Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

3 de ago de 2014

MIGUEL (por Marc) – 3 de agosto de 2014


Intervenção quando do terceiro dia das Celebrações.

A Terra é interior, na totalidade.
A Água é interior, na totalidade.
Esse Oceano está em nós e ele é nossa natureza profunda.
Essa imensidão é o que nós Somos.
O Sol está em nós.
Saudá-lo é perceber que a Saudação é interior, na totalidade.
O Ar das árvores está em nós, nessa Árvore interior que se dissemina e reflete-se em todas as florestas.

O Mundo está em nós.
O que nós percebemos dele, pelos sentidos comuns, é apenas um reflexo, um reflexo magnífico que convida ao Conhecimento interior.

Todos os seres estão em nós.
Não olhe mais ninguém como sendo separado de você.
As consciências aparecem e desaparecem no campo de sua consciência.

Os diferentes reinos brincam juntos na Dança da Criação, do mineral ao vegetal, do vegetal ao animal, e, mais além, seus sentidos nos reinos mais sutis, eu diria, nos quais se revela a Criação em outras dimensões.

E o homem está no meio, entre esses componentes.
Ele é essa ligação.
Ele é o lugar no qual são convidadas a reunir-se todas as ocorrências, todas as miríades de experiências, a sinfonia do mundo, em um centro único, em uma Fonte única que se reflete ao infinito em outros centros, cada um com sua lucidez e seu perfume único, o tudo reunido de maneira perfeita, no milagre de uma única coisa.

Celebrar é celebrar isso, esse lugar único que foi dado ao homem, mas no qual ele apenas pode inscrever-se, inteiramente, aceitando apagar-se, na Humildade a mais total, de todos os outros lugares.

Vocês são o Sol, vocês são as Estrelas, vocês são a Terra e o Céu, e vocês são o que se eleva, na sede dos reencontros desse lugar, da Terra para o Céu.
E que acolhe o Céu descido para a Terra, para forjar, em seu Ser interior, nesse espaço, nessa chaminé do Fogo do Coração, tudo o que há a revelar por essa chaminé na qual vocês se colocam, parando de caminhar, deixando a madeira das experiências queimar e consumir-se, completamente.

Esse lugar é o lugar do homem que se aceita, em si mesmo, como sendo o Filho do Céu, e que se entrega à Terra-Mãe para levá-lo em suas terras interiores, nessa alquimia sutil, para esse lugar que, de fato, ele jamais deixou, mas, simplesmente, esqueceu.

Vocês são, nessa ronda, um reflexo perfeito da Ronda dos Mundos, assim que aceitam esquecer-se, inteiramente.
Então, surge tudo o que não tem qualquer necessidade de participação alguma de sua parte, de qualquer implicação da consciência, porque vocês são inscritos, de toda a Eternidade, nessa totalidade, nessa Dança da Vida.

Celebrar é celebrar essa pequenez extrema que se revela então, e unicamente então, a grandeza extraordinária do que vocês São, do que lhes é dado a viver, mas que vocês não podem, de maneira alguma, possuir.
Vocês não podem possuir o que vocês São, vocês apenas podem vivê-lo, ali se abandonando, como algo que lhes é dado e ao qual vocês têm, simplesmente, que dar-se, totalmente, de volta, soltando tudo o que não tem qualquer espécie de consistência nos reflexos e jogos de espelho da Criação.

Progressivamente e à medida que vocês soltam, vocês se aproximam do Centro, e a madeira das experiências acumuladas volta-se à chaminé do ser, na qual vem alimentar um Fogo alquímico, para aquele que abre a porta para essa Verdade.

Esse Fogo é o Fogo do Sol.
Esse é o princípio Crístico do lembrete à Essência de seu ser.
Esse princípio é o fio que os conecta ao que vocês São, e esse fio é-lhes oferecido pelo próprio Filho, refletido no Sol e refletido no Verbo, através do Logos Solar, CRISTO-MIGUEL.

Acolham toda a Criação em vocês, porque aí está, efetivamente, sua origem.
Nada guardem, nada sejam, porque vocês são Tudo, mas apenas podem reencontrar essa Verdade soltando absolutamente todas as bagagens, todas as fantasias.

Eu sou MIGUEL, Príncipe e Regente das Milícias Celestes, e eu venho a vocês, nesse espaço íntimo, não para fazer-lhes qualquer anúncio, mas para significar o retorno desse mundo à Ordem Divina.

A farsa durou o bastante e, a partir de hoje, a partir deste período, como lhes foi dito, as coisas inscrevem-se em outra marcha.
Essa marcha não é mais uma marcha de aproximação, ela consiste, simplesmente, no restabelecimento do curso natural das coisas, do qual esse mundo foi desviado.
Ela consiste, simplesmente, na irradiação de todas as coisas a partir desse Centro Sol, que é seu Coração divino, porque é, doravante, a partir desse Coração, que todas as coisas desenrolam-se.

Valorizem, portanto, esse Coração, honrem o Sol, revivam a Essência do princípio Crístico, comunguem e fundam-se n'Ele, nesse Sol que lhes ensina absolutamente tudo o que é útil saber, não por um conhecimento exterior, mas pelo Co-nascimento oriundo de sua natureza profunda e que se revela ao coração dessa ressonância.

Eu sou MIGUEL, Príncipe e Regente das Milícias Celestes, e eu venho saudar o Retorno da Saudação interior a quem se abre, totalmente, a essa Verdade, a esse Sol, em seu Coração.

Eu os saúdo.
-------------------
Transmitido por Marc


4 comentários:

  1. "Acolham toda a Criação em vocês, porque aí está, efetivamente, sua Origem.
    "Nada guardem, nada sejam, porque vocês são Tudo. ... Essa imensidão é o que nós Somos.
    "O Sol está em nós. ... O Mundo está em nós. ... Todos os seres estão em nós. Não olhe mais ninguém como sendo separado de você.

    "Os diferentes reinos brincam juntos na Dança da Criação.
    "E o homem está no meio, entre esses componentes. Ele é essa ligação. Ele é o lugar no qual são convidadas a reunir-se todas as ocorrências, todas as miríades de experiências, a sinfonia do mundo, em um Centro único, em uma Fonte única.

    "Celebrar é Celebrar isso, esse lugar único que foi dado ao homem.
    "Esse lugar é o lugar do homem que se aceita, em si mesmo, como sendo o Filho do Céu, e que se entrega à Terra-Mãe para levá-lo em suas terras Interiores, nessa alquimia sutil, para esse lugar que, de fato, ele jamais deixou, mas, simplesmente, esqueceu.

    "Esse é o Princípio Crístico do lembrete à Essência de seu Ser. Esse Princípio é o fio que os conecta ao que vocês São, e esse fio é-lhes oferecido pelo próprio Filho, refletido no Sol e refletido no Verbo, através do Logos Solar, CRISTO-MIGUEL.

    "Valorizem, portanto, esse Coração, honrem o Sol, revivam a Essência do princípio Crístico, comunguem e fundam-se n'Ele, nesse Sol que lhes ensina absolutamente tudo o que é útil saber, não por um conhecimento exterior, mas pelo Co-nascimento oriundo de sua Natureza Profunda e que se Revela ao coração dessa ressonância."

    ResponderExcluir

  2. "Todos os seres estão em nós. Não olhe mais ninguém como sendo separado de você. As consciências aparecem e desaparecem no campo de sua consciência."

    "Celebrar é celebrar isso, esse lugar único que foi dado ao homem, .... aceitando apagar-se, na Humildade a mais total, de todos os outros lugares."

    "Vocês são o Sol, vocês são as Estrelas, vocês são a Terra e o Céu, e vocês são o que se eleva, na sede dos reencontros desse lugar, da Terra para o Céu."

    "Vocês não podem possuir o que vocês São, vocês apenas podem vivê-lo, ali se abandonando... Para aquele que abre a porta para essa Verdade."

    "... Oferecido pelo próprio Filho, refletido no Sol e refletido no Verbo, através do Logos Solar, CRISTO-MIGUEL."

    "Acolham toda a Criação em vocês, porque aí está, efetivamente, sua origem. Nada guardem, nada sejam, porque vocês são Tudo, mas apenas podem reencontrar essa Verdade soltando absolutamente todas as bagagens, todas as fantasias."

    "A farsa durou o bastante e, a partir de hoje, a partir deste período, como lhes foi dito, as coisas inscrevem-se em outra marcha."

    Amadíssimo MIGUEL, Príncipe e Regente das Milícias Celestes, diante do SOL, a rendição humana, deve ser mesmo incondicional ... Mediante tudo o que vimos e sentimos, em nossa relação com os Reinos e dentro da própria Humanidade, urge Sermos, sua Mensagem....

    Não se aguenta mais tanta inconsciência, talvez até mesmo os inconscientes ... Então surge o Sagrado Momento de Rendição, dos Quatro Pilares do Coração, e "dos reencontros desse lugar, da Terra para o Céu."

    Amém!!!! Podemos contar com a "Sagrada Espada e o Sagrado Manto Azul"

    ResponderExcluir
  3. Vocês são, nessa ronda, um reflexo perfeito da Ronda dos Mundos, assim que aceitam esquecer-se, inteiramente. Então, surge tudo o que não tem qualquer necessidade de participação alguma de sua parte, de qualquer implicação da consciência, porque vocês são inscritos, de toda a Eternidade, nessa totalidade, nessa Dança da Vida.

    Vocês não podem possuir o que vocês São, vocês apenas podem vivê-lo, ali se abandonando, como algo que lhes é dado e ao qual vocês têm, simplesmente, que dar-se, totalmente, de volta, soltando tudo o que não tem qualquer espécie de consistência nos reflexos e jogos de espelho da Criação.

    Acolham toda a Criação em vocês, porque aí está, efetivamente, sua origem. Nada guardem, nada sejam, porque vocês são Tudo, mas apenas podem reencontrar essa Verdade soltando absolutamente todas as bagagens, todas as fantasias.

    A farsa durou o bastante e, a partir de hoje, a partir deste período, como lhes foi dito, as coisas inscrevem-se em outra marcha. Essa marcha não é mais uma marcha de aproximação, ela consiste, simplesmente, no restabelecimento do curso natural das coisas, do qual esse mundo foi desviado.

    ResponderExcluir
  4. Belo!! Belo!! Belíssimo.
    Não o que dizer, há apenas que vibrar!
    Amém e Além!!

    ResponderExcluir