Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

23 de jan de 2014

NO EYES – 23 de janeiro de 2014



Eu sou No Eyes, e eu venho ao seu encontro, nesse lugar de natureza, nesse lugar no qual está impressa a Presença da Mãe.

É preciso saber perder-se nos Elementos, na natureza, para ali sentir a Dança, ali soltar a segurança e ali viver a Graça.

Como vocês puderam constatar, é, frequentemente, mais fácil ter-se fora do espaço e do tempo quando estão sentados, confortavelmente.
Assim que vocês começam um movimento, os condicionamentos têm tendência a voltar a galope.
Cabe a vocês constatar isso, sem culpa – um simples olhar – e voltar a instalar-se assim que o observam, no Presente.
É aí que vocês reencontram a Vida, está aí sua única possibilidade de reencontrar a natureza.

Eu porto a Visão, e eu não via com a visão comum.
Eu não parei, portanto, nas evidências.
Eu não parei no que o mundo envia-lhes.
É, assim, possível – não se deixando mais prender pelos sentidos – colocar-se na Visão infinita, na Visão do Coração.

Logo que vocês reencontram a matéria, logo que se deixam aspirar, tudo se torna muito mais pesado.
Enquanto, se vocês dançam constatarão, por si mesmos: o conjunto de Elementos ali está presente, a Leveza está ali, igualmente.

O reencontro com a natureza obriga-os a colocar-se Aqui e Agora.
Naquele momento, tudo é leve.
A natureza comunga com vocês, ela os porta, ela canta em cada uma de suas células, e vocês cantam na natureza.

Assim é o Fluxo perpétuo da Vida...

É mais fácil instalar-se fora do espaço e do tempo e no movimento, na natureza.
Mas isso se revela, em definitivo, onde quer que vocês estejam, uma vez que vocês não estão mais submissos ao espaço e ao tempo.

Então, Agora, eu lhes proponho um instante de Comunhão, no Eterno Presente, aí, onde se encontra a Vida, aí, onde se encontra o Grande Espírito.

[Comunhão]

Se há questões, em relação ao que eu acabo de desenvolver, ficarei encantada em responder.

Q: Um movimento do Coração, em um lugar no coração da natureza, intensifica a Comunhão?

Então, isso depende de cada um, mas se você se sente dançar do Interior, viva-o, exprima-o, revele a Vida que se manifesta em você.

Então, caros irmãos e irmãs, eu os deixo nas mãos da Mãe Divina, nas mãos do Grande Espírito, e eu lhes digo até breve.

-----------------------------
Transmitido por Air


3 comentários:

  1. É preciso saber perder-se nos Elementos, na natureza, para ali sentir a Dança, ali soltar a segurança e ali viver a Graça.

    É, assim, possível – não se deixando mais prender pelos sentidos – colocar-se na Visão infinita, na Visão do Coração.

    Então, caros irmãos e irmãs, eu os deixo nas mãos da Mãe Divina, nas mãos do Grande Espírito...

    ResponderExcluir
  2. "Eu porto a Visão, e eu não via com a vida comum.
    Eu não parei, portanto, nas evidências.
    Eu não parei no que o mundo envia-lhes.
    "É, assim, possível - não se deixando mais prender pelos sentidos - Colocar-se na Visão Infinita, na Visão do Coração.

    "O Reencontro com a natureza obriga-os a colocar-se Aqui e Agora.
    Naquele momento tudo é leve. A natureza comunga com você, ela os porta, ela canta em cada uma de suas células, e vocês cantam na natureza. ... Lugar no qual está impressa a Presença da Mãe.

    "É preciso saber perder-se nos Elementos, na natureza, para ali sentir a Dança, ali soltar a segurança e ali viver a Graça.
    "Assim é o Fluxo perpétuo da Vida...

    "Então, Agora, eu lhes proponho um instante de Comunhão, no Eterno Presente.
    Aí onde se encontra a Vida, aí, onde se encontra o Grande Espírito.
    "Eu os deixo nas mãos da Mãe Divina, nas mãos do Grande Espírito.
    "Revele a Vida que se manifesta em você."

    ResponderExcluir
  3. "O reencontro com a natureza obriga-os a colocar-se Aqui e Agora."

    Amém!!! Pura Graça!!!

    ResponderExcluir