Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

6 de jul de 2007

CRISTO (1/2) – 6 de julho de 2007



DO SITE AUTRES DIMENSIONS.


Colocar o instante fora do tempo, para tocar a imensidade.
Parar a marcha, para encontrar a essência do passo.
Eis a chave que permite encontrar a unidade: em seu estado dual de beleza visível, pela exteriorização fora de si mesmo.
Ela não poderia ver-se, se fosse a essência.
A experiência da vida encarnada é um meio sublime de multiplicar a unidade, mas a unidade, de próximo em próximo das descidas na vibração encarnante vem a perder a natureza essencial da unidade.

Assim vem o momento em que soa a hora do retorno à casa.
Assim vai a roda das encarnações: experiências, fluxo e refluxo de emoções, paixões, desejos.
Nada de criticável ou louvável, simples jogo de vida, jogo de amor.
Mas, para jogar, vocês se esquecem do objetivo que é experiência e tornam-se, então, peões.

Para aqueles que querem, jogar-se de outros a multiplicação de unidades conduz, também, à divisão e à subtração.
Mas vem, sempre, um momento em que a partida termina para aqueles que decidem revelar e revelar-se para reencontrar a própria essência, retornar à própria fonte, desengajar-se do Eu para entrar no Um.

Meus queridos companheiros de unidade, eu sou a luz do mundo, como vocês o são, também.
Vocês chegam a um cruzamento de seus jogos e de suas experiências.
Eu lhes peço para escolher sua realidade, suas condições.
Tudo está pronto para voltar ao centro ou para afastar-se ainda mais de sua essencialidade.
Cabe a vocês colocar a ampulheta do tempo alguns instantes para olhar: quem são vocês?
O que vocês querem?
O que quer seu coração?
É tempo de fazer e colocar suas escolhas.

Vocês são, meus queridos irmãos na unidade, inteiramente livres.
Absolutamente nada os julgará, absolutamente nada os condenará, só alguns pequenos chefes de «eu» fizeram-nos crer nisso.
O Pai é amor, vocês são amor, de toda a eternidade.
O Carma é uma lei, eu substituí essa lei de ação/reação pela lei de graça.

Meu sacrifício é a realeza de suas vidas.
Vocês aceitarão o presente de minha doação?
Se sim, sejam bem-vindos, sejam abençoados.
Se vocês recusam, sejam abençoados, tanto quanto.
Sua chama de vida não pode ser destruída, unicamente, ela pode dar essa ilusão, no jogo dos outros.
Nada do que foi criado ou do que se criou pode perder-se, tudo se transforma, tudo evolui de vida em vida, de vibrância em vibrância.
Um sol que morre a uma manifestação desloca-se em outra manifestação, invisível à primeira.
Assim vão suas vidas, seus sopros, suas esperanças.

Apenas permanece imutável a fonte de onde vocês vêm, a fonte para a qual vocês retornam.
Sua encarnação é uma excarnação da Fonte que permanece, no entanto, na esperança de seu eterno sopro e de seu retorno.
Ela desenha em sua pulsação e sua radiância a lembrança de vocês, a esperança de vocês.

Queridas almas amadas, vocês são o sal do mundo, vocês são o sorriso do Pai, vocês são os peregrinos da eternidade.
Como unidades indissociáveis da unidade, vocês não podem bater-se, não podem confrontar-se ou enfrentar-se.
Como o único poderia afrontar o único?
Eu lhes coloco a questão.
Fazer o jogo da oposição, da contradição é um devaneio do mental, um devaneio do sonho da divisão.
Vocês são preciosos, em vocês flui a semente do Pai, a alma do mundo e das criações.
Eu os amo e eu os abençôo.
__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

3 comentários:

  1. Colocar o instante fora do tempo, para tocar a imensidade.

    Parar a marcha, para encontrar a essência do passo.

    Mas vem, sempre, um momento em que a partida termina para aqueles que decidem revelar e revelar-se para reencontrar a própria essência, retornar à própria fonte, desengajar-se do Eu para entrar no Um.

    Vocês chegam a um cruzamento de seus jogos e de suas experiências. Eu lhes peço para escolher sua realidade, suas condições. Tudo está pronto para voltar ao centro ou para afastar-se ainda mais de sua essencialidade.

    Vocês são, meus queridos irmãos na unidade, inteiramente livres. Absolutamente nada os julgará, absolutamente nada os condenará, só alguns pequenos chefes de «eu» fizeram-nos crer nisso.

    Como unidades indissociáveis da unidade, vocês não podem bater-se, não podem confrontar-se ou enfrentar-se. Como o único poderia afrontar o único?

    Fazer o jogo da oposição, da contradição é um devaneio do mental, um devaneio do sonho da divisão.

    ResponderExcluir
  2. "Vem o momento em que soa a hora do retorno à casa.
    "Retorno à própria Fonte, desengajar-se do Eu para entrar no Um.
    "Tudo está pronto para voltar ao Centro ... de sua Essencialidade.

    "Tudo se transforma, tudo evolui de vida em vida, de vibrância em vibrância. ...Apenas permanece imutável a Fonte de onde vocês vêm, a Fonte para a qual vocês retornam.

    "Meu sacrifício é a realeza de suas vidas."

    ResponderExcluir
  3. "... desengajar-se do Eu para entrar no Um."

    Que convite para a Passagem... Que Sagrada troca, imperdível mesmo... Da sombra para a Luz... Por que retardar?

    ResponderExcluir