Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

17 de out de 2009

ANAEL - 17 de outubro de 2009

DO SITE AUTRES DIMENSIONS


Questão: Miguel disse que não haverá mais 3ª dimensão completamente dissociada da Fonte, mas que poderá ainda haver dimensões onde não haveria esta noção de bem, de mal mas em relação com a Fonte. Poderia desenvolver?

Bem amada, a partir do momento em que as dimensões são ligadas à Fonte, não pode mais haver mal. Há simplesmente jogo Sombra /Luz, o que não é de fato a mesma coisa.

Com efeito, na 3ª dimensão existem formas de vida, não cortadas da Fonte, e que possuem um corpo de carne, possuem um corpo físico à base de carbono, assim como aquele que você possui.
Entretanto, nessas dimensões, não há ruptura, não há separação com a Fonte. Mas, entretanto, a existência mesmo de canais carbônicos e de Consciência se exprime através de leis de eletromagnetismo mas não cortados da Fonte.

Isso não é de fato a mesma coisa como mundos Vibratórios em que vocês evoluem, efetivamente, onde a Sombra e a Luz são assimiladas em mal e bem.

Em definitivo e em Unidade, a Sombra não é o mal, a Luz não é o bem. Trata-se de uma alternância Sombra/Luz, mas a Sombra não pode ser assimilada, nos múltiplos universos e multidimensões, ao mal. É apenas nesta dimensão que o que vocês chamam bem/mal foi colocado ao extremo, nas forças eletromagnéticas de atração e de repulsão. O bem sendo, por definição, dilatação, expansão. O mal sendo, ao oposto, contração, restrição.
Há aí um processo bem lógico. Entretanto, é preciso bem compreender que, quando eu digo, eu também, que existiam dimensões de 3ª sem separação da Fonte, isso não quis dizer que nessas dimensões, o jogo do bem e do mal ocorria. Somente existe, nesse momento, o jogo Sombra/Luz. Mas a Sombra não está presa na mesma aceitação que aquela que vocês vivem hoje, ou seja, como princípio que os afasta e os obriga a se reencarnar.
Há uma liberdade total, nos mundos de 3ª dimensão unificada, quanto à tomada de corpo, ou quanto à saída desse corpo, por exemplo.

Há sim outras diferenças, obviamente. Mas, entretanto, nos mundos cortados totalmente da Fonte, vocês foram obrigados a se isolar de sua Divindade, deixar, de qualquer modo, sua Divindade, seus corpos os mais elevados de Vibração, em outros lugares, para poder penetrar esta matriz.

Entretanto, não é preciso sempre assimilar a Sombra e a Luz ao jogo do bem e do mal. A Luz pode também fazer o mal, mesmo em sua dimensão. Tudo depende do ponto de vista, da Consciência que a recebe. O exemplo é muito simples.

Imagine, por exemplo, um ser humano que não conhece a Luz e cuja vida é, no entanto, repleta de bem, repleta de ações, no sentido social, moral, afetivo, emocional, que vai no sentido de uma vida harmoniosa, de uma vida bem completa, diriam vocês, eu creio. Entretanto, esta alma, se ela se encontra confrontada a um afluxo de Luz extremamente importante vindo de dimensões superiores, sua vida explodirá literalmente, e sua Consciência também.

Compreendam bem que o essencial não é levar, em termo moral ou em termo social, uma vida linear ou uma vida equilibrada. Hoje, vocês estão face a um desafio muito maior que é aquele de subir suas Vibrações, de subir em Vibração. A solução não se encontra senão nesse nível. Ela não pode estar numa mudança de paradigma unicamente vindo de suas concepções, ou de suas idéias, ou de suas crenças.

É um mundo totalmente novo que se abre a vocês, ligado à sua penetração, como muitos de vocês o sabem, de seu sistema Solar no Centro Galáctico, como isso se produz a cada 26.000 anos. Entretanto, essa passagem é hoje muito especial porque se acompanha, assim como lhes disse o Arcanjo Miguel, efetivamente, da destruição total da trama da 3ª dimensão dissociada. Nisso, existe algo de fundamentalmente novo para vocês. E, entretanto, vocês já viveram as premissas quando de sua inserção nesta realidade.

Alguns de vocês estão aqui desde muito tempo. Por muito tempo, eu entendo, milhares de anos. Outros estão aí desde ainda mais tempo. Desde dezenas de milhares de anos, ou centenas de milhares de anos. Outros se juntaram mais recentemente, a fim de participar, de uma maneira ou de outra, a este despertamento da humanidade.

Questão: por que sentimos um vazio interior? A que isso corresponde? Como gerir?

O vazio interior pode tomar diferentes significações, segundo as pessoas e segundo as Consciências.
O vazio interior significa um momento de passagem. É uma etapa de transição.
O vazio interior precede o pleno. Em sua dimensão, assim isso funciona.

Da mesma forma como ao curso dos Casamentos Celestiais, atraímos sua atenção e sua Consciência sobre o fato de viver alguns sons, a fim de chegar ao silêncio interior. Do mesmo modo, a vida interior pode ser a etapa que precede o pleno interior, ou seja, a ativação permanente do que vocês chamam Chacra do Coração e portanto o retorno à Existência.

Por vezes também, esse sentimento de vazio interior pode estar ligado, não a processos energéticos de evolução, mas por vezes também a sofrimentos que vocês viveram, relativos a aflições, no sentido que vocês entendem, ao nível afetivo, que voltam à memória e se manifestam por esse sentimento de vazio.

É preciso, entretanto, aceitar e compreender que nada é vazio nos multiuniversos e multidimensões. É apenas sua própria apropriação desta dimensão e do vivido que fez com que vocês concebessem o vazio como possível. Nada é vazio nos multiuniversos. Tudo é pleno, de diferentes modos.

Questão: Se fizemos a escolha de estar aqui e agora, por que viver dificuldades de encarnação?

Vocês fizeram a escolha de sua encarnação. Ninguém os obrigou a se reencarnar.
Entretanto, mesmo saindo da encarnação, vocês permanecem prisioneiros do que é chamado matriz, ou seja, a lei de ação/reação.

Mesmo os ensinamentos os mais tradicionais e os mais antigos, presentes na superfície desta Terra, insistem sobre o fato de que vocês penetram as rodas de reencarnação até o momento em que o Samsara, ou seja, em que a Ilusão, o Maya, pare, a partir do momento em que você tiver encontrado a Unidade.

É preciso bem compreender que a partir do momento em que vocês foram presos nesta matriz (o que foi retomado em inúmeros mitos, como sendo a queda. De fato, vocês não tiveram a queda, vocês foram chamados a cair, o que não é de fato a mesma coisa), não há responsabilidade, nesse nível, senão apenas aquela que quiseram fazer-lhes endossar, literalmente.

Vocês não têm pecado, assim como fizeram-nos crer. O pecado vem sim daquele que vocês chamam Deus ou Diabo, que criou esta dimensão dissociada, além das injunções da Fonte e com a ajuda de um Arcanjo bem específico, num dado momento.
Mas se isso lhes parece, hoje, difícil para compreender ou aceitar, coloque isso de lado, num canto de seu Espírito.
Entretanto, é preciso compreender que a partir do momento em que vocês estão presos nesta matriz, vocês não têm, literalmente, qualquer meio de sair, senão trabalhar sobre seu Ser interior.

Mas se vocês olharem o número de encarnações presas nesse mundo, quantos seres chegaram a esta liberação? Muito poucos. Então, vão dizer: «sim, é um caminho de acesso, um caminho difícil, no qual é preciso trabalhar sobre si para esperar encontrar a liberação».
Tentem olhar em torno de vocês: quantos Seres trabalharam sobre eles e quantos Seres atingiram esta liberação? A liberação real, eu não falo de uma forma moderada ou limitada do que chamariam, alguns, Samadhi. Eu falo da liberação total, aquela que os faz sair da prisão da matriz. Isso é muito raro.
E por isso é possível, no período inicial ou no período final do ciclo de 50.000 anos, liberarem-se, se vocês o aceitam, desta matriz. Mas são vocês mesmos que fazem o trabalho.
Nós propomos uma revolução e uma resolução e uma ressonância da Luz. São vocês que a aceitam ou não.
Então, quando vocês dizem que estão livres de se reencarnarem, sim, vocês estão livres de permanecer nos limbos intermediários, sempre prisioneiros desta matriz ou acessar a uma vida particular, a fim de progredir. Porque, entretanto, mesmo no sistema de controle humano, ou seja, do sistema corpo/alma/espírito, tal como foi criado por Deus e Arcontes, vocês têm a possibilidade de evoluir mas, entretanto, permanecendo prisioneiros nesse sistema, a fim de alimentá-lo.

Nesse sistema, vocês têm total liberdade, mas vocês não podem sair do sistema.
O que nós lhes propomos, hoje, é justamente liberarem-se dessa matriz. Então, há liberdade se vocês a aceitam.
Entretanto, creiam que, se vocês estão nesse corpo, neste instante, e neste momento, é porque vocês escolheram. Mas, entretanto, mesmo se você nele não estivesse, estaria em outro. Mas você não tinha senão uma escolha entre aqui ou outro lugar. Mas, certamente, não além.

Questão: qual limiar deve ser atingido para permitir a reversão do conjunto do planeta?

Bem amada, o limiar não é tanto uma quantidade de humanos, uma quantidade de Vibração, expressa como aspiração à liberação, aspiração à Luz Vibral Autêntica que vem para vocês.
Progressivamente e à medida em que um número mais importante, ou que uma intensidade mais importante, mesmo com o mesmo número de Seres Humanos, é aspirada para esta Luz e esta liberação, progressivamente e nessa medida, a liberação se tornará mais fácil.

Assim como o sabem, tínhamos certo número de problemas, ligados à sua estrutura mesmo e a algumas modificações desconhecidas, mesmo por geneticistas os mais elevados, que ocorreram e surgiram em seu DNA. Nós compensamos isso.

Obviamente, as forças da Sombra que foram dissolvidas e desfeitas, literalmente, ao nível do Sol, tentam, entretanto, nesta Humanidade (por intermédio de seus servidores ou empregados, se preferem), a todo custo, manter esta Ilusão. Esta Ilusão é mantida pelo poder, pelo medo. O poder e o medo são os dois elementos motores que os mantém nesta Ilusão.

Compreendam bem que, quanto mais tivermos Seres humanos ou quanto mais tivermos Vibrações de Alegria, de elevação e de transformação, mais rápido terá lugar a transformação e na doçura. Então, isso não depende de nós.

Isso depende de um relógio cósmico, certamente, que está quase chegando a uma data batente. Mas vocês têm ainda tempo, mais esse tempo será curto, melhor será para vocês, para sua liberação.

Entretanto, compreendam bem que não é unicamente uma questão de aritmética e de número de pessoas mas, bem mais, de uma intensidade Vibral geral sobre este planeta.

Questão: pessoas não informadas, e em particular, as crianças, podem sentir essas Vibrações ou em todo caso fazer parte desse movimento liberatório?

Não tenha qualquer inquietação com aqueles a quem chama crianças. Aqueles que estão presentes, nesse momento, nesta densidade, com uma idade que você chama, criança, são frequentemente seres muito mais evoluídos e muito mais afirmados na Luz e na Vibração.
Não haverá para eles qualquer dificuldade para viver esta transformação porque eles não têm ainda crenças estruturadas neles. Essas crianças são livres. É por isso que algumas forças tentaram introduzir, em seu DNA, diferentes perturbações para limitar sua expansão de Consciência.

Mas absolutamente nada, hoje, agora, pode se opor a esta expansão de Consciência considerável que deve fazê-los reencontrar sua Existência, sua Divindade, assim como vocês poderiam chamá-la. Então, não há o que se preocupar com as crianças.

Não há o que se preocupar, também, com os Seres humanos que não percebem e não sentem esta Vibração. Ela chega, entretanto.

Como o Arcanjo Miguel disse, haverá várias ondas. As ondas são sucessivas. E lembrem-se das palavras de Cristo: «os primeiros serão os últimos, os últimos serão os primeiros».

Não há qualquer inquietação a ter, porque a inquietação induz ao medo. O medo induz à contração e a contração os afasta da Alegria.

Questão: qual é o melhor ensinamento a dar às crianças?

O mais belo dos ensinamentos, bem amado, é o ensinamento da liberdade, o ensinamento da ética e da responsabilidade. Isso não passa nem pelas religiões, nem mesmo pelo Arcanjo Miguel. Isso passa pelo reconhecimento de Si como Ser divino, Ser soberano e Ser autônomo.

As crianças têm espontaneamente acesso a esta dimensão. Não é portanto questão de formá-las a algo que corresponde, já, ao que eles são, mas sim afirmá-los nesta Verdade.

Obviamente, o sistema educativo sendo o que é, vocês têm um certo número de normas a respeitar. Mas tentem, tanto como se possa, não fechá-los em sistemas que vocês chamam religiosos. Vocês devem compreender que todas as Revelações, quaisquer que sejam, de início, foram todas justas. Entretanto, foram todas transformadas pelo poder humano e pela avidez e a vontade de poder de alguns. Todas, sem exceção.

Não existe qualquer religião que não tenha falhado. Não existe qualquer sistema que não tenha falhado. O único sistema que não falhará jamais, são Vocês mesmos e seu Ser interior. É isto que vocês devem reencontrar. Então, isso se encontra no interior.

Ensine a uma criança a meditar. Ensine a uma criança viver sua dimensão interior. Isso é o mais importante e não, hoje, prepará-lo certas coisas exteriores.

Questão: que fazer, contudo, quando uma criança de hoje, oito-nove anos, é assaltado por «entidades» que a colocam em sofrimento?

Bem amada, uma criança, até 14 anos, em sua densidade, não tem história própria. Uma Criança endossa, literalmente, a energia, a Consciência, o Carma (o que vocês chamam, como querem) dos pais.

Assim, não é a criança que precisa ser liberada, mas sim seus pais, de suas crenças. Isso pode ser duro a aceitar porque os pais podem por vezes ter uma atitude justa e observar como expectador de algo que lhes pareça tão particular, como uma grave doença.

Mas, entretanto, a Fonte não está jamais na Entidade. A entidade criança que chega num ambiente, vai tomar um certo número de Vibrações, um certo número de Consciências, um certo número de funcionalidades, inscritos em seu DNA, nos cromossomos e na memória paternal. É esta memória paternal que toca a criança (filho). Não é a criança.

Questão: se fazemos todos os trabalhos preconizados para elevar nossa taxa vibratória mas, paralelamente a isso, vivemos ainda o medo, a elevação vibratória se faz apesar de tudo?

Em sua densidade, vocês passam por períodos de elevação e períodos de caída. Isso é inevitável, em função de sua condição dita humana. Entretanto, os momentos em que vocês devem viver a Vibração, progressivamente e à medida em que eles ganham importância, intensidade e duração, permitirão aos fenômenos que vocês chamam medo e a outros estados emocionais contrários à Vibração, afastarem-se de vocês, progressiva ou brutalmente.

Entretanto, é preciso bem compreender e aceitar que quanto mais vocês vibrarem e quanto mais viverem na Vibração da Alegria e na Vibração da Luz Vibral, mais vocês se afastarão das zonas sombrias que constituíram suas vidas, para alguns, desde muito tempo.

Isto é um aprendizado, um aprendizado muito acelerado. Entretanto, obviamente, a estrutura de sua sociedade faz tudo para impedi-los de encontrar isso. Através de um certo número de constrangimentos, através de um certo número de medos que foram instalados em vocês, desde mesmo a criação desse mundo e que se manifestam através da arquitetura sofisticada de sua sociedade: medo do desemprego, medo da doença, medo da morte, medo disso, medo de perder um filho... Tudo é pretexto para o medo. E tudo é pretexto para encontrar cenários ou seguranças que vão suprimir esses medos, de maneira artificial.

A única maneira de suprimir o medo, em Si, é viver a Vibração interior. Isso se estabelece progressivamente e, o dia em que vocês chegarem realmente a viver nesta estabilidade do Coração aberto e vibrante, o medo se afastará de vocês, definitivamente, o que quer que lhes aconteça. O medo nada pode contra a Vibração do Coração. Absolutamente nada.

Questão: como as Efusões de Luz fazem reagir a Sombra, o poder?

A Sombra, assim como a denominam (de fato, a palavra poder é muito mais adaptada, porque a Sombra é poder e o poder é Sombra), o poder sobre o outro é a fonte de todos os seus conflitos e de todas as suas misérias, no sentido em que vocês o entendem.

A Sombra pode se servir da Luz Unitária? Absolutamente não. Ela não pode reagir senão criando o medo. Isso foi criado de diferentes modos e, entretanto, compreendam bem que aqueles que estão no poder e que quiseram insinuar em vocês um medo, não compreendem grande coisa, obviamente.
Eles quiseram destruir a economia. Eles ali chegaram porque isso é baseado sobre o poder e deve, de todo modo, se destruir. E o que aconteceu? Os Seres humanos não tiveram medo. Então, que eles fazem? Tentam instaurar um Estado de medo com relação a doenças extremamente graves que não existiam senão na imaginação deles. E, entretanto, o Ser Humano não teve medo.

Então, compreendam bem que eles procuram meios de criar o medo. A matriz, assim como foi denominada, é um princípio de medo e fechamento. Assim, vocês descobrirão, pouco a pouco, que vocês não estão fechados. Vocês descobrirão, pouco a pouco, o ilimitado. Vocês saem de suas limitações, cada um a seu ritmo, cada um a seu modo e em sua velocidade. Então, ao descobrir isso, vocês participam do aumento da liberação.

É preciso bem compreender que o medo tem ainda mais medo. E, portanto, aqueles que estão na Sombra e o poder tem cada vez mais medo de perder seu poder e procurarão, de maneira ainda mais forte, gerar este medo e sua submissão.

Então, não há questão de lutar ou se opor ao que gera o medo porque vocês o alimentarão, de um modo ou de outro. É preciso acalmarem-se, no sentido em que não devem reagir, mas para agir em seu Ser interior. Acalmar-se, e agir no interior, é, verdadeiramente, o que lhes é solicitado.

Persistindo e permanecendo na Vibração de sua Essência e de seu Coração, o mundo se dissolverá de si mesmo, sem esforço.

Questão: o que é «a Luz Vibral» e também «o espaço sagrado do Coração»?

A Luz Vibral, de início, bem amada: por que essas duas palavras são coladas? Porque muitos Seres humanos falam de Luz. Por exemplo, fechando os olhos, vejo a luz. Isso é Luz? Ou isso é Ilusão? A luz do Sol, também, que vocês vêem, é ela real ou é falsa? Ainda que ela seja definida por um certo número de componentes ligados a partículas, a Radiações e a influências específicas, isso não é a Verdade. Isto está curvado, literalmente, ao nível de seu espaço/tempo.

Então, o que chamamos a Luz Vibral é uma Luz que não vem desta dimensão. Vem de uma dimensão superior, quando ela chega nesse mundo, ela se traduz por uma Vibração.

Pode haver Luz e Vibração sem percepção de luz, olhos abertos ou fechados. O que quero dizer com isso, e que queremos dizer com isso é que, antes de tudo, a Luz é Vibração. Uma Vibração que percorre uma escala e uma gama extremamente expandidas, o objetivo sendo de revelar, em Vocês, o que foi chamado, pelo Arcanjo Miguel, o Fogo do Amor.

A Luz essencial, a Luz Autêntica, a Luz Vibral é um Fogo. Um fogo que não o consome. Perguntem-se porque, mesmo na religião católica, quiseram lhes fazer assimilar o Fogo ao inferno. E, no entanto, os místicos que viveram esta transmissão do fogo e este Despertar no Fogo, pelo Arcanjo Miguel, ou pelos Serafins, descreveram esta iniciação sobre o Fogo, retomada pelas sociedades ditas tradicionais, como as marchas sobre o Fogo ou as provas do Fogo. O Fogo é o elemento purificador, ele é o elemento motor que os leva a sua Divindade. Ele brilha, literalmente, o que não é a Luz.

Então, a Luz é Vibral e Fogo. Ela é Vibração.
Agora, a luz que vocês podem perceber, o mais frequente, é apenas um reflexo da Luz, tanto que não é Vibração.
Ao contrário, se você percebe uma Luz, de olhos abertos ou fechados, qualquer que seja a cor desta Luz, e se ela está acompanhada de Vibração, então, vocês estão num dos componentes da Luz Vibral.

O que é chamado o espaço sagrado do Coração é um espaço, no interior de seu Ser, que, quando se ativa, lhes confere a Alegria, o que é chamado, nas tradições orientais, o Samadhi. Mas não existe um Samadhi, existem sete Samadhis diferentes, de um grau mais leve a um grau o mais profundo. O conjunto desses Samadhis os conduz a experimentar a Alegria.
Na Alegria, assim como lhes disse, não existe mais medo.

Agora, estar no Coração não é uma visão do Espírito. É uma Vibração que se estabelece no peito, uma Consciência que se estatelece no peito. No primeiro Samadhi, a Vibração vai e vem. Ela lhes permite perceber, sentir a Vibração ao nível do que chamam Chacra do Coração. E então, em estados mais etéreos, as Vibrações se instalam no Coração e tornam-se permanentes, conduzindo-os a viver um estado de plenitude e um estado de Luz Vibral muito invasiva. Nesse momento vocês chegam ao penúntimo Samadhi.

O Samadhi maior, chamado na tradição oriental, o Maha Samadhi, não lhes é ainda aberto. É aquele que lhes permitirá, no momento vindo, passar na imortalidade, não desse corpo, certamente, mas da Consciência, assim como manifestaram alguns Santos, em que o corpo se torna incorruptível, em que o corpo desaparece, literalmente, porque é levado ao Céu, assim como foi descrito por Enoch, Elias ou ainda Cristo.

Questão: você disse recentemente que convém não enviar a Luz mas recebê-la e deixá-la irradiar. Como fazer então quando estamos no contexto de cuidados?

Esse contexto evolui de modo muito natural.
Se você olha em torno de você, todas as pessoas que são terapeutas, de uma maneira ou de outra, e que trabalham nos domínios que vocês chamam, há não tão longo tempo, alternativos, observará que essas pessoas quase não têm mais pessoas a cuidar. Por que? Porque as pessoas que estavam interessadas por isso encontraram sua própria Luz, não têm mais necessidade de Luz exterior.

Ao contrário, olhe os consultórios daqueles que vocês chamam os psiquiatras, aqueles que fazem terapias ditas convencionais, em sua Humanidade. Eles transbordam de clientes, transbordam de pacientes, porque eles são confrontados a pessoas que não sabem mais como fazer relação com esse afluxo desta Luz, com relação ao medo e com relação às contradições que vivem no interior.

Entretanto, quando foi dito que não era necessário enviar voluntariamente a Luz, basta-lhes Ser. Ser é uma irradiação de Luz e não por uma vontade. É uma mudança de paradigma, aí também, extremamente importante.

Em muito numerosos ensinamentos foi dito, em tempos passados, para enviar a Luz sob forma de oração ou sob forma de intenção, sobre uma pessoa ou sobre um outro. O mais importante é Ser si mesmo esta Luz. Se vocês são vocês mesmos esta Luz, a irradiação se faz natural e espontaneamente e essa irradiação de Luz não pode ser transformada, de uma maneira ou de outra, por uma outra vontade.

Há portanto, efetivamente, também, nesse nível, uma mudança de paradigma importante que deve permitir-lhes passar de uma vontade de Luz ao abandono à Luz, assim como já defini muito longamente.

O abandono à Luz permite irradiar a Luz, semear a Luz, mas sem qualquer ato de vontade e sem qualquer poder. Simplesmente sendo e assumindo um estado de ser.

Questão: procurar a Unidade equivale a procurar esse estado vibratório no Coração?

Bem amada, a Unidade sempre esteve aí. Ela jamais pôde se revelar porque você estava constrangido numa Ilusão. Hoje, esta Ilusão se eleva e se remove. Assim, portanto, você vai redescobrir a Unidade. A Unidade é efetivamente Presença. Na Presença, não há mais manifestação dual. Isso lhe permitirá viver nesta densidade ainda algum tempo, mesmo sendo portadora da nova Vibração e do novo Estado de Consciência.

É nesse sentido que Miguel os chamou Transmissores da Luz e, agora, Semeadores da Luz. Isso quer dizer que vocês devem afirmar sua Presença em sua Vibração do Coração.

A Vibração do Coração é a garantia de sua Unidade. Você não pode sentir uma Vibração sobre o Chacra do Coração sem estar na Unidade. E, reciprocamente, se você penetrar na Unidade, a Vibração do Coração se ativa. Há portanto, aí, um aspecto de Luz vibral e não uma vista do Espírito, ou uma idéia, ou um humor, mas sim um estado vibratório.

Questão: os «tempos reduzidos» que Miguel fala correspondem a qual escala de tempo Terrestre? E quais serão as reviravoltas exteriores?

É preciso bem compreender que a partir do momento em que você vive a Vibração interior de seu Coração, o espaço sagrado do Coração, a partir do momento em que você entra na Unidade, que acontece nesse momento? O exterior não existe mais. Simplesmente.

Os Seres que encontraram a Unidade, nas diferentes tradições, os diferentes místicos tiveram uma ação sobre o mundo exterior porque esse mundo exterior existia.

Entretanto, compreendam bem que o que vocês são chamados a viver, hoje, corresponde a um número muito mais importante de Seres Humanos.
A partir do momento em que um número de Seres Humanos volte sua consciência para o interior e viva, de maneira definitiva, este estado de Existência, esse mundo cessará simplesmente de existir.

O outro problema é conceber as reviravoltas exteriores em termos de destruição. Miguel foi muito prudente quando interviu este ano. Ele falou de desconstrução. A desconstrução é a desconstrução da Ilusão, tudo o que os mantém nesta Ilusão. Em primeiro lugar vem, obviamente, o poder, o medo, e, em seguida, obviamente, um certo número de laços que vocês construíram, para alguns dentre vocês, com muita Alegria mas que, entretanto, os impedem de acessar a verdadeira Alegria.

Então, as reviravoltas exteriores não serão estritamente nada. Progressivamente e à medida em que as reviravoltas exteriores apareçam, de maneira concreta, concretamente, vocês se voltarão cada vez mais para seu Coração.

Por exemplo, um exemplo muito simples: muitos Seres Humanos, desde o início deste ano, sabem que a humanidade se dirige para um final econômico programado e desejado pela Luz e, paradoxalmente, também, pela Sombra, mas não com os mesmos objetivos.
A Sombra espera escravizá-los, através do desaparecimento do sistema econômico e o controle total da economia.
A Luz espera liberá-los, ela, pelo mesmo processo de liberação da economia.
Que vai acontecer? Apoiem-se sobre as tradições orientais, e bem além, sobre certas tradições xamânicas e sobre os povos indianos que diziam, e que dizem sempre, que a partir do momento em que você cria, entre o que você fabrica com suas mãos e o que você quer vender a qualquer outro, um intermediário, você perde seu poder e delega seu poder.
Assim é a grande lição da humanidade com relação a esta dimensão, com relação às energias do dinheiro.
Você tem seu dinheiro?
Você tem seu próprio poder sobre seu dinheiro?
Vocês descobrirão muito em breve que não. Absolutamente não. E que, quando vocês perderem esse falso poder, descobrirão a liberdade.

Questão: por que não vivemos os acontecimentos luminosos ou cósmicos que foram anunciados nas datas de 15 de agosto, 29 de setembro ...?

Bem amado, esses eventos foram produzidos na hora e momento ditos.
A cada vez que o Arcanjo Miguel anunciou um certo número de Radiações devendo chegar sobre o planeta, a fim de liberar seu DNA, isso se produziu de maneira exata e na hora dita. Entretanto, não espere encontrar, em suas mídias, este anúncio, obviamente.

Agora, a cada vez que anunciarmos algo, isso será verificável, não por suas mídias, mas, em Vocês, antes de tudo, na Vibração.

Mas também, quando falamos de sinais celestiais, saiba que muito numerosos seres humanos, centenas de milhões (e aqui falamos mesmo de continentes inteiros, que vocês não conhecem, como a China) viram o que vocês chamam Luzes e fenômenos celestiais, durante este verão. Entretanto, vocês ouviram falar? Jamais.

Vocês não ouvirão falar jamais, mesmo o momento em que um certo número de coisas bem físicas intervirão em sua densidade. Vocês não estarão jamais a par porque o objetivo das forças da Sombra ou dos «maus rapazes», como os chamamos, é sobretudo que sua Consciência não se coloque jamais sobre o Céu e continue a olhar o solo. Em todos os sentidos do termo.

Questão: há uma relação entre as intervenções de Miguel e os tremores da Terra?

Sim. Com isso mas também com fenômenos celestes e também com o que vocês chamam, em inglês, os «crop circles» (círculos de colheita). Assim como eu disse àquele que guardo, a cada vez que o Arcanjo Miguel interveio para uma das etapas dos Casamentos Celestiais, a cada vez, apareceu um círculo de colheita que correspondia completamente ao que ia ser despertado naquele momento.

Quando o Arcanjo Miguel diz que haverá, a tal momento do dia, tal Radiação ionizante, obviamente, esta Radiação ionizante chega na hora certa, no momento anunciado. Miguel falou frequentemente da honra e da probidade. Não é porque vocês não estão a par que isso não existe. Procurem e encontrarão.

Questão: como atingir melhor o «deixar ir» (soltar) nesse momento?

O soltar é uma primeira etapa, mas não é o objetivo.
Assim como eu disse, inúmeras vezes, o soltar deve conduzir ao abandono.
O que é o abandono? O abandono não é uma derrota. O abandono é uma confiança e um ato de confiança total na Inteligência da Luz.

A Luz efusiona, desde já numerosos anos, sobre seu sistema solar. As primeiras Radiações do Espírito Santo remontam a 1984. Isso não data de hoje. Simplesmente, a intensidade é sempre maior e, desde os Casamentos Celestiais, há uma tripla Radiação.

E, desde hoje, há a Radiância, a mais, do Arcanjo Uriel, que virá regularmente cada mês.

Há, literalmente, bombardeamentos energéticos cada vez mais intensos que irradiamos, nós também, nesse sistema solar, ajustando ao melhor as reações que observamos sobre o planeta: ajustamos as intensidades e as localizações de suas Radiações, quando o podemos.

Então, o deixar ir: obviamente, hoje, a Vibração deve conduzí-los a deixar ir. O deixar ir é abandonar todas as crenças, é abandonar todos os papéis sociais. Isso não quer dizer colocar-se numa montanha. Isso não quer dizer isolar-se. Isso não quer dizer cortar-se do mundo. Mas, bem ao contrário, aproximar-se do mundo, não tal como você acredita, em que os fizeram crer, mas tal como ele é, em realidade e em Verdade.

De fato, isso é muito simples: tudo o que você procura da leveza, tudo o que você procura da Alegria, tudo o que vai no sentido da Fluidez deve ser aceito como facilitador e indo no sentido do deixar ir.

Ao contrário, tudo o que é obstáculo, tudo o que é resistência, tudo o que é difícil, é hoje contrário ao deixar ir. O deixar ir é ir no sentido das linhas de menor resistência, nas linhas em que não há mais resistência, no conjunto de suas vidas e nos diferentes compartimentos de suas vidas.

É uma primeira etapa. Como vocês observaram, muitos seres humanos, desde mais de um ano, vivem mudanças desejadas ou impostas, por vezes, vividas, no momento, como dramáticas, como difíceis a viver, difíceis de assumir. Mas no final, e em definitivo, segue-se sempre uma forma de liberação sob uma forma ou outra.

A Inteligência da Luz é tal que, se você se confia a ela e se você a deixa dirigir sua vida – o que não quer dizer ser, em suas expressões humanas, um legume – mas bem mais ir no sentido das linhas de menor resistência, construindo, progressivamente, dias de confiança, vai descobrir que a evidência da Luz e da Inteligência da Luz facilita-lhe a vida e o conduz, de maneira certa, para a Alegria.

Progressivamente e à medida em que você sente algo aproximando-o da alegria, isso deve colocá-lo no abandono cada vez maior. Entretanto, obviamente, para chegar a isso, há por vezes algumas quebras e alguns lutos a passar. Então, se isso acontece de maneira fulgurante em sua Vida, se lhe parece imposto com grande força, vá, aí também, para as linhas de menor resistência.

Certamente, podemos compreender que perder o que vocês chamam um companheiro, um teto, um emprego, ou outra coisa, pode ser, a princípio, extremamente difícil a aceitar, sobretudo quando você se abriu para sua liberação. Então, justamente, é preciso colocar-se a questão que o que lhe acontece, nesta liberação e nesta abertura que você construiu, vai necessariamente e talvez, em Verdade, e totalmente em Verdade, no sentido de sua liberação, mesmo se isso provoca em você emoção, medo, tristeza ou outro.

Não há nada trivial no mundo no qual vocês vivem, atualmente. Tudo é encadeamento, cada vez mais rápido, de ação e reação. Vocês viverão, literalmente, uma aceleração do tempo. Muitas coisas vão se acelerar em todos os sentidos do termo. Vocês estão agora nessas reviravoltas e vocês são os reviravoltadores. É isso também que lhes é preciso aceitar. A reviravolta não é exterior a vocês. É, antes de tudo, interior. Uma vez que esse mundo é Ilusão, o que vocês observam com seus olhos é apenas a concretização, de maneira efêmera, do que vivem no interior. O interior é sua totalidade. As estrelas, os Arcanjos, Nós, estamos presentes em seu interior. Vocês devem retornar também a esse nível aí.

Questão: por que muitas pessoas, hoje, estão fatigadas, sentindo-se na partida?

Bem amada, os Seres humanos vivem hoje um certo número de restrições, ao mesmo tempo ligadas à transformação e à ausência de transformação. Essas restrições se exprimem de diferentes maneiras. A fadiga pode ser uma.

Mas existem também muitos Seres Humanos que experimentam um sentimento de excesso de energia, podendo, ele também, conduzir à fadiga.

A transformação induz a uma modificação de seus hábitos, em todos os níveis. Assim como disse, aliás, convém também ajustar ao melhor seu sistema alimentar e seu sistema hídrico, a fim de acompanhar o sentido da modificação.

No que concerne à segunda questão, agora, o sentimento de partir: sim, vocês estão todos sobre o ponto de partir. Para um lugar muito mais luminoso, para sua Verdade e sua Eternidade. Alguns a captam com uma acuidade muito maior. Alguns a captam com angústia, aqueles que não estão nesta dimensão. Mas, a humanidade em seu conjunto, o Sistema Solar em seu conjunto, espera algo e sabe que algo está aí. Esse algo, vocês o sabem todos, está a caminho, inconscientemente ou mais ou menos conscientemente e alguns com muita acuidade, dão esse sentimento de partida iminente.
Isso é agora, efetivamente. Não se esqueçam que seu espaço/tempo, que vocês experimentam como real, está ligado a uma curvatura do espaço/tempo e a um eletromagnetismo específico que foi insuflado. O espaço/tempo se desdobra, se desenrola. O tempo não é mais linear.

Vocês descobrirão que várias realidades podem se sobrepor: sua realidade do corpo de personalidade, sua realidade do corpo de Existência. Vocês estão, literalmente, a cavalo entre dois mundos. E, por vezes, isso pode ser desconfortável porque isso deve conduzí-los, em definitivo e finalmente, a fazer a última escolha, aquela que lhes convém e aquela que está em relação com sua concepção do que é a liberdade e a Luz.

Então, sim, este período pode apresentar momentos difíceis mas também momentos de grande Alegria. E lembrem-se também que vocês têm a possibilidade, trabalhando sobre o coração, simplesmente recentrando-se em seu coração (por um certo número de exercícios que foram dados, em diferentes momentos, por diferentes interventores), de verdadeiramente se recentrar e na linha de menor resistência.

Obviamente, os medos os assaltam eis que vocês foram construídos pelo medo. Todo Ser Humano, sem exceção, experimentou, de uma maneira ou de outra, o medo. O medo é parte integrante de sua vida. Mas a Luz também, agora. Então, cabe a vocês fazerem a escolha e a vocês se dirigirem para o que lhes dá leveza, Alegria e Unidade.

Questão: poderia nos falar dos círculos de colheita?

Isso seria extremamente longo. Os círculos de cultura são criados por Inteligências Extraterrestres, obviamente.
A maior parte deles são criados por povos de outras dimensões, não eles mesmos, em pessoa, mas enviando sistemas de Luz extremamente sofisticados, desde mais de 30 anos.
Eles anunciam, agora, as transformações de sua Humanidade. Atraem sua atenção sobre construções não lineares ou geométricas. Atraem sua atenção e mobilizam, literalmente, sua Consciência e os atraem para fenômenos vibratórios cada vez mais elevados, como foi o caso este ano.

É preciso bem compreender também que existem círculos de colheita criados pela mão do homem. E também outros criados pelas forças que chamei «os maus rapazes».

Mas a maior parte desses fenômenos luminosos, reais e Autênticos, se produzem em uma região extremamente precisa da Inglaterra em relação com Stonehenge que é um lugar extremamente importante.

Então, os círculos de colheita têm uma função vibratória, eles têm uma função de Despertamento. Aí está o que posso dizer.

Cada um é diferente, mas é construído, sempre, sobre a mesma lógica linear e de expansão da Consciência.
Eles colocam sempre em cena elementos ligados a suas tradições mas também aos planetas e ao Sistema Solar. Eles colocam em jogo energias específicas.

O último círculo de colheita remonta a 15 de agosto. Não haverá mais, porque o conjunto da missão, do que deveria ser cumprido, foi realizado. Vocês estão agora na hora da Revelação e na hora da atualização desta Revelação. Não há portanto mais necessidade de lhes encaminhar mensagens sob esta forma.

Certamente, outros círculos de colheita aparecerão. Mas eles não serão criados por aqueles que foram encarregados, como até o presente, de criar esta dimensão em sua dimensão. O conjunto de mensagens foi entregue. Resta-lhes agora viver o que foi entregue. Em Consciência e em seu mundo.

_____________________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Um comentário:

  1. A única maneira de suprimir o medo, em Si, é viver a Vibração interior. Isso se estabelece progressivamente e, o dia em que vocês chegarem realmente a viver nesta estabilidade do Coração aberto e vibrante, o medo se afastará de vocês, definitivamente, o que quer que lhes aconteça. O medo nada pode contra a Vibração do Coração. Absolutamente nada.

    É preciso bem compreender que o medo tem ainda mais medo. E, portanto, aqueles que estão na Sombra e o poder tem cada vez mais medo de perder seu poder e procurarão, de maneira ainda mais forte, gerar este medo e sua submissão.

    Então, o que chamamos a Luz Vibral é uma Luz que não vem desta dimensão. Vem de uma dimensão superior, quando ela chega nesse mundo, ela se traduz por uma Vibração.

    O abandono à Luz permite irradiar a Luz, semear a Luz, mas sem qualquer ato de vontade e sem qualquer poder. Simplesmente sendo e assumindo um estado de ser.

    Agora, a cada vez que anunciarmos algo, isso será verificável, não por suas mídias, mas, em Vocês, antes de tudo, na Vibração.

    ResponderExcluir