Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

30 de set de 2011

DESENVOLVIMENTO DA TRI-UNIDADE NO CORPO

DO SITE AUTRES DIMENSIONS.

Para facilitar a integração dos três componentes da Luz Vibral: as partículas Adamantinas, o Espírito Santo, a Irradiação da Fonte.

Esse protocolo pratica-se em três etapas:

. Deitado, em pé ou sentado.
. Colocar cada palma de mão, aberta e simultaneamente, sobre os pontos abaixo (descritos, precisamente, no protocolo “Reconstrução do Corpo de Existência", na mesma rubrica).
Manter 10 minutos cada postura.
Na ordem indicada, encadeando as três etapas.

Primeira etapa: integração das partículas Adamantinas

 

. A mão esquerda é colocada aberta, sobre o Ponto UNIDADE (chacra de enraizamento do Espírito).
. A mão direita é colocada aberta, sobre o Ponto AL (chacra de enraizamento da alma).
. A ponta dos dedos encontra-se, portanto, na direção do Ponto ER (9º corpo, sobre a saliência do esterno).

Segunda etapa: integração do Espírito Santo

 

. A mão esquerda é colocada aberta, sobre o Ponto ATRAÇÃO (chacra do baço).
. A mão direita é colocada aberta, sobre o Ponto VISÃO (chacra do fígado).
. A ponta dos dedos encontra-se, portanto, na direção do Ponto OD (na ponta do esterno).

Terceira etapa: integração da Irradiação da Fonte

 

. A mão esquerda é colocada aberta, sobre o Ponto PROFUNDIDADE (prega da virilha esquerda).
. A mão direita é colocada aberta, sobre o Ponto PRECISÃO (prega da virilha direita).
. A ponta dos dedos encontra-se, portanto, na direção da projeção da ponta do Sacrum.
___________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.

6 comentários:

  1. Testemunho: este protocolo foi uma das surpresas mais agradáveis que já me ocorreu. Quando vi esta posição deitada, onde as mãos são colocadas sobre o peito, fiquei maravilhado, pois muito se assemelhou ao meu estilo de deitar já há muitos anos. Agora, considerando que tenho tido as experiências mais saudáveis quando meu corpo está nesta posição, marcadamente por uma dormência generalizada no corpo, acentuadamente nas mãos e no próprio peito, o que dizer da ampliação disso, quando acrescidas estas duas novas posições. Bem, este protocolo certamente fará parte das minhas noites, pelo menos ao deitar e antes de levantar. E assim, mais uma maravilha procedente deste fantástico Autres Dimensions!!!

    ResponderExcluir
  2. Interessante Egídio,
    Tenho meu corpo todo dormente de forma constante,desde agosto, começou pelas extremidades e demorou umas duas semanas para integrar o corpo todo. Minha boca, meus lábios estão sempre como se eu tivesse tomado anestesia no dentista e estivesse passando o efeito. Quando fecho as mãos sinto como se, um choque elétrico.Já me acostumei até.
    Agora este protocolo intensifica muito tudo isto. E assim É! A hora da reconexão chegou!

    ResponderExcluir
  3. Olá a todos! Eu gostaria de compartilhar com vocês experiências que me deixaram muito feliz.A primeira vez que vi este protocolo aqui neste blog, foi por meio do comentário do Manuel Egídio, e no dia 04/10 eu o fiz pela primeira vez. Em menos de 5 minutos com a posição das mãos sobre o peito, eu senti literalmente um choque, uma dor e o rasgar do pericárdio num só golpe, como descreve O.M. Aivanhov na MSG de 26 de setembro. Ao reler esta MSG do dia 26/09, eu percebi o que realmente tinha acontecido. Agora eu percebo que uma distância temporal entre o que acontece no Espírito em relação ao que acontece na alma e no corpo de carne. Então quando Aivanhov diz que estamos no salão de festa, é porque realmente estamos. Acho que o Manuel Egídio também notou esse distanciamento que existe. Primeiro as coisas acontecem no interior e depois no o exterior, o que explica esta demora em acontecer no plano físico da terra. Outra coisa interessante, é o comentário da Creusa, ela já viveu, de acordo com seu comentário, a abertura da boca, é o que o aconteceu em dezembro para muitos, só que agora, as pessoas que estão fazendo esta abertura, tudo vai mais rápido, e os sintomas dos efeitos atuais se acumulam. A qualquer momento que vc, Creusa e outros, fizerem uma pausa, respiração com o nariz e a boca entreaberta, sente-se esta rigidez que vai do rosto, do pescoço até chegar ao ponto ER no meio do peito. Outra coisa interessante que ela diz também, é o choque elétrico nas mãos, e eu senti isso só agora também, este choque é semelhante a pregos atravessando as mãos, ou seja, a crucificação está acontecendo. Hoje muitas coisas estão mais claras pra mim. Vejo que o Cristo é a prefiguração de tudo o que vai acontecer com a humanidade, virá também a catalepsia, isto é, os 3 dias, e depois a ressurreição, assim como Cristo viveu. Hoje também eu sinto a Coroa Radiante do Coração com maior facilidade. Antes, eu a sentia somente nas costas, no ponto KI RIS TI e chacra do coração, agora sinto na atrás e na frente, subindo até o pescoço, tudo ao mesmo tempo, e isso é maravilhoso. Com isso, eu só quero dizer que tudo está nos eixos, que cada um está realmente onde deve está. E se há doença, sofrimento, perda, conflito em alguém neste momento, isto faz parte da chamada da LUZ, e quando se transcende tudo isto, percebe-se que a LUZ é maior do que tudo aqui neste mundo, maior em todos os sentidos de nossas percepções. Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  4. Estes comentários, da Creusa e do Luis Antonio, por exemplo, só confirmam a realidade destes protocolos e sintomas referidos pelo Autres Dimensions. Isto, pelo menos, para muitos. Na verdade, confesso que se não fosse estas informações nos fornecidas pelo Autres, eu mesmo já estaria bastante confuso pelas tantas impressões físicas que me ocorrem, sobretudo em forma de agulhadas, pelo corpo inteiro. Ainda acrescento que estes ditos formigamentos, dormências, calores, pontadas, ... Não necessariamente se restringem aos pontos específicos das Estrelas e Portas, mas sim, à totalidade do corpo. Vale dizer também, que os sonhos entram muito intensamente nestes marcadores do processo. Quanto aos que nada sentem destas coisas físicas, e nem sequer são de sonhar, é bom que se diga que uma Consciência muito clara sobre a importância dos Quatro Pilares, já seria um marcador incontestável do seu avançado processo. A própria vibração por estes tempos de mudança à vista, com manifestação de muita alegria, até pelo distanciamento em relação ao velho jeito de viver, certamente que se constitui em mais um marcador relevante, a assinalar a inequívoca presença do processo de ascensão individual.

    ResponderExcluir
  5. Nesta integração dos três componentes da Luz Vibral, através deste protocolo tão prático, até por poder ser realizado enquanto deitado, sentado ou em pé, existe três momentos cotidianos que realmente são ainda mais facilitadores. No meu primeiro comentário referi-me ao momento de recolher-se para dormir (ao deitar-se), e ao momento em que se acorda, antes de levantar-se. Agora, veio-me um terceiro momento, que seria o do alinhamento das 14h30 (posição sentada). É certo que em todos estes momentos bastaria que as mãos fossem devidamente posicionadas, em pleno relaxamento. Vale também dizer que nenhum movimento que possa surgir nestes momentos, corresponderiam a problema algum, desde que os mesmos fossem apenas percebidos, e nada mais.

    ResponderExcluir
  6. Como último comentário que provavelmente faço neste protocolo que me foi tão significativo, é que o Autres Dimensions foi muito diferenciado ao tratar a questão dos ZUMBIDOS, chamando-nos a atenção para este fenômeno tão incrível, mas tão efetivo para muitos. Como comecei testemunhando neste protocolo, vou terminar com outro testemunho, que a meu ver, é no mínimo muito curioso: "Tem sido quase constante que já no início de uma leitura do autres, logo venha algum Zumbido, e que permanece até o fim". É claro que isto é algo muito diferente, e mesmo que não aconteça com todos os leitores, já seria o caso de registrar esta peculiaridade incomum deste maravilhoso conteúdo. Fazia tempo que me surgia o impulso de testemunhar esta situação, não em qualquer sentido pessoal, é evidente, mas sim, pelo que este material nos trouxe de tantas coisas sui generis.

    ResponderExcluir