Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

8 de out de 2009

ANAEL - 8 de outubro de 2009

DO SITE AUTRES DIMENSIONS



Questão: podemos ter informações sobre a origem dos Arcanjos?

A origem, há apenas uma, é a Fonte. Agora, as origens correspondem a sua função que é de sustentar e favorecer a consciência e, isso, em todas as dimensões.
Sendo elementos de apoio e elementos que favorecem a Consciência, sua linhagem é estabilizada em uma dimensão a fim de que possam trabalhar na Eternidade sem limitação em suas dimensões e outras dimensões.
Sua ação é portanto de apoio.
Sua ação é portanto manter.
E, em alguns casos, devido ao fato de sua presença na inicialização de um ciclo dimensional e da terminação de um ciclo dimensional, sua função é portanto essencial nessas duas extremidades.

Os Arcanjos têm liberdade para agir, tanto sobre uma consciência humana, como sobre uma consciência planetária, como sobre uma consciência solar. Não há limite a sua ação. Eles podem modificar o curso de alguns sistemas solares, mas eles não podem agir ao nível das galáxias. Aqueles que agem ao nível das galáxias, diretamente, são a civilização dos Triângulos.

Questão: podemos chamar os Arcanjos para nos ajudar a nos transformar, a nos unificar?

A resposta é, obviamente, sim, eis que dissemos que era preciso.
Compreenda bem que nenhuma entidade espiritual da Luz Vibral autêntica pode intervir sem seu acordo e que nossa intervenção, Arcanjo ou uma outra entidade da Luz vibral autêntica, não pode se fazer senão através do respeito de um certo contexto, de uma certa ética, diríamos, ligado a sua própria evolução.

Mas, entretanto, nós não podemos intervir diretamente na consciência humana se você não o pedir.
O que não é de fato a mesma coisa ao nível dos planetas e sóis e sistemas solares, onde nossa intervenção é totalmente livre.

Questão: tenho por vezes a impressão que há vários níveis de pedidos aos Arcanjos.

Os níveis, bem amado, que você chama diferentes, de pedido, correspondem à qualidade do pedido.
É preciso bem compreender que os Arcanjos podem satisfazer um certo número de coisas ligadas a seus pedidos quando estão ligados, de maneira direta, a sua evolução, no sentido mais amplo.
Obviamente, é diferente pedir com o coração que as coisas se passem bem sobre o plano afetivo, como de pedir a um Arcanjo de reuní-lo com tal pessoa, obviamente, ou manter tal ligação ou tal relação.
Obviamente, existem vários níveis.
Nós respondemos portanto mais facilmente o pedido (além, obviamente, de a pedirem no coração) que corresponda e esteja em estreita linha com sua evolução e a concordância de nossa Radiância com sua própria Radiância que é ajustamento à nova dimensão.
Tudo o que concorre e que concorrerá a aproximá-lo, vibratoriamente, geograficamente, à sua condição de vida, às suas condições afetivas, às suas condições profissionais, do que você chama e que nós chamamos novas dimensões, será seguido de efeitos.

Assim, não se surpreendam se, em suas vidas, certo número de coisas pareça mudar, por vezes, de maneira muito abrupta. Isso corresponde simplesmente a seu pedido.
É preciso prestar atenção ao que pedimos.

A particularidade da ação Arcangélica é que ela é vibratória e sobretudo rápida, na implantação de processos ligados à mudança.

Questão: os pedidos de níveis menos conscientes são igualmente levados em conta?

Não. O que é levado em conta, segundo nossa visão, é, antes de tudo, o que é expresso, não ao nível inconsciente, mas ao nível da concordância vibratória alma/personalidade.
É isso o que é levado em conta.

Os pedidos inconscientes, ou seja, sem atenção e sem intenção, não têm qualquer valor para nós. É preciso que o pedido emerja ao nível do consciente. Nós não podemos interferir ao nível da consciência individual, como o disse precedentemente, se não há intenção atrás, ligada a sua própria evolução de Luz, sobretudo nesses períodos atuais.

Questão: qual é hoje a porta vibratória de orações contendo a palavra Deus?

É difícil para mim responder esta questão.
A porta é aquela que está em seu coração.
Se você está no coração, e mantém a Vibração no coração, qualquer que seja a oração, a invocação ou o pedido que você faz, aquele irá no centro do coração, mesmo se as palavras não venham do coração mas são utilizadas pelas egrégoras não pertencentes ao coração.

O pedido, a oração, a invocação, qualquer que seja sua origem, coloca em vibração algumas funções, alguns chacras, em suas estruturas.

Quanto mais seu coração estiver aberto, menos as palavras tornam-se importantes.

Assim como disse e repeti e como está escrito em diferentes lugares de seu Livro: «não faça de suas palavras vãs orações».
Entretanto, as orações são egrégoras que revelam em vocês algumas forças mas que, também, chamam, ao nível de seu mundo e de sua dimensão, algumas forças. Tudo depende portanto ao mesmo tempo da potência da egrégora e a que esta egrégora está lilgada sobre o plano Vibratório exterior a você.

Entretanto, se seu coração está aberto, ele tem a capacidade de transmutar uma energia falsificada em energia Vibral autêntica. Isso, obviamente, é válido nos dois sentidos.

Imagine que você chame por uma oração ou um rito, qualquer que seja, ligado à Luz autêntica e que seu coração não esteja na dimensão adequada, a energia não irá para o coração, mesmo se está programada para ir ao coração.

Em resumo, tudo depende, antes de tudo, de seu estado Vibratório e da abertura e funcionalidade de suas Lâmpadas.

Questão: é exato que haveria um só mantra eficaz?

Como um ser humano, qualquer que seja, da Luz ou da Sombra, poderia dizer-lhe que há apenas uma só coisa a praticar?
Há um Caminho. Há uma Verdade. O Caminho, a Verdade e a Vida que foi ilustrada por Cristo.
Agora, ele mesmo lhes pediu serem livres. Como é que um ser humano, qualquer que seja sua fonte, sua origem e sua função, pode induzí-lo sobre um caminho onde haveria apenas um modo de proceder?
A vida é algo aberto. A evolução é algo aberto. Você deve se liberar de suas cadeias.
Você deve suprimir as barras de sua prisão.

Parece-me que querer colocar um mantra ou uma oração como sendo a única capaz de liberá-lo é já um aprisionamento.

Por que quer você a todo custo rejuntar as barreiras a sua prisão?
Nós passamos nosso tempo a tentar fazê-los sair da prisão e vocês passam seu tempo a se colocarem na prisão.
Não há outra Verdade que a sua.
Não há outra Luz que a sua.

Enquanto você não tiver aceitado e vivido isso, você não poderá sair da prisão.

Eu posso perfeitamente aceitar que você esteja bem na prisão porque ao abrigo, ao menos este é seu ponto de vista.

Questão: como tirar, apesar de tudo, o melhor proveito do que consumimos hoje?

Bem amado, a ferramenta a mais simples é revitalizar, você mesmo, sua própria alimentação.
Seu Espírito é todo potente sobre o que absorve mas faça-o antes de absorver.
Assim, algumas técnicas, bem conhecidas pelos povos que vocês chamam primitivos, consistem em reenergizar os alimentos que vocês vão absorver abençoando-os, consagrando-os, magnetizando-os, vitalizando-os, de uma maneira ou de outra.
Você não chegará, literalmente, talvez, a retornar ao estado original mas, entretanto, a tornar esses alimentos em parte vivos.

Por exemplo, coloque suas mãos acima do que vai comer, ligue-se à Luz Crística alguns segundos e isso bastará.

Questão: no tempo apocaliptico que vivemos, o sacramento da Eucaristia nas igrejas católicas guarda toda sua força e se sim, será até o último dia?

Esse sacramento é válido a partir do momento em que você crê.
Jamais Cristo disse, quando de sua passagem da cena, dizendo: «bebei, este é meu sangue e comei, este é meu corpo» que era preciso instituir um rito deste modo.

Entretanto, se sua crença é suficientemente elevada, se você é capaz de ver, nessa hóstia, o Cristo, ela poderá transformar-se em carne de Cristo em sua boca, como isso já aconteceu.
Entretanto, fazer crer que porque você vai absorver esse vinho e esse pão, você vai comunhar com o Cristo, é uma mentira.

Você comunhará com o Cristo a partir do momento em que, em Verdade, seu coração estiver pronto. Nesse momento, o apoio não tem mais qualquer espécie de importância.

Não confunda o Cristo em sua história e na Verdade de seu sacrifício com o que as religiões quiseram fazer.

O objetivo das religiões foi apenas o de colocar-lhes na prisão e nenhum outro e jamais liberá-los. Isso se saberá.

Entretanto, um ser puro e um ser elevado, um ser realizado ou um Santo, é bem capaz de viver, em Espírito e em Verdade, esses ritos, para torná-los oficiais e reais, mas admitam que isso não é o que acontece com todo ser humano.

Entretanto, Cristo disse: «que isso seja feito segundo tua fé» e se você crê que a hóstia é a carne de Cristo e que o vinho é o sangue de Cristo, eles tornar-se-ão, para você.
Nesse momento, porque afirmar ter tal necessidade?

Cristo, durante sua passagem, significou com isso que ele deveria ser comido, que ele deveria ser bebido, ou seja, que ele deveria ser imitado para alcançar seu estado, que era o Caminho, a Vida e a Verdade.
Querer externalizar e exteriorizar um objetivo é sair, já, da Verdade.

Questão: devemos nos alimentar do prana hoje?

Não é preciso nada.
Por que deveria precisar qualquer coisa, outra do que você é?
Faça segundo suas crenças.
Faça segundo sua própria experiência.
Não há coisas ou pessoas melhores que uma outra.

Se você sente o impulso a não mais comer, então, faça-o.
Se você sente o impulso de fazer isso antes que aquilo, então, faça isso antes que aquilo.
A verdade liberta e a verdadeira liberação está aí e em nenhum outro lugar.

Enquanto você se fechar nas crenças, nos dogmas ou nas atitudes ligadas a isso, ou a percepções exteriores a você mesmo, você se limitará mais, você mesmo.
Enquanto você procurar uma muleta no seu exterior, você não a encontrará.

Questão: por que o amaranto se desenvolve onde há culturas trangênicas?

É uma coisa que não querem admitir, e que é no entanto extremamente simples, aqueles a quem chamamos, com vocês, os maus rapazes: é que eles criaram um mundo de ação/reação, mas eles queriam eles mesmos escapar da reação de suas próprias ações e do golpe, apesar de sua inteligência, falta-lhes, talvez, o que vocês chamam uma caixa.

Eles não querem saber se, querendo desenvolver alguns tipos de alimentação oposta à vida, como o que chamam milho trangênico, por exemplo, o princípio de reação virá e lhes opõe o mal que eles criam, ou seja, o bem.
Eles mesmos criaram esta dimensão de ação/reação e eles se surpreendem de ver florir reações ao nível do homem, ao nível da natureza que eles mesmos falsificaram.
Você vê portanto que, mesmo nesse nível, eles não escapam do princípio de atração e ressonância.

Assim, o amaranto aparecendo nessas culturas é a resposta da Luz, segundo o princípio de mal e bem.
O amaranto é portanto um princípio essencial à constituição biológica de sua dimensão superior. Ele contém, com efeito, certo número de substâncias químicas mas, além mesmo dessas substâncias químicas, capacidades Vibratórias de facilitar sua elevação e sua transformação.

No que concerne aos princípios de ação/reação, poderíamos multiplicar os exemplos ao infinito de coisas que foram empreendidas por esses seres de poder e que desembocam, necessariamente, sobre a própria destruição de seu próprio poder.

Questão: nos seis últimos meses, você sempre falou de fé e de abandono e ultimamente associou a experiência.

Existe uma diferença essencial entre a fé e a experiência, sobretudo neste período de final de ciclo.

A experiência é, por definição, linear. A experiência o envia à ação/reação e ao caminhamento progressivo e linear para algo que seria o final da experiência porque, obviamente, a experiência não serve a nada, numa dimensão, a ser perpetuada de maneira eterna.

A fé participa do princípio de imanência e de transcendência. Nesse sentido, ela não é linear, mas é instantânea.

A experiência pode conduzir à fé.
A fé não conduz jamais à experiência porque a fé os libera da experiência.
Assim, o abandono é o contrário da experiência.
O abandono é aceitar que existe algo que está além da experiência.
Você evoluiu, nesta dimensão, desde tempos importantes para alguns entre vocês, através de experiências, mas jamais a experiência os liberará.
Ela os aproxima da Liberação mas ela não poderá jamais liberá-lo.
Existe um limiar.
Esse limiar necessita abandonar, mesmo a experiência, para penetrar no abandono e desembocar portanto na fé.

A experiência pode levá-lo à fé mas ela não é a fé.
A fé leva à liberação ou ao fanatismo, de acordo com o que você é no poder sobre o outro ou no poder sobre você.
O poder sobre o outro, acoplado à fé, desemboca efetivamente sobre o fanatismo e sobre a escravidão.

Questão: quem são aqueles que acompanham a evolução da Terra na quinta dimensão?

Seus nomes são inúmeros.
Eu não passo dar-lhes o conjunto de consciências, de dimensões que intervêm.
Nós trabalhamos todos, segundo nossas radiações, segundo nosso nível vibratório e nossas funções, nesta transformação.

Alguns estão encarregados do futuro dos movimentos planetários.
Outros estão encarregados do Sol.
Outros, enfim, encarregados, do lugar de seu sistema solar nesta galáxia.
Outros encarregados de tais almas antes que tais outras.

Seu número é incontável, ainda uma vez.
Não há, propriamente falando, mestre de obras.
Nós funcionamos juntos, um pouco como as células de um mesmo corpo biológico, no mesmo sentido.
Nós somos todos, vocês e nós, parte integrante da mesma transformação.
Sua transformação levará, ao nível de nossas próprias dimensões, a uma coerência maior.
Então, nós trabalhamos todos no mesmo sentido, no mesmo objetivo.

Questão: esses irmãos que intervêm têm representantes encarnados sobre o planeta?

Podemos efetivamente dizê-lo.
É como se alguns voltassem a procurar os membros de suas famílias.

Questão: a experiência daqueles que estão encarnados vai beneficiar a família?

Sim. Além dos véus da separação em que você esteve submerso, sua Luz, assim como já o dissemos, cresceu, por essas experiências de separação.
Assim, sua qualidade e sua quantidade de irradiação, quando tocar o corpo de Existência, será rica de ensinamentos para aqueles que fazem parte de seus planos dimensionais, de suas famílias, ou de suas linhagens evolutivas porque elas terão acesso, então, à totalidade de suas experiências.

Questão: cada dia pode ser consagrado a um Arcanjo específico?

Sim. Isto faz parte de uma tradição bem estabelecida.
Do mesmo modo que a humanidade tem a festa dos Arcanjos em diferentes dias de seu calendário, do mesmo modo existe um Arcanjo por dia, mesmo como existem sete cores.

Eu me expressei, por inúmeras vezes, sobre a radiação colorida. Entretanto, existem diversos sistemas de classificação e de ressonância.
Poderíamos, por exemplo, decidir que a Radiância e a Vibração do Arcanjo Rafael pudesse estar associada a tal chacra, a tal Lâmpada, se preferem. Isso seria verdade em um certo nível, mas não em outro.

Outro exemplo: O Arcanjo Jofiel, Arcanjo da Luz dourada e do Conhecimento, tem uma Radiância que está em relação com sua sexta lâmpada, «atma chacra», tendo substituído o arcanjo Lúcifer.
Entretanto, existem outras funções, pela Radiância colorida do Arcanjo Jophiel.

Por exemplo, eu sou o Reitor do planeta Vênus.
Minha Radiância está em acordo vibratório com Vênus.
Entretanto, outros arcanjos podem se prevalecer de estar em relação e em ressonância com o planeta Vênus.

Tudo depende do sistema no qual você quer se classificar.
Mas, assim como disse àquele que guardo e que lhes repeti, vocês não podem nos fechar em qualquer de suas categorias. Nós estamos além do que decidimos.

Não há, portanto, dia privilegiado para nós para nos orar.
Não há dia privilegiado em que nossa presença se faça mais real.
Isso são convenções, em relação com fatos reais, mas não são tão reais como os fatos.
Nós não estamos limitados por qualquer circunstância de seu mundo terrestre.

Questão: O corpo de Padre Pio foi exumado, intacto. Como isso pode se fazer?

Esta é estrita Verdade e estrita realidade.
O ser humano que atinge, em sua Consciência, as portas de Cristo, ou seja, as portas da ressurreição, que é santificado no sentido o mais nobre pela Luz dos quatro Vivos ou de Miguel, conservará, no momento da morte desse corpo físico, a incorruptibilidade da carne.

Isso corresponde, em uma linguagem mais oriental, ao que é chamado «o grande samadhi».
O grande samadhi permite à Consciência liberar-se desse corpo que teoricamente volta ao pó e esse corpo torna-se incorruptível.
É o traço real e tangível de que vocês têm os meios de transcender a biologia, mesmo nesta dimensão.

Isto foi, entretanto, realizado por um número fraco, extremamente fraco de seres humanos.
Mas, entretanto, este é o traço e a prova que vocês são Essência Divina. Basta para isso que a alma encontre, ao curso desta encarnação, a dimensão a mais elevada ligada ao fogo do Amor, para que esse corpo se torne incorruptível.

Isso significa, em outras palavras, que um tal corpo pode ressuscitar milhares de anos depois. Quando eu digo ressuscitar quer dizer que a Consciência, sendo recebida na Unidade, pode reenviar, por sua conexão com esse corpo biológico, uma partícula de Consciência para reanimar esse corpo.

Assim, o corpo de personalidade despertar-se-á, enquanto que o Espírito estará no corpo de Existência.
Vocês chamaram a isso imortalidade mas é bem mais do que isso.
Há, nesse momento, transcendência e permanência de múltiplas dimensões possíveis.

Algumas pessoas evoluídas puderam deixar algumas partes de seus corpos tocadas pelo aspecto Vibratório da Santidade mas não a totalidade de seus corpos, como no caso daquele que é chamado Padre Pio.

Questão: a passagem na 5ª dimensão provoca uma perda de memória daquilo que vivemos na 3ª dimensão dissociada?

Onde se encontra a memória?
A memória encontra-se armazenada em um espaço que vocês chamam «Anais Akashicos», existente em seu DNA.
Existem várias memórias.
Existem memórias que vocês chamariam emocionais, ligadas portanto às emoções. Estas não perdurarão, dissolver-se-ão.
O que permanecerá será a memória da experiência ligada ao crescimento da Luz e em nenhum caso lembranças ligadas ao que vocês comeram a tal época.

Questão: eu estou no meu lugar, no lugar onde vivo?

Bem amado, a questão que coloca chama já sua resposta natural que é não.
Existe uma interrogação na alma quanto à oportunidade de seguir o que o impulso da alma, propriamente falando, pede, ou seja, estar em outro lugar, mesmo nesta barreira pirenaica tão importante.

Entretanto, existe um certo número de fatores que são, bem amado, independentes de sua vontade e de seu próprio desenrolar de tempo.
Vocês estão, e vão continuar, sujeitos, por um tempo, a modificações importantes no desenrolar de suas Consciências e de suas vidas.
Vocês não vão ter a possibilidade de se liberarem totalmente dessas subjugações que estão ligadas a liberações contrariamente à impressão que vocês poderiam ter.

Assim, portanto, existem vontades da alma, para uns e para outros.
Deixar um lugar pode ser fácil para alguns.
Investir em outro pode ser ainda mais fácil.
Tudo depende do modo como você arranja a mudança geográfica, do lugar de trabalho.

Muitos seres, atualmente, seguem impulsos profundos com relação a isso. Entretanto, eu atraio sua atenção sobre o fato de que certo número não tem bloqueio, e eu insisto bem nisso.

Fenômenos, independentes de sua vontade pessoal e individual, estão a caminho em sua direção, de maneira agora certa e absoluta.
Então, o que você realizou até o presente, uns e outros, é bem porque você colocou os fundamentos de mudanças necessárias.
Para todos e cada um existirão outras mudanças mas serão impulsionadas, mesmo se você o perceber, em sua alma, de maneira diferente ao que você crê.

Existem, assim como a maior parte dentre vocês o sabe, lugares que se tornarão o que chamei, inúmeras vezes, Lares Abertos de Vida e Luz.
Esses lugares, alguns deles, estão estabelecidos. Outros ainda não.
Eles correspondem a agrupamentos, ligados à sincronicidade de boa vontade e de alma que, talvez, não se conheça ainda, em lugares que não são ainda conhecidos.
E no entanto, existem lugares já conhecidos.
Nesses lugares já conhecidos, existem pessoas que nada têm a fazer e que partirão, elas também.

Assim, portanto, existem Lares presentes, a tornarem-se, em sua alma, mesmo que existam Lares presentes em lugares físicos que não estão ainda revelados.
Há fenômenos de ajustamento que ocorrerão progressivamente nas semanas que vêm.
É necessário ficar na escuta.

Entretanto, vocês serão submetidos a modificações que não são unicamente de sua Vontade ou sua intuição mas também das Vontades da Luz.

Vocês devem compreender que alguns dentre vocês, tendo mudado o modo de vida, o modo de funcionamento, se reencontram a investir, de uma maneira ou de outra, em certos lugares e certas funções mas devem por vezes admitir que o que criaram ou investiram, quer isso seja em tempo, em dinheiro ou em funcionamento, não foi talvez destinado a vocês mesmos mas a outros.
Isso chama-se a nova Fraternidade.

Entretanto, convém compreender o princípio que é o abandono à Luz e o princípio de ressonância e atração. Vocês serão conduzidos, no sentido próprio como no sentido figurado, a lugares adaptados ao que vocês têm a viver, uns e outros.
Algumas energias e algumas consciências humanas agrupar-se-ão. Elas o farão sempre segundo o princípio da qualidade da Luz e da Vibração e não segundo noções geográficas ou materiais ou de relações de proprietário a locatário.
Em outra palavra, vocês serão levados a compartilhar o que pode ser.

___________________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Um comentário:

  1. Quanto mais seu coração estiver aberto, menos as palavras tornam-se importantes.

    Não confunda o Cristo em sua história e na Verdade de seu sacrifício com o que as religiões quiseram fazer.

    ResponderExcluir