Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

26 de jan de 2014

O CORAÇÃO DOS ELOHIM – 26 de janeiro de 2014




Nós somos o Coração dos Elohim, e vimos propor-lhes fundirem-se, juntos, de nosso Coração ao seu Coração.

[Silêncio / Fusão]

Viemos, de algum modo, pôr a mesa do Banquete de sua Celebração.

Não vamos partir, agora, em grandes discursos, simplesmente, lembrá-los disso.

Vivam na Leveza.

Numerosas informações são-lhes comunicadas para virem sustentar sua Dança.
Em caso algum se trata de desenvolver uma Dança que não é a sua.
Então, dance sua Dança da Vida, em função de onde você está situado, Aqui e Agora, sem qualquer vontade de situar-se alhures.
Isso não significa que você deva decifrar todos os marcadores, notadamente vibratórios, para determinar onde você está.
Outros marcadores podem, igualmente, indicar-lhe alguns pontos de referência.

Se não há mais qualquer julgamento em você, isso lhe indica, claramente, que houve mudança de posicionamento.
Se não há mais qualquer aspiração para saber onde você está colocado, então, nós lhe dizemos: Aleluia!

Deixe-se flutuar, deixe-se vagar na Vida.
Deixe-se surpreender, porque a Luz – isso já lhe foi dito – o surpreenderá, sempre.
Ela não virá, jamais, corresponder ao que você possa imaginar.
Ela não virá, jamais, nutrir as construções mentais ou outras que vocês se tenham feito.

Tal é a Luz, onipresente e inapreensível.

Celebrem, celebrem a Vida, Aqui e Agora!
Assim começa a Obra no Branco.

Não esperem, sobretudo amanhã, um melhor posicionamento, porque não haverá qualquer melhor do que aquele que vocês vivem Aqui e Agora.

Alguns disseram: Aqui e Agora é o início no caminho.
Nós lhes dizemos: Aqui e Agora é o fim.

Nós somos o Coração dos Elohim, ao mais próximo das estruturas de seu corpo, ao mais próximo de sua Criação.

[Silêncio]

A Vida não espera, diz o ditado.
A Vida está aí, e celebra-se Agora.

A Dança não se reflete.
A Dança segue o Fluxo da Vida.

[Silêncio]

Que o Canto de suas células ressoe até o Céu.

Que o Canto de sua Alma venha abrasar o conjunto da Criação.

Sintam, a cada instante, o Um atravessá-los, vindo inundar de Amor o conjunto da Criação, o conjunto de Sua Criação.

[Silêncio]

Filho do Um, onde quer que você esteja, permaneça colocado na surpresa da Infância, que vê revelar-se a Obra no Branco, que não sabe, mesmo, o que é a Obra no Branco.

Filhos do Um, nós lhes dizemos até breve.
E celebramos, celebramos sem parar.
Celebramos, sem perder, um único instante, nossa União reencontrada!
----------------------------
Transmitido por Air.


5 comentários:

  1. "Dance sua Dança da Vida, em função de onde você está situado, Aqui e Agora, sem qualquer vontade de situar-se alhures.
    "Se não há mais qualquer julgamento em você, isso lhe indica, claramente, que houve mudança de posicionamento.
    "Se não há mais qualquer aspiração para saber onde você está colocado, então, nós lhe dizemos: Aleluia!

    "Viemos, de algum modo, pôr a mesa do Banquete de sua Celebração.
    "Celebrem, celebrem a Vida, Aqui e Agora!
    "Alguns disseram: Aqui e Agora é o início no caminho.
    Nós lhes dizemos: Aqui e Agora é o fim.

    "A Vida está aí, e Celebra-se Agora.
    "A Dança não se reflete. A Dança segue o Fluxo da Vida.
    "Que o Canto de suas células ressoe até o Céu.

    "Sintam, a cada instante, o Um atravessá-los, vindo inundar de Amor o Conjunto da Criação, o Conjunto de sua Criação.
    "Celebramos, Celebramos sem parar. Celebramos, sem perder, um único instante,
    Nossa União Reencontrada!"

    ResponderExcluir
  2. Se não há mais qualquer julgamento em você, isso lhe indica, claramente, que houve mudança de posicionamento.

    Se não há mais qualquer aspiração para saber onde você está colocado, então, nós lhe dizemos: Aleluia!

    Deixe-se flutuar, deixe-se vagar na Vida.

    Deixe-se surpreender, porque a Luz – isso já lhe foi dito – o surpreenderá, sempre. Ela não virá, jamais, corresponder ao que você possa imaginar. Ela não virá, jamais, nutrir as construções mentais ou outras que vocês se tenham feito. Tal é a Luz, onipresente e inapreensível.

    Alguns disseram: Aqui e Agora é o início no caminho. Nós lhes dizemos: Aqui e Agora é o fim.

    Filho do Um, onde quer que você esteja, permaneça colocado na surpresa da Infância, que vê revelar-se a Obra no Branco, que não sabe, mesmo, o que é a Obra no Branco.

    ResponderExcluir
  3. "Deixe-se surpreender, porque a Luz – isso já lhe foi dito – o surpreenderá, sempre.
    Ela não virá, jamais, corresponder ao que você possa imaginar. Ela não virá, jamais, nutrir as construções mentais ou outras que vocês se tenham feito.
    Tal é a Luz, onipresente e inapreensível.
    Celebrem, celebrem a Vida, Aqui e Agora!
    A Vida não espera, diz o ditado.
    A Vida está aí, e celebra-se Agora.
    Que o Canto de suas células ressoe até o Céu.
    Celebramos, sem perder, um único instante, nossa União reencontrada!"

    Realmente... Tudo já foi dito.... Amém!!!

    ResponderExcluir
  4. Célia, could you please contact me at the email adress that I submitted a few days ago, beginning by josephine@ ?

    Thanks so much !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sorry, Josephine, I haven't your email adress.
      You can contact me at leituras.com@gmail.com.
      Tks.

      Excluir