Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

6 de jul de 2011

SRI AUROBINDO – 6 de julho de 2011

Mensagem publicada em 8 de julho, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


NDR: aqueles que nos acompanham de outros planos Dimensionais transmitem-nos, de 4 a 11 de julho, informações sobre o desenvolvimento do Cubo Metatrônico, através dos Doze Atalhos.
Essas correspondências de pontos do corpo, em ressonância com a revelação da Luz e as Doze Estrelas fazem o objeto de quase a integralidade das canalizações desse período.
Foi-nos solicitado divulgar a integralidade dos protocolos de aplicação prática que ali estão associados após a intervenção de METATRON, em 11 de julho próximo.
Vocês os encontrarão, então (em 12 ou 13 de julho), na rubrica "protocolos / reconstrução do Corpo de Ressurreição" do site.
 Daqui até lá, nós lhes agradecemos de não nos solicitar esses processos, porque nós os descobriremos ao mesmo tempo que vocês, e respeitamos o que foi pedido, ou seja, a divulgação global dos protocolos após a intervenção de METATRON.
_____________________________________________________


Eu sou Sri Aurobindo.
Irmãos na humanidade e encarnados, é a mim que é atribuído o papel de falar-lhes, pela primeira vez, do desenvolvimento lateral e anterior da Luz, acontecendo, é claro, em seu corpo e sobre esta Terra.

Há, efetivamente, longo tempo, em termos terrestres, fui levado a ver, a descrever e a escrever certo número de elementos concernentes, diretamente, à história que vocês vivem atualmente, sob o nome de João.

Em minha última encarnação nesse mundo, desenvolvi a chegada do que seria o Supramental, a Luz Branca.

Já há dois anos, eu havia anunciado (quase dois anos) a primeira chegada da Luz Azul.
Consecutivamente, após os Casamentos Celestes e as Etapas, iam revelar-se, durante o ano que vocês vivem sobre esta Terra, a Fusão dos Éteres e o retorno da Luz Branca.
Esse retorno da Luz Branca ilustra-se, também, em seu corpo.
Isso foi o objeto de muito numerosas comunicações concernentes à ativação de suas Lareiras.

Hoje, certo número de Circuitos (Atalhos) é-lhes desvendado - que não tem existência alguma, própria, nesse mundo - e, no entanto, ancoram-se sobre pontos específicos de seu corpo, que permitem, justamente, revelar a Luz, como Ela o faz sobre a Terra e como Ela vai fazê-lo cada vez mais.

Assim, hoje, estou encarregado de falar-lhes desse polo situado no meio do corpo e separado em dois (dado que lateral), em ressonância com o que foi chamado, ao nível da cabeça, o eixo da falsificação: ATRAÇÃO-VISÃO.

A redenção desse eixo e a reorganização do Alfa e Ômega permitiram a reversão do Triângulo Luciferiano ou Prometeico na ordem lógica das coisas.

Hoje, existem no corpo dois órgãos que são, de algum modo, a ressonância e o alvo privilegiado do impacto da Luz, que são os órgãos chamados fígado e baço, em ressonância direta com ATRAÇÃO, de um lado, e VISÃO, do outro.

A Atração é, certamente, ligada ao polo eletromagnético, ao confinamento e ao baço, que, efetivamente, gera funções.

É claro, não é meu papel falar-lhes dessas funções fisiológicas ou outras, mas, bem mais, atrair sua atenção para o aspecto Vibratório e a função que devem reencontrar o baço e o fígado em sua transformação atual.
Então, para isso, deveremos percorrer certo número de elementos.

Lembrem-se de que esses elementos (dos quais vou falar) são o eixo mediano, ponto que comunica o baço e o fígado com uma zona simétrica (situada acima deles), chamada os Centros de Enraizamento da alma e do Espírito (chacra de Enraizamento da alma e do Espírito) que, doravante, vão, aí também, tornar-se os chacras, não mais do Enraizamento, mas da Revelação da alma e do Espírito nessa Dimensão.

Assim, em imagem (espelho), e não mais situados no alto do corpo, mas na parte inferior do corpo (ao nível do púbis, lateralmente), encontram-se, nesse desenvolvimento lateral da Luz, duas zonas, chamadas as pregas da virilha, que estão em ressonância com a imagem no espelho da alma e do Espírito, mesmo na matriz e na falsificação, que serão desenvolvidas noutro dia.

Vamos, hoje, simplesmente, através dessa arquitetura Vibratória específica, compreender que existe um ponto focal (ou um ponto nodal) de reversão da Luz, que permite a Ela reencontrar, também, nesta Terra, sua Dimensão original.
Para isso, há certo número de elementos a transcender.

Isso lhes foi nomeado as Portas, a primeira morte, a segunda morte, a Transfiguração, a Crucificação e, enfim, a Ressurreição.

A revelação da Luz Metatrônica, que nós lhes anunciamos (e que será realizada totalmente pelo Anjo Metatron, associado a Anael e a Uriel, como Arcanjos) permitirá viver, inteiramente, a Crucificação da humanidade e a sua.

Essa Crucificação se faz por intermédio de um Impulso novo nos órgãos que são chamados o fígado e o baço, em suas funções arquetípicas, bem além desse mundo, bem além de suas funções de regularização fisiológica que, talvez, sejam-lhes conhecidas.

São pontos de basculamento que estão em ressonância direta (ao nível desses órgãos) com o 8º Corpo e, portanto, a Passagem do ego ao Coração.
Quer dizer, também, a Passagem do fogo do ego ao Fogo do Coração, por intermédio de dois circuitos em curso de ativação, chamados o Eixo Central anterior e o Eixo Central ou Atalho Central posterior.

Assim, portanto, a instalação desses Atalhos (anteriores e posteriores) no Canal do Éter e no circuito existente entre o Sacrum e esse ponto OD, estabelece firmemente as novas fundações, bem além desse corpo de desejo e do conjunto de suas manifestações.

A vinda da Luz, através desses dois pontos em vocês, vai permitir perceber, inteiramente, a Ilusão desse mundo, a Ilusão desse corpo, a Ilusão da matéria, tal como vocês a vivem.

Compreendam, efetivamente, que não é questão de rejeitar uma matéria, qualquer que seja, mas, efetivamente, inflamá-la, fazê-la ressuscitar nas Moradas da Eternidade.

Nesse nível, o papel do fígado, o papel do baço (e dos chacras que ali estão associados) são essenciais, porque permitem, eu repito (e vocês o compreenderão na sequência dessas exposições, progressivamente e à medida dos dias), passar de um enraizamento da alma e do Espírito, na matéria, para um desenvolvimento da alma e do Espírito, inteiramente, por intermédio da Vibração, que vocês conhecem, na Trindade (ou nova Tri-Unidade), nova Eucaristia, chamada Cristo e Miguel.

Interessemo-nos, de momento, por esses dois órgãos ou esses dois chacras, o que dá exatamente no mesmo.
Esses dois órgãos estão situados, acoplados, exatamente abaixo do que é chamado o diafragma, que separa o estágio Terrestre do estágio etéreo, ou seja, o que se vive num corpo de desejo do que se vive acima, no corpo Espiritual ou Corpo de Existência.

O chacra do baço é diretamente religado à memória, a memória não unicamente de suas vidas passadas (akáshicas), mas, bem mais, a memória etérea, em particular, do confinamento.

O baço é, portanto, ligado à atração (tanto a atração gravitacional como eletromagnética) e, aliás, as energias eletromagnéticas penetram, antes de serem metabolizadas no corpo, por esse centro energético, antes mesmo de penetrarem pelo que é chamado o primeiro chacra e o sétimo chacra.

O chacra do baço está em ressonância com uma polaridade feminina falsificada.
A raiz do baço é ligada, portanto, à matriz, à manifestação, à mãe, a tudo o que pertence a esse mundo, às águas de baixo que lhes foram cortadas das águas do alto, ou Águas do Mistério.

Olhando da matriz do baço para o alto, encontra-se certo número de elementos e, em particular, aquilo que lhes foi cortado, ou seja, UNIDADE (ou chacra de Enraizamento do Espírito), ao nível do ponto de revelação, que não é mais chamado o chacra de Enraizamento do Espírito, mas, efetivamente, a Revelação do Espírito e da Unidade.

De modo simétrico, ao nível do fígado, que está, de algum modo, em relação direta com o que foi chamado o mito Prometeico ou a Ilusão Luciferiana, existente ainda sobre esta Terra (ainda que, obviamente, o Arcanjo Lúcifer tenha se redimido, há muito tempo), o fígado é, portanto, religado às emoções.
Ele é religado ao futuro e a toda forma de projeção nessa matriz.
Ele é o espelho com o que foi chamado o chacra de Enraizamento da alma, que se torna o Centro Miguel de Revelação ou Cristo (que é a mesma coisa), de Revelação da Luz da Unidade nesse mundo.

Assim, a transcendência do fígado e do baço vai permitir-lhes viver a revelação da Luz da alma, do Espírito, bem além do que foi realizado pelo Antakarana, até o presente, em vocês, por intermédio da Coroa Radiante da Cabeça e/ou das outras Coroas.

O chacra do fígado é ligado ao mito Prometeico, ao símbolo do renascimento, que se efetua, de maneira eterna, na Ilusão, enquanto não é posto termo à referida Ilusão, enquanto (como lhes dizia Irmão K) vocês não são liberados do conhecido para penetrar o Desconhecido.

Mas o Desconhecido é sua herança, de toda a Eternidade.
É aquilo de que vocês foram privados.
É essa memória essencial, bem além das memórias desse mundo, que os afastaram de sua Divindade, de sua Essência, de sua Presença, de sua Unidade.
Tudo isso é chamado a revelar-se, a partir de 11 de julho, de maneira fulminante, sobre esta Terra, conduzindo à transformação final chamada, pelo Grande Comandante, há já algum tempo, o planeta grelha.
Eu prefiro, amplamente, o termo que empregarei: o Supramental vem pôr fim à Ilusão do mental, à Ilusão das emoções, à Ilusão das atrações eletromagnéticas que predominam nesse mundo e que cortaram, em vocês, a Fonte e a revelação da alma e do Espírito.

Assim, o último fogo do ego vai encontrar-se transmutado por esse desenvolvimento lateral anterior da Luz, ao nível de sua zona de reflexão, no fígado e no baço, permitindo-lhes reencontrar sua Unidade, inteiramente.

Reencontrar a Unidade, mesmo se alguns de vocês fizeram a experiência da Unidade ou da Existência, não é absolutamente possível nesse mundo.
A Unidade, eu diria, não é desse mundo, mas pertence ao mundo do Espírito, ilustrando, inteiramente, o que já lhes dizia o Cristo no momento em que Ele fez sua passagem sobre a Terra.

Assim, portanto, vocês são chamados à Ressurreição, essa Ressurreição final que eu havia descrito como um face a face ocorrendo no fim último dos Tempos, que vocês vivem, doravante.

Como Maria disse-lhes (e como outros Arcanjos disseram), o conjunto de manifestações irá, doravante, cada vez mais rapidamente sobre esta Terra, chamando-os (também em seu corpo e em sua Consciência) para viver a mesma aceleração temporal e espacial, que os conduzirá a penetrar, diretamente, na revelação de sua alma, de seu Espírito, e mesmo o desaparecimento da alma para penetrar (para aqueles de vocês que o desejam) a totalidade de seu Espírito, pondo fim à Ilusão total do que pertence ao corpo de desejo e pondo fim, pela mesma ocasião, ao próprio corpo de desejo.

Essa transmutação total está em curso.
Ela se traduz, ao nível das percepções Vibratórias que alguns de vocês já percebem (seja ao nível das Coroas Radiantes), em que todos, entre vocês que vivem isso, sentem o aumento da pressão, a intensificação da Luz Vibral modificando mesmo suas circunstâncias de vida nessa matriz.

Assim, a passagem do fígado, a passagem do baço representa as duas forças arquetípicas que, historicamente, opuseram-se ao Cristo.
Essas duas forças são, de um lado, ao nível do baço, a atração matricial ou gravitacional, chamada Ahriman.
Ao nível do fígado encontra-se a outra força: Prometeica ou Luciferiana.

Até o presente, essas duas forças estavam compartimentadas, elas também, separadas, cada uma em sua esfera de ação diferente. Uma delas arrastava-os para sempre mais encarnação extensiva nesse mundo (na ação/reação), privando-os e afastando-os cada vez mais de seu Espírito, através de diferentes atrações existentes na matriz.
Essas atrações fazem parte do corpo de desejo.
Elas são ligadas à energia etérea da Terra não ainda transmutada pelo Fogo do Éter ou pelo Fogo do Céu.
São essas forças que os conduziram a viver o que é chamado o Kaliyuga e o fim desse Kaliyuga, tal como vocês o vivem atualmente.

Do outro lado, separadas, ao meio, pelo estômago e pelo plexo solar (ambas alimentando esse plexo solar, mas sem se conhecer uma à outra), não se olhando, encontram-se as forças ligadas ao fígado, forças Luciferianas ou Prometeicas ligadas, diretamente, ao que é chamado as emoções.

Assim, as emoções associadas às forças de precipitação, mesmo sem se reconhecerem uma à outra, conduziram-nos a participar de um jogo o qual o Espírito, finalmente, jamais pôde evitar.

Hoje, a hora da Liberdade total chegou, liberando-os, se tal é sua escolha e sua Vibração, de toda a Ilusão.

É, portanto, tempo, efetivamente, de pôr fim a essa Ilusão.

A revelação da Luz Metatrônica (assim como lhes foi anunciado), virá reunificar Ahriman e Lúcifer, as forças do fígado e do baço, não mais para integrá-las, não para rejeitá-las, mas, bem mais, para transmutá-las à Luz do Cristo.
Isso corresponde à segunda morte, aquela da Ressurreição e da passagem na Eternidade, que ocorre exatamente no momento do face a face entre seu corpo de desejo e o Corpo de Existência, liberado, eu os lembro, no Sol.

Os Céus são chamados a modificar-se, grandemente, tal como eu havia descrito no Apocalipse de São João, a saber: que um terço das estrelas será lançado ao solo.
No que concerne ao que acontece ao nível das terras como dos mares, tudo isso já está ativo desde o início deste ano, mas vai tomar proporções que jamais foram vistas, de memória do homem, anunciando, simplesmente, o sinal do fim dessa matriz, em sua totalidade.

Assim, o único modo de estarem reunificados em si mesmos, a fim de viverem a Unidade, é passar essas duas portas, passar essas duas mortes, reunificar as forças de Ahriman e Lúcifer que estavam, portanto, isoladas e fechadas (encapsuladas em algum lugar no estágio subdiafragmático), bloqueando-lhes o acesso ao seu estágio etéreo, ao estágio cardíaco e, portanto, ao Cristo.

Assim, revelando a Luz entre a parte alta, chamada o fígado e o baço (ou os pontos ATRAÇÃO-VISÃO) e os pontos imediatamente situados acima, vocês poderão, portanto, viver certa forma de acesso a uma dissociação da Ilusão, permitindo-lhes ver-se, realmente, a partir da visão do Espírito, que nada tem a ver com a visão da atração, a visão da falsificação.

O olhar da personalidade é chamado a desaparecer, substituído pelo olhar da alma e do Espírito, permitindo-lhes revelar, inteiramente, o Espírito, nesse mundo, ao mesmo tempo em que se revela o Espírito da Terra, permitindo a ela viver sua libertação final.

O conjunto de modificações da Terra (em seu arranjo) corresponde também às modificações que vocês vivem, a partir de agora, em seu corpo, no qual o conjunto de desejos, o conjunto de emoções, o conjunto do mental está, de algum modo, tomando fim, para permitir-lhes penetrar o Fogo do Coração e ali estabelecerem-se, inteiramente, a partir do momento em que Metatron tiver desvendado a Luz, inteiramente, e a partir do instante em que o Cristo anunciar seu retorno a esse seu Templo.

Isso, vocês sabem, é levado a desvendar-se durante seu mês de julho, preparando-os, portanto, para viver a Ressurreição final nas semanas seguintes a esse período.

Nada há a temer, nada há a prever, nada há a antecipar, porque o que quer prever e antecipar são, justamente, as forças Luciferianas em vocês.
O que quer preservar-se, para preservar a matéria e o corpo de desejo são, justamente, as forças Ahrimanianas em vocês.
Elas estão inscritas em vocês, do mesmo modo que o conjunto de Arcanjos está inscrito em vocês, e em nós (quando tivemos um corpo de carne) porque isso faz parte do princípio de toda criação, em todos os mundos, em todos os universos e em todas as Dimensões.

Aqueles que criam algo inscrevem-se nessa Criação.
Quaisquer que sejam os destinos e quaisquer que sejam as finalidades deles, eles são, de algum modo, os apoios da manifestação.

Assim, portanto, o fígado e o baço, existentes em vocês, traduzem (de maneira fisiológica e encarnando e encarnadas) essas forças.

As forças Ahrimanianas e Luciferianas vão encontrar-se face a face, tentando bloquear, uma última vez, a passagem à Dimensão Cristo e, sobretudo, tentando bloquear, uma última vez, encarnando aí as forças de resistência à mudança do antigo mundo que desaba sob seus olhos.

Assim, portanto, o que lhes havia sido anunciado, bem antes do aparecimento da primeira Luz Azul, em dezembro de 2009, quando dos Casamentos Celestes e das Etapas, encontra-se, hoje, em plena fase de atualização nessa própria matriz.

A matriz dilui-se, a Terra vive sua Ascensão, o chacra do baço e a zona do baço são chamados a desaparecer.
Do mesmo modo, o fígado, sede da antecipação da visão, vai, ele também, desaparecer, substituindo a visão (aquela de seus olhos) pela Visão do Coração e a vivência Interior de sua Visão (não Luciferiana, mas, efetivamente, a própria Visão do Coração) da Verdade da Unidade na nova Tri-Unidade.

O desenvolvimento desses circuitos far-se-á, portanto, de diferentes modos, que lhes serão revelados progressivamente e à medida dos dias.
Eu tenho, simplesmente, a dirigir-lhes um panorama desses seis pontos e desses quatro trajetos porque, efetivamente, uma vez que o baço e o fígado tenham abdicado em favor de Cristo, naquele momento, eles se apagam, permitindo a reunificação do Antakarana, do Espírito e da alma, entre o lado esquerdo e o lado direito.

Naquele momento, o que está acima do seio esquerdo reúne-se ao que está na prega esquerda da virilha; o que está acima do seio direito reúne-se ao que está ao nível direito da virilha.
Naquele momento, pode-se dizer que tudo está consumado, que tudo está consumado e que a Ressurreição chegou.

Resta superar essa etapa, aquela que é o medo final da perda desse corpo, aquele que é o medo final da perda de todos os marcadores que os fazem ir do conhecido ao Desconhecido.

O fígado e o baço, devido ao papel memorial e sanguíneo, prendiam-nos à hereditariedade e, portanto, ao conhecido, ou seja, esse corpo, suas funções, seus apegos, quaisquer que sejam e, em particular, afetivos, o afetivo da Terra, o afetivo da família, o afetivo das relações existentes entre dois seres, reunidos pelo coração, mas que, de fato, são apenas relações de posse.

Vocês são chamados a descobrir a Verdade final (aquela na qual vocês se tornam o Si), na qual não existe qualquer relação, nem nada mais além de vocês, em sua Eternidade, na qual mesmo os Arcanjos resolvem-se, em sua Verdade, permitindo-lhes, então, manifestar a Alegria do Cristo, a Unidade do Cristo e realizar o que vocês são, ou seja, KI-RIS-TI.
Tudo isso está acontecendo em vocês, sob seus olhos, em sua consciência, em sua alma, nesse corpo, e é destinado a fazê-los penetrar, diretamente, inteiramente e de maneira lúcida e consciente, na Unidade.

A Unidade revela-se. Ela necessita de vocês um último esforço, que não é um esforço de um trabalho a fazer, mas que será, sempre, esse Abandono, essa Fé total em Cristo, não num personagem, mas nessa Vibração que vem restituí-los ao que vocês são, de toda a Eternidade.

Aliás, o conjunto do que pertence a essa matriz, a essas memórias, não existirá simplesmente mais no final dessa Ressurreição.
Isso lhes foi anunciado.
Corresponde ao que se inscreve em seu corpo, em suas memórias, em sua Consciência.

A Passagem do fígado e do baço é a última Tentação do Cristo, se se pode dizê-lo.
É o momento em que vocês tomam consciência da Ilusão desse mundo, da Ilusão de fazer seu reino nesse mundo, de todas as reivindicações existentes na pessoa, concernentes tanto a uma identificação a esse corpo como a outro corpo numa vida passada.

Pode-se dizer que o chacra do baço, o chacra do fígado (quando eles se voltam para a Unidade, quando eles se voltam para o estágio torácico) vão permitir a revelação da alma e do Espírito para além do que foi vivido até o presente e bem além, mesmo, da Coroa Radiante do Coração (mesmo para aqueles de vocês que não a haviam despertado), mesmo para aqueles de vocês que tiveram êxito a penetrar, ainda que apenas de maneira temporária, o próprio Corpo de Existência.
Isso vai viver-se agora.

É claro, o ego, em sua última tentativa, vai tentar fazê-los crer e fazê-los aderir que isso não seja verdadeiro.
O que seus olhos verão o ego não quererá crer.
O que seu corpo viverá, o ego negará.

Progressivamente e à medida que vocês entrarem no desenvolvimento da alma e do Espírito, tomem consciência de que existirá certo número de resistências, todas ligadas às forças Ahrimanianas e Luciferianas, ainda presentes em vocês, não estando totalmente unificadas e transcendidas pela Vibração de Cristo.

De fato, essas forças, presentes em vocês como no planeta, são as forças de resistência à mudança, as forças de resistência ao estabelecimento da Unidade.
Mas elas não poderão ir muito longe diante da revelação da Luz e diante de sua própria Ressurreição.

Assim, quanto melhor vocês se colocarem em seu Coração, melhor vocês se colocarem no Abandono à Luz, melhor vocês aquiescerão a esse salto no Desconhecido, melhor vocês viverão esse Desconhecido para se aperceberem, em definitivo (e isso é a estrita Verdade), que vocês vão sair de um mau sonho ou de um pesadelo.
Isso acontecerá exatamente assim.

É claro, para aqueles de seus Irmãos e de suas Irmãs que não terão a possibilidade de aceitar essa transformação, isso não poderá ser o fim do pesadelo, mas o início de um pesadelo.

Contudo, esse pesadelo, quer esteja ele no início ou em seu fim, é, eu repito, apenas uma Ilusão, porque, um como o outro (seus Irmãos, como vocês que estão despertos) reencontrarão, de um modo como de outro, sua Liberdade e sua Unidade.

Assim, portanto, o choque da humanidade vai revelar-se em todo seu esplendor como eu o havia anunciado.

Lembrem-se (e eu os remeto a isso, no que eu havia dito, naquele momento, concernente às cinco etapas desse choque): é isso que é a resultante da revelação da Luz, inteiramente, em seu corpo, em sua alma e em seu Espírito: vocês são Espírito, vocês não são esse corpo, vocês não são essa pessoa.
Vocês são bem mais do que isso.

É preciso, agora, sair da Ilusão, inteiramente; sair da promessa Luciferiana de um futuro melhor nesse mundo; sair da ilusão matricial que os mantém no ciclo de reencarnações do Samsara, ou seja, da ilusão que faz crer que, um dia, tudo irá melhorar, quando vocês tiverem feito suficientemente o bem.

Não existe nem bem, nem mal, na Unidade porque, na Unidade, tudo é perfeito.
O bem e o mal existem apenas pela oposição das forças Ahrimanianas e Luciferianas fazendo-se passar pelo Cristo.

Aí estão os elementos gerais que tinha a dar-lhes nessa Passagem que está em curso para esta noite.

Assim, durante os alguns dias que vêm deverá ser vivida a confrontação de Ahriman e de Lúcifer em vocês, permitindo-lhes, naquele momento, juntar-se ao estágio Crístico de seu Ser que é, ao mesmo tempo, sua origem e seu destino, se é que vocês o aceitam e que vocês o vivem.

Se existem, Irmãs e Irmãos, questionamentos concernentes unicamente a essas generalidades (uma vez que outros Intervenientes esclarecerão, depois de mim, os detalhes desses desenvolvimentos, etapa por etapa), aí estão os elementos gerais que eu tinha a dar-lhes, concernentes ao fígado, ao baço, seu papel preciso que os impedia de aceder ao seu estágio etéreo, ou seja, ao seu Coração e ao seu Espírito.

A influência da Luz Vibral (seja em seus componentes de Luz Adamantina, de Espírito Santo ou de Radiação Ultravioleta) pôs fim à Ilusão do baço e do fígado, à Ilusão de Ahriman e de Lúcifer, permitindo-lhes reencontrar, nesse Templo (e não em outro lugar) o acesso à sua Unidade que não está ainda realizada, inteiramente, mas que lhes é agora revelado e prometido nas semanas de seu tempo terrestre a vir.

Eis as palavras que os Anciões pediram-me para transmitir-lhes.


Questão: qual é a diferença entre alma e Espírito?

A alma é uma criação intermediária, que aparece quando vocês saem do Reino do Espírito puro e das Dimensões as mais etéreas, ao mais próximo da Fonte, para tomar veículos chamados de baixa densidade, permitindo-lhes explorar os planos da criação e, eventualmente, criar planos Dimensionais.

A alma é, portanto, um intermediário entre um veículo de baixa densidade e o Espírito, que é um veículo de muito alta leveza.

Esse intermediário, a priori (se sua vida chama-os a viver o Espírito), não terá mais qualquer interesse porque, nos mundos pertencentes aos Mundos Unificados além da 3ª Dimensão (ou seja, a partir da 5ª Dimensão), a alma não tem mais razão de ser.

Tudo o que é ligado à alma: as atrações.

Eu os lembro que a alma é exatamente a imagem, no espelho, da matriz, da manifestação da mãe.
Ela está, portanto, ao oposto do mistério.

São as águas de baixo ou águas matriciais, que são responsáveis pela criação da alma.
Essa alma não tem polaridade (em seu sentido negativo ou positivo, é claro), mas ela exprime, simplesmente, certo número de Impulsos que não vêm sempre do Espírito, devido à atração e à Ilusão Luciferiana que conduz essa alma a sujeitar-se, de algum modo, às diferentes forças em movimento e em presença na Ilusão desta Terra, quando ela foi falsificada.

A alma é, portanto, uma coloração que os leva a sempre mais experiências, na matriz, mas não lhes permite, jamais, sair da matriz.

O Espírito que foi, de algum modo, aprisionado no Sol, jamais esteve encarnado, inteiramente, exceto pelo Cristo.

O que lhes é proposto é encarnar, inteiramente, o Espírito, correspondendo à revelação do Espírito que acabo de desenvolver, para além da Ilusão Luciferiana da alma, a fim de permitir ao Espírito transfigurar a matéria, fazê-la ascensionar, eterear, se preferem, a fim de fazer penetrar as esferas da Eternidade.

Questão: o Fogo do Sacrum será o agente de resolução do problema baço/fígado?

Sim.
O Circuito Posterior Central, o Circuito Anterior Central (dos quais certo número de Intervenientes e eu mesmo fizemos referência) são, de algum modo, a ignição do Fogo do Éter, em sua totalidade, juntando-se, pela Porta Estreita, ao Fogo do Coração.
É quando dessa Passagem dessa Porta Estreita que Ahriman e Lúcifer, em vocês, são transformados pelo Fogo da Terra ou Fogo do Éter, liberado.

A Terra foi liberada, eu o anunciei no fim do ano precedente.
Vocês vivem isso no Interior de si mesmos, inteiramente.

Questão: o que é do protocolo de passagem do ego ao Coração, no qual se punha a mão direita sobre o chacra de Enraizamento do Espírito, a não esquerda sobre o baço, depois, invertia-se, pondo a mão direita sobre o fígado e a mão esquerda sobre o chacra de Enraizamento da alma?

Cara Irmã, isso correspondia a uma primeira Passagem.
Vocês não fazem apenas uma Passagem.
Do mesmo modo, o Espírito, quando se revela, passa várias Portas.

Uma dessas Portas foi ilustrada pelo que aconteceu durante o fim de seu ano passado (ilustrado e realizado pelo Arcanjo Uriel), que era a passagem do chacra da garganta. Essa Passagem permitia e iniciava a Ressurreição que se produziu, na primeira Passagem, ao nível da Coroa da Cabeça, da Cruz da Redenção, inicialmente; em seguida, na retificação do eixo falsificado e, enfim, pela ativação das Cruzes Mutáveis.

O conjunto desses elementos e a parte de que você falou corresponde a uma preparação de Passagem do ego ao Coração.
A Passagem do ego ao Coração, até o presente, faz-se nos dois sentidos.
O que é necessário aceitar é que, agora, essa passagem se faz num sentido único.
Não há retorno possível.

Questão: é ainda correto praticar esse protocolo hoje?

Cara Irmã, cabe-lhe sentir o que é útil para você.

Se você sente que não tem mais nada a fazer e, simplesmente, Ser e instalar-se em sua Existência, e se a pressão da Vibração da Luz Vibral está aí, em seu Coração, então, faça-o.

Se lhe parece que existem ainda medos, e que não lhe pareça ter efetuado, perfeitamente, essa primeira Passagem, faça-a.

Mas eu esclareço, contudo, que, quando da revelação do Cubo Metatrônico, nesse corpo, quando haverá a revelação do Espírito, isso, estritamente, para nada servirá.
Haverá apenas que aceitar ou recusar a Luz.

O trabalho de revelação da Luz que nós lhes damos é, simplesmente, uma explicação da própria Consciência.
Mas retenham que a Consciência chega sobre todo o resto, o que quer dizer que, se a Consciência é capaz de vibrar, agora e já, na Existência, vocês o saberão, porque, naquele momento, vocês se distanciarão de seu próprio ego e vocês se olharão agir, ao mesmo tempo estando convencidos (porque é a Verdade) de que vocês não são esse ego, esse corpo, essa pessoa.

Tudo dependerá da dose de Amor presente em vocês e da eventualidade de uma dose de medos ainda presentes.

Como lhes disse o Comandante, há apenas dois estados possíveis (e isso vai tornar-se cada vez mais evidente para o conjunto de Consciências presentes num corpo): o medo ou o Amor.

Compreendam, efetivamente, que a pressão da Vibração que se estabelece em vocês, aqui como em outros lugares, é, de algum modo, o testemunho do que vocês vivem.

Vocês não podem viver uma pressão ao nível do Coração sem nele viver o Fogo.
Isso está revelando-se.

Vocês não podem viver as percepções de seu Sacrum sem a subida do Kundalini.

As resistências que possam existir serão apenas a ilustração de alguns medos não ainda iluminados: a última tentação do Cristo.

Não temos mais perguntas. Agradecemos.

Irmãs, Irmãos, humanos na humanidade, que minha Luz Azul inunde-os e preencha-os de Graça.

Regozijem-se, porque os Tempos estão cumpridos.
Regozijem-se, porque a missão está cumprida.
Regozijem-se, porque o Espírito está de volta.

Eu lhes digo, certamente, até dentro de muito pouco tempo.

Revelação.
___________________________

Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

Um comentário:

  1. Nesta MSG o Aurobindo compatibiliza-se mais ainda com o São João que ele viveu, e que narrou o último livro bíblico, o apocalipse revelador. Como ilustração disto, basta estas poucas citações: "Mas o Desconhecido é sua herança, de toda a Eternidade - Tudo isso é chamado a revelar-se, a partir de 11 de julho, de maneira fulminante, sobre esta Terra, conduzindo à transformação final chamada, pelo Grande Comandante, há já algum tempo, o planeta grelha - Assim, portanto, vocês são chamados à Ressurreição, essa Ressurreição final que eu havia descrito como um face a face ocorrendo no fim último dos Tempos, que vocês vivem, doravante - Os Céus são chamados a modificar-se, grandemente, tal como eu havia descrito no Apocalipse de São João, a saber: que um terço das estrelas será lançado ao solo - Assim, portanto, o choque da humanidade vai revelar-se em todo seu esplendor como eu o havia anunciado - Regozijem-se, porque os Tempos estão cumpridos - Regozijem-se, porque a missão está cumprida - Regozijem-se, porque o Espírito está de volta".

    ResponderExcluir