Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

7 de ago de 2010

NO EYES – 7 de agosto de 2010

Mensagem de 7 de agosto (publicada em 16 de agosto de 2010)
DO SITE AUTRES DIMENSIONS




Luzes do Um encarnadas, eu me apresento a vocês, pelas palavras, pela primeira vez.

Eu fui No Eyes.
Eu sou uma das Estrelas de Maria.
Meu papel e minha função, nesta Assembléia, estão ligados à Visão.

Eu lhes transmito todo meu Amor.

Vou começar, primeiro, dando-lhes certo número de elementos que lhes permitem melhor apreender o que, justamente, nós chamamos de Visão.

Esta Visão não é a Visão do mundo exterior.
Esta Visão, que eu sou, não é a Visão do terceiro olho.
Esta Visão, que eu sou, não é uma projeção ou um prolongamento do mental ou do cérebro.

A Visão de que falo é aquela que pode ocorrer em algumas almas ou em alguns corpos, consistente numa Visão que eu chamaria do Coração.

Esta Visão do Coração tem a particularidade importante de ser uma Visão tão precisa como a existente na Visão chamada de astral, permitindo a Visão da trama do tempo nesta matriz.

Os poucos seres que percorreram a Terra e que tiveram esta Visão, tiveram que fazer o sacrifício de sua vida física, o mais frequentemente em seu nascimento, para aceder a esta Visão Interior.
Esse foi meu caso.
Como esse foi o caso, do outro lado do oceano, de uma mulher, búlgara, que teve, ela também, esta Visão do Coração.

Esta virtude especial, que prossegue, também, nas Assembléias das Estrelas de Maria, para aquelas que são portadoras, de ver com uma precisão forte o que existe na matriz.

O que jamais foi o caso, por exemplo, da Visão de um Melquisedeque do Ar, cuja Visão é panorâmica e afastada do que existe em meio à matriz, dando uma incerteza temporal, mas permitindo ver a trama temporal (explicando que alguns Anciões lhes tenham comunicado eventos, há muito tempo e muito mais recentemente), devendo se produzir, sem entretanto poder precisar, de maneira exata, o dado temporal ou mesmo a especificidade de alguns elementos na matriz.

Eu sou, ainda hoje, aquela que é encarregada de ver a matriz.

Esta Visão do Coração apenas pode existir se a Visão dos olhos e da cabeça não existe mais, permitindo despertar, no que vocês chamam de cérebro, uma zona precisa que permite ter acesso, justamente, a esta trama matricial, sem passar por uma Visão, propriamente dita, astral, mas, bem mais, por uma Visão Supramental aplicada à matriz.

O que explica que esta Visão foi, em minha vida, e permanece hoje, extremamente minuciosa, extremamente detalhada e extremamente precisa.
Esta Visão está ao mais exato da trama da matriz.

Eu intervenho, nesse dia, previamente a Maria.
O que venho dizer-lhes não é, nem para despertar qualquer curiosidade, nem para despertar qualquer medo, mas, bem mais, para trazer-lhes uma certeza e uma lucidez.

Uma lucidez quanto ao que vocês vivem, sobre esse mundo, como em vocês.

Vocês entraram, como os Anciões o disseram, na era da revelação, era do final de um tempo, a fim de que nasça o novo tempo e a nova Dimensão.

Isso não é dentro de dez anos, isso não é dentro de um ano, mas isso começou.

As Visões que pude transmitir em minha vida se produzem em seu tempo, em seu calendário, agora.

Dentro do que alguns Anciões chamaram de tempos descontados, vocês são chamados a viver o que é preciso bem chamar de final desse mundo, que é um nascimento autêntico.

Muitos Anciões insistiram neste nascimento, falando da lagarta e da borboleta.

Tudo o que se produz, atualmente, tinha sido claramente anunciado, há muito tempo, com diferentes formas de Visões astrais (aquelas do terceiro olho e mesmo as da intuição), podendo se traduzir ao nível mental.

O conjunto, a totalidade das manifestações em relação e em ressonância com os elementos, apoia-se, hoje, pela Inteligência da Luz, para restabelecer a Verdade.

Ainda uma vez, não convém absolutamente provar qualquer medo, qualquer emoção, mas sim estar cada vez mais lúcido e consciente.

Como o disse o Arcanjo Miguel, o que acontece no exterior, acontece também em você,

É preciso então aceitar se desvendar, o que se traduzirá também, em vocês, pela Visão cada vez mais precisa do que vocês são, para além da aparência desse corpo.

Dentro desse corpo há a alma.
Dentro dessa alma, há o Espírito, única Verdade eterna que não pode estar sujeita a qualquer alteração.

Viver a Verdade do Espírito, retornar a esta Luz da Unidade, não pode se fazer de outro modo a não ser por certo número de processos Interiores e exteriores, sucessivos em seu tempo.

Primeiramente, um final de desconstrução, conduzindo a um desvendamento, progressivo, extremamente minucioso, da Verdade.
Este é um mecanismo que, em cada humano, conduz a um próprio desvendamento da Unidade.

Esses mecanismos, vividos, desde algum tempo já, foram concretizados de maneira mais visível quando dos Casamentos Celestes, precipitando-se hoje.

Isso se traduz por uma precipitação de sua revelação a você mesmo e também da revelação no mundo, induzindo, por analogia com a Visão de que sou portadora, a uma Visão cada vez mais clara do que é Verdade e do que não o é.

Esse desmascaramento é indispensável, porque é ele que vai lhes permitir, no momento vindo, acolher o Anúncio de Maria e, nós o esperamos, aquiescer, em total lucidez, com este fim.

Pouco a pouco, a Vida se retira esta Ilusão, seja animal, vegetal, mineral.
Ela se retira, não para desaparecer, mas para ir para onde a leva sua Vibração específica de mineral, de vegetal ou de animal.

O afluxo da Luz Vibral, dentro dos quatro elementos, entidades viventes presentes em todo mundo que foi comprimido nesta matriz, libera-se, a partir de hoje.

Você deve estar lúcido, mas não participar, de nenhuma maneira, do que se desagrega, a fim de permanecer no que é o mais importante, que é a Visão de você mesmo e o desvendamento do que você é, na Eternidade e na Unidade, de modo muito simples.

Você deve estar lúcido, durante este período preciso, da existência da lagarta e ser chamado de borboleta.

A lagarta será dissolvida na dissolução do mundo.
A borboleta estenderá suas asas para instalar-se em seu universo limpo.

Muitas coisas que são ainda possíveis, hoje, de conhecer (pesquisando, em suas técnicas), não poderão mais ser acessíveis, em breve.

É nesse sentido que você deve desenvolver sua própria Visão.
E é isso que realizarão as últimas Chaves Metatrônicas, que lhe permitirá ver através da Ilusão e começar a perceber também a Visão do Coração.

Esta Visão do Coração é desprovida de emoção.
Esta Visão do Coração se instala quando você transcendeu os medos para esse veículo ilusório.

Lembre-se dessas palavras que foram pronunciadas por um neófito ocidental (eu prefiro chamá-lo assim): “Aqueles que quiserem salvar sua vida, a perderão.”.

A qualidade da Luz Vibral que desce para vocês, agora de maneira contínua, deve permitir-lhes superar e transcender os medos da perda, exterior ou Interior.

Você está no Interior desse corpo, mas esse corpo não é estritamente nada.
Mesmo se você não fez ainda a experiência consciente, isso virá.
E isso lhe permitirá, neste período final, não mais provar o menor medo.
E isso lhe permitirá, também, desenvolver esta famosa Visão do Coração de que eu falo, permitindo-lhe saber onde está o despertar dos elementos, onde está o despertar da Terra, o despertar de seus Irmãos.

Esta Visão lhe confere, também, na Vibração do Coração e numa zona precisa de seu cérebro, perceber a Verdade, para além da Ilusão, e não mais ser sensível ao que é falso.

Esta revelação, no que concerne a algumas partes ou alguns setores de sua vida, pode representar um choque importante.
Mas esse choque, eu diria, salutar, porque ele lhe permitirá tomar as decisões e ajustar ao mais próximo da Verdade, o seu caminho.

Os sinais, desde as últimas Etapas, desde alguns meses somente, são extremamente numerosos, assinalando, para esta Terra, um final e um renascimento, do mesmo modo que em vocês, os sinais são numerosos, significando um novo nascimento.

A capacidade de Vibrar na Coroa Radiante da cabeça e na Coroa Radiante do Coração e, para alguns, ao nível do Sacrum, permite um alinhamento e uma Consciência de se estabelecer, desincrustando-os, literalmente, da Ilusão do mundo.

O relaxamento, esta desincrustação, permitir-lhe-á, no momento desejado pela Luz, transferir sua Consciência em total lucidez.

A Consciência, no Coração, é a chave da Visão, é a chave do retorno à sua Eternidade.

O processo de abandono à Luz traduzir-se-á, e traduzir-se-á cada vez mais, por um abandono, em sua vida, de todas as Ilusões desse mundo, a fim de se recentrar no essencial, na Verdade.

É nesta iluminação especial, e nova para você, que se desenvolve a Visão Interior do Coração e que se apagará, progressivamente após sua colocação na Luz, a Visão exterior desse mundo falso.

Como sempre, são mecanismos e processos Vibratórios, energéticos, da própria Consciência.

Certamente, haverá sempre dois modos de ver o que está aí.
Exteriormente, a Visão limitada, aquela dos olhos, concluirá facilmente um aspecto devastador.
Alguns, mesmo, poderão falar de Julgamento, de castigo ou de retribuição.

Mas, se você penetra na Visão Interior, isso será chamado diferentemente, e será vivido diferentemente.
Será retribuição, não cármica, mas restabelecimento do reino da Luz.
Nada mais.

Quando eu disse que era preciso se desincrustrar, isso lhe aparecerá cada vez mais evidente.
Não é questão de fugir da vida, mas, bem mais, viver a verdadeira Vida.

E, portanto, deixar morrer o que morre, sem apego, sem remorso e, sobretudo, sem medo.

Se você fixa sua atenção, com a Visão exterior ou a Visão mental das informações, o medo o apreenderá.
Se você aceita ter a Visão Interior e se estabelecer em seu Coração, a Alegria o deleitará.

O chefe dos Melquisedeques falou-lhe de Alegria ou de Terror.
Será exatamente assim.
Um ou outro.

Não poderá (e mais o tempo avançar, em termos humanos) haver meias medidas.

Nós concebemos também que alguns de vocês possam flutuar de um ao outro.
Isso é muito bom sinal, porque, se você flutua de um ao outro, nós somos convencidos de que vocês não poderão escolher o Terror ao invés da Alegria, tanto mais que o sinal essencial do Céu lhe será dado Interiormente por Maria.

Você não terá mais, então, que se colocar a questão de crer ou não crer, porque você viverá a Verdade de Maria.

Nos mundos Unitários, o plano, o desenrolar desse plano, se faz de modo o mais autêntico, o mais minucioso e o mais seguro.
Colocando-se na Vibração Interior e na Visão Interior, no momento do desvendamento das últimas Chaves, você não poderá mais confundir uma Visão ligada ao mental, uma Visão ligada a seu terceiro olho, com a Visão autêntica do Coração.

Primeiro, para alguns, em seus sonhos.
E após, para outros, assim que a Vibração da Coroa Radiante da cabeça fusionar com a Coroa Radiante do Coração.

O desvendamento dos pontos de Consciência da cabeça, e o modo de ativá-los, bastarão para desencadear a Visão Interior e as outras funções que daí decorrem, como se centrar no instante presente, ser claro e preciso, estar na profundez da Verdade, porque, no abandono à Luz – como Anael diz – essas funções, que lhe são desconhecidas, desabrocharão pouco a pouco e lhe darão espaços de percepções que, mesmo dentre os mais despertos de vocês, não existem ainda.

Não haverá qualquer meio de confundir, ainda uma vez, a Visão do Coração e a Visão exterior.
Caberá então a você, e a você sozinho, ajustar-se e agarrar-se à sua Visão Interior, que lhe diz respeito, como se refere ao mundo que se desagrega, a fim de estar em acordo com você mesmo.

Quanto melhor você for na Visão Interior e em seu Coração, melhor os medos desaparecerão de sua vida.

Você se estabelecerá na Alegria, em sua Presença, e tudo se passará, eu diria, facilmente, em função das circunstâncias coletivas.

Você terá, também, e é preciso estar, aí também, lúcido, que lutar contra o que eu chamaria de egrégoras (e como o sabe, não terá mais que lutar, mas que se estabelecer cada vez mais no Coração) de emoção para aqueles que viverão isso como um fim e que não conhecerão a borboleta, ou que não vão querer vê-la.
Essa é uma realidade.

Essas emoções viajarão por toda a superfície da Terra.

É nesse sentido que você deve velar para não dar peso e atenção a isso, a fim de que, aí tampouco, não ser tomado por essas emoções.

A única Chave de estabilidade é o Coração.

A partir do derrame das Chaves Metatrônicas, esta aceleração perceptível da desagregação do mundo vai tornar-se ainda mais importante.

Aproveitem desse derramamento das Chaves Metatrônicas para desenvolver, em vocês, o que deve ser, em relação com as Estrelas de Maria.
Não há nada de mais importante e primordial que isso.

Todo o resto que constituía, até o presente, suas vidas exteriores, pouco a pouco e geralmente rapidamente, não terá mais qualquer sentido e não poderá, aliás, ser mantido.

O que não quer dizer que, pelo momento, você deva deixar o que você está fazendo na vida exterior.
Mas, ainda uma vez, estar lúcido sobre a realidade do que está aí.

Esta lucidez lhe permitirá evitar o medo.

Quanto melhor e mais você se estabelecer na Visão Interior, melhor as Visões claras lhe chegarão sem emoção, sem afeto e você viverá isso segundo a característica do Coração e de sua Coroa Radiante, ou seja, na Alegria.
Na Alegria, a Visão Interior se ilumina e tem todas as chances de tornar-se permanente.

As Chaves Metatrônicas vêm liberar os elementos, em vocês como no exterior de vocês.

No curso desta liberação, as últimas Estrelas de sua Coroa Radiante da cabeça estarão em ação.

Pouco a pouco, você perceberá, por si mesmo, o que acontece colocando em ação essas Estrelas.

Alguns Anciões virão também desvendar o modo de funcionamento, Vibratório e consciente, dessas funções novas.

Mas alguns de vocês descobrirão, aliás, sozinhos, porque é Inteligência, como isso funciona.

No que concerne à Visão, o ponto está situado atrás da cabeça, lateralmente à direita.

Assim, levando, ao mesmo tempo em que no Coração, sua Consciência sobre esse ponto, a Visão Interior começará a se desenhar, a aparecer.
Ela lhe dará acesso, como eu o tive em minha vida, à trama astral, sem estar no astral, mas, sim, ao nível do Coração.

A característica, aliás, essencial da Visão, é de aumentar a Alegria Interior e a serenidade Interior.
Você perceberá, nesta Visão Interior, igualmente, a desagregação da trama desse mundo.

Do mesmo modo, você perceberá, também, o que você é, em Verdade.
O que, para muitos de vocês é ainda misterioso, relativamente às linhagens ou pilares espirituais, será revelado pela liberação dos quatro elementos.

Nas Visões, você verá, também, progressivamente, sua origem Dimensional, sua origem estelar e também seu Corpo de Existência.

Tudo isso se tornará possível por seu trabalho Interior e pela revelação das últimas Chaves Metatrônicas.

Você deve aprender a ter confiança na Vibração, no Coração e, também, na Visão.

Se você devesse reter apenas uma coisa de minha intervenção, lembre-se disso: “a Visão do Coração é desprovida de emoção, ela é Vibração”.

Ela não pode se confundir com a Visão astral que se passa na emoção, ou ainda com a Visão do terceiro olho, chamada de clarividência, porque ela é ausência de emoção e ela é Alegria.

Fazendo a experiência, você diferenciará muito rapidamente o que pôde existir em seus poderes, em seus dons e o que representa realmente Visão.

Estejam também, e vocês a verão, seguros de nossa indestrutível atenção para com o conjunto da humanidade.
Sem distinção de escolha.
Sem distinção de Vibração.

Nós estaremos cada vez mais presentes, em sua Consciência e em seu Ser Interior.

A Luz Vibral despertou, em vocês, as partes de DNA que estavam adormecidas, correspondentes, como o sabe, a Maria, aos Arcanjos e, sobretudo, pelo derramamento das últimas Chaves Metatrônicas, o despertar, em vocês, de Ki-Ris-Ti.

Aí está, Luzes do Um, o objetivo de minha Presença entre vocês.

Se existem em vocês questões relativas a esse processo e, se me é possível responder sem me intrometer no desvendamento de Metatron ou de Maria, então, eu responderei.

Não temos perguntas. Agradecemos.

No Eyes os abençoa.
Que a glória da Fonte esteja em vocês, com vocês, por vocês.

______________________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.
Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Um comentário:

  1. Que maravilha!
    Muito feliz e grata a todos os seres de Luz que nos trazem essas informações precisas e maravilhosas.
    Grata, grata , grata.

    ResponderExcluir