Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

23 de set de 2014

CRISTO (por Ki Ris Ti) - 23 de setembro de 2014

PORTUGUÊS VERSÃO ORIGINAL

Cristo - O Amor, no Amor para o Amor.

Apalavro-Te no silêncio e na ausência da Palavra... Tudo o És, no nada onde habito, no nada onde sou, no nada onde a Natureza Maior faz a sua morada, a minha morada em Ti, na tua multidimensionalidade, na tua universalidade

Em Ti ergo um Céu de Céus, em Ti ilumino a Estrela de Estrelas que em Ti acontece e o É, em Ti me entrego, em Ti me abandono, em Ti… por Amor, em Amor

Eu faço renascer em Ti a minha Essência, lanço-Te as redes do meu Fogo, abraço-Te na Magia do meu Sabor, revelo-Me no Calor do teu Corpo, na minha Terra, na minha Presença, na minha Vinda em Ti, em Mim

Lanço, lanço-me nas Tuas águas, deslizo nas tuas vagas, entrelaço, entrelaço-Me entre o vazio e o pleno entre o teu Tempo, na ausência do meu Tempo…

Assim fossem os Homens, assim fosse o Homem... Mares e Marés navegáveis no Sentir, Mares e Marés ansiosos de na minha areia de Paz em Mim, descansarem… Mares e Marés que unem, que fundem e ligam terra, ligam Vida, Vidas, no Céu, nos Céus, no Horizonte, em Horizontes finitos e infinitos

Assim o Sou, assim Tu És… Eu que o Sou em Ti

Um Fogo que queima sem queimar, um Fogo que cria, que recria, assim permaneço, assim perduro, assim navego em Ti. O meu Sopro, o meu Salpico, na tua Terra, no teu Colo recebe em Ti o Fogo da Criação, recebe em Ti o Fogo da minha presença

Tal como um raio que ilumina, ilumina-Te de um princípio a um fim, sobre mim, no meu Corpo, na Luz de um Menino, na Luz de uma Estrela, na Luz, no Amor de um Tudo num Todo

Assim o sou em Ti e em Ti permaneço

Sou em mim um Porto, um Porto de Abrigo, onde as Naturezas próprias habitam e partilham a sua essência ao Sentir, assim permito que habites e partilhes em mim, sobre mim, um Amor que gera Amor por o Sentirmos, sem o expressarmos

Um Amor que o É antes de o Ser

Esse sim É o Amor… Amor Incondicional, sem condição, sem posse, sem propriedade, sem dor, sem sofrimento, sem renúncia. Tal como a Luz o Amor Tudo É, Tudo Gera, Tudo Cria em Si

Por isso apalavro-Te, sem qualquer Palavra
Por isso saboreio-Te, sem qualquer sabor
Por isso oiço-Te, sem qualquer som
Por isso chamo-Te, no meu silêncio
Por isso provoco-Te, sem qualquer provocação

Entrego-Te o meu Coração porque nele encontrarás Tudo o que Procuras
Entrego-Te os meus Braços porque neles estão vincados os Teus
Entrego-Te a Palavra porque nela está Presente, em boa verdade, a Viagem que ambos fazemos nesta Vida, neste Eterno Hoje, ao Sentir, aqui e agora

Ela a Palavra testemunha a Verdade do meu Sentir

Em mim Aqueles que te trouxeram à Vida, em mim, até mim, Aqueles que neste hoje O são em Ti, em mim Aqueles a quem trazes Vida. Em Ti, em Mim, o Novo, a Novidade

Se te Amo? Como pode tal Amor ser Causa se Ele, o Amor, é o Efeito
Como pode esse Amor ser contrário a Ele próprio, o Amor, em Amor, por Amor?

Nele, o Sopro da Cura
Nele, o Salpico da Purificação…
Nele, o Fogo da Vida…
Nele, a Terra que alimenta, a Terra que transforma, a Terra que acolhe, a Mãe de um Tudo num Todo

Nas tuas Mãos, entrego as minhas, em Ti, o testemunho do que Sou, na Palavra o transporte, o combustível da Viagem que percorres, que percorremos em Mim

Se te Amo?
Como pode… como posso limitar? Como posso limitar-Te, limitar-Me, se tão livre e tão liberto é o Amor em Si, na Essência, em Essência?

Sem Chão?
Para quê o Chão… Voa nas Tuas asas, Voa em Mim

Abro-Te as Portas do meu Céu, abro-Te o meu Coração
Para quê a Palavra… ? Tudo o que Sou, tudo o que Te revelo, ficou, ficará, fica, para um Todo Sempre, guardado no Eterno Silêncio de um Momento, num Espaço, num Lugar… em Ti, em Mim, onde me recebes, onde te recebo

Eu Amo-Te
Eu abraço-Te
Um beijo, sim..., um beijo no Coração
Um sorriso

Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida
Eu sou um Nome sem Nome

Transmitido por Ki Ris Ti (kiristi13@gmail.com)
_________________
Ki Ris Ti
----------------
Recebido do canal
Fonte: http://www.lecollectifdelun.com/t2998-Cristo-O-Amor-em-Amor-por-Amor-23-09-2014-Portugu-s.htm

3 comentários:

  1. Um Fogo que queima sem queimar, um Fogo que cria, que recria, assim permaneço, assim perduro, assim navego em Ti. O meu Sopro, o meu Salpico, na tua Terra, no teu Colo recebe em Ti o Fogo da Criação, recebe em Ti o Fogo da minha presença.

    Esse sim É o Amor… Amor Incondicional, sem condição, sem posse, sem propriedade, sem dor, sem sofrimento, sem renúncia. Tal como a Luz o Amor Tudo É, Tudo Gera, Tudo Cria em Si.

    Se te Amo? Como pode tal Amor ser Causa se Ele, o Amor, é o Efeito. Como pode esse Amor ser contrário a Ele próprio, o Amor, em Amor, por Amor?

    Se te Amo? Como pode… como posso limitar? Como posso limitar-Te, limitar-Me, se tão livre e tão liberto é o Amor em Si, na Essência, em Essência?

    Eu sou um Nome sem Nome.

    ResponderExcluir
  2. "Abro-Te as Portas do meu Céu, abro-Te o meu Coração
    Para quê a Palavra… ? Tudo o que Sou, tudo o que Te revelo, ficou, ficará, fica, para um Todo Sempre, guardado no Eterno Silêncio de um Momento, num Espaço, num Lugar… em Ti, em Mim, onde me recebes, onde te recebo"

    ResponderExcluir
  3. "Tudo o És, no nada onde habito, no nada onde sou, no nada onde a Natureza Maior faz a sua morada, a minha morada em Ti, na tua Multidimensionalidade, na tua Universalidade.

    "Eu faço Renascer em Ti a minha Essência, lanço-Te as redes do meu Fogo, abraço-Te na Magia do meu Sabor, Revelo-Me no Calor do teu Corpo, na minha Terra, na minha Presença, na minha Vinda em Ti, em Mim.

    "Como posso limitar-Te, limitar-Me, se tão livre e tão liberto é o Amor em Si, na Essência, em Essência?
    ...Voa nas Tuas asas, Voa em Mim
    ...Eu que o Sou em Ti
    ...E em Ti Permaneço."

    ResponderExcluir