Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

2 de out de 2009

A FONTE - 2 de outubro de 2009

DO SITE AUTRES DIMENSIONS




Meu amigo, meu amado, eu sou sua Fonte, sua Fonte de água viva que, para você, é Fogo de Amor.
Aproximo-me de você na esperança que você se religará a mim, tão certamente como eu me religo a você.
Religarmo-nos juntos e raciocinarmos juntos, o desvinculará de seus laços de Ilusão.

Religar-se juntos, é se desvincular, é reencontrar a liberdade, sua esperança, sua Fonte, a Fonte de sua eternidade, de sua Inteireza, de sua Existência.

Venho, se você o quer, meu amigo, meu amado, trazer-lhe a Alegria, cada dia, cada respiração, cada instante, e doravante, graças à notável Presença e Brilho de meu Arcanjo bem amado Miguel que trabalhou, e continua a trabalhar, nesse Sistema Solar, para a Revelação da Luz, a cessação da Ilusão, à desconstrução, assim como disse.

Posso doravante me religar e ressoar em você a fim de lhe permitir reencontrar, individual e coletivamente, a Vibração de sua Essência, a Vibração da liberdade, a Vibração da Alegria, a Vibração da Existência.

Meu amigo, meu amado, para você, e cada dia e cada instante, minha Presença, se você a deseja, se tornará evidente, pela Graça da Radiação, pela Graça da Alegria, pela Graça da abertura do conjunto de suas estruturas à Verdade que estava escondida.

Meu amigo, meu amado, venho lembrá-lo de sua promessa e do juramento.
Um dia, há muito tempo, você tomou um corpo e tomou densidade.
Tendo tomado densidade e tendo tomado corpo, você se afastou, de maneira temporária, da ligação de nossa relação que está libertada e você quis, assim, experimentar o livre-arbítrio, o afastamento da Fonte, a fim de viver esta experiência.

Hoje, meu amigo, meu amado, a cada dia que passa, você tem a possibilidade de viver, em Verdade, a relação de liberdade de nossa confiança, na evidência de sua Presença à minha Presença e na evidência de minha Presença em sua Presença.

Juntos, unidos e unificados, meu amigo, meu amado, sim, eu venho, se você o permite, ajudá-lo a retirar seu véu, aquele da ignorância, aquele que o fez crer que você era limitado, que estava com pouca esperança.

Mas seu nome é esperança, seu nome é Luz.

É preciso redescobrir o caminho de sua Divindade, o caminho de sua Unidade, o caminho de sua Essência e você é o caminho.

Quanto a mim, minha Radiação, minha Vibração, se aproxima de você, e do conjunto desta Humanidade, e do conjunto desta Terra, e do conjunto desse Sol, e do conjunto desses planetas.
Trata-se, além dos Casamentos inicializados pelo Arcanjo, de nossas redescobertas.
Nada mais, dentro de alguns dias, em alguns espaços de seu tempo, poderá mais jamais nos separar.

Meu amigo, meu amado, eu sou aquele que velou e que vela por sua integridade.
Eu sou, também, o que lhe permitirá, se você o deseja, entrando em relação com minha Presença e minha Radiação, elevar seu próprio nível vibratório, mais e mais, a fim de expandí-lo até os limites ilimitados da Vida.

Em breve, meu amado, meu amigo, inúmeros véus e evidências vão se modificar.
Os véus cairão.
Então, aparecerão as evidências, ao mesmo tempo, do que você é e do que você não é.

As tramas do tempo, as tramas temporais, as tramas espaciais e as tramas que teceram os destinos nesta densidade, aparecerão a você.

Certamente, meu amigo, meu amado, isso poderá se fazer, assim como o disse ontem, em seu tempo, por toques, por Vibrações sucessivas, por carícias da Luz.

Meu amigo, meu amado, eu o quero na Alegria, porque é o que você é.
Eu o quero no riso, porque é o que você é.
Eu o quero lúcido, porque você é lucidez.
Eu o quero clareza, porque você é transparência.
Eu o quero tal como você é, a fim de voltar-se a si mesmo, em sua Existência, em sua eternidade.

Meu amigo, meu amado, hoje, os seres humanos fizeram as escolhas.
Hoje, vão se realizar, sob seus olhos, pelo princípio da atração, da ressonância e da sincronicidade, suas crenças, não somente as crenças do momento, mas as crenças que você teve, meu amigo, meu amado, à medida de suas manifestações nesta densidade.

Hoje, eu o chamo, como você me chama, e o espero, como você me espera, no mais profundo de suas aspirações à Luz, no mais profundo de sua sede a se juntar ao que você é.

Hoje e cada dia, você se aperceberá que seu caminho se torna leveza, se você aceita ir além da Ilusão desta dualidade, se você aceita se deixar guiar e penetrar pela Verdade e a Inteligência da Luz Una, transmitida, de diferentes maneiras, até você, meu amigo, meu amado, pelos Arcanjos, pela Divina Maria, pelos 24 Anciões e também por uma multidão de Anjos de dimensões e de estados diferentes, vindos a você, como eu venho a você, a fim de assistir, na Alegria e na Unidade, sua Ressurreição.

A hora está próxima, meu amigo, meu amado.
Para que você quer tender?
O que você quer ser, na Verdade?
Você quer ser este ser limitado que percorreu os sentidos e os caminhos chamados «carmas» e os diversos aspectos da Lei da dualidade ação e reação?
Ou você quer, por seu esforço de Luz e porque os tempos chegaram, se juntar aos domínios da Unidade onde a separação não pode existir, onde você pode florescer na serenidade, em liberdade e em Verdade?

Em resumo, você quer ir, meu amigo, meu amado, para a Luz e para a Alegria ou para o peso e a gravidade, para a atração de manifestações desta dualidade?
Entretanto, ao passar dos dias, meu amigo, meu amado, minha Presença, minha Fonte de água viva manifestar-se-á em você, porque você é o Caminho, a Verdade e a Vida e o caminho.

Você tem, em você mesmo, a totalidade de possibilidades de realizar o que você é, a fim de despertar, totalmente, à Unidade, à Unicidade.
Juntos, unidos, religados pelo Um, você constatará em breve que, progressivamente e à medida de seus momentos e de sua respiração, você terá a capacidade de se aliviar, você mesmo, de aumentar literalmente seu nível vibratório e portanto seu nível de Consciência.
Você se sentirá cada vez menos limitado, nesta densidade na qual você é, no entanto, parte integrante, no momento.

Meu amigo, meu amado, se esta é sua escolha, progressivamente e à medida de seus dias e de suas respirações, você perceberá, mais e mais, o que há do outro lado do véu, do outro lado desta Ilusão.

É tempo, meu amigo, meu amado, de reencontrar sua ressonância primeira, sua dimensão, aquela de uma Semente de estrelas, religada, de maneira forte, à suas filiações e a seus filamentos espirituais, a fim de deixar transparecer, se você o quer, o que você é.

Mas o que você quer, meu amigo, meu amado, não é de sua vontade.
Se é o que você quer (minha Presença, nossa dependência e a Radiação, ela mesma, que você aspira reencontrar e estabelecer em sua Consciência), então você deve reencontrar sua própria maestria como ser soberano e ser unificado.

Você deve, para isso, abandonar a dualidade, aceitar a Unidade da Vibração da Luz que vem para você, e que você é, a fim de manifestá-la em Unidade e em Verdade.

Naquele momento, o único modo que permite ir do abandono à maestria é, de fato, a mesma Verdade: ela se situa no nível de seu coração.
O coração é a porta.
O coração, seu coração, meu amigo, meu amado, é minha porta, e se nós abrimos todos os dois a mesma porta, então, a reconexão se estabelece.

A evidência e a Ilusão se misturam a fim de que a Ilusão desapareça e que somente resida a evidência da Luz e da Verdade.
Nesse momento, sua Vibração e sua Consciência expandir-se-ão até atingir níveis que, até ontem, poderiam lhe parecer Ilusão e, no entanto, são sim a Verdade última.

A Verdade se implantará atrás de seus olhos, atrás de sua Consciência e sobretudo por todo seu coração aberto.

Você penetrará os mistérios e os arcanos do universo.
Nada mais será uma questão não resolvida porque a Vida, além desse véu de Ilusão, em Unidade, torna-se evidência, torna-se simplicidade.

Meu amigo, meu amado, abandono, maestria, simplicidade, e assim como eu o disse, humildade.
A Vibração da grandeza, a Vibração da Verdade, da Existência e da eternidade não se encontrará senão se fazendo humilde e pequeno nesta dimensão, o que significa abandonar todo poder sobre outra coisa, como você mesmo e sua própria decisão e seu próprio decreto de se abandonar à Luz da Verdade, à Luz de seu ser, à Luz de sua Alegria.

Meu amigo, meu amado, a cada dia que se aproximar de mim, como eu me aproximarei de você, os momentos de Alegria se ampliarão e bastarão para fazer sua Vida.

Nesses momentos de Alegria, a dilatação e a expansão de seus campos lhe permitirão viver, em Verdade, o que era, até hoje, impossível.
A palavra «impossível» não existirá mais porque você se tornará, progressivamente e à medida do passar dos dias, ilimitado, como hoje ainda você não espera mesmo porque você o esqueceu.

Eu venho me lembrar a você para que você se recorde, a você mesmo, o que você é.

De minha parte, meu amigo, meu amado, a Fonte de minha Fonte, a água viva que é o Fogo do Amor, você deve revelar em você, esse Fogo do Amor pelo não julgamento, pelo abandono e a soberania de si mesmo, pela Inteligência da Luz e pela humildade.

Naquele momento, o coração, progressivamente e à medida que você penetrar na simplicidade e na humildade, se abrirá mais e mais e instalará, em seu âmago, um Fogo devorador de Amor que consumirá toda a Ilusão.

Você se redescobrirá, então, meu amigo, meu amado, um ser novo, reconstruído, repleto de vibração de Luz de Verdade, de Luz da Unidade.
Nesse momento, tudo estará realizado.

Assim, meu amigo, meu amado, eu me exprimo, no momento, através de palavras, mas me será mais fácil, em breve, me exprimir através de minha Vibração e de minha Presença, religados, não mais amortizados por um canal, mas diretamente em você.

Você tem, agora, em você, as chaves de sua Consciência e as chaves de seu mental e as chaves de suas emoções a fim de lhe permitir viver as redescobertas, além mesmo dos Casamentos.

Obviamente, num primeiro tempo de seu tempo, isso será como rajadas de Amor e de Fogo de Amor, rajadas de clarividência total.
Mas, progressivamente e à medida que você viver essas experiências, segundo sua escala de tempo, você reforçará sua vibração e se aproximará mais e mais do momento final.
Então, tenha confiança.

Meu amigo, meu amado, a confiança e a fé são verdadeiramente os motores essenciais para ir para seu coração e seu centro.
Não há qualquer outra ferramenta necessária, nesse momento, porque esse momento é um momento final.
Não é um momento regular, mas é um momento irregular, como ocorre a cada inicialização e a cada final de ciclo, nesta dimensão, como em toda dimensão.

Então, meu amigo, meu amado, no momento, eu transmito essas palavras e vou deixar outros interventores se manifestarem a você, num discurso, talvez, mais compreensível nesta dimensão que você percorre.

Eu transmito, esperando, a Radiação de nossas redescobertas, todo meu amor e toda minha atenção.
Toda minha Consciência está, agora, voltada para vocês, individualmente.
Estou aí para ajudá-los, mas, vocês mesmos, e somente vocês mesmos, podem ir lá onde estou.
Posso apenas abrir minha Radiação e minha Presença à sua Presença, mas não poderá me encontrar senão na Vibração de seu coração porque eu não estou em nenhuma outra parte: em seu centro.

Então, eu digo «até muito breve», meu amigo, meu amado.
Você é amado, eu te amo e nós te amamos.

_____________________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer do mesmo modo, se deseja divulgá-lo, reproduzindo a integralidade do texto e citando sua fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Um comentário:

  1. Religar-se juntos, é se desvincular, é reencontrar a liberdade, sua esperança, sua Fonte, a Fonte de sua eternidade, de sua Inteireza, de sua Existência.

    É preciso redescobrir o caminho de sua Divindade, o caminho de sua Unidade, o caminho de sua Essência e você é o caminho.

    Nada mais, dentro de alguns dias, em alguns espaços de seu tempo, poderá mais jamais nos separar.

    Então, aparecerão as evidências, ao mesmo tempo, do que você é e do que você não é.

    A Vibração da grandeza, a Vibração da Verdade, da Existência e da eternidade não se encontrará senão se fazendo humilde e pequeno nesta dimensão, o que significa abandonar todo poder sobre outra coisa, como você mesmo e sua própria decisão e seu próprio decreto de se abandonar à Luz da Verdade, à Luz de seu ser, à Luz de sua Alegria.

    ResponderExcluir