Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

15 de ago de 2014

MIGUEL (por Sève) – 15 de agosto de 2014



«Nós lhes pedimos uma fidelidade total»

Eu sou o Arcanjo MIGUEL, Príncipe e Regente das Milícias Celestes.
Eu venho, no Coração da Confederação Galáctica dos Mundos Livres, apresentar-lhes, hoje, todas as nossas homenagens.
Suas Presenças são cada vez mais evidentes aos nossos olhos.
Há, efetivamente, nessas últimas semanas, uma aceleração e uma Liberação evidentes, de onde nós estamos.
Isso nos regozija.
Mas nós viemos, também, prosseguir, de algum modo, o que MARIA deu a vocês em sua última intervenção (ndr: aqui) com – como ela disse, em suas próprias palavras – um tom que teve que ser ajustado no que nós os habituamos nesses últimos tempos, nesses últimos anos.
Esse tom nada tem a ver com qualquer repreensão, mas é, ao invés disso, um apoio, em relação a uma firmeza que vocês são convidados a adquirir, em si mesmos, afirmando essa Retidão à qual nós os chamamos, cada vez mais fortemente.
Essa Retidão é a Retidão que permite, entre vocês e nós, estabelecer uma conexão inabalável e inalterável, da qual vocês e nós temos necessidade, no período no qual entramos, e que se aproxima de vocês, cada vez mais fortemente.

MARIA veio, durante sua Efusão, vibrar, além das palavras, sua mensagem, que vocês receberão através de outros canais.
Mas eu sou convidado a vir, por minha Presença, oferecer-lhes a Vibrância à qual vocês são, fortemente, convidados.
A palavra convite é, certamente, para entender não como em seu plano, com uma forma de leveza, mas entendam, efetivamente, que nós temos esperado, pacientemente, na medida que foi possível, estender-lhes a corda, estender a mão, mas que é, hoje, difícil prosseguir.
Porque, como vocês sabem, vocês receberam tudo, nós lhes demos tudo.
E é tempo, agora, de responder, na maior das clarezas, ao que é importante para vocês.

A questão é: vocês estão prontos?
Vocês estão prontos a responder a nós, a cada instante?
Vocês estão prontos a juntar-se a nós, a cada instante, ou há, ainda, algumas atrações nesse mundo que atiçam, ainda, sua atenção?

Essa Retidão é a qualidade de sua Presença à nossa Presença.
Essa Retidão é essa solitária e única escolha que vocês fazem de juntar-se a nós e de juntar-se à sua Morada.
Com o risco de repetir-nos, ainda e outra vez, não é mais tempo de tergiversar com essa escolha: ou é um, ou o outro.
Não vejam, aí, qualquer julgamento, mas, de onde nós estamos, nós devemos conhecer e ver aparecer essa Retidão em cada ser que pretenda ter feito essa escolha.

Essa Retidão não é a rigidez do ser, mas, sim, o fortalecimento do ser em toda sua abertura, seu acolhimento e sua aceitação de todo esse Jogo que lhes foi apresentado, em diferentes reprises, nesses últimos tempos.
Essa Retidão ancora-se, inteiramente, nesse acolhimento e nessa aceitação do Amor sob todas as suas formas, que vocês são convidados a reconhecer em todas as coisas, o que os obriga, assim, a ver o que, ainda, em vocês, rejeita, projeta, julga, defende quem quer que seja e o que quer que seja, o que assinala, assim, a ignorância do que é o Amor.

Nós lhes pedimos, nessa Retidão, reencontrar sua inteireza, essa inteireza do Amor que vocês São, em seu lado coroa e em seu lado cara.
É-lhes, portanto, solicitado parar, seriamente, de nutrir toda forma de separação – quer seja através de cada ser que vocês encontram, na diferença aparente que se oferece a vocês, em cada situação, qualquer que seja, confortável ou desconfortável, no que ela lhes mostra, aparentemente, no que ela vem permitir-lhes reencontrar essa Retidão.

Não é mais tempo de sobrecarregar-se, de tornar pesado, de qualquer maneira que seja.
Não é mais tempo de nutrir qualquer julgamento, qualquer olhar, quaisquer interpretações sobre as situações ou os estados desse mundo, quaisquer que sejam, porque o olhar ao qual vocês têm acesso, ainda, nesse mundo, não pode ter a menor ideia do que se joga, em Verdade, em cada aspecto.
Quer sejam os conflitos, quer sejam as manifestações climáticas, quer sejam as doenças, quer sejam as mudanças econômicas, e assim por diante, tudo, absolutamente tudo concerne a esse jogo.
E, portanto, vocês não estão – com o olhar desse jogo – sem ter integrado, totalmente, essa Retidão, não na capacidade de conhecer a Verdade do que se esconde através de todos esses movimentos, todas essas expressões, todas essas manifestações.

Tudo é abrangido.
E como nós o temos repetido muitas vezes, nós não temos necessidade de vocês, no sentido da pessoa, mas sim, do Ser verdadeiro que vocês São, e que trabalha, corajosamente, com a constância e, talvez, uma forma de rigor, para reencontrar o que vocês São e que é o que nós Somos, o que nos permite, então, assim, trabalhar com um real acordo, esse acordo que não é outro que não esse Coração comum, do qual a Vida verdadeira dá as Ações da Graça – que vocês chamam, nesse lugar, a Inteligência do Vivo.

Entendam, portanto, o que eu lhes proponho através desse tom, que tem como vocação apenas fazer ressoar essa firmeza em vocês, para que vocês possam içar-se até nós.
Nós descemos até vocês nesses últimos anos.
Nós estamos ao mais próximo de vocês, atualmente.
Cabe, agora, apenas a vocês fazer o resto do caminho para nós, se posso dizer.

Como MARIA disse, nós não temos a intenção de oferecer-lhes muitas e muitas mensagens.
Então, ouçam, releiam, vibrem o que nós vimos oferecer-lhes, não para nutrir alguns aspectos de sua pequena pessoa, alguns aspectos desse jogo, mas, sim, para finalizar todos os preparativos aos quais um bom número de seus Irmãos e Irmãs deram-se, ofereceram-se, inteiramente, e que é, agora, importante reunir, se isso já não foi feito.

Portanto, eu venho vibrar essa força do Apelo, o Apelo do Amor que vocês são.
E fazer ressoar essa força que está aí, em vocês, essa força de alma que pede apenas para reencontrar esse porquê ela veio a essa Terra.

Não é mais tempo de nutrir, como nós o dissemos, qualquer lenda pessoal, qualquer ego espiritual: vocês já jogaram bastante com isso.
É tempo, agora, de deixar-se atravessar pelo que deve sê-lo, sem interferir e sem apropriar-se de qualquer informação que seja – que lhes é dada e oferecida, simplesmente, para trabalhar no instante em que ela lhes foi dada.
Não é mais tempo de brincar de heróis, é tempo de deixar-nos fazer e de juntar-se a nós.
Vocês não têm ninguém para salvar, ninguém e nada a defender, nada a melhorar, nada a regular por sua própria iniciativa.

Nós lhes pedimos, portanto, uma fidelidade total a nossas instâncias, e nós os convidamos a regozijar-se com essas experiências finais que vocês encontram, e que assinalam o fim do programa, revelando, assim, completamente, o Jogo, e liberando-os, e liberando esse mundo ao que ele É, ao que vocês são, de toda a Eternidade.

Então, eu os convido a serem sérios no que nós lhes pedimos, e parem de levar a sério todo o resto.
Portanto, o resto é Leveza e Alegria.
E reencontrar-nos supera, mesmo, essa Leveza e essa Alegria.

Vocês têm, nas últimas semanas que vêm para vocês, até o final do mês de setembro, para mostrar-nos essa fidelidade, e para provar-nos, entre aspas, que vocês depuseram todas as armas.

Nós temos necessidade de que vocês estejam em Paz, na maior Paz.
Então, estejam em Paz, a partir de agora, e não a deixem mais.

Nós estamos em vocês, nós estamos ao seu redor.
E por toda a parte, o Amor estabelece-se, para além do olhar que vocês possam, ainda, nutrir, e que poderia fazê-los crer tudo ao contrário.
Então, deixem fazer, deixem-se fazer, e que reste em vocês apenas a atenção para permanecer nessa Paz.

Eu sou o Arcanjo MIGUEL, Príncipe e Regente das Milícias Celestes, e eu conto com vocês, doravante.

Eu não lhes digo até logo, e nós não lhes dizemos até logo: nós estamos aí, a cada instante.
Nós os saudamos, e nós os convidamos a celebrar esse dia na Alegria dessa grande Fraternidade, cuja Presença instala-se em seus espaços, cada vez mais intensamente.
--------------------------------
Transmitido por Sève
------------------------


4 comentários:

  1. Essa Retidão é a Retidão que permite, entre vocês e nós, estabelecer uma conexão inabalável e inalterável, da qual vocês e nós temos necessidade, no período no qual entramos, e que se aproxima de vocês, cada vez mais fortemente.

    A questão é: vocês estão prontos? Vocês estão prontos a responder a nós, a cada instante? Vocês estão prontos a juntar-se a nós, a cada instante, ou há, ainda, algumas atrações nesse mundo que atiçam, ainda, sua atenção?

    Essa Retidão é a qualidade de sua Presença à nossa Presença. Essa Retidão é essa solitária e única escolha que vocês fazem de juntar-se a nós e de juntar-se à sua Morada.

    Não é mais tempo de nutrir qualquer julgamento, qualquer olhar, quaisquer interpretações sobre as situações ou os estados desse mundo, quaisquer que sejam, porque o olhar ao qual vocês têm acesso, ainda, nesse mundo, não pode ter a menor ideia do que se joga, em Verdade, em cada aspecto. Quer sejam os conflitos, quer sejam as manifestações climáticas, quer sejam as doenças, quer sejam as mudanças econômicas, e assim por diante, tudo, absolutamente tudo concerne a esse jogo.

    E como nós o temos repetido muitas vezes, nós não temos necessidade de vocês, no sentido da pessoa, mas sim, do Ser verdadeiro que vocês São, e que trabalha, corajosamente, com a constância e, talvez, uma forma de rigor, para reencontrar o que vocês São e que é o que nós Somos, o que nos permite, então, assim, trabalhar com um real acordo, esse acordo que não é outro que não esse Coração comum, do qual a Vida verdadeira dá as Ações da Graça – que vocês chamam, nesse lugar, a Inteligência do Vivo.

    Não é mais tempo de nutrir, como nós o dissemos, qualquer lenda pessoal, qualquer ego espiritual: vocês já jogaram bastante com isso. É tempo, agora, de deixar-se atravessar pelo que deve sê-lo, sem interferir e sem apropriar-se de qualquer informação que seja – que lhes é dada e oferecida, simplesmente, para trabalhar no instante em que ela lhes foi dada. Não é mais tempo de brincar de heróis, é tempo de deixar-nos fazer e de juntar-se a nós. Vocês não têm ninguém para salvar, ninguém e nada a defender, nada a melhorar, nada a regular por sua própria iniciativa.

    Então, deixem fazer, deixem-se fazer, e que reste em vocês apenas a atenção para permanecer nessa Paz.

    ResponderExcluir
  2. "Eu sou convidado a vir, por minha Presença, oferecer-lhes a Vibrância à qual vocês são, fortemente, convidados ... A uma Firmeza que vocês são convidados a adquirir, em si mesmos, afirmando essa Retidão à qual nós os chamamos, cada vez mais fortemente.

    "Essa Retidão é a Retidão que permite, entre vocês e nós, estabelecer uma Conexão Inabalável e Inalterável ... Essa Retidão é a qualidade de sua Presença à nossa Presença.
    "Essa Retidão é essa solitária e única escolha que vocês fazem de juntar-se a nós e de juntar-se à sua Morada.

    "Essa Retidão ancora-se, inteiramente, nesse acolhimento e nessa aceitação do Amor sob todas as suas formas, que vocês são convidados a reconhecer em todas as coisas.
    "Nós lhes pedimos, nessa Retidão, reencontrar sua inteireza, essa inteireza do Amor que vocês São. ... É- lhes, portanto, solicitado parar, seriamente, de nutrir toda forma de separação.

    "Portanto, eu venho Vibrar essa força do Apelo, o Apelo do Amor que vocês São. E fazer ressoar essa força que está aí, em vocês, essa força de alma que pede apenas para reencontrar esse porquê ela veio a essa Terra.
    "E nós os convidamos a regozijar-se com essas experiências finais que vocês encontram, e que assinalam o fim do programa, revelando, assim, completamente, o jogo, e Liberando-os, e Liberando esse mundo ao que ele É, ao que vocês São, de toda a Eternidade.

    "Então, eu os convido a serem sérios no que nós lhes pedimos, ... Vocês têm, nas últimas semanas que vêm para vocês, até o final do mês de setembro, para mostrar-nos essa fidelidade, e para provar-nos, entre aspas, que vocês depuseram todas as armas.
    "Então, deixem fazer, deixem-se fazer, e que reste em vocês apenas a atenção para permanecer nessa Paz. ... Nós temos necessidade de que vocês estejam em Paz, na maior Paz. Então, estejam em Paz, a partir de agora, e não a deixem mais.

    "Nós estamos em vocês, nós estamos ao seu redor.
    "E por toda a parte, o Amor Estabelece-se."

    ResponderExcluir
  3. Amado!!!!

    Quanto a Retidão, podemos confirmar: sentimos atraídos, disponibilizados, amados, auxiliados,.... E tudo o que aguardamos é a 'Sagrada Liberação do Planeta e o nosso Reencontro'.

    "Essa Retidão é a Retidão que permite, entre vocês e nós, estabelecer uma conexão inabalável e inalterável, da qual vocês e nós temos necessidade, no período no qual entramos, e que se aproxima de vocês, cada vez mais fortemente."

    Confirmamos: "fortemente"!!! Não temos dúvidas, que tudo ao nosso favor, "Foi, e É feito", talvez o que ainda nos resta, da nossa total concordância é: mais transparência, constância, ...

    Que questionamento !!!! ... Eu não diria mais, que a atração, prende a atenção... Apenas é uma distração, passatempo, nada mais além disso....No íntimo, 'o estado é de prontidão, prontos para o chamado'.... Sentindo "o ressoar, em nossos Corações".

    Amém, por tudo Amado Miguel. O estado de atração, comprometimento, fidelidade, é apenas com o Alto!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Miguel, Cristo e Maria estão enfatizando que devemos deixar o Mundo em que vivemos!

    ResponderExcluir