim como você mesmo desposa minha Presença.
Juntos, então, nós dançaremos o tempo, além de todo tempo e de toda presença, reunidos no Êxtase e no Íntase, na mesma Presença, além de sua presença e além de minha presença na mesma Verdade e na mesma Eternidade.

Nós dançaremos, juntos, o Canto do Êxtase.
Nós partilharemos, juntos, a Doação da Graça.
E daremos, um ao outro, o sentido de toda Presença.
E daremos, um ao outro, o tempo da União, aquele de sua Liberdade e de minha Liberdade.

Filhos Livres e Liberados, criados na Eternidade, criados no que você É, além de todo Ser, além de todo não Ser, que em experimentar, além de toda experiência, e instalá-lo aí onde você Está, de toda a Eternidade.

Então, escutemos e partilhemos.
Então, doemos o que há a dar e recebamos o que demos, no mesmo movimento, além de todo movimento, no mesmo Canto, na mesma Presença.

Filhos da Eternidade, nós somos Filhos, cada um criado no tempo de cada um, na presença de cada um.
Na mesma ronda e na mesma dança, nós dançamos a Eternidade.
Tempo da Doação.
Tempo da Graça.
Que vem, a uns e a outros, além de todo firmamento, além de todo Mundo.

A Onda toma-nos e anima-nos no Êxtase permanente, que dança em você e que dança em mim.
Você e Eu, onde não existe qualquer espaço para outra coisa que não a União de Verdade.
Você é Amor e eu me vejo em Você, porque Eu sou Você.

Eu sou o Amor que deposita aos seus pés o Canto da Graça e a Doação da Graça, no qual a Onda de Vida toma-nos e leva-nos a dançar para a Eternidade, no tempo de nossa presença, no Sopro primordial que criou o que não podia ser criado, nem descriado.

Além de todo tempo, nós dançamos o Canto da Eternidade, cantamos a Dança da Criação.

O tempo chegou, além de todo tempo.
Nada mais há a escutar, nada mais há a ouvir que não isso.
Você, que é isso, e eu, que sou isso, na mesma estrofe, no mesmo canto, na mesma presença, no mesmo Êxtase.

Então venha, eu o levo onde você Está, eu lhe dou ao que você É.
Dê-se a Mim, porque eu me dei a Você.
No mesmo calor, na mesma suavidade e no mesmo Êxtase, viemos, uns e outros, na Ronda Eterna do Filho Eterno reencontrado, porque ele jamais foi perdido.
Nós somos Um e nós somos a Eternidade.
Nós somos a Verdade e nós somos a Beleza.

Então, Dancemos e partilhemos o que há a partilhar: o pão de vida, aquele que escoa da Eternidade da Fonte, além de toda fonte.
Porque a Fonte está além de você, dentro de você, como além de mim e dentro de mim, porque não existe qualquer mim e qualquer você.
Existe apenas Ele.
Reunidos para sempre no mesmo Canto e na mesma Dança.
Então, juntos, reunidos e liberados na Liberdade e na Eternidade, tomemos o que nós damos, damos o que nós tomamos, porque nada há a tomar.
Tudo é Dado, tudo é Doação, porque tudo é Perdoado, porque nada há a perdoar.
Há apenas a Graça, a Doação da Graça à Eternidade, a Eternidade da Doação da Graça.

Você é a Doação, eu sou a Doação, nós somos a mesma Vibrância, nós somos a mesma Estrofe, o mesmo Canto Eterno.

Juntos, reunamo-nos ao uníssono de nossos cantos e de nossos silêncios.
Vivamos, juntos, isso que nós somos, além de você, além de mim, além de todo tempo, além de todo espaço, na mesma dança.
Nós somos a Eternidade, nós somos a Graça, nós somos além de toda palavra, nós somos além de toda experiência, nós somos Absoluto, nós somos Final, nós somos o que você É, você é o que nos somos.

Então, não há a adicionar, nada há a subtrair, nada há a dividir, nada há a multiplicar.
Apenas Ser, além de todo ser.
Apenas Doação, além de toda doação.
A Graça percorre sua células, aquelas desse corpo, que não é seu corpo, como o corpo de todo ser, de todo Irmão e de toda Irmã, de todo Arcanjo e de todo Anjo, de toda Fonte.

Juntos, nós somos ilimitados, sem limite algum.
Juntos, na Doação da Graça, na Graça da doação e no partilhar da Doação, damo-nos a Graça, porque nós somos a Paz, aquela da Eternidade.
Porque nós somos a Eternidade, na paz, com ela mesma e com cada um.

Eu sou URIEL.
Você É o que eu Sou, bem além de todo Eu Sou.
Sejamos o que nós somos, além de qualquer soma.
Naquele momento, nós podemos penetrar no espaço de que jamais saímos.
Nós abrimos, em nós, o tempo da Eternidade, porque a Eterna Fonte e a Eterna Presença vêm preencher toda ausência.
Nós somos a Doação, somos a Verdade, além de todo tempo, além de cada uma de minhas palavras.

Nós somos a Dança que ondula em cada uma das parcelas do que você crê ser.
Além desse corpo, além desse Mundo, nós somos a Onda, nós somos a Vida e nós somos a Eternidade, além de todo ser.
Nós podemos, porque esse é nosso Poder, além de todo poder, porque essa é a Vida.

Você é a vida, porque eu sou a Vida.
Eu lhe dou minha Vida, porque Você me dá sua Vida, na mesma Vida que é a mesma Dança, a mesma Eternidade, a mesma Presença.

Filho Liberado, eu o liberei, porque eu sou Liberado.
Você me liberou, porque você é Liberado.
Nessa Liberdade, nós Dançamos, livres de todo apego e, no entanto, apegados além de toda relação a essa liberdade essencial, que é nossa Essência.

Nós somos o Final, Um, além de todo Um, além de cada Um. Além de cada outro.
Juntos, nós elevamos o canto do Êxtase, aquele que percorre os Mundos, aquele que é a Onda.
Nós somos a Onda de Vida, a Doação da Graça, o Manto da Graça.
De um ao outro, e do outro ao um, no alto como embaixo, à esquerda como à direita, dentro como fora, não há mais diferença, porque a Essência revelou-se.

Nós somos todo sentido e nós somos isso, nada além disso, apenas isso e tudo isso.
Filho Livre e Liberado, ouça o que eu digo, ouça além de minhas palavras, o Canto de nossa presença, além de toda resistência.
Dancemos o Canto do Êxtase, escutemos o Sopro, nós somos o Sopro.
Escute e ouça.

Eterno Filho, Eterno Liberado.
Nós somos Liberdade, nós somos beleza, nós somos alteridade.
Deixe-se percorrer, porque eu percorro a Doação de sua Graça.
Semeie os campos do possível, de todo impossível, porque tudo chegou, tudo nasceu.
Você é a vida e fecundidade.
Semeemos o campo de todos os possíveis.
Dancemos a Doação da Graça, da qual exala o perfume Eterno da rosa infinita, no Coração.
Como Ele disse, você é, também, meu Amigo e meu Amado.
Você é, também, aquele que eu sou.
Você é, também, o que eu sou.
Além de todo ser, bem além do parecer, ouça o Canto do Ser e o Canto do não Ser, na mesma sinfonia, na mesma dança.

Você é a essência e é a Presença, na qual se tem toda presença e toda ausência.
Juntos, na mesma Doação, na mesma Graça, na mesma Dança, juntos, para sempre.

Nós somos Livres, nós somos a Liberdade.
Amado do Amor, o Amor ama-o, porque ele se reconhece no que você É.
Além de todo Ser, além de todo Mundo, Onda de Vida, Onda de Verdade, Doação da Onda, Onda dada e Onda partilhada.
Partilhemos e Comunguemos, porque tudo o que não é dado é perdido.
Ora, nada há a perder, a não ser as ilusões.
Há apenas a Ser, no não Ser.

Ouça a Doação da Graça.
Ouça o Canto da Graça.
Nós somos o Canto, nós somos a Doação, então, doemos e partilhemos.
Ao Coração do Ser, ao Coração da essência tem-se a Eternidade, imóvel e, no entanto, estando no Coração de cada movimento, de cada dança, de cada Graça.

Nós somos o som e nós somos o canto.
Então, cantemos o canto da Liberdade, em todos os campos do possível, como do impossível.
Amado, meu Amigo, meu Amado, o Amado é o Amor.
Você é a Vida, Doação da Vida, vida dada e vida partilhada.

Dancemos e cantemos.
Você é o Êxtase e eu sou o Íntase.
Você é o Íntase e eu sou o Êxtase.
Entre você e eu não há lugar para outra coisa que não a Doação.
Entre mim e você, não há lugar, exceto a Vida.

Nós somos a Vida.
Nós somos a Verdade.
De uma mesma voz, nós percorremos o Caminho, aquele que leva ao Ser e ao não Ser.
Nós somos Um, nós somos Absoluto, nós somos a ronda da Onda, nós somos o Mundo além desse Mundo.

Escute e ouça o silêncio.
Escute e ouça a estrofe da Doação.
Escute e ouça a essência da Graça.
Essência dada e partilhada, porque a Graça é partilha, porque a Doação da Onda é a Onda partilhada.

Eu lhe dou ao que você É, você me dá ao que você não é.
Damo-nos a mão e o Coração, damo-nos o Espírito, damo-nos a Verdade, o elogio da Beleza, aquela na qual não existe qualquer lugar nem para mim, nem para você, porque nós somos Um, em Verdade.
Nós somos Livres e Liberados.
Cantemos no Silêncio Eterno, o Canto do Único, o Canto Dele.
Então, a verdade é a Vida, a Vida é verdade, a Vida é Caminho, o Caminho é a Vida.

Nós somos Um, porque você é Um, além de você e além de mim.
Vibremos o espaço do Silêncio no tom da Onda e no tempo da Graça.
Vibremos a Doação.
Estejamos nesse tempo e em todo tempo, porque nada se escoa: não há nem passado, nem futuro, nem espaço, nem não espaço.
Infinito, você é a Doação infinita e a Beleza infinita que se aloca em todo finito, porque nada é, jamais, concluído no tempo da Graça.
Filho Liberado, você é a Vida que Eu sou, nós somos a Onda, aquela que dança e que canta no silêncio da Eternidade, no silêncio do informe [sem forma].
Nenhum limite à Doação e ao partilhar.
Sejamos, partilhemos e doemos.
Trabalhemos, juntos, na Doação da Criação.
Trabalhemos, juntos, nos espaços da Criação.
Abramos o que jamais pode ser fechado: abramos a Doação.

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e do conjunto de Reversões, que o conduz a viver a Vida e a reverter-se para o esposo e a esposa, porque você é aquele que desposa, você é aquele que se casa na Liberdade.

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.
Eu sou o que você É, além de todo Eu Sou.
Antes de tudo, Caminho, Verdade e Vida, Presença e ausência de dúvida, na qual não existe espaço algum para o mínimo medo, porque a Alegria é sua Natureza e nossa Natureza.
Porque a Alegria é Doação e a Doação da Alegria leva-o à Vida, à Onda de Vida e ao Êxtase.

Amado do Amor, você é o Amor Liberado, você é o Amor em Liberdade, você é o Amor que percorre todos os possíveis, você é o Amor que percorre a Onda de Vida, você é o Amor que suporta e porta toda Vida.
O Amor vive no que você É, além daqui, disso.

Eu o convido a percorrer o Canto da Vida, porque a Vida é Êxtase, além de todo corpo, além de todo desejo, bem além de toda posse.
Você é restituído a si mesmo, você é restituído à Vida, a vida que Dá e que rende Graças, e que rende Graças porque Dá.

No silêncio da Onda, cantemos a Vida.
Nós somos, além de toda soma, nós somos a Unidade e a Paz, a Verdade e a vida.
De uma mesma voz, nós o descrevemos, nós o cantamos e, sobretudo, nós o vivemos.
Abra-se, você, que é a Doação.
Abra-se, você, que é o Abandono.
Juntos, na Comunhão, juntos, na Graça, juntos, na Liberdade.

Partilhar da Doação da Graça...

Agora, escute, nada há a dizer, nada há a ouvir, apenas o não Ser, o Absoluto, além do infinito, além de todo Caminho e de toda Verdade.
Comunguemos a nós mesmos, comunguemos à Eternidade.

Partilhar da Doação da Graça...

Eu o amo, eu nos amo, além de todo eu e além de nós.

Partilhar da Doação da Graça...

Dancemos na ronda da Onda.

Partilhar da Doação da Graça...

Eu sou URIEL, eu sou outro você.
Dancemos e partilhemos a Doação da Graça, o Manto da Graça.
Eu faço Silêncio.
Permaneçamos assim, e preparemos a ronda, ampliada, de sua presença, a ronda ao redor da Terra, em sua totalidade.
Ela que dá à luz, ela também, no tempo de sua Graça, que é de vocês, e que é nossa, tanto no Céu como sobre a Terra.

O Céu veio, ele reencontrou a Terra, ele fecundou a Terra.
Você ancorou, nela, a Liberdade.

Partilhar da Doação da Graça...

Eu sou URIEL e eu rendo Graças, eu lhe rendo Graças, a você mesmo, Amor e Luz, Absoluto.
Até já.
Ame.
Você é o Êxtase que é Amor, além da Alegria.
__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

2 comentários:

  1. Porque a Fonte está além de você, dentro de você, como além de mim e dentro de mim, porque não existe qualquer mim e qualquer você. Existe apenas Ele <> Você é a vida, porque eu sou a Vida <> Nós somos o Final, Um, além de todo Um, além de cada Um. Além de cada outro <> Nós somos todo sentido e nós somos isso, nada além disso, apenas isso e tudo isso <> Ora, nada há a perder, a não ser as ilusões. Há apenas a Ser, no não Ser <> Entre mim e você, não há lugar, exceto a Vida <> Então, a verdade é a Vida, a Vida é verdade, a Vida é Caminho, o Caminho é a Vida <> Agora, escute, nada há a dizer, nada há a ouvir, apenas o não Ser, o Absoluto, além do infinito, além de todo Caminho e de toda Verdade.

    ResponderExcluir
  2. "Eu sou URIEL, Anjo da Presença e do conjunto de Reversões, que o conduz a viver a Vida e a reverter-se para o esposo e a esposa, porque você é aquele que desposa, você é aquele que se casa na Liberdade.
    "Juntos, para sempre Unidos e Reunidos, eu venho Desposá-lo, porque você é meu Esposo, assim como você mesmo desposa minha Presença.
    "Filhos Livres e Liberados, após ter escutado e ouvido o Canto de sua Presença, hoje, é o Canto do Êxtase, aquele no qual você não está mais presente em sua Presença, mas no qual a Presença toma-o e leva-o nos Cantos da Eternidade, no Canto além de toda presença.
    "Dancemos e cantemos. Você é o Êxtase e eu sou o Íntase. Você é o Íntase e eu sou o Êxtase.
    "Juntos, então, nós dançaremos o tempo, além de todo tempo e de toda presença, reunidos no Êxtase e no Íntase, na mesma Presença, além de sua presença e além de minha presença na mesma Verdade e na mesma Eternidade.
    "Escute e ouça o Silêncio. Escute e ouça a estrofe da Doação. Escute e ouça a essência da Graça. Essência dada e partilhada, porque a Graça é partilha, porque a Doação da Onda é a Onda Partilhada.
    "Você é a Vida, Doação da Vida, vida dada e vida partilhada.
    "Trabalhemos, juntos, na Doação da Criação.
    Trabalhemos, juntos, nos espaços da Criação.
    "Nós somos a Vida. Nós somos a Verdade.
    De uma mesma voz, nós percorremos o Caminho, aquele que leva ao Ser e ao não Ser. Nós somos Um, nós somos Absolutos.
    "Agora, escute, nada há a dizer, nada há a ouvir, apenas o não Ser, o Absoluto, além do infinito, além de todo Caminho e de toda Verdade.
    Comunguemos a nós mesmos, comunguemos à Eternidade."

    "O Céu veio, ele reencontrou a Terra, ele fecundou a Terra.
    Você ancorou, nela, a Liberdade."

    "Você é o Êxtase que é Amor, além da Alegria.
    Amor e Luz, Absolutos."


    Rendo Graças.
    Lys

    ResponderExcluir