Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

10 de out de 2009

ANAEL - 10 de outubro de 2009

DO SITE AUTRES DIMENSIONS



Questão: Como é possível curvar o espaço/tempo?

A curvatura do espaço/tempo é uma intenção. A intenção de querer se cortar de uma influência particular, na ocorrência aqui, da informação direta à Fonte.

Curvar o espaço/tempo necessita a associação de um certo número de Consciências, num mesmo projeto, ligado à densificação e à materialização até níveis extremamente densos da Vida.
Coisa que foi realizada, há um certo tempo, por certas Entidades.

A curvatura do espaço/tempo permite desviar a retitude da Luz, tornando-a oblíqua e impondo-lhe um caminho ou uma via que não é a via natural, ou seja, a via direta de toda Vibração.

Nessa experimentação (porque, no início, era uma), era questão de ver, de maneira transitória no tempo e no espaço, como reagiriam as formas de Consciência na manifestação privada da irradiação da Luz.

Algumas Consciências encontraram, nesta experiência, um campo propício a manipulações e transformações de Vida, que resultou ao que você é, ao que você se tornou hoje, ao que você participa.

A curvatura necessita também isolar o que criou influências de raios de diversas origens e, em particular, de diversas Radiações vindas de mundos dimensionais os mais elevados.

Entretanto, e de acordo com o princípio de causalidade e de ressonância, todo suporte de manifestação, qualquer que seja a dimensão, é obrigado a estar em redução, vamos dizer, eletromagnética, a capacidade da Vibração original.

Isso não pode ser em nenhum caso abandonado, senão a vida, qualquer que seja o nível dimensional, se aniquilirá, literalmente, sobre ela mesma, para desembocar em outra coisa que não está prevista e não pode existir.
Tratar-se-ia portanto de uma aniquilação total da Consciência, o que não pode existir.

O objetivo foi portanto, durante esta curvatura do espaço/tempo, permitir, ao estrito mínimo, à informação vital da Luz penetrar nas estruturas. Isso foi realizado pelas Consciências prontas a esse jogo e que investiram, no sentido do que vocês chamam encarnação.

Com efeito, não é portanto a Luz da Fonte que mantém sua Vida nesta dimensão, mas seu reflexo da Fonte, chamada Fagulha Divina e Fagulha Espiritual, limitadas a seu estrito mínimo, que permite a esta Ilusão se manter.

Vocês são portanto chamados (e, nesse sentido, o trabalho que realizamos e que vocês realizam é este) a se liberarem desta Ilusão.

O princípio de curvatura do espaço/tempo não permite à Luz, em sua originalidade e em sua inteireza, vir colocar fim, por ela mesma, nesta dimensão, na experiência desta dimensão.
Apenas vocês podem, portanto, se liberar, com nossa ajuda, revelando a Luz que é vocês mesmos.

Questão: por que Gabriel é antropomorfizado sob uma forma de Ancião?

A desaceleração dimensional e Vibratória sob as quais aparecemos, na 5ª dimensão são o reflexo, não de nossas origens, mas de nossas funções.

No que me concerne, eu, nesta forma antropomorfizada de 5ª, o mais frequente, um rosto de natureza mongol, querendo dizer com isso que minha origem se situa um tanto nas estepes da Ásia Central, em relação com o que foi chamado o xamanismo, bem como derivada desse xamanismo.

O Arcanjo Gabriel tomou esta forma antropomórfica sem cabelos, o que lhes faz, não rir, mas que é mesmo surpreendente para um Arcanjo.
Esta forma sem cabelos, e com cabelos brancos, está ligada à experiência antiga do Arcanjo Gabriel, e múltipla, em todas as dimensões tendo existido nesta dimensão falsificada, como Arcanjo da anunciação e da Revelação.
Assim, o Arcanjo Gabriel, através deste antropomorfismo de quinta dimensão, ilustra, por sua ausência de cabelos e por seus cabelos brancos, a natureza mesmo de sua antiguidade e de sua experiência.

Questão: isso quer dizer que todos os Arcanjos não acompanharam todas essas dimensões?

Certamente.
Nosso povo, assim com podemos falar, é muito importante, em número.
Outros Arcanjos lhes serão em breve juntados como apoio da 5ª dimensão.

No momento, somos sete a ter presidido e estabelecido e permitido manter a coesão desta experiência.
Na nova dimensão, seremos 12 Radiâncias a apoiá-los.

Além de nossa dimensão própria, da 18ª dimensão, vocês não têm mais necessidade de Arcanjo.

Questão: por que insistem sobre os cabelos, o que representam para vocês os cabelos?

Nossa forma antropomorfizada se apoia no que chamamos Engenharias Criadoras.
Existe uma Engenharia Vibratória que presidiu a elaboração de uma parte de sua forma, de seus órgãos e funções.

Assim, a cabeleira está ligada ao que capta a energia cósmica (o que não quer dizer que o venerável Gabriel nada capte), mas que o que ele traduz está mais focado na Revelação e anunciação, na dimensão.
Está aqui, não para permitir, de algum modo, uma ascensão, mas para revelar algo.
A Revelação se apoia sobre um princípio descendente, antes de ser ascendente.

Assim, houve anúncios, por exemplo, feitos a Maria.

Questão: como se articula o papel de Gabriel, de Maria e outros anunciadores?

Não se trata do mesmo anúncio.
O anúncio feito pelo Arcanjo Gabriel corresponde à geração descendente do princípio novo, assim como foi realizado no Anúncio feito por Maria, quando da anunciação, ou ainda quando da Revelação de alguns conceitos chamados religiosos, na religião islâmica.

Entretanto, o Anúncio feito por Maria ocorre nesses tempos privilegiados de final de sua dimensão, como o anúncio de seu retorno, ou seja, de um movimento ascendente e não mais descendente.

Questão: parece que há flores e árvores associadas a Arcanjo?

Isso me parece sobrecarregar seu mental.
Eu posso lhes dar as flores correspondentes a tal ou tal Arcanjo. Entretanto, realizar um trabalho com esta flor me parece difícil porque algumas dessas flores não fazem parte de seu mundo ocidental.

Assim, o Arcanjo Metatron está em relação com o Lotus branco, por exemplo.
Assim, o Arcanjo Miguel está em relação com o álamo, etc., etc.

Podemos dar um certo número de ressonâncias e de correspondências entre tudo o que faz a Criação, porque, lembrem-se que além dos Quatro Vivos nós somos aqueles que permitimos esta Criação, pela nossa Radiação e nossa Radiância e da energia e da Consciência que trouxemos.

Questão: a oração que chamamos «Pai Nosso» é certa ou foi falsificada?

Ela é certa e autêntica e dada, realmente, pelo Cristo.
Entretanto, uma certa falsificação foi introduzida. Existem mudanças sutis de palavras. Essas mudanças sutis de palavras e suas junções, como de costume com aqueles que manipulam e falsificam a Luz, teve por objetivo afastar a energia espiritual e a energia de elevação real que representava o Pai Nosso original para densidades cada vez mais pesadas.

Hoje, vocês devem compreender que devem superar todas as orações existentes. Porque vocês não têm qualquer meio de verificar a qual egrégora os liga tal oração.

É nesse sentido que a Vibração de Metatron os liga às chaves Metatrônicas porque, nesse nível e ao nível do silabário sagrado, não pode haver qualquer falsificação, assim como vocês o experimentaram.

Mesmo no princípio de orações elevando-os vibratoriamente, e há inúmeros exemplos na tradição oriental, mesmo se a elevação de Vibrações é percebida e sentida como verdadeira e autêntica, vocês não têm qualquer meio de saber o que a pronunciação dessas palavras alimenta.

É por isso que eu repito, não façam das palavras vãs orações. Que suas orações não sejam palavras vãs e que suas palavras não sejam vãs orações. É importante compreender.

Vocês compreenderão, mais facilmente quando revelar-se a vocês o princípio da Luz e o princípio da Verdade e da Existência em vocês, que as palavras são portadoras e veículos, mesmo nesta densidade, de uma energia específica que lhes escapa, indo bem além de suas formas pensamentos.

Quando vocês dizem que o pensamento é Criador, ele o é verdadeiramente.

Mas as palavras o são todas também. E as palavras os amarram, literalmente, a sua própria escravidão ainda mais que os pensamentos.

Assim como já expliquei, com relação ao simples nome, mesmo, de Deus.

Imagine, por exemplo, que você pronuncie a palavra «mamãe».
O que está contido em você, com relação a mamãe, é função de sua própria história de alma, mas também nesta Vida.
Entretanto, existe uma Vibração, ligada a mamãe, que envia sistematicamente à materialização e à dependência.
Porque, mamãe, é duas vezes o «ma», é duas vezes a matriz, é redundante e imprime uma Vibração que os mantém nesta Ilusão, da matéria.

Tudo começou assim.

Assim, prestar atenção a seus pensamentos é importante.
Prestar atenção a seus atos é primordial.
Prestar atenção às palavras que vocês vivem também.
É isso que vocês vão descobrir e que descobrirão agora.

Porque, até o presente, vocês não tinham qualquer meio de verificar, exteriormente, o que gerava, como emoção e como pensamento, uma palavra pronunciada. Mesmo se, para vocês, essa palavra é portadora de uma vivência que lhes é agradável.

Questão: quando uma oração vem do Coração ou de palavras, submete-se às mesmas regras?

Todas as palavras que vocês pronunciam são portadoras de uma energia que nutre, literal e realmente, egrégoras.
Ali você nada pode.
Isto é estrita Verdade.

A manipulação de egrégoras, a criação de egrégoras, é a grande especialidade daqueles que criaram esse plano.

Questão: isso leva ao desafio de sentir algo sem colocar palavras?

As portas desta percepção começam somente a se abrir.
Como eu disse, você não tinha qualquer meio, até o presente, de perceber o que alimenta, exceto no seu interior, obviamente, com relação a sua própria vivência e sua própria experiência.
Mas, além de sua própria vivência e sua própria experiência, existe, para cada palavra e em cada língua, uma egrégora.
É sobre esse princípio que foi baseada a dominação.

Questão: uma egrégora é forçosamente «negativa» ou podem servir à evolução?

Nesta matriz que você vive, as egrégoras são todas feitas para mantê-los na dependência da dualidade, da ação e reação. Não pode ser de outro modo.

A Luz não é uma egrégora, no sentido em que ela não permite o estabelecimento de qualquer escravidão.
Ela é liberação e liberdade, substituída, em sua dimensão, pela palavra livre arbítrio.

Querer dar-lhes a Ilusão da escolha, nesta dimensão, é a mais bela e a mais magistral das manipulações.

Questão: a direção a cultivar seria então de se centrar no sentimento, eliminando toda palavra?

Isso me parece uma excelente idéia, bem amada, na condição que você aceite que o sentimento não seja mental, mas vibratório.

Tenho a dizer, uma vez que falamos de egrégoras, que há um exemplo magistral de egrégoras utilizadas e deturpadas que é aquela, evidentemente, de Cristo.
De um princípio de liberdade absoluta, insuflada pela encarnação de Cristo e por sua Presença nesta densidade, foram feitos extratos e falsificados princípios de escravidão a crenças e a dogmas.

Questão: podemos improvisar orações com palavras simples depois de ter aberto o Coração?

Bem amado, se teu Coração está aberto, teu corpo se torna uma oração.
Nesse momento, qual é a utilidade da palavra?

Questão: os buracos negros são visíveis? Com um corpo de Existência ou de outro modo?

Digamos que isso é compreensível, a partir do momento em que atinja um outro Estado.
Mas jamais um Arcanjo se arriscará perto de um buraco negro.
O buraco negro é o meio de reintegrar a Fonte, na totalidade.

Entretanto, os tempos de experiências não terminaram.
Não é porque sua experiência termina, nesta densidade ilusória, que a experiência não prossiga.
A experiência é o arrebatamento da Criação, da Vida.
O campo da criação é sem fim.
Então, temos a Eternidade para percorrer isso.

Questão: há uma relação entre esses buracos negros e o fato de que nossas pupilas são um buraco negro?

Completamente. Há mesmo uma analogia entre a morte e o buraco negro.
Recorde-se o que eu disse: a falsificação da Luz traduz uma curvatura do espaço/tempo e está em relação, e em ressonância direta, com esta curvatura do espaço/tempo.

O buraco negro é o que acontece quando você morre. Você penetra num buraco negro, você perde a Consciência.

A pupila é negra, porque você vê a ausência de Luz. A Luz não é visível a seus olhos. A Luz é Vibração. A Luz vem de uma outra dimensão. O que você vê aqui é apenas a alteração da Luz, justamente em relação com a curvatura que lhe faz aparecer o que você chama Sombra. Sombra/Luz.

Nas dimensões unificadas e nos multiuniversos e multidimensões, a Sombra não existe, eis que a Luz está em tudo.

Atualmente, em sua Vida, nesta dimensão, a Luz vem do sol e portanto existe uma Sombra projetada. Esse fenômeno de Sombra não existe mais a partir do momento em que você penetra os mundos não dissociados. Já que a Luz vem de todos os lugares, não pode ali haver Sombra.

Vocês são, de algum modo, o negativo.

O melhor exemplo que podemos dar, com relação a seu olho e a sua Consciência mesmo, é o que chamaríamos, na época, com vocês o negativo, a câmara negra invertida. Exatamente o mesmo papel que a pupila.

Questão: a oração «Pai Nosso», na linguagem hebraica, conservou sua origem vibratória?

Existe um certo número de línguas ditas sagradas, nos universos. Elas provém, todas, sem exceção, de uma mesma origem, que é uma derivação, de algum modo, da linguagem silábica matricial, que foi já invertida na manifestação chamada Sumério.
A origem são as sílabas sagradas que lhes foram comunicadas.

Assim, portanto, você refere a linguas sagradas, em sua pronúncia exata, você remete, mesmo se está invertido, a uma origem comum que é a linguagem matricial silábica.

Mas lembre-se que a Vibração do Coração (independentemente das sílabas sagradas que você pronuncia), o estabelecimento da nota SI, som percebido no ouvido ou nos ouvidos, deve conduzir ao silêncio.

Questão: alguns Arcanjos se exprimem de uma forma estrita, como Metatron mas você se comunica muito facilmente, ou de um modo humorístico. Haveria uma forma de personalidade?

Absolutamente não, isso é devido, antes de tudo, a minha função. Eu me adapto, digamos.
Tenho a capacidade de perceber o que, em você, abre o Coração, de uma maneira ou de outra.
O riso parece ser, no ser humano, um meio de abrir o Coração sem fazer intervir o mental. Então, eu me adapto.

Questão: você falou da egrégora de Cristo que foi deturpada. E a egrégora de Maria?

Maria é aquela, certamente, que foi a mais falsificada em sua Humanidade.
Muito mais mesmo que Cristo.

Esse princípio de adoração da energia Mariana nasceu há pouco tempo em sua Humanidade.
Foi mesmo estabelecido um dogma correspondente ao aspecto co-redentor e Co-Criador de Maria, com relação a Cristo.

Isso foi criado num objetivo, obviamente, específico.
Aqueles a quem chamamos, com vocês, «maus rapazes» compreenderam, há pouco tempo, que era necessário utilizar o reservatório de força ligado à energia Mariana, de maneira deturpada, aí também (em relação a Maria / mamãe, estamos no mesmo princípio, a fim de se opor à Revelação final de Maria).

Hoje, Maria, sobre o plano vibratório, está muito próxima de sua Humanidade. Assim, portanto, isso não tem mais importância.

A Maria que vocês sabem servir nada tem a ver com a Maria que é adorada sobre a Terra.
Assim, aquela se densifica e se manifesta cada vez mais na Humanidade, a cada vez mais seres humanos.

Ela portanto, de algum modo, permitiu a uma ressonância e a uma relação se estabelecer entre alguns de seus Mensageiros e ela mesma.

Ela vem, portanto, efetivamente, opor-se ao que foi instalado por alguns dogmas da igreja católica, em algumas pessoas, por intermédio de seus mensageiros.

Se você escuta os Mensageiros de Maria, eu falo dos novos Mensageiros, dos Mensageiros autênticos, sua mensagem é uma mensagem de Amor. Não há estritamente nada a ver com as mensagens que vocês chamam «aparições».

Nesse sentido, Maria conseguiu, de maneira vibratória, religar-se a inúmeros seres humanos e fazer esses seres, se o aceitam, seus Mensageiros, esses Mensageiros reais, religados a ela pelo Amor e pelo Coração e não mais pela cabeça.

Questão: mas a maioria de pessoas que chamam Maria, chamam à egrégora préexistente?

Sim. Exceto aqueles que estão, efetivamente e vibratoriamente e em Consciência, religando-se a Maria, ou IS-IS, e portanto, não mais a uma egrégora, mas à Consciência Mariana.

É por isso que Maria, literalmente, escolheu alguns Mensageiros. Eu explico que os Mensageiros ou os intermediários de Maria (do Céu e não a Maria falsificada ligada às egrégoras) foram escolhidos por afinidades vibratórias, por sua polaridade feminina arquétipa extremamente integrada e desenvolvida.

Questão: depois da nota Si, vem o silêncio interior. Sabendo que não percebo esse silêncio interior, a nota si pode se instalar?

Esse é o caso para muitas pessoas que seguiram os Casamentos Celestiais: de um lado, por razões ligadas a seu próprio DNA, assim como isso foi explicado, mas também por seu próprio aprendizado, sua maior ou menor facilidade justamente a entrar no silêncio interior.

O silêncio interior é perturbado, antes de tudo, pela atividade do mental, pelos pensamentos, pelas visões, pelas emoções, pelas cores.

O estabelecimento do silêncio interior assinala sua entrada no Coração.

Obviamente, a entrada no Coração passa pela parada da cabeça. É portanto lógico e normal que seres tendo experimentado, mesmo através de sua espiritualidade, uma hiperatividade da atividade mental, ela mesma, tem dificuldade a refrear esta hiperatividade da atividade mental.
Isso apenas pode se estabelecer depois de um certo tempo em que a nota SI, o som da alma e do Espírito, tornam-se capazes de «afogar» a atividade mental.

Mas o mental não pode se calar. Assim, você tem que observá-lo. Mesmo no estabelecimento da nota SI, você é invadido por pensamentos, visões, sensações, percepções. Isso é normal.
Alguns seres descobrem mais rápido que outros o silêncio interior.

Questão: quando ouvimos ao menos uma vez a nota Si, o fato de não mais ouvi-la poderia revelar uma forma de regressão?

Não. A nota Si é de início intermitente, em todo ser humano.
Ela não se instala em permanência, e ainda, variando de intensidade e de frequência, com o tempo.
O importante é tê-la ao menos uma vez. Porque ela assinala o estabelecimento da conexão com as dimensões da Existência mas, entretanto, não lhes permite viver a Existência.

Ela deve de início estabelecer-se de modo permanente. É apenas no seu estabelecimento permanente que se manifestará progressivamente o silêncio interior.

Mas, assim como lhes disse o Arcanjo Miguel, o mais importante é ter conectado, ao menos uma vez, esta nota ou esse som, qualquer que seja a intensidade, a permanência e a frequência.

Questão: qual é a especifidade nova da Vibração de Jofiel?

Corresponde ao que foi anunciado.
A Vibração dos Arcanjos densifica-se cada vez mais.
A Vibração de Maria e da Luz Metatrônica, a Luz da Fonte, aproximam-se de seu plano e de sua dimensão. Isso corresponde a uma preparação intensa do conjunto da humanidade.

Assim, os inúmeros Mensageiros, pelo mundo, verão sua ressonância reforçada com aqueles que os guiam, aqueles que lhes ensinam, aqueles que lhes reensinam.
Isso corresponde ao que foi anunciado, agora e já, durante seu verão, com relação às franjas de interferência.

Agora, assim como o sabem, não há mais obstáculos essenciais à transformação desta Terra.
Assim, deve realizar-se certo número de etapas anunciadas, previstas e previsíveis. Não há mais tempo a perder de seu tempo.

Há portanto reforço e aproximação dos planos multidimensionais.
Devemos, aí também, avançar, tomar o avanço de seu espaço, com relação às últimas oposições e às últimas tentativas daqueles que os controlaram e que querem continuar a controlá-los.

Nós aceleramos a Vibração. Nós aceleramos seu tempo a fim de permitir uma liberação muito mais importante de seus potenciais individuais, assim como os potenciais coletivos de sua Terra.
Assim, nossa Radiância aproxima-se de vocês.
Vocês percebem efeitos aumentados.

Eu os lembro que há então 7 passos, 7 etapas.
Cada uma dessas etapas está em relação com uma Vibração, que qualificaria de nova, mas total, sobretudo, ao nível de suas 7 Lâmpadas principais, conduzindo, obviamente, à integração das 7 últimas Chaves Metatrônicas, ocorrendo em seu próximo ano.

Assim, portanto, percepções vibratórias tornar-se-ão cada vez mais intensas, cada vez mais pronunciadas, a fim de permitir-lhes, à maior parte de vocês, penetrar, mesmo que apenas de maneira fugaz, na Existência.

E para aqueles que não tiveram a oportunidade de penetrar na Existência, no momento, porque esse não é seu caminho, dar-lhes, mesmo no corpo de personalidade, uma percepção das novas Vibrações, aquelas da 5ª dimensão, certamente, mas também de dimensões as mais elevadas possíveis desta dimensão em que vivem.

A aceleração da Vibração, a intensificação das percepções Vibratórias, a intensificação desta Vibração nova é extremamente importante.
Em vocês ativam-se, e ativar-se-ão cada vez mais, novas funções, novas ressonâncias, novas manifestações de arranjo da energia e da Consciência.

Questão: poderia desenvolver sobre esses novos aspectos?

Isso seria extremamente longo.
Preferimos esperar que a humanidade esteja num mínimo familiarizada com essas novas Vibrações, nesses novos lugares, nessas novas manifestações, a fim de, progressivamente, dar-lhes os elementos que virão para alimentar o mental mas confortar sua experiência dessas Vibrações e suas funções.

Nada há de complicado, aliás, nessas novas percepções.
Vocês aperceber-se-ão, pela experiência e muito rapidamente, que em face de algumas situações, que em face de alguns Seres, que em face de alguns pensamentos, que em face de algumas emoções, nascerão ou desaparecerão, em vocês, pontos de Vibração.

Vocês farão, muito rapidamente, uma correlação quanto a suas funções e quanto ao trabalho e seus efeitos.
Trata-se, em outros termos, do desenvolvimento, em sua densidade, do potencial das novas Lâmpadas.

Bem amado, isso funciona nos dois sentidos.
Afastando-se de sua Unidade, que começa a chegar para você, você percebe algumas tensões.
Alinhando-se sobre sua Unidade, você percebe Vibrações, ou tensões, mas que não são bloqueios.
Cabe a você ajustar-se sobre a Vibração nova e suas manifestações.
Isso ser-lhe-á extremamente simples e extremamente fácil, a partir do momento em que colocar atenção às Vibrações que você percebe e em quais circunstâncias elas aparecem ou desaparecem.
Este aprendizado se fará de modo acelerado.
De um lado, porque isso será simples e, de outro lado, porque sua Consciência se expande, literalmente, agora.

Você irá tomar cada vez mais Consciência que você não é limitado, mesmo nesta personalidade, neste envelope corporal.
Muitos seres tomarão Consciência do que vocês chamam corpos sutis, mesmo no corpo de personalidade.
Você perceberá limites que não são mais aqueles de seu corpo físico, mas que são as Radiações emitidas por seus corpos sutis.
Energias manifestam-se, e são percebidas de maneiras diferentes, como mais vibrantes ou mais móveis. Manifestam-se também de maneira mais incrustrada, em pontos precisos, que são, de algum modo, nós em que se juntam personalidade e Existência. Existem muito numerosos.

Ainda uma vez, compete-lhes descobrir a localização e as funções.
Certo número delas foram-lhes dadas através das cinco novas Lâmpadas e os cinco pontos de Vibração ao nível de sua cabeça.

Vocês vão perceber, muito em breve, os pontos de focalização ligados à meditação sobre o Coração ativando-se, e dando elementos preciosos do funcionamento de sua Consciência.
A organização desses pontos, em grupos de dois e, em alguns casos, em grupos de três, dar-lhes-á funcionamentos extremamente inéditos e novos no desenvolvimento de seus potenciais espirituais.

O que, hoje, parece-lhes ainda como impossível, será, dentro de pouco tempo, coisas que se tornarão, não correntes, mas digamos pelos meios habituais, para inúmeros humanos e para um número cada vez mais importante.
Isso concerne também à premonição, como a telepatia, como um certo número de funções que lhes era impossível trabalhar nesta dimensão.

Trata-se, portanto, e isso será cada vez mais flagrante, para vocês, a partir do primeiro passo de 17 de outubro, da ativação em vocês de potenciais espirituais que, até o presente, não podiam se manifestar nesta densidade.
Isso corresponde ao que chamamos, de nosso ponto de vista, os véus que se rasgam.

Os véus da Ilusão estão se dissolvendo, literalmente, nesta densidade.
Assim, portanto, é com efeito lógico e normal que potenciais espirituais, até aí reservados a algumas Entidades que haviam conseguido pontos de evolução extremamente precisos, sejam-lhes revelados e abertos.
É nesse sentido que o Arcanjo Gabriel, ontem, insistiu sobre a noção de Verdade.

Porque vocês não podem manifestar esses novos potenciais espirituais em sua Vida e permanecer em qualquer mentira.

Recordem-se, assim como lhes disse o Arcanjo Jofiel, que vocês não têm que mentalizar o que percebem, mas discernir, mesmo em seu próprio funcionamento, a utilidade e a função.
A observação, estando no instante de sua própria Presença a vocês mesmos, desenvolverá, bem melhor do que eu possa fazê-lo, as funções dessas Vibrações e desses estados Vibratórios.

Se eu lhes desse as funções exatas de cada uma dessas Vibrações ou dessas percepções, o mental se apropriaria instantaneamente.
A marcha se produz ao inverso.
Vocês provam e experimentam uma Vibração ou um conjunto de Vibrações sobre as quais vocês não podem colocar definição ou função.

Entretanto, no aprendizado de sua vida quotidiana, através da manifestação ou o desaparecimento ou a amplificação dessas Vibrações, ou circuitos energéticos existentes, vocês poderão então fazer sua própria experiência e conhecimento direto.

Nesse momento, progressivamente e à medida das etapas que lhes resta a liberar, nós desenvolveremos, obviamente, progressivamente, as funções do que vocês provaram e poderão, nesse momento, verificar correção do que viveram.

Questão: o domínio dessa nova linguagem permitirá uma relação mais direta com vocês os Arcanjos e as outras Entidades?

Bem amado, o importante é Você, nesta Vibração.
Os caminhos são todos diferentes. Alguns caminhos necessitam a conexão, efetivamente, com os planos multidimensionais.

Hoje, o que você deve realizar e verificar é que esses níveis de Consciência e esses níveis Vibratórios, que permitimos impulsionar e canalizar para vocês, lhes pertencem.

Assim, alguns seres tornar-se-ão Mensageiros.
Assim, alguns Seres perceberão os Arcanjos, ou outras Entidades, em relação com a Luz.
Outros, enfim, deverão se prender preferencialmente a esse caminho interior de desenvolvimento da Vibração, sem procurar uma conexão, no momento, com outros planos multidimensionais.
Cada caminho é diferente.

Você não deve procurar isso ou aquilo mas viver isso ou aquilo, em função do que lhes é proposto em seu próprio corpo.

Estejam certos que a partir do momento em que vocês aceitam colocar sua Consciência sobre a vivência dessas vibrações novas e desses estados de Consciência novos, manifestar-se-á o que é certo para vocês, em função de seus caminhos.

Alguns Seres são levados a encontrar os Arcanjos, no corpo de Existência ou no corpo de personalidade.
Alguns Seres não encontraram o que quer que seja, exterior a eles mesmos, no momento.
Eles devem centrar seu caminho sobre seu próprio encontro com eles mesmos.
Não há aí nível superior, nem nível inferior. Cada trabalho é diferente. Mas todos os caminhos levam ao mesmo lugar.

Questão: quando sinto, no corpo, meu ego se encarrega. Como fazer?

Isso é apropriação do mental, efetivamente.
Você não pode estar na análise de sua própria Vibração e estar na Vibração.
Assim, o mental discriminando discursa e tenta em permanência apropriar-se das coisas, vai tentar, do mesmo modo, apropriar-se das Vibrações.
Há aí também, assim como disse, um trabalho de abandono.
Contente-se de viver a Vibração da Luz e a Vibração da Verdade em suas estruturas.

Não procure sobretudo compreender, pelo intelecto, o significado.
Convém estar na posição, um pouco, de um observador lúcido e consciente, mas que não procura se apropriar da Vibração que lhe percorre, ou o conjunto de Vibrações que lhe percorre.
Aí também deve manifestar-se o que chamei, em outros tempos, o abandono à Luz.

Agora, você deve viver o abandono à Vibração que é Luz.
Mas a Vibração é mais forte porque a Luz aproximou-se de você.

Entretanto, se o mental, de um modo ou de outro, quer se apropriar da Luz, efetivamente há ainda o ego.

Questão: como fazer para melhor liberar o mental sobre esses diferentes aspectos?

É o que é experiência a levar e a conduzir. Não há regra absoluta.
Alguns de vocês têm mentais muito mais potentes que outros.
É preciso compreender que o mental é um ato de apropriação.
Que a Vibração é um ato de restituição.

Na palavra mental há controle e domínio. Mas falso domínio.
A verdadeira dominação corresponde ao abandono.

Há talvez, pelos medos vividos ou pelos condicionamentos experimentados, a dificuldade a se abandonar à Vibração. Entretanto, não há resposta individual toda feita.
Há experiência e conduzir a experiência.

Vocês têm, diante da intensidade das manifestações Vibratórias que vão se produzir, certo tempo para trabalhar e fazer a experiência.

Questão: as energias do Kundalini devem ser acompanhadas ou devemos deixá-las ir livremente até o Coração?

Eu bem falei de acompanhar as energias se manifestando ao nível da cabeça.
Aquelas que estão situadas em outros lugares do corpo têm que ser observadas. Não há que querer dirigí-las. Elas sabem o que fazer e onde ir.
Porque elas correspondem à impressão, em seu corpo de personalidade, desses circuitos novos ligados e em ressonância com seu corpo de Existência.
Não há portanto que dirigí-las.
Elas sabem pertinentemente o que devem fazer.
Assim é o que defino como sendo a Inteligência da Luz.


Não temos mais perguntas. Nós agradecemos.

Então, Bem amados Humanos, vou deixar-lhes prosseguir suas Vibrações.

____________________________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão para o português : Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Um comentário:

  1. Nesta experimentação (porque, no início, era uma), era questão de ver, de maneira transitória no tempo e no espaço, como reagiriam as formas de Consciência na manifestação privada da irradiação da Luz.

    Algumas Consciências encontraram, nesta experiência, um campo propício a manipulações e transformações de Vida, que resultou ao que você é, ao que você se tornou hoje, ao que você participa.

    É por isso que eu repito, não façam das palavras vãs orações, e que suas orações não sejam palavras vãs. Isso é importante compreender.

    As palavras os amarram, literalmente, a sua própria escravidão ainda mais que os pensamentos.

    A manipulação de egrégoras, a criação de egrégoras, é a grande especialidade daqueles que criaram esse plano.

    Querer dar-lhes a Ilusão da escolha, nesta dimensão, é a mais bela e a mais magistral das manipulações.

    ResponderExcluir