Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

6 de jul de 2011

URIEL - 6 de julho de 2011

Mensagem publicada em 8 de julho, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


NDR: aqueles que nos acompanham de outros planos Dimensionais transmitem-nos, de 4 a 11 de julho, informações sobre o desenvolvimento do Cubo Metatrônico, através dos Doze Atalhos.
Essas correspondências de pontos do corpo, em ressonância com a revelação da Luz e as Doze Estrelas fazem o objeto de quase a integralidade das canalizações desse período.
Foi-nos solicitado divulgar a integralidade dos protocolos de aplicação prática que ali estão associados após a intervenção de METATRON, em 11 de julho próximo.
Vocês os encontrarão, então (em 12 ou 13 de julho), na rubrica "protocolos / reconstrução do Corpo de Ressurreição" do site.
 Daqui até lá, nós lhes agradecemos de não nos solicitar esses processos, porque nós os descobriremos ao mesmo tempo que vocês, e respeitamos o que foi pedido, ou seja, a divulgação global dos protocolos após a intervenção de METATRON.
_____________________________________________________

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.
Em presença, de Uns e Uns, Filhos do UM.
Que a Presença inunde seu Coração.

Vamos, juntos, para o silêncio, aquele da Presença e da Unidade, na revelação da Luz, que permite ver o que não devia ser visto enquanto vocês estavam fechados.

ATRAÇÃO e VISÃO, que lhes barraram o acesso à Unidade, o acesso a AL, à alma e ao Espírito, que os confinaram na ATRAÇÃO e na VISÃO da densidade, da Profundidade e da Precisão; que os levaram na falsa Profundidade e na falsa Visão, aquela desejada pelo Anjo Lúcifer, aquela desejada por Ahriman, levando-os, sempre mais, a ir para o pequeno, a ir para o insignificante, a ir para a Ilusão.

Hoje, o Anjo URIEL, em sua Presença, presentes a nós mesmos, vamos revelar e permitir resolver a equação, que os faz passar do barulho ao silêncio, da agitação ao movimento de vida; que os faz passar da falsa profundidade à verdadeira Unidade, da falsa precisão a AL.

Redenção.
O fígado e o baço, a Atração e a Visão não poderão mais levá-los às profundidades da Matriz, à precisão da Matriz, das quais nenhuma saída pode existir.

É tempo de criar o silêncio, porque, no silêncio de suas palavras, porque, no silêncio de seus olhos, aparece, então, a Verdade, toda nua, que lhes permite transcender e superar as últimas ilusões, os últimos desejos, aqueles que os levam à densidade.

Hoje, vão para a nova Atração, aquela de AL, aquela da Unidade, a nova Visão, aquela de AL, aquela da Unidade.

Vejam e percebam, no silêncio das palavras e no silêncio dos olhos, o que se revela, em Beleza e em Verdade: seu Espírito.
O Espírito de Verdade, o Espírito de Eternidade.

Canto novo, vindo do silêncio.
Silêncio da Ilusão, no qual sinal algum pode vir alterar o Espírito em revelação.

A hora da Fênix soa sobre a Terra.
Acolham-na, ela anuncia o CRISTO, anuncia a Ressurreição, nos domínios da Verdade, nos domínios da Eternidade.

O fígado e o baço, a Atração e a Visão não poderão mais, jamais, arrastá-los às falsas profundidades, na falsa precisão, porque serão penetrados e tratados pelo Espírito de Verdade e pela alma de Verdade, na Unidade, pela presença de AL em AL, pela Presença da Unidade.

A hora chegou, Filhos do Um e amados do Um, de fazer cessar, na Alegria e na Verdade, as palavras.
A hora chegou de fazer cessar a algazarra de toda precisão, de todo detalhe, que os conduz, sempre mais, às rondas da densidade, às rondas da Ilusão.

Instante.
Instante único da História, que os conduz e os tira da História, fazendo-os penetrar a Eternidade, na qual não existe qualquer densidade; conduzindo-os a comprimir o tempo, a comprimir o espaço, para confiná-los num corpo de desejo que jamais está satisfeito, no qual a sede não é saciada, porque a Água de Vida não lhes é mais dada.

Ele vem dar-lhes a Água de Vida, a Água de Verdade, porque Ele é a Água do Céu, a Água do mistério, que vem pôr fim às águas matriciais, aquelas da falsidade, aquelas da falsa profundidade.

É Agora.
Preparem-se para acolhê-Lo, no silêncio.
Que seus olhos não vejam mais a Ilusão.
Que sua boca não professe mais qualquer palavra, se ela não se torna o Verbo.

Eu sou URIEL.
Eu abri o Verbo em vocês, para o Espírito de Verdade e para sua Unidade.
Então, é tempo, agora, juntos, reunidos na dança dos Arcanjos e em sua dança, aquela da Verdade, de voltar-se para o Espírito, de desviar-se da Matriz.

Vocês vão mudar, porque a hora é para mudança.
Vocês vão transmutar, porque a hora é para a transmutação.
Vocês vão ressuscitar, porque a hora é para a transubstanciação.
Isso é agora.

Ouçam.
Ouçam o Canto, como eu lhes disse.
Ouçam o Canto do Espírito, o Canto do Céu, ao qual responde o Canto da Terra, ao qual o Canto da alma respondeu e ao qual o Canto de seu Espírito respondeu.
Tudo está realizado.

Da Dualidade à Unidade, transcendam e transformem.
Passem a Porta Estreita, aquela de sua Ressurreição às esferas da Alegria.
Transmutem tudo o que é pesado, tudo o que é denso.
Não abandonem esse corpo, mas abandonem-se à Luz, para que esse corpo torne-se a transparência da Unidade, o calor de AL, o Fogo do Coração e não mais o Fogo da matéria, não mais o fogo do ego, mas o Fogo do Coração.

Vão.
Vão para o que vocês são, porque vocês são esperados e ouvidos, no Canto do Espírito.
Nós os esperamos, do mesmo modo que vocês se esperavam, desde tanto tempo, num tempo de densidade opressora e compressora.

Filhos do UM, o tempo chegou.
Assim como eu lhes disse, a trombeta soou, chamando a Ascensão da Matéria para o domínio do mistério, no Espírito de Verdade.

O Canto da Fênix chama-os para viver a Ressurreição.
Estejam na Alegria.
Estejam na Paz.
Saiam da Ilusão das palavras e entrem no Verbo, que é Canto, elevando a carne, para que esta não seja mais desejo, mas completude, para que esta nada tenha a buscar, porque tudo é encontrado na Verdade, na Unidade.

E, no Alfa, juntando-se, por Ômega, ao Alfa, o início, o que é criado.
O Espírito, o que é Unidade.
O Espírito.

O fígado e o baço, Atração e Visão, não desempenharão mais o papel de obstáculos da verdadeira Precisão, da verdadeira Profundidade, Precisão da Visão do Fogo, não mais na Ilusão, mas na Verdade do Fogo do Espírito.

Profundidade da Unidade e não mais profundidade da matéria, mas Profundidade do mistério, justo retorno das coisas no Espírito de Verdade.
Isso é Agora.

Então, quando da revelação, nos dias a vir, que eu vou fazer com vocês, será necessário não mais ver e não mais falar, para ouvir o Canto do Espírito e tornarem-se, vocês mesmos, o Canto do Espírito, Canto da Ressurreição, a fim de que o olhar torne-se a Visão do Coração, a Visão da Unidade e a Visão do Alfa, bem além da Matriz, ao mesmo tempo ali estando encarnado.
Porque é na encarnação que se revela o Espírito de Verdade, a fim de que a encarnação torne-se corpo de Ressurreição, corpo de Glória e de Eternidade.
Isso é agora.

Girem.
Voltem-se e desviem-se do que é falso.
Juntem e façam comunicar Unidade e AL.
Do estágio do Espírito para o estágio da carne, na Profundidade e na Precisão.

Suprimam o obstáculo, simplesmente aceitando a Verdade, sem querer lutar, sem querer opor-se, mas, simplesmente, escutando o Canto de seu próprio Espírito, o Canto de sua própria Unidade.

A hora chegou de começar o Alfa, de reencontrar AL e de reencontrar a Unidade.
Nunca mais a Atração e a Visão serão limitadas no confinamento da Matriz.

A hora do Mistério e o reino do Mistério chegaram, revelando, a vocês, no silêncio das palavras e no silêncio dos olhos, a Verdade de sua Unidade.
Isso, por três vezes e três dias, permitindo-lhes, aqui como em outros lugares, no momento vindo, quando da revelação total do Anjo METATRON, em sua carne, voltar-se para o Espírito, fazer calar a carne, a fim de transcendê-la, de iluminá-la e de tornar-se Espírito da carne.

Três dias sem palavras.
Três dias sem olhar, a fim de que, três vezes, a Porta Final seja passada, no instante de Verdade, instante da Beleza, que os faz transcender todas as esferas do medo, da profundidade falsificada, da precisão alterada, retornando à verdadeira Profundidade da Unidade, à verdadeira Precisão do Alfa.

CRISTO e MIGUEL são os agentes que reúnem e unificam, que vêm não combater, mas iluminar Ahriman e Lúcifer em vocês, a fim de tomar todo o lugar que é a Eles devido, ou seja, o seu, como Filhos Ardentes do Sol, ressuscitados no Espírito de Verdade, no Verbo, assegurando sua criação e sua evolução além da recriação incessante da Ilusão, do fígado, além da recriação incessante da Ilusão matricial, pelo baço.

A hora chegou.
Levantem-se.
Em Espírito e em Verdade.
Escutem.
Escutem o Canto da Vibração, que é o Canto da Fênix, anunciando a Ressurreição, o retorno do CRISTO, levando a Luz, em Sua Vibração e em Sua Essência, a declarar-se, em vocês, no espaço sagrado de seu Templo, não unicamente no Coração, mas no espaço sagrado desse corpo, que jamais pôde ser fechado e isolado inteiramente.

Graça da Alegria, Graça da Paz, Graça do Amor, jamais apagado inteiramente.

Ousem.
Ousem Ser.
Ousem fazer silêncio das palavras, ousem fazer silêncio dos olhos, para acolher aquEle que vem, como um ladrão na noite, para quem não O iluminou.

Mas vocês, vocês estão iluminados, porque vocês transcenderam, ou vão transcender, a Dualidade inexorável da Matriz, a fim de viver, em Unidade e em Verdade, a Luz CRISTO.
Ela está aí, ao alcance.
Ela vem bater à porta, porque a hora chegou.

METATRON, Anjo da Fonte, vem revelar a Fonte de sua Eternidade.
A hora do Espírito, a hora da alma despertada ao Espírito chegou.
Então, desviem-se, em ato consciente e em ato de Verdade, de toda Ilusão, de todo desejo e de todo apego.

Permaneçam presentes, Aqui e Agora, nesta Terra, em pé, nesse corpo, a fim de acolher a Verdade e tornar-se a Verdade.

Sejam os Pilares da Luz, os porta-estandartes e estandartes de Luz.

Filhos do UM, despertem.
O Canto da Fênix está aí.
Despertem e desviem-se do que os atrai e do que os acorrenta.
Saiam de todas as Ilusões.
Isso é agora.

Nada mais deve quebrar o impulso do Espírito em vocês.
Nada mais deve afastá-los de vocês mesmos.

Ele não é aquele que pune.
Nada há que puna, a não ser vocês mesmos.
Não há Deus vingador, se não é o Diabo.
Nada mais há do que a Beleza.
Nada mais há do que a Verdade.
Nada mais há do que a Unidade.

Então, ousem.
Ousem ir para o que vocês são, no desconhecido: a Beleza, a Glória da Existência.

Desviem-se do que os acorrenta.
Desviem-se de seus medos, porque vocês não são o medo.
Para isso, façam silêncio, silêncio de palavras, a fim de que o Verbo faça-se carne em vocês.
Silêncio dos olhos, a fim de que a Visão autêntica extasie, com a Luz, sua Presença.

Filhos, Filhos do Um, a hora chegou de criar sua Verdade, para além de toda criação confinada.
Para isso, escutem, como eu lhes disse, o Canto da Unidade, o Canto de sua Presença.
Saiam das falsas profundidades e das falsas precisões desse mundo, que os fecham numa moral que tem curso apenas no confinamento.

Vocês são a Verdade, o Caminho e a Vida.
Voces nada mais são do que isso.
E isso é Tudo.
Nada mais há do que isso.
Todo o resto, assim como numerosos o disseram, é sonho, Maya e Ilusão.

Escutem.
Escutem e ouçam o que bate à sua porta, porque aí está a Verdade, porque aí está o Espírito, em nenhum outro lugar.

Levantem-se, elevem-se.
Sejam a Verdade, sejam a Unidade, sejam sua Presença.

Transmutem.
Então, na Graça do Um, estabelecida em vocês, não pode mais existir qualquer alteração de sua alteridade.
Então, nada mais há a esperar, há apenas a Ser, porque a hora de Ser chegou, pelo Canto do Um, pela trombeta de METATRON.

Vocês chegaram porque, em Verdade, jamais partiram.
Nisso, o peso do passado e o peso do futuro não existem.
Eles são apenas projeções, densidades incorporadas à Verdade, mas jamais vocês caíram.
Vocês fizeram apenas tropeçar, e isso não é nada no olhar da Beleza, no olhar da Verdade, porque vocês não estão aí inutilmente, porque isso não é nada.

Filhos do Um, a hora chegou de nossos reencontros e de seus reencontros, na Alegria, no Amor, na Presença e na Unidade.

Filhos de Verdade, juntos, na Presença.
Juntos, na Unidade.
Juntos.
Nunca mais separados.
Nunca mais pesados.
Livres de vogar onde lhes dita sua consciência, em todos os espaços e em todos os tempos, em todas as Dimensões e em todos os Universos, em todos os Multiversos, porque vocês são a Eternidade.
E a Eternidade não se importa com o efêmero.
Então, o efêmero toma fim, porque ele tem apenas um tempo e não é o tempo.

Escutem.
Escutem o Canto da Verdade, escutem a Vibração da Unidade, porque vocês são isso.
E vocês não são o canto das sereias que os leva a desejar o que quer que seja, porque o desejo é uma Ilusão, que os acorrenta no círculo das paixões e das posses vindas do medo e da confrontação.
De Ilusão a Ilusão, de medo a medo.
Isso terminou, se tal é sua Essência, se tal é sua Vibração, nesse instante de Graça, aberto a cada UM e a cada UMA.

Abram.
Abram-se à Eternidade, porque o que vem é o fim do efêmero.

Então, vocês querem continuar efêmeros?
Como é possível?
Girem.
Voltem-se.
Saiam do que não é Agora.
Saiam do que é o passado, que não tem outra densidade que aquela de suas crenças.
Saiam de todo futuro, que não tem outra densidade que aquela de suas projeções.
Tudo está aí.
Tudo está Aqui e Agora, inteiramente.
O Espírito de Verdade, a Unidade, o Alfa.
Tudo é Agora e tudo é Aqui, reunidos, para sempre.

Os Arcanjos aproximam-se, despertando e levantando-se em vocês.
CRISTO bate à porta.
METATRON abriu e destrancará as fechaduras que impediam à Unidade vibrar.
A Presença revela-se.
Unidade e Verdade.
CRISTO.

Filhos do UM, o último apelo vai retumbar.
Passem a porta e fechem-na atrás de si, porque ela voltará a fechar-se, de qualquer modo, pela própria Luz, afastando-os, para sempre, dessa profundidade, dessa precisão, do desejo e da atração, que nada têm a ver com o Alfa e a Unidade.
Passem.
Levem tudo.
Tudo o que é Verdadeiro.
E isso é Agora.

Eu sou o Anjo URIEL.
Eu sou também aquele que anuncia o novo reencontro e a nova Presença em sua revelação, aquele a acompanha de diversos modos, reunificando, em vocês, tudo o que deve sê-lo, fazendo-os superar e transcender, se tal é sua escolha Vibratória e de Consciência, a Ilusão da Dualidade, a Ilusão do desejo, todas as Ilusões do efêmero.

Penetrem o tempo sem tempo, aquele da Vibração da Essência, no Aqui e Agora.
CRISTO não está em nenhum outro lugar.
Ele não é uma história passada; Ele não é uma história a vir.
Ele é um estado a aquiescer e a manifestar além da manifestação; a manifestar além da manifestação; a manifestar no Espírito e no mistério, a fim de que a matéria, desse corpo como de todos os corpos, seja levada na Luz da Verdade, na Verdade da Graça.
E isso é agora.

Escutem.
Escutem o silêncio.
Saiam do barulho: aquele de suas emoções, aquele de seu mental.
Nada busquem, porque tudo está aí, na totalidade, porque o instante é para a Eternidade.
Abençoada seja a Graça que se revela.

Filhos do UM, realizem o que vocês são.
Realizem sua herança, aquela de sua Presença e de sua Unidade, aquela na qual não existe qualquer vestígio de sofrimento, qualquer vestígio de um apego, qualquer vestígio de privação.
Instalem-se na plenitude da Vibração CRISTO, que os faz dizer, então «Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida».

Acolhamos.
Vibração.
Presença e Unidade.
Revelação da Luz Branca.
Revelação do Espírito e da Verdade.
Juntos, Unificados, presentes a si mesmos, em CRISTO.
Presentes a cada um, sem barreira e sem limite, sem julgamento e sem hipocrisia, na verdadeira Profundidade do Espírito, na verdadeira Precisão da alma revelada, sem Atração e sem Visão, simplesmente no Ser.
Assim, a porta vai abrir-se.

Espaço de silêncio, porque, no silêncio, aquele de seus pensamentos, de suas palavras, de seus olhares e de suas emoções, chega e eclode a Unidade.

Presença do Amado.
Aqui e Agora.
A verdadeira Profundidade e a verdadeira Precisão, religadas à Unidade e a Alfa, revelando-se, durante três dias, etapa por etapa.

Respirem a Vida, respirem a Verdade, porque vocês são o Caminho, aquele da Verdade e da Vida.

Não há mais alternativa além de Ser.
Não há mais alternativa além da Alegria, se vocês cruzarem a porta.

Eu sou o Anjo URIEL.
Eu trago a boa nova, acompanhando a trombeta.

Juntos, na Luz Branca, Canto da Unidade, fazendo calar a Ilusão e a projeção, ponto fim ao Samsara, estabelecendo Sat Chit Ananda.

Amem, porque essa é sua Essência.
Amor Vibral e livre, liberado.
A Paz.
Respirem a Vida.
Façam circular a Vida.
Não mais o fogo do ego, mas o Fogo do Coração, essa Vibração rápida, com formigamentos e calorosa, que os conduz ao Éter de sua Ressurreição, em sua Terra Nova, esta ou tantas outras.

Filhos do Um, vocês acolheram meu anúncio.
Vocês me acolheram, então, eu os acolho.
Verdade.
Amor.
Agora.

Estarei com vocês e em vocês, em seu alinhamento, no silêncio de minhas palavras e de minha Vibração, mas em seu Templo, na Verdade e na Vida.

No Amor e para o Amor.
Até já.
Aqui e Agora.

Eu sou URIEL.
___________________________

Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

2 comentários:

  1. Informações que se convergem, sempre levando a um aclaramento primoroso. Aqui, por exemplo, tem-se novamente a questão falsificada da Atração e Visão, antes subordinada à Matriz do desejo, mas agora em condição rendida. Eis algumas maravilhas incontestes desta super MSG: "Nós os esperamos, do mesmo modo que vocês se esperavam, desde tanto tempo, num tempo de densidade opressora e compressora - Vocês vão mudar, porque a hora é para mudança - Vocês vão transmutar, porque a hora é para a transmutação - Vocês vão ressuscitar, porque a hora é para a transubstanciação - Filhos do UM, o tempo chegou - Assim como eu lhes disse, a trombeta soou, chamando a Ascensão da Matéria para o domínio do mistério, no Espírito de Verdade".

    ResponderExcluir
  2. "Da Dualidade à Unidade,transcendam e transformem. Passem a Porta Estreita,aquela de sua Ressurreição às esferas da Alegria. Transmutem tudo o que é pesado, tudo o que é denso. Não abandonem esse corpo, mas ABANDONEM-SE À LUZ, para que esse corpo torne-se a transparência da Unidade, o calor de AL, o Fogo do Coração e não mais o Fogo da matéria, não mais o fogo do ego, mas o Fogo do Coração."
    "Porque é na encarnação que se revela o Espírito de Verdade, a fim de que a encarnação torne-se corpo de Ressurreição, corpo de Glória e de Eternidade. Isso é agora."
    "O Canto da Fênix chama-os para viver a Ressurreição."
    "Escutem o Canto da Vibração, que é o Canto da Fênix, anunciando a Ressurreição, o retorno do CRISTO, levando a Luz,em Sua Vibração e em Sua Essência, a declarar-se, em vocês, no espaço sagrado de seu Templo, não unicamente no coração, mas no espaço sagrado desse corpo, que jamais pôde ser fechado e isolado inteiramente."
    "Permaneçam presentes, AQUI E AGORA, nesta Terra, em pé, nesse corpo, a fim de acolher a Verdade e tornar-se a Verdade. Sejam os Pilares da Luz, os porta-estandartes e estandartes de Luz."

    Vivamos todos, nestes momentos de" Graça" abertos a cada um de nós, nossos REENCONTROS na Alegria, no Amor na Presença e na Unidade.

    Abraço a todos.

    ResponderExcluir