Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

11 de mai de 2012

FACILITAÇÃO DO APARECIMENTO DA ONDA DE VIDA


 
A Onda de Vida nasce, espontaneamente, e desenvolve-se em várias fases, o que implica, obrigatoriamente, sua percepção – Vibrações, formigamentos, eletricidade, arrepios – que nascem sob a planta dos pés e sobem ao longo das pernas (seguindo diferentes circuitos), para atingir o períneo (ou não).

É possível criar as condições ótimas para facilitar esse nascimento, ao nível dos pés, e essa subida para o períneo.

Se a Onda de Vida nasceu, este protocolo permite criar as condições favoráveis à sua subida ao períneo e, portanto, aos dois primeiros chacras e, depois, além.

PRIMEIRA ETAPA

Para desenvolver a ligação ao solo e fortificar a energia de enraizamento – físico e psicológico – em ressonância com o primeiro chacra.




Sentar-se, colocando cada pé sobre uma turmalina negra, ao nível do ponto 1 Rim [Rein] (na base das almofadas da planta dos pés).
De preferência, na natureza.
Ficar assim, em simples recepção, durante uma hora.

Isso pode também ser vivido deitado.
Basta, então, prender a pedra sob o pé.

Esta primeira etapa pode ser imediatamente seguida da segunda ou não.
Sigam seu sentir.


SEGUNDA ETAPA

Para acumular as irradiações cósmicas e telúricas, limitando as ondas gravitacionais (os efeitos do confinamento matricial).


Sentar-se, colocando cada pé sobre uma lepidolita (ou mica violeta) na base dos segundo e terceiro artelhos.
De preferência, na natureza.
Ficar assim, em simples recepção, durante uma hora.

Isso pode também ser vivido deitado.
Basta, então, prender a pedra sob o pé.

Esta segunda etapa pode ser imediatamente precedida da primeira ou não.
Sigam seu sentir.
__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário