Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

17 de out de 2010

ANAEL 2/2 - 17 de outubro de 2010

Mensagem publicada em 22 de outubro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.

Áudio da Mensagem em Francês

Link para download: clique aqui


Questão: Maria evocou a existência de pessoas encarnadas que seriam como missionárias, enviadas, com um papel específico. Você pode desenvolver sobre esse assunto? Esse papel é definido antes da encarnação ou durante a encarnação, em função das competências desenvolvidas?

Bem amado, permita-me responder em dois níveis.

O primeiro nível será muito geral e corresponde a uma verdade absoluta.
Cada ser humano sobre este planeta, dotado de uma alma e de um espírito, tem uma única vocação: reencontrar o que ele É.

Vocês são, portanto, nesse sentido, auto-missionados.

Agora, é exato que alguns espíritos específicos tendo participado, de maneira extensiva ou específica, nas encarnações em meio a esta falsificação, tenham uma função (e não um papel específico) precisa no que é denominada "equipe no solo" cuja função se revela unicamente, para a maior parte deles, recentemente, nesses meses ou nesses anos.

Esse papel e esta função foram definidos há muito tempo, quando dos próprios fundamentos desta civilização falsificada.
Seja nesse último ciclo, seja nos ciclos precedentes.

Há, portanto, efetivamente, além das memórias de ressonância do que vocês chamam de vidas passadas, a realidade de alguns seres para poderem estabelecer pontes de comunicação, pela filiação espiritual e pelas linhagens espirituais deles, a uma função de ressonância precisa relativa a este final de um tempo.

Eu completo, contudo, dizendo que a primeira possibilidade deve ser preenchida antes que a segunda se manifeste.
Não pode haver atribuição de papel ou de função, como eu disse, enquanto a realização do Si, ou seja, a porta do Coração não esteja realizada.

Questão: é por vezes solicitado para ‘orar e vigiar’. Poderia definir essas duas palavras?

Bem amada, a palavra ‘oração’ foi amplamente, nesta dimensão, degradada.

Qual é o objetivo da oração?
É o de manter uma tensão de vontade para o Bem?
É simplesmente pedir para que a Luz se estabeleça?

O princípio e o funcionamento não são o mesmo.

No caso de orar em vontade de Bem, há a persistência da Dualidade.

Quando a oração está centrada no acolhimento e no abandono à Luz e no pedido do estabelecimento da Luz, ela é Unitária.

Há uma diferença essencial.

Agora, no que concerne ao ‘vigiar e orar’, a palavra ‘vigiar’ corresponde a uma manutenção da Atenção e da Intenção, entre o Alfa e o Ômega, permitindo estar Lúcido, a cada instante, a cada sopro, o que é uma primeira etapa ao desenvolvimento e à concretização do Si, no Si, e, para além do Si, na Existência.

Assim, o ‘vigiar e orar’ corresponde a uma atitude específica de tensão da Consciência para o Si, para o Céu, para o Ser, para além das aparências desse mundo.

O Vigiar e Orar, empregado pelo Cristo, correspondia ao momento de sua vinda, porque foi dito naquele momento: "Vigiai e orai, porque vocês não sabem nem a hora nem o lugar".

O que podemos dizer, e assim como Maria o disse, é que o momento é iminente.

Eu confirmo o que eu disse há pouco mais de duas semanas: “Levem olhos sobre ao Coração. Levem os olhos ao seu Céu. Observem, percebam e sintam o que se faz, atualmente”.

Suas percepções, a ativação de seu chacra do Coração, qualquer que seja a manifestação, ao nível da primeira etapa ou da realização completa do Samadhi, é a prova que o que vocês vivem corresponde à iminência desse regresso.

O Vigiar e Orar é, portanto, uma atitude de Espírito, uma atitude de Consciência, uma atitude de Alma e de Personalidade, que se dirige para um único objetivo: a revelação e a realização do Si, da Existência e do acesso à Multidimensionalidade.

Questão: Velgan, numa de suas intervenções, disse que havia implantado alguns seres sobre a Terra, com propósito de algumas missões. Poderia dizer o que é exatamente?

Bem amado, o que acontece em seus Céus é a Ilustração do que Velgan anunciou, em acordo com o patriarca de Vega.

O que acontece agora, em seus céus, corresponde, efetivamente, ao que foi anunciado por Velgan, há vários meses.

As Embarcações da Confederação Intergaláctica, em particular aquelas correspondentes à 3ª Dimensão Unificada, apresentando-se em seus céus, sob forma de Esferas brancas, de Luz branca, são a vanguarda dos Anjos do Senhor, presentes em seus Céus, manifestando-se, agora, de modo quotidiano e permanente sobre o conjunto desta Terra.

Elas são apenas as premissas para a chegada das Forças Micaélicas que, eu os lembro, são ilustradas em um modo visível, pelo aparecimento, aos seus olhos, do cometa, visível em seus Céus em 3 dias.

A implantação realizada em alguns humanos corresponde, de fato, ao despertar das linhagens, realizado de maneira prévia.

Geralmente, este implante Vibratório é realizado na direção do ponto Unidade, atrás da orelha ou do ponto Profundez, atrás da orelha, do outro lado.

O objetivo deste implante de alguns humanos foi, justamente, estabelecer um contato permanente com os Anjos do Senhor, ou enviados do Senhor, assim chamados em algumas escrituras.

Os Vegalianos de 3D Unificada são, de fato, aqueles que são mais capazes, por sua estrutura em carbono Unificada, de penetrar sua Densidade, de ali se desenvolver e de ali intervir de maneira física.
O que é estritamente impossível, obviamente, para um Arcanjo.

Questão: como um ensinamento falso pode ter uma finalidade justa?

Bem amada, o que faz a finalidade?
Um ensinamento justo pode ter uma finalidade completamente desviada, deturpada.

Assim, portanto, um ensinamento falso, baseado em algo que é vivido intimamente por uma pessoa, pode ter uma finalidade perfeitamente justa, se é ressonante e os faz ir para seu Coração.

O Coração é simples.
O ensinamento o mais simples é aquele da humildade e da simplicidade.
Mas qual é o ser humano que é capaz de se recordar, de se lembrar e de fazê-lo seu único objetivo?

O Ser humano, devido mesmo à falsificação e ao desenvolvimento das forças mentais, tem sempre tendência a complicar, tem sempre tendência a querer explicitar, tem sempre tendência a querer, a se desviar de seu próprio Coração.

É toda a diferença do que foi desenvolvido entre o Ego e o Si.

O Ego busca o conhecimento e o buscará eternamente, porque o ego foi persuadido de que o conhecimento o salvaria desta sede de conhecimento.

O Coração busca o Coração.
O Coração é simples, humilde, bom e, sobretudo, humilde.

Humildade, simplicidade.

Hoje, devido à ativação da Merkabah Interdimensional, devido à modificação de seus céus, de seu sol e desta própria Terra, a porta, a Vibração da porta do Coração, está totalmente presente.

Então, vocês devem estudar os ensinamentos complicados?
Vocês devem buscar, sempre, no exterior de vocês?

Porque esses ensinamentos permanecem sempre exteriores a vocês, enquanto que a Verdade está presente em vocês, de toda a eternidade.

Na Verdade Absoluta, todo ensinamento vivido pela cabeça os afasta do Coração.

Qualquer que seja a complexidade, qualquer que seja a compreensão que vocês possam ter do Universo visível e invisível, isso não fará de vocês alguém que experimenta esta verdade elucidada ao nível intelectual.

Essa é a maior armadilha de Lúcifer, fazer crer que o conhecimento, qualquer que seja, justo ou falso, os conduz ao Coração.
Isso é impossível.

Apenas, justamente, quando o conhecimento é deixado de lado, que o Coração pode se abrir.

Por que os seres que viveram um acesso à Luz, mesmo dentro da matriz falsificada, sempre o realizaram pelo abandono do Mental, pela simplicidade ou pela devoção, não explicado pelos raciocínios, não explicado por uma lógica, mas vivido na espontaneidade?
E, isso, tanto no Ocidente como no Oriente ou em outros lugares.

O Si não será jamais o conhecimento.
O Si é Vibratório, o Si é Alegria, o Si é Eternidade, o que não será jamais o Ego.

Para empregar uma imagem, o Ego infla com o conhecimento.
Quanto mais o conhecimento cresce, quanto mais o esclarecimento dos mistérios do Universo lhes apareça, mais vocês penetram os arcanos do esoterismo, mais vocês se afastam do Coração.

O Ego quer sempre fazê-los crer que há uma verdade melhor do que outra.
Ora, há apenas uma Verdade, é aquela de seu Coração e ela escapará, de maneira infinita, à potência do Ego.

Questão: comunicar-se com as energias da natureza pode nos conduzir a este estado?

Bem amada, você pode, olhando o Sol, viver o Si.
Você pode, expressando-se numa Arte, viver o Si.
Você pode, comunicando-se com uma árvore, viver o Si.

Isso necessita, não uma forma especial de técnica, mas, ainda uma vez, um Abandono à Luz, um Abandono à sua própria abertura ao nível do Coração.

Isso apenas pode se realizar se o Mental está em repouso, ou seja, se não há nem projeção, nem desejo, se não há qualquer antecipação, mas se há imersão no instante presente, do sopro da verdade eterna na experiência realizada.
Se não há, tampouco, possibilidade de identificação a esta comunicação existente, então, o Si se revela.

Questão: a utilização em consciência para si dos poderes da alma mantém na dualidade?

Bem amado, inteiramente.
Quer haja Abandono, quer não haja Abandono.

A Redenção, no sentido em que Maria empregou, o Coroamento, o Alinhamento das 3 Lareiras, apenas é possível a partir do momento em que toda vontade pessoal é aniquilada, a partir do momento em que há desincrustação e descristalização de toda identificação a um fenômeno passageiro, seja ele chamado sua vida e esse corpo.

A separação da humanidade, assim como a anunciamos, a decantação do que é pesado e do que é leve, se faz deste modo.

Vocês não podem se ater a esse mundo e ter a Verdade.

Vocês devem, contudo, estar vivos e despertos nesse Mundo.
Vocês estão sobre esse mundo, mas vocês não são desse mundo.

Onde é seu reino?
Está ele nas posses?
Está ele no que vocês veem?
Ou seu reino é seu Coração?
Não há outra alternativa.

Questão: os Anjos do Senhor, os Vegalianos, vão colocar o pé sobre a Terra?

Bem amada, eles colocarão no momento adequado, se for necessário.
Simplesmente, o conjunto da Confederação Intergaláctica tenta, por diversos meios, fazer levar a atenção de vocês para nós, para, já, aceitarem a possibilidade da Verdade de nossa Presença e não simplesmente nela crerem.

Assim como eu disse àquele a quem guardo, saber não é ver.
Atualmente, vocês veem com seus olhos de carne.
O que vocês vão fazer?

Questão: a alimentação tem uma importância para a elevação de Consciência?

Bem amada, eu desenvolvi longamente sobre isso há mais de um ano, mas voltarei a explicar.

Cada ser humano é diferente.
Alguns têm necessidade de se enraizar, de se tornar pesado, para se elevar.
Outros têm necessidade de não mais se ter pesado para se elevar.

Cada caso é diferente.
Agora, siga o que lhe diz seu Coração.

Pela Vibração você perceberá muito facilmente o que é bom e o que é nefasto para você.

Há seres que podem decidir se elevar sem mudar seu comportamento, simplesmente como preconizei, mudando a alimentação por uma alimentação líquida.
Isso não bastará para abrir o Coração.

Para outros, sim, isso pode bastar, porque eles estavam na porta do Coração, muito próximos desta abertura.

Ainda uma vez, não há resposta pronta, cada ser humano é diferente com relação a isso.

Mas é inegável que, se vocês privilegiam, como eu o disse, a alimentação líquida, provocando esforços digestivos muito menos importantes do que a alimentação sólida, naquele momento, vocês dirigem preferencialmente os fluxos Vibratórios e as partículas Adamantinas para seu Canal Mediano da coluna vertebral e para seu chacra do Coração, o que favorecerá tanto mais seu acesso ao Coração.

Questão: de onde vem esta impressão de que o corpo não é o meu?

Bem amado, esse corpo, seguramente, não é você.

Você toma esse corpo, assim como esse mundo, você o emprestou, mas não é jamais seu mundo.

Você tem diversas ascendências espirituais e diversas filiações espirituais.
Você é portador de diversas Vibrações, de diversas linhagens, de diversas origens dimensionais.
Isso não é específico para você, mas é específico para todo ser humano presente, hoje, dentro de um corpo.
Você não é esse corpo, você não é desse Mundo, você é bem mais do que isso.
Simplesmente, a Consciência de cada um é em função, evidentemente, de seu grau de identificação, de seu grau de apego a esta forma ilusória e efêmera.

Questão: como levar Atenção sobre a Coroa da Cabeça e do Coração?

Bem amada, você pode efetivamente se ajudar com certo número de gestos e de posturas que foram comunicadas, já, desde o início de seu ano de 2010, por Sri Aurobindo, sobre o acolhimento da Luz Crística em Unidade e em Verdade.

Há também o Yoga da Unidade, dado por Um Amigo, correspondente a uma focalização de Consciência facilitada pela prática de alguns gestos.

Cabe-lhe, assim como a cada um, sentir o que, para si, é o mais fácil, a fim de levar a Consciência sobre a zona, efetivamente, do chacra do Coração, que será uma ajuda, para a maior parte de vocês, para o acesso a seu chacra do Coração, tudo estando bem Consciente, ainda uma vez, e Lúcido sobre o fato de que apenas vocês e vocês mesmos que podem, do Interior, abrir seu Coração.

Isso corresponde ao que o Cristo chamou de “Fiat Lux” [Faça-se a Luz], "Que sua vontade se faça e não a minha".
É o Abandono total de sua vontade à Luz que assinala o retorno à sua Unidade, a lembrança de seu juramento e o retorno à memória original.

O ritual está aí apenas para, justamente, favorecer sua Atenção e sua Intenção e permitir-lhe se aproximar desse momento.

Mas o Abandono à Luz não será jamais realizado por um protocolo, por mais sofisticado que ele seja.
Ele pode ser realizado apenas por você mesmo, na humildade e na simplicidade.

Questão: alguns seres estão encarnados desde milênios, e outros, desde somente uma geração. Podem estar conscientes?

Sim.
Mas isso é, de qualquer modo, identificação à matriz.

A realização do Si pode ser mais fácil ou mais difícil, de acordo com a tomada de encarnação extensiva, em número ou em intensidade, ou ainda em quantidade ou em qualidade.
Ainda uma vez, não há regra nesse nível.

Alguns seres encontram o Si com extrema facilidade, outros não chegam a encontrar, apesar de seus conhecimentos inumeráveis e apesar de suas tomadas de encarnação extensivas sobre esta Terra.

Lembrem-se de que não é a Densidade nem a Intensidade de suas encarnações que dá, para vocês, uma facilidade para realizar o Si.
Que vocês sejam jovens ou anciões, não há estritamente qualquer importância com relação à revelação do Si.

Questão: ser Filho das estrelas pode explicar as formas de rejeição ou de incompreensão, da parte de outras pessoas da humanidade?

Bem amada, a partir do momento em que um ser humano realiza o Si e a partir do momento em que ele é inserido numa dualidade, eu diria quotidiana e convencional, este ser humano que realiza o Si se torna um perigo, porque aquele que encontrou a Luz é um verdadeiro perigo para aqueles que têm medo da Luz e que preferem permanecer no escuro.

Assim, portanto, pode haver, efetivamente, mecanismos de rejeição, por vezes muito ativos, em alguns ambientes, para com aqueles que realizam o Si.

Eu preciso, contudo, que o conjunto, mesmo daqueles que recusam, é procedente das estrelas.
Vocês são todos, sem exceção, Filhos das estrelas.
Não é porque um ser humano não o reconheça que ele não o seja.

Questão: como Filho das estrelas, desde que a pessoa é missionada de maneira específica, como toma ela Consciência desta missão?

Bem amada, eu respondi a esta questão no início.
Vocês são todos missionados.

A missão de todos e de cada um, humano sobre esta Terra, é realizar o Si.

A missão das estrelas apenas pode aparecer se há abertura ao Si, é claro, e não para o inverso.

Não pode haver missão referente às estrelas ou um papel ou uma função, se não há primeiramente a abertura do Si.

A realização do Si é um ato onde a Consciência funciona diferentemente.
Isso não pode ser explicitado.
É algo que se vive.

Assim, aquele que coloca a questão do que é a Consciência do Coração não a viveu, porque aquele que a vive sabe instantaneamente o que é, porque é uma reconexão real com a Verdade.

Em seguida, e somente em seguida, e não antes, pode se desenvolver uma função precisa com relação a este final de tempos, mas jamais antes.

Questão: como se pode comportar o melhor possível permanecendo na Unidade, quando se é confrontado a situações de rejeição da parte de outros?

Bem amada, enquanto há rejeição, enquanto há incompreensão, a favor do estabelecimento da Unidade de alguém, é que esta Unidade não está suficientemente estabelecida porque, quando a Unidade se estabelece, o ambiente muda, a lei de atração atua plenamente e, portanto, as circunstâncias da Inteligência da Luz vão então instaurar uma modificação, por vezes abrupta e brutal, deste ambiente, que isso se refira a um ambiente afetivo, profissional ou outro.

A partir do momento em que a Unidade e o Si estão realizados, e manifestados de maneira Consciente e permanente, o ambiente vai mudar em toda velocidade.

As necessidades fisiológicas se modificam, as necessidades sociais se transformam, as necessidades afetivas também.

É o conjunto da vida do ser, que descobriu o Si e que vive o Si, que se transforma.
O ambiente pode apenas se confortar e se alinhar nesta transformação, qualquer que seja o preço a pagar, que não é um preço, mas uma liberação.

Questão: quais Mestres seguir hoje?

Bem amado, não há nenhum outro a seguir do que você mesmo.

Compreenda também, e tente integrar em seu Coração que, enquanto você segue, mesmo o ser o mais prestigiado que viveu sobre esta Terra, ou mesmo um Arcanjo ou a própria Fonte, você não segue a você mesmo.

Isto dito, a possibilidade de viver a Existência (não a realização do Si, que é uma etapa intermediária), o acesso, portanto, em total liberdade, à Existência, foi possível para alguns seres que podem se contar nos dedos de uma mão.

Somente a própria Fonte tem a capacidade de criar um Corpo a partir do zero, porque isso faz parte dos acordos que a Fonte fez com a falsificação inicial, a saber, Yaldebaoth.

Não era questão de que a própria Fonte pudesse se privar de sua vinda nesse Mundo, coisa que ela realiza regularmente, uma a duas vezes por século, materializando um Corpo que sobrevive apenas de 7 a 14 anos.

Independentemente da própria Fonte, Cristo partiu com seu Corpo, Maria partiu com seu Corpo, restam dois outros: Enoque e Elias.

O acesso ao Si, vivido por alguns sábios, permitiu, para aqueles que viveram durante o século XX, serem preservados da reencarnação nesta matriz, criarem um ‘camarote’ de Luz branca real e esta ordem é efetivamente presente hoje.

Ela se chama a Ordem dos Melquisedeques, da qual vocês conhecem, por intermédio desse Canal, alguns intervenientes.

O acesso à Existência, hoje, está aberto ao conjunto da humanidade.
Há, portanto, efetivamente, ilustres desconhecidos no sentido da Personalidade que vivem, inteiramente, a Existência, após terem vivido a Revelação e a Realização do Si.

Ainda uma vez, aproximar-se de tais seres, viver junto a tais seres, estritamente a nada serve.

Crer que haveria uma espécie de contaminação automática, em vocês, aproximando-se de um ser que realizou o Si ou que vive a Existência, não lhes será de qualquer socorro se seu coração não está pronto para se abrir.

Isso apenas poderá, aliás, reforçar o Ego, que se esforçará para reencontrar ou reproduzir esta etapa, por sua vontade pessoal, e não pelo Abandono à Luz.
Assim é o paradoxo.

Questão: viver momentos de serenidade, de alegria, ter menos desejo, pode ser um indicador de um caminho para a Existência?

Bem amada, seguramente é.
Isso corresponde ao acesso ao si.

Como Um Amigo o disse, isso corresponde também a manifestações, ou as primícias do Samadhi ou Alegria interior.

Existem vários estados Vibratórios correspondentes ao Samadhi, mas os sintomas que foram enunciados correspondem à abertura do Coração e ao acesso às primeiras etapas desse famoso Samadhi.

Questão: como viver a abertura do Coração quando se está submerso nas emoções?

Bem amada, isso é impossível.
A emoção a arrasta para a reação.

O Coração não é reação, ele é estado, o que não é, verdadeiramente, a mesma coisa.

Assim, portanto, convém aplicar certo número de técnicas que lhe são, aliás, conhecidas, independentemente mesmo do que foi comunicado, relativas à calma emocional.

Lembre-se de que o Mental vem do passado, a Emoção vem do futuro.
Ela a afasta do instante presente.

A prática da Cruz do Yoga Unitário, das 3 Cruzes da redenção, na Cabeça, deveria lhe permitir liberar-se de seus estados emocionais.

Muitos seres humanos confundem emoção e o Coração.
A partir do momento em que há estremecimento, a partir do momento em que há exaltação, há emoção, não pode haver Coração.

O Coração é um estado.
O Coração não é uma reação.
Muitos seres confundem os dois.

A excitação amorosa (que, eu espero, a maior parte de vocês encarnados viveram) faz parte da exaltação.
Mesmo se o ser humano chame a isso o Coração e o Amor, isso não é nem o Amor, nem o Coração.

Não temos mais perguntas. Agradecemos.

________________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário