Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

18 de fev de 2014

MA ANANDA MOYI – 18 de fevereiro de 2014

Eu sou Ma Ananda Moyi.
Irmãos e Irmãs na Humanidade, eu lhes agradeço por seu acolhimento.

Eu venho, hoje, prosseguir, de algum modo, o que eu desenvolvi há mais de um ano.
À época, eu lhes signifiquei que a Alma coletiva da Humanidade havia começado sua Reversão para o Espírito.
Eu lhes dei os sinais disso.
Hoje, eu venho, então, dar-lhes informações não complementares, mas informações concernentes à Alma.

A Alma, para muitos de vocês, começou seu retorno para o Espírito.
Eu havia dito que a Alma era um médium entre o Espírito e a Matéria.
Eu lhes disse, igualmente, que o Espírito e a Matéria podiam funcionar em concerto, sem a presença do médium.
Eu lhes disse que a Alma podia fundir-se e dissolver-se no Espírito.
Isso começou, isso tem sido vivido por alguns de vocês, e isso é chamado a generalizar-se ao nível do conjunto da humanidade que fez a escolha de retornar para o Espírito.

Nós sempre dissemos que seria feito segundo sua vontade, vontade de manter a Alma para a Matéria, ou vontade da Alma de retornar ao Espírito.
O Retorno para o Espírito acompanha-se, obviamente, de certo número, eu diria, de fenômenos no corpo e no que é recebido ao nível de sua consciência, porque esse Abandono da Alma no Espírito é sentido, obviamente, ao nível do conjunto da pessoa, mesmo se, vocês sabem, não haja ninguém em seu Templo.

Eu não detalharei o conjunto de marcadores, simplesmente, porque isso me levaria a desenvolver durante longas horas, e isso daria matéria aos pensamentos, ao mental, para recuperar ou imaginar o que há a viver.
Eu lhes direi, simplesmente, isso: quando a Alma abandona-se, inteiramente, quando a Alma dá-se ao Espírito, naquele momento, é vivida uma sensação de fragilidade extrema, uma fragilidade que vocês não conhecem e da qual vocês não compreendem, forçosamente, a origem.

Esse momento, para aqueles que o viveram, foi reconhecido entre todos.
Então, se vocês ainda não o viveram, não se preocupem: vocês não poderão, em caso algum, reconhecer o que está aí.
Vocês não poderão evitar viver essa fragilidade extrema, que vocês não procurarão, aliás, de modo algum, evitar, porque essa fragilidade colocar-se-á em tal Abandono, que vocês a observarão, simplesmente.

Então, obviamente, isso levará a numerosas mudanças em seu envelope físico, no chacra de Enraizamento da Alma, por exemplo, que sentirá, forte e fisicamente, a reconexão direta ao Espírito.
O Fogo do Espírito virá preencher a totalidade da Matéria.
Vocês não poderão subtrair-se disso, e isso levará a numerosas mudanças.

Tomemos um momento, juntos, para acolher o Espírito, acolher o Fogo do Espírito em seu Templo.

[Efusão do Fogo do Espírito]

Quando o Fogo do Espírito vem ao seu encontro, ou vocês se fundem nele, ou vocês resistem a ele.
E o Fogo leva ao movimento.

Quanto mais o Espírito aproximar-se, mais os Elementos desprender-se-ão, porque o movimento dos Elementos vem da presença do Fogo.
Sem o Sol, a Água estagnaria nos oceanos; sem o Sol, o Ar não circularia; sem o Fogo, os outros Elementos imobilizam-se.
Então, quando o Fogo vem para vocês, isso se vê pela presença, cada vez mais importante, dos Elementos.

Vocês podem chamar a isso de catástrofes, nós chamamos de aproximação do Espírito.
Tudo depende de onde vocês estão colocados.

O Fogo vem, igualmente, empurrar cada um dos irmãos e irmãs ainda instalados na personalidade.
Naquele momento, as reações têm tendência a fazerem-se mais virulentas.
Isso vocês veem por toda a parte sobre o planeta: cada vez mais manifestações, descontentamento exprimido.

O Espírito leva à Vida, e o que está morto não quer a Vida.
O Espírito engloba tudo.
No Espírito, não pode mais haver o mínimo julgamento.
E, quando o Espírito encontra a Matéria, há apenas o Amor, visível aos olhos do Um, que se reconhece em cada Um.

Aí está o que eu desejava desenvolver e anunciar-lhes hoje.
Se existem interrogações em relação a isso, gostaria de respondê-las.

Não há questões.

É um pouco o problema: quando o Espírito está aí, os pensamentos desaparecem, as questões voam, toda avaliação desaparece, o que leva a viver o Julgamento Final, ou seja, o desaparecimento total de todo julgamento, de toda avaliação, a dissolução total do mental no Espírito.

Não procurem um tempo futuro para viver no Espírito.
Isso é Agora, e vocês o constatarão, cada vez mais claramente, seja por sua instalação permanente na Morada de Paz Suprema, seja pelo aumento de resistências, o aumento de julgamentos, o aumento da raiva.
Não há que julgar isso.
Deixem trabalhar a Luz, abandonem-se a Ela, e tudo se fará no Amor.

Então, dado que temos um pouco de tempo, eu lhes proponho, novamente, banhar-nos no Fogo do Espírito.

[Efusão do Fogo do Espírito]

Caros irmãos, caras irmãs, recebam meu Beijo de Fogo, Beijo do Espírito.

Até breve.

-----------------------
Transmitido por Air


4 comentários:

  1. O Fogo do Espírito virá preencher a totalidade da Matéria. Vocês não poderão subtrair-se disso, e isso levará a numerosas mudanças... "Vocês podem chamar a isso de catástrofes, nós chamamos de aproximação do Espírito".

    O Fogo vem, igualmente, empurrar cada um dos irmãos e irmãs ainda instalados na personalidade. Naquele momento, as reações têm tendência a fazerem-se mais virulentas. Isso vocês veem por toda a parte sobre o planeta: cada vez mais manifestações, descontentamento exprimido.

    O Espírito leva à Vida, e o que está morto não quer a Vida. O Espírito engloba tudo. No Espírito, não pode mais haver o mínimo julgamento. E, quando o Espírito encontra a Matéria, há apenas o Amor, visível aos olhos do Um, que se reconhece em cada Um.

    ResponderExcluir
  2. Gratidão Célia! Um beijo de fogo!

    ResponderExcluir
  3. "A Alma, para muitos de vocês, começou seu Retorno para o Espírito.
    "Isso começou, isso tem sido vivido por alguns de vocês, e isso é chamado a generalizar-se ao nível do conjunto da humanidade que fez a escolha de Retornar para o Espírito.

    "Eu havia dito que a Alma era um médium entre o Espírito e a Matéria. Eu lhes disse, igualmente, que o Espírito e a Matéria podiam Funcionar em Concerto, sem a presença do médium. Eu lhes disse que a Alma podia Fundir-se e Dissolver-se no Espírito.

    "O Fogo do Espírito virá preencher a totalidade da Matéria. Vocês não poderão subtrair-se disso, e isso levará a numerosas mudanças.
    "Tomemos um momento, juntos, para Acolher o Espírito, Acolher o Fogo do Espírito em seu Templo.

    "O Espírito leva à Vida, e o que está morto não quer a Vida. O Espírito engloba tudo.
    "No Espírito, não pode mais haver o mínimo julgamento. ... Quando o Espírito está aí, os pensamentos desaparecem ... o que leva a viver ... o desaparecimento total de todo julgamento, de toda avaliação, a Dissolução total do mental no Espírito.

    "E, quando o Espírito encontra a Matéria, há apenas o Amor, visível aos olhos do Um, que se Reconhece em cada Um.
    "Não procurem um tempo futuro para viver no Espírito. Isso é agora, e vocês o constatarão, cada vez mais claramente.
    "Deixem trabalhar a Luz, Abandonem-se a Ela, e tudo se fará no Amor."

    ResponderExcluir
  4. "...Quando a Alma abandona-se, inteiramente, quando a Alma dá-se ao Espírito, naquele momento, é vivida uma sensação de fragilidade extrema, uma fragilidade que vocês não conhecem e da qual vocês não compreendem, forçosamente, a origem."

    "O Fogo do Espírito virá preencher a totalidade da Matéria."

    ​"​Vocês não poderão subtrair-se disso, e isso levará a numerosas mudanças.​"​
    No Espírito, não pode mais haver o mínimo julgamento.
    E, quando o Espírito encontra a Matéria, há apenas o Amor, visível aos olhos do Um, que se reconhece em cada Um.​"
    "Deixem trabalhar a Luz, abandonem-se a Ela, e tudo se fará no Amor.​"​

    Amém Ma Ananda, Amada, fica o oco, o vazio, cada vez mais vazio, para o 'Sagrado preenchimento, do Espírito"!!!!

    ResponderExcluir