Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

11 de set de 2011

O.M. AÏVANHOV – 11 de setembro de 2011

Mensagem publicada em 16 de setembro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


PRIMEIRA PARTE

Bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los.

Vamos, primeiramente, começar a falar-lhes de algo de específico.
Como vocês, talvez, observaram, eu jamais intervim sobre tudo o que é chamado o Yoga da Unidade, a Revelação da Luz, que foi acompanhada, por exemplo, por SRI AUROBINDO ou por IRMÃO K.

Hoje, eu vim falar-lhes de algo que me toca muito, porque corresponde a algo de que sou muito fã, eu diria.
É o que se chama (aqueles que eu chamo, em todo caso) os Hayoth Ha Kodesh, se preferem, os quatro Elementos.
Vou passar em revista, se querem, certo número de coisas que lhes foram dadas já desde o Yoga da Unidade (ndr: ver a rubrica «protocolos» de nosso site) , passando pela Revelação da Luz, passando pela Cruz Fixa Metatrônica, quando de sua vinda no ano passado, não é?

Então, vamos vislumbrar certo número de coisas.

METATRON falou-lhes dos Quatro Cavaleiros do Apocalipse, vocês se lembram (ndr: ver a canalização de METATRON, de 15 de agosto de 2010, nas rubricas «Mensagens a ler» e «Mensagens a ouvir» de nosso site).
Ele havia falado dos Quatro pontos da Cruz Fixa, que eram ligados aos pontos OD, AL, IM e IS (ao nível da cabeça), que se cruzavam numa Cruz ao nível do ponto ER.
Cada um desses pontos, chamados Estrelas, era religado (se vocês se recordam) com um Triângulo específico que, reunidos três a três, esses Triângulos davam (três pontos por três pontos, três Estrelas por três Estrelas) as doze Estrelas da cabeça.

Então, não vou voltar a isso, mas vocês se recordam que havia um Triângulo na frente da cabeça, um Triângulo atrás da cabeça, um Triângulo à esquerda da cabeça e um Triângulo à direita da cabeça (ndr: ver a rubrica «protocolos / As 12 Estrelas de Maria» de nosso site).
Mas é necessário saber que a estrutura triangular está inscrita desde a origem dos Mundos, desde a origem do conjunto de Dimensões.

Os Hayoth Ha Kodesh ou, se preferem, o que vocês chamam os Quatro Elementos, o que foi chamado por São João (SRI AUROBINDO, quando ele foi São João), pelo que ele via: os Quatro Cavaleiros.
É o termo que empregou, também, METATRON: esses Quatro Cavaleiros.

Um Cavaleiro é alguém que monta um cavalo (isso, vocês sabem, vocês não têm necessidade de mim).
Mas o que é importante compreender é que um cavalo é algo que vai muito rápido, ao menos no Espírito de João, quando ele via a ação desses Elementos.
Ele os caracterizou (talvez vocês o saibam) por cores, hein?
O Cavaleiro pálido, o Cavaleiro cinzento, o Cavaleiro esverdeado, etc. etc.
Ele dava, de fato, simplesmente (no que, para ele, era perceptível, à época), características ligadas aos Elementos.
Então, é claro, os Quatro Cavaleiros do Apocalipse são religados a certo número de elementos que eu poderia qualificar de desagradáveis para aqueles que estão sobre a Terra.
É, simplesmente, a Revelação da Luz Adamantina em suas quatro partes.
Não em seus três componentes, que vocês conhecem, quais sejam, o Espírito Santo, a Radiação da Fonte, a Radiação do Ultravioleta (as Partículas Adamantinas).

Aí, é a quádrupla constituição da estrutura e do quadro de todas as Dimensões.
Como vocês sabem, essa Dimensão foi confinada, falsificada, desviada de sua conexão à Luz Vibral.
No ano passado, METATRON, através do estabelecimento da Cruz Fixa e, depois, o estabelecimento das Cruzes Mutáveis, permitiu, de algum modo, restabelecer certa retidão.
Essa retidão manifestou-se, inicialmente, pela Reversão do Triângulo compreendido entre o ponto AL, os pontos ATRAÇÃO e REPULSÃO (ou, se preferem, BEM e MAL).

O ponto AL, que estava à frente da cabeça, na raiz dos cabelos, veio colocar-se abaixo do terceiro olho, ao nível da raiz das sobrancelhas.

Tudo isso para ilustrar, de algum modo, um processo de Reversão e um mecanismo que ia antecipar, de algum modo, a Revelação da Luz, entre o que foi chamada a Coroa da Cabeça e todas as partes do corpo.

Tudo isso, nós lhes demos (meus Amigos e as Estrelas, deram-lhes) a localização, as funções, não mais das Estrelas, mas de suas projeções, entre aspas, ou sua revelação ao nível do corpo, nessas famosas Portas que foram chamadas Portas ou Portais interdimensionais.
Eram pontos (como dizer) de gancho, da Luz, pontos de Transcendência, pontos interdimensionais que permitem sintetizar o Corpo de Luz (ou o Corpo de Existência) idêntico àquele que está no Sol, aqui mesmo, nesse corpo carbonado no qual sua Consciência ainda está um pouquinho prisioneira.

Bem, nós havíamos dito que essa revelação da Luz fazia-se de acordo com Atalhos específicos.
Tudo isso, vocês sabem, se vocês seguiram.

Então, vamos continuar.
Em contrapartida, nós jamais dissemos como a Luz ia revelar-se, partindo das Estrelas, para conduzir a pontos ou Portas que tomavam a mesma denominação, mesmo se a função não fosse perfeitamente passível de sobreposição.

Por exemplo, se tomo o ponto ATRAÇÃO – que é ligado ao baço, como lhes disse IRMÃO K, que é ligado às Forças de Ahriman – ele é ligado, também, ao que é chamada a Estrela ATRAÇÃO – ou BEM, se preferem – ao nível da cabeça.
Mas ele jamais exprimiu – porque lhes disseram que isso podia ser muito complexo – todos os Circuitos de ressonância que correspondiam a esse desenvolvimento entre a cabeça e o resto do corpo.

É claro, não é meu propósito, hoje, dar-lhes todos esses Circuitos.
Eles são inumeráveis.
Em contrapartida, o que vou dar-lhes é um número de elementos desse famoso desenvolvimento entre a cabeça e o corpo, porque, através desses alguns elementos (que são em número de cinco), vocês compreenderão e, sobretudo, implementarão a ativação da Coroa Radiante do Coração, extraindo a Consciência ao nível das Estrelas, para aportá-las ao nível do Coração.

Portanto, é algo que, neste período, eu diria, específico, que vocês vivem, pode ser importante para alguns de vocês que ainda não tiveram a capacidade, a oportunidade (ou o timing, eu diria) de estabelecer-se ao nível da Coroa Radiante do Coração.

Lembrem-se: nós sempre dissemos que somente vocês podem cruzar a Porta Estreita, para subir ao Coração.
Mas pode-se, também, favorecer o Desenvolvimento dessa Luz específica (ligada aos Elementos, aos Hayoth Ha Kodesh, aos Triângulos elementares) para levar a consciência ao Coração.

O que lhes havia dado o Arcanjo ANAEL, no ano passado, chamada a Nova Aliança (ndr: ver «Nova Aliança» na rubrica «Protocolos a Praticar» de nosso site), o que foi realizado pelo Arcanjo MIGUEL, em 29 de setembro, e por vocês todos, ou seja, a realização da Tri-Unidade no Coração (ndr: ver «Ligação da Nova Tri-Unidade no Coração» na rubrica «Protocolos a Praticar» de nosso site), tudo isso participa do mesmo processo.

Não são processos separados, divididos, sucessivos.
Eles são, todos, concomitantes, mesmo se, para muitos de vocês, a concomitância não seja evidente, vocês puderam, talvez, ativar mais alguns pontos, algumas Portas do que outras, ou algumas Estrelas mais do que outras.
Existe um meio relativamente simples que vai permitir-lhes, talvez, drenar a Luz Vibral entre a cabeça e o Coração, e fazer, em todo caso, ressoar o que se chama a Coroa Radiante do Coração e da cabeça na mesma Vibração, ou seja, Unificá-las.

É naquele momento que o ego (o ego espiritual), é naquele momento que a personalidade vai tender a apagar-se, inteiramente, pela potência da Luz Vibral, que será revelada entre essas conexões específicas entre os Triângulos elementares da cabeça e do corpo.

Agora, vou dar-lhes os elementos constitutivos desses Circuitos específicos.
É um Circuito que vai recorrer aos Triângulos: os Triângulos da cabeça, das Estrelas, agrupados, portanto, por três.
O Triângulo do Fogo: a cimeira é o ponto AL; o Triângulo da Terra: a cimeira é o ponto OD; a cimeira lateral esquerda da cabeça, que corresponde ao Ar e que é, portanto, centrado no ponto IM (ou, se preferem, HIC), e, do outro lado da cabeça, há o Triângulo da Água, que está em relação com a Estrela IS (ou, se preferem, NUNC).

Como vocês puderam observar (e, eu espero, tenham observado), inúmeras Estrelas exprimiram-se entre vocês.
Para o ponto AL, vocês tiveram MA ANANDA MOYI.
Para o ponto OD, quem vocês tiveram?
IRMÃ ANNA, ou SANTA ANNA (a mãe de MARIA).

Em contrapartida, para os pontos IM e IS, talvez vocês tenham feito a relação com MIGUEL e ISIS, mas não havia Estrelas que tenham falado nesse nível.
Pouco importa.

O que é importante é que a revelação desses quatro Triângulos elementares corresponde ao arquétipo do Elemento.
O arquétipo do Elemento, há um deles que vocês conheceram, porque o nome é pronunciado por METATRON, a cada vez que ele vem entre vocês: é o Hayoth Ha Kodesh do Fogo, que se chama Véhuiah.
Véhuiah é, portanto, inscrito no ponto AL, o ponto ATRAÇÃO, e no ponto REPULSÃO (ou AL, BEM e MAL).
É o primeiro Triângulo, que se recolocou no lugar.
É aquele que condicionou, de algum modo, a Revelação da Luz, ao nível desse Templo que é o corpo.

Vou falar-lhes dos Triângulos correspondentes aos quatro Elementos do chacra do Coração.
Os pontos importantes ao nível do Chacra do Coração – que estão em conexão com esses Triângulos elementares – serão, é claro, primeiramente, o que foi chamada a Porta UNIDADE e a Porta AL, ou seja, os chacras chamados de Enraizamento do Espírito e de Enraizamento da alma, porque é por esses dois pontos que a alma encarna-se na matéria, no momento em que há o nascimento do bebê: há certo número de fios de Luz que são projetados pela alma, para tomar posse, inteiramente, do corpo.

O ponto UNIDADE, vocês sabem, a Porta UNIDADE, está à esquerda, e corresponde ao Espírito.
A Porta AL está à direita, e corresponde à alma.

Ora, há dois outros pontos e, se vocês estão atentos, isso vai reconstituir, também, uma cruz, nesse nível.
Primeiro, uma Porta extremamente importante, uma vez que é, justamente, a Porta Estreita: é o ponto OD, que está situado na ponta do esterno.
É a Passagem do Embrião Crístico, é o nascimento em CRISTO, é o nascimento do CRISTO Interior.

Com esse ponto OD, que está situado na ponta do esterno, apareceu, desde a intervenção de agosto de METATRON (ndr: ver sua intervenção de 7 de agosto de 2011, nas rubricas «Mensagens a ler» e «Mensagens a escutar»), o Impulso ligado à Porta KI-RIS-TI.
Eu falo da Porta KI-RIS-TI, que está situada nas costas, onde se encontra o que se chamam as asas, simbolicamente (ndr: entre as omoplatas); onde se encontra a Porta Posterior do Coração, que comanda o pericárdio, ou seja, essa membrana que encerra, ainda, o Coração carbonado e que o impede de liberar seu pleno potencial.

Aí estão os quatro pontos que vocês têm, ao nível do Coração (ndr: AL / UNIDADE / OD / Ki-Ris-Ti).
Cada um desses pontos está em relação direta com um Elemento.
Isso é muito importante a compreender.

OD, é claro, é a Terra, o Triângulo da Terra, ao nível da cabeça.
Mas, ao nível do corpo, está revertido, portanto, é o Fogo.
O ponto OD, que é aqui (ndr: na ponta do esterno), vai corresponder à revelação do Elemento e do Cavaleiro do Fogo.
OD é o Fogo do Coração, é aquele que consome o Coração.
É por aí que passa a Espada de MIGUEL, quando a Espada de MIGUEL, pelos místicos, vem perfurar o Coração, pela frente (entre o Coração e OD), para incendiar o Coração à sua Dimensão de Luz Supramental, ou seja, por o Coração em estado de consumação de Amor.
Essa consumação de Amor foi descrita pela maior parte dos místicos, em todas as tradições e em todos os povos: se vocês olham, por exemplo, o Padre Pio, se vocês olham Santa Teresa (ndr: TERESA LISIEUX), se vocês olham GEMMA GALGANI, eles exprimiram-se, aliás, sobre isso.
Ou, se vocês olham, bem mais longe, São João da Cruz, se vocês olham Santa Teresa d'Ávila, se vocês olham os Mestres de Advaita Vedanta, eles descreveram processos de consumação Interior no Fogo do Amor.

É MIGUEL que propicia isso, cercado de quem?
Dos Querubins, ou seja, dos Hayoth Ha Kodesh.
São os Hayoth Ha Kodesh que se transformam em seu próprio corpo, que conferem o acesso ao que vocês chamam, hoje, o Despertar, a transformação final, o acesso à Existência (há muitas coisas que são similares, nesse nível).
É um Fogo devorador, o que quer dizer que o Coração não vai mais contentar-se em bater para fazer viver esse corpo: o Coração vai tornar-se Transfixado de Amor, ele vai tornar-se um Fogo irradiante.
Isso explica que se representa, frequentemente, o CRISTO – em sua versão gloriosa, e não crucificado, da igreja – com um Coração que emite raios.
Essa irradiação do Coração é o Fogo do Coração.
É essa consumação de Amor que descreveu, tanto GEMMA GALGANI como o Padre Pio.

Na França, houve Marta Robin e muitos outros.
É a Transfixação do Coração, realizada pelo Arcanjo MIGUEL.
É o que, em minha vida, eu chamei Tiphereth, a Passagem da Porta Estreita, a Passagem e o Nascimento do CRISTO Interior.

Então, um novo Impulso foi dado.
Esse Impulso, ele não existia em meu tempo.
Ele lhes é oferecido pela chegada da Luz Metatrônica.
Isso foi a abertura e o Impulso Posterior, que foi dado ao nível do ponto KI-RIS-TI, nas costas, não é?

Lembrem-se: OD é o Fogo (ndr: OD da ponta do esterno.
Ele é ligado ao ponto OD, que é exatamente ligado ao Triângulo OD (ndr: da cabeça), cercado, eu os lembro, pelos pontos KI-RIS-TI e VISÃO.
Esse Triângulo atrás da cabeça é ligado (e isso lhes foi dito) ao Olho do Guerreiro.
Ele é ligado a tudo o que dá a capacidade de Ver atrás de si, de ver a 360 graus.
É ligado à Visão do Coração.
É ligado, também, ao Elemento (ou Hayoth Ha Kodesh) da Terra.

Aqui, vocês estão no Fogo (ndr: o Triângulo AL - ATRAÇÃO – REPULSÃO, na frente da cabeça).

Aqui, vocês estão na Terra (ndr: o Triângulo OD - KI-RIS-TI – VISÃO, atrás da cabeça).

Aqui, vocês estão no Fogo (ndr: o ponto OD, na ponta do esterno).
Aqui, atrás, vocês estão na Terra (ndr: o ponto KI-RIS-TI, nas costas).

Há um casal dinâmico, que foi chamado o Eixo AL / OD, que é o braço horizontal da Cruz da Redenção, entre o Elemento Fogo (ndr: AL da cabeça) e o Elemento Terra (ndr: OD da cabeça).

O que é que vocês vão encontrar ao nível do corpo?
Vocês vão encontrar esse mesmo Eixo, que é sempre um Eixo AL / OD, mas diferente, porque o ponto AL, aqui, ligado ao Fogo, transformou-se em OD (ndr: OD da ponta do esterno, o que quer dizer que o Triângulo de Fogo da cabeça: AL / REPULSÃO / ATRAÇÃO, vem criar o Pilar OD da ponta do esterno).
E o ponto OD, atrás (ndr: OD, atrás da cabeça, ao nível do Triângulo da Terra), transformou-se no ponto KI-RIS-TI (ndr: das costas).
(ndr: quer dizer que o Triângulo da Terra da cabeça: OD / VISÃO / KI-RIS-TI, vem criar o Pilar KI-RIS-TI das costas).

Em seguida, há outro desenvolvimento que é ligado ao Triângulo do Ar.
O Triângulo do Ar é situado à esquerda da cabeça.
Ele é ligado a IM, que é a Vibração de MIGUEL, em parte.
É o lugar do Mistério.
É o Elemento Ar.
Retenham isso.

Esse Triângulo é inscrito entre o ponto CLAREZA, o ponto IM e qual ponto que está atrás da orelha?
UNIDADE (o ponto portado pela Estrela GEMMA GALGANI).
Esse Triângulo do Ar vem impactar-se onde?
Sobre o chacra de Enraizamento do Espírito, ou seja, no ponto UNIDADE, que não é mais a Estrela UNIDADE, mas que retoma o ponto UNIDADE.

Do mesmo modo que nas costas (entre as omoplatas), há o ponto KI-RIS-TI (a Porta KI-RIS-TI), a Porta posterior do Coração, que foi aberta por METATRON e que dá, também, a Transfixação do Coração.
O Coração é transfixado por MIGUEL (à frente) e por METATRON (atrás), dando essas sensações, talvez, que alguns de vocês vivem, como calores e dores entre as omoplatas.

Essa Porta Posterior é ligada ao Triângulo da Terra (ndr: da cabeça).
KI-RIS-TI quer dizer (vocês sabem) Filho Ardente do Sol.
E como por acaso, Ele se encontra ao nível do Triângulo da Terra (ndr: da cabeça), mas a Terra transfigurada, a Terra sacralizada, ou seja, a Terra ascensionada.

KI-RIS-TI é o agente de Ascensão, decidida pela Terra, em seu momento, e KI-RIS-TI é o agente final que lhes foi anunciado: o Retorno da Luz Branca, a Estrela que anuncia a Estrela, que permite ao mecanismo Ascensional desenrolar-se, tal como vocês o vivem nesse momento, e desde que eu lhes disse (ou seja, desde o fim de março, não é?).

É claro, nesse processo, eu repito, cada um tem sem próprio timing, hein, não é?
Então, há um último Triângulo que é situado à direita.
Há o Triângulo da Água (ndr: da cabeça), que é ligado a MARIA, que é ligado a Isis (ndr: IS), que é ligado aos pontos que são simétricos, ou seja, aqui, vocês têm PRECISÃO, e atrás, vocês têm qual ponto?
PROFUNDIDADE.

Há, ao nível desse Triângulo elementar da Água, desta vez, uma conexão e um desenvolvimento que vai fazer-se, onde?
No chacra de Enraizamento da alma, que é situado, eu os lembro, acima do seio direito (é do mesmo lado).
E, entre vocês, há, talvez, quem tenha sentido as Vibrações que existiam entre esse Triângulo elementar da Água e o ponto AL do peito (como havia o Triângulo elementar do Ar, do lado esquerdo, e o ponto UNIDADE do peito).

Esses pontos transfixiantes da cabeça foram chamados, pelo Arcanjo MIGUEL (porque corresponde a isso), HIC e NUNC (ou seja, AQUI e AGORA), porque é a Transfixação do tempo e a Passagem a outro Tempo, que está para além do confinamento.

Se vocês observaram, também, o Senhor METATRON falou-lhes de Saturno.
As esferas planetárias (a maior parte, não todas) estão, e estiveram, sob a influência de forças opostas à Luz, ou seja, da Luz desviada.
Saturno era a casa daquele que se chamava (ele se chama, sempre, mas que se chamava, por vocês, porque ele não está mais aí) Yaldebaoth, ou seja, Yahvé, o diabo.
O diabo é o Mestre do Tempo, Cronos, é aquele que os confinou nesse tempo.

O Aqui e Agora dessa Dimensão, na Luz Vibral, extraiu-os, cada um ao seu ritmo, da influência de Kéther (e não ER).
Kéther que era, eu os lembro, o Triângulo que se chama Sefirótico superior, que foi revertido porque, na partida, os três Triângulos são de ponta para baixo.
Kéther teria devido estar ao nível de Dahat, e há um pequeno maligno que reverteu o Triângulo e que se pôs acima: é Saturno, o Mestre do Tempo.
É Cronos, é Yahvé, é Yaldebahoth, é o diabo, se preferem, que os confinou num tempo ilusório, que os privou do acesso à Multidimensionalidade, que é uma regra de vida em todas as Dimensões, sem qualquer exceção, exceto a que foi chamada terceira Dimensão dissociada.

Portanto, há um trabalho realizado pelo Senhor METATRON, quando de sua segunda aproximação.
METATRON emitiu as cinco Novas Frequências chamadas as Chaves Metatrônicas (OD, ER, IM, IS, AL) ao final dos Casamentos Celestes.
Exatamente após, ele revelou a Cruz Mutável.
Em seguida, ele revelou a Luz e imprimiu sua marca ao nível do ponto KI-RIS-TI.
Ele preparou o caminho para aqu’Ele que vem como um ladrão na noite, ou seja, a Estrela que anuncia a Estrela.
Portanto, OD e KI-RIS-TI, ao nível do Coração, é o braço vertical da Cruz.
Os pontos CRISTO e MIGUEL, que estão nos chacras de Enraizamento da alma e do Espírito, que são permutáveis (eles podem reverter-se), é o braço horizontal do AQUI e AGORA.

Vocês veem desenhar-se, através do que eu lhes digo (eu o espero, em todo caso), uma estratégia dessa manifestação da Luz e da encarnação da Luz, da qual havia sido privada essa Dimensão.
E tudo isso se desenrola em seu Templo, em sua carne, em seu corpo e no Corpo da Terra.

Eu lhes disse que o período da Ascensão foi iniciado a partir de fim de março, início de abril.
A cada vez, nós lhes dizemos que é agora, é claro, porque os processos Vibratórios ligados à conexão, ao que foi chamada a Merkabah Interdimensional coletiva (realizada no ano passado, para a festa do Arcanjo - ndr: Arcanjo Miguel, festa de Miguel) permite-lhes, a todos e a cada um sobre esta Terra (e agora, independentemente, como lhes disseram, do período de 19 horas), religar-se a essa Luz Vibral.
Religando-se a essa Luz Vibral, o Eixo falsificado que foi retificado por intermédio das Cruzes Mutáveis, permitiu a revelação da Luz e a chegada de METATRON pela Porta Posterior do Coração.

Atualmente, os Quatro elementos (os Quatro Hayoth Ha Kodesh) estão instalados.
Eles estão instalados na cabeça, no Coração.
Eles estão instalados no cosmos, ao redor do Sol, prontos para acolher a Terra em sua nova Dimensão.
E a vocês também, na mesma ocasião.

Então, é claro, nós dissemos, também, que a Consciência é Vibração.
UM AMIGO insistiu muito nisso.
A Consciência é Vibração porque, enquanto vocês não vivem a Vibração, sua Consciência não pode expandir-se.
O que pode expandir-se, é claro, é o mental, são as emoções, é a Luz Luciferiana, mas, jamais, a expansão da Consciência.

A expansão da Consciência, o acesso ao que foi chamado, por UM AMIGO, a Alegria, a Serenidade, o Samadhi (pouco importam os nomes que vocês deem) sempre foi ligado à ativação das Coroas Radiantes da cabeça e, sobretudo, do Coração.
E, também, ao Despertar do Kundalini.
Tudo isso é religado, é claro.


Então, agora, existe a possibilidade de fazer ressoar os Hayoth Ha Kodesh, de fazer descer o Supramental diretamente no Coração.

Há, também, a possibilidade de fazer descer a Energia elementar transmutada, que corresponde ao Triângulo do Fogo, ao Triângulo da Terra, ao Triângulo da Água, ao Triângulo do Ar (presentes em sua cabeça como estruturas Vibrais, porque a Luz ali se acumulou mais do que em qualquer outro lugar), e transportar essa Luz, que está presente nesses Triângulos elementares, nos Quatro Pilares, não mais da cabeça, mas os Quatro Pilares do Coração, ou seja, passar da Tri-Unidade (MARIA / CRISTO / MIGUEL) à ancoragem da Coroa Radiante do Coração.
Essa ancoragem da Coroa Radiante do Coração, através dos Quatro Pilares, reproduz, ao idêntico, os Quatro Pilares da cabeça que vocês haviam chamado ÉTICA, INTEGRIDADE, AQUI e AGORA.

A mesma coisa vive-se, agora, no Coração, e no Fogo do Amor, e no Fogo da Luz.
Então, para isso explicarão a vocês como se faz descer a Energia, por exemplo, do Triângulo da Água (ndr: da cabeça) no ponto AL (ndr: peito, à direita); como se faz descer o Triângulo de Fogo (ndr: da cabeça) no ponto OD (ndr: ponta do esterno); como se faz descer o Triângulo OD (ndr: Triângulo da Terra, da cabeça) no ponto KI-RIS-TI, e, enfim, como se faz descer o Triângulo do Ar (a Vibração do Hayoth Ha Kodesh do Ar), diretamente, no ponto, a Porta UNIDADE.
Isso permite, se querem, passar da Tri-Unidade ao Quaternário, ou seja, ao Quatro.
Três em um, tudo isso vocês conhecem: é a Tri-Unidade.
Quatro em um é o que se vai chamar a conclusão da Transmutação, o que quer dizer que, após ter revelado a Cruz Mutável (da cabeça), após ter revelado a Tri-Unidade (ao nível dos pontos Coração, UNIDADE e AL), agora, é questão de estabilizar, pelos Triângulos elementares, ao nível dos quatro pontos do Coração, importantes, os Quatro Pilares do Coração.
Os Quatro Pilares do Coração vão, de algum modo, servir de pontos Vibratórios para a Ascensão.

A Porta OD (ndr: OD da ponta do esterno), que estava encerrado por Ahriman e Lúcifer (os Guardiões do Limiar), permite-lhes aceder ao Coração.
O Impulso da Luz Metatrônica, que restabelece a Liberação das cinco Frequências que ele havia dado (OD, ER, IM, IS, AL), permite dar o Impulso à Terra, por seu Triângulo da Terra, para estabelecê-los no Coração, por intermédio dos Quatro Pilares que são OD, KI-RIS-TI, UNIDADE e AL: as Quatro Portas essenciais do Templo Interior, ao nível do Coração (ndr: ou seja, esses quatro pontos situados no tórax).

É claro, nós não podíamos falar disso antes, porque era necessária a ação de METATRON, ao nível da Porta KI-RIS-TI.
A Porta KI-RIS-TI, vocês compreenderam (eu falei disso desde muito tempo, desde 2005), o que é, na Terra?
É o cinturão de Fogo do Pacífico, são os 22 vulcões (23, se contado um que está exatamente ao lado) que deviam acender-se para permitir a Ascensão da Terra.
Todos esses vulcões despertaram, vocês sabem, no início do ano 2011.
Eles estão, agora, quase todos, ativos, o que quer dizer que, efetivamente, o período da Ascensão é vivido, nesse momento.
Quando eu digo nesse momento é imediatamente.

Mas há sinais.
MARIA voltou a falar deles: o Som da Terra, o Som do Céu, seu Anúncio.
Portanto, no limite, vocês podem não ocupar-se disso, mas ocupar-se, unicamente do que vocês vivem, em vocês.

O fato de reunir, ao nível dessas Quatro Portas específicas (OD, KI-RIS-TI, UNIDADE e AL) (ndr: situadas no tórax), permite-lhes, definitivamente, estabelecer-se, não na Nova Tri-Unidade (já feito), mas nos novos Pilares da nova Fundação de sua nova Dimensão de Vida, qualquer que seja a Dimensão em que vocês vão, ou seja, não são mais as fundações do primeiro chacra, são as Fundações do chacra do Coração; é a Transcendência dos mundos carbonados que faz com que haja uma Ascensão para além dos mundos carbonados, chamados Mundos Silicados, Mundos de Luz, Mundos Triangulares etc.etc.

Vocês estão, agora, totalmente prontos (através dessa última coisa que eu tenho a honra de anunciar-lhes) para viver o mecanismo Ascensional.

Então, é claro, as Estrelas que são implicadas nesse processo dos Hayoth Ha Kodesh, da cabeça (e, portanto, das Portas correspondentes, ao nível do peito) intervirão, eu penso.

Aí estão os alguns elementos que prefiguram, um pouco, o que acontece sobre a Terra, e que começou a acontecer, desde o mês de agosto, mas que apenas pôde ser exprimido agora.

Aí está o quadro geral do que eu tinha a dar-lhes.

Então, eu lhes agradeço por terem-me escutado.
Então, caros amigos, eu lhes transmito todas as minhas bênçãos.
Fiquem bem.
Até já.

 

 

 

 



 

 


SEGUNDA PARTE

Questão: ultimamente, senti como uma espada perfurar, ao nível do coração e uma Luz Branca desenvolver-se para o alto. Isso corresponde aos novos Pilares?

Pode corresponder, mas isso depende, também, é claro, de qual é o efeito.
Obviamente, quando a espada de MIGUEL perfura, verdadeiramente, o Coração, o que acontece?
Vocês se tornam um Crucificado e estão na consumação do Amor.
Se não há consumação do Amor, esse Fogo Interior do Coração, após, é uma aproximação, mas não é a Verdade.
Tudo depende das consequências.

Quando MIGUEL perfura, verdadeiramente, o Coração, vocês o sentem passar no momento, mas sua vida é transformada exatamente após, e definitivamente.
Portanto, é necessário diferenciar o que é visto do que tem um efeito, efetivamente, sobre a energia.
Da realidade do processo que transforma toda a vida, instantaneamente.

Questão: se, antes da falsificação, os caminhos que você acaba de descrever estavam ativados (ndr: ver intervenção do mesmo dia, parte 1), isso significa que se poderia, hoje, lembrar-se da relação entre esses diferentes caminhos?

Mas na condição de que vocês tenham estado, naquele momento, num corpo carbonado.
Mas não há necessidade de lembrar-se disso, porque (isso já foi tomado como exemplo) quando vocês movem o indicador, será que vocês conhecem o nome do nervo, dos vasos, dos músculos, dos tendões que fazem mover o indicador?

Quando vocês estão na Unidade, esses Circuitos estão ativos, mas não se tem lembrança deles: vivem-se, Vibram-se eles.
Eles desencadeiam processos espirituais que lhes foram dados por IRMÃO K, por SRI AUROBINDO e outros.

Portanto, a lembrança intelectual nada quer dizer.
É um estado Vibratório.
Com os filtros que vocês têm na encarnação, nós somos obrigados a dar-lhes palavras.
Mas imaginem, por exemplo, que vocês são um bebê que acaba de nascer com um cérebro de adulto e que lhe explicam como funciona o indicador para que vocês consigam fazê-lo funcionar: mas será que, depois, vocês têm necessidade de saber qual é o nome do nervo, do músculo, dos tendões que fazem mover o indicador?
Não, vocês dele se servem.

É exatamente a mesma coisa para todos esses Atalhos, todas essas Estrelas, todas essas Portas e todas essas transformações de Luz Vibral em seu Interior.
Não é o conhecimento das funções que cria a função.
Simplesmente, devido à particularidade do cérebro humano e da encarnação, nós lhes demos elementos específicos.

Mas compreendam, efetivamente, que não é porque vocês conhecem isso, intelectualmente, que é, necessariamente, vivido.

Como sempre, não é o conhecimento, assim, exterior, que é importante, é a vivência Vibratória.
O conhecimento nada lhes aporta ao nível da Consciência.

Questão: desconfortos ao nível da garganta (problemas de deglutição, raspar a garganta, formas de bloqueio nesse nível) podem impedir esses processos?
 
Sim, é claro, porque, em especial, os desenvolvimentos do Triângulo do Ar e da Água passam pelas faces laterais da garganta, para aqueles que sentem os Circuitos energéticos.
É por isso que o Arcanjo URIEL, durante o mês de dezembro, havia iniciado a Abertura da Boca e a Passagem da Garganta, que alguns viveram, naquele momento.

Mas lembrem-se de que vocês têm, como eu disse, cada um, seu timing.
Alguns começam a viver, unicamente agora, a Passagem da Garganta, que se pode ajudar, efetivamente, pelos Triângulos elementares laterais, quando eles se revelam, e nas Portas UNIDADE e AL.

Questão: se a ionosfera é um envelope que corresponde àquele do mental no humano, a ionosfera desaparecida, o mental humano terá, igualmente, completamente, desaparecido?

Sim.
Assim como o corpo físico, o corpo etéreo, o corpo astral e o corpo mental, uma vez que não haverá mais corpo causal.

O mental é uma especificidade do cérebro na 3D dissociada, dado que vocês estão cortados do supramental.
Se não há mais mental e não há mais corpo, resta-lhes mais o quê?
Apenas a Luz Branca e a Consciência.

Questão: naquele momento, o supramental terá, justamente, substituído absolutamente tudo?

Inteiramente, sim, é claro.
Mesmo aqueles que irão ao que se chama 3D Unificada, com esse corpo (de maneira temporária), ou sem esse corpo, terão uma estrutura Unificada.
Isso quer dizer que, mesmo num corpo carbonado, a estrutura do cérebro não será mais, jamais, cortada.

Isso quer dizer o que: não será mais, jamais cortada?
Isso quer dizer que, em especial, os pontos dos quatro Hayoth Ha Kodesh, dos quatro Triângulos elementares, serão ativados, de imediato.

Há, na Terra, um animal que é multidimensional (há vários deles, mas um, sobretudo, que é muito interessante), que é o golfinho.
O golfinho não tem, de modo algum, o mesmo cérebro que o homem.
Há lóbulos a mais.
E esses lóbulos são, justamente, o que está religado a essa multidimensionalidade, ou seja, o Triângulo do Ar e da Água.

Questão: as baleias têm as mesmas características?

Sim, perfeitamente.
O que é a multidimensionalidade, num corpo carbonado?
É muito simples: é estar, ao mesmo tempo, num corpo carbonado, mas poder estar, ao mesmo tempo, consciente e lúcido dos outros Corpos, nas outras Dimensões.
Por exemplo, nos tempos antes das falsificações havia, sobre a Terra, uma multidão de formas de Vida, não unicamente humanas.
Havia os Gigantes, vocês sabem.
Havia, também, seres, como os golfinhos, já, que estavam presentes, mas não unicamente golfinhos que vivem na água, havia, também, golfinhos que vivem no ar.
São Delfinoides.
Eles são multidimensionais.
Eles eram multidimensionais, apesar (apesar é um mau termo, mas, digamos, sim, apesar) que eles tinham, de qualquer forma, um corpo carbonado.
Portanto, eles estavam, ao mesmo tempo, nesse corpo, mas também, do mesmo modo, religados à Unidade, vivendo a Unidade e vivendo a Existência.

A separação, justamente, consistiu em isolar esse Plano dos outros Planos.
Mas, com o tempo, não foi uma simples ruptura, como se se cortasse um fio.
Há estruturas que se desenvolveram na sequência disso.
Essas estruturas, vocês as conhecem, foram desenvolvidas há pouco tempo, nas quais se apoiaram Ahriman e Lúcifer: o baço, o fígado.
Mas, também, atrofias do cérebro em zonas precisas.

É tudo isso que deve ser encontrado.
Mas isso não pode ser encontrado, inteiramente, num corpo que funcione menos rapidamente do que o Corpo de Existência, porque o hábito está aí, porque as transformações do DNA foram tais que essa estrutura humana, tal como a conhecemos, não está adaptada à Unidade.

Questão: vivo sonhos extremos, potentes, dos quais guardo o impacto ao acordar. Eu vivo, realmente, em outros planos de Consciência o que eu vivo nos sonhos, ou será uma ilusão?

Tudo é possível durante os sonhos.
Alguns sonhos, para alguns de vocês, são o acesso a estados de Consciência Unificada.
Para outros, é, simplesmente, o acesso ao outro lado do astral.
Portanto, pode ser tanto ilusório como Verdade.
A única diferença é a impressão que é deixada, a impressão, extremamente potente, Vibratória, da informação que é vivida, que pode prosseguir no dia: nesse caso, há fortes chances de que isso seja ligado ao acesso à Existência.

Foi-lhes dito que alguns seres acederiam à Existência de diferentes modos.
E alguns, durante o sono.

Questão: que são agulhadas, em lugares precisos, um pouco por toda parte no corpo?

É a ativação da Luz Vibral em vocês.
Vocês acolhem Partículas Adamantinas.
Antes, era, geralmente, sobre a Coroa da cabeça, a Coroa do Coração, o Sacrum.
Agora, isso pode tomar o conjunto do corpo.
São agulhadas extremamente rápidas, como golpes de agulhas que percorrem todo o corpo.
Isso é a irradiação pela Luz.

Questão: a que pode corresponder a percepção de batimentos cardíacos irregulares, muito intensos, mas com uma sensação bastante desagradável associada?

É necessário, efetivamente, mais cedo ou mais tarde, para viver a Ascensão, deixar esse corpo, parece-me.
São as primícias.

Há a respiração pelo coração, isso lhes foi explicado, aliás.
Mas é necessário compreender, também, que o calor do Coração (o Fogo do Coração) dá uma impressão de coração que para, e, por vezes, palpitações, ou de coração que não tem mais seu lugar para bater.
Mas todos esses elementos concorrem para conduzi-los ao estabelecimento na nova Dimensão.
Cada um vai ao seu modo.

Questão: é a mesma coisa, quando se sente sensações de queimaduras, de perfuração nível do coração físico?

Sim, é claro, é do coração físico que eu falo, também.

Questão: uma grande fadiga (física ou intelectual) faz parte dos mesmos processos?

Isso pode fazer parte.
Eu repito, ainda uma vez: como vocês querem transferir sua Consciência ao Corpo de Existência, se tudo funciona perfeitamente bem, aqui, nesse Templo, cardíaco ou corporal?
É necessário, efetivamente, que, a um dado momento ou em outro, o processo de Ascensão realize-se, não?

Questão: eu esperava que as Vibrações tornassem-me mais leve.
 
É completamente o caso, a partir do momento em que você aceita e não enquanto há resistências à Luz.

Então, que sejamos claros: o que eu chamo resistência jamais é inconsciente.
São, sempre, nesses tempos finais, as coisas que vocês não querem ver.
As coisas que vocês não querem ver (e isso foi explicado, de modo admirável, por algumas Estrelas e por alguns Anciões), chama-se a isso, geralmente, o ego espiritual.

O Abandono à Luz é a não resistência.
Portanto, viver a Dissolução e a Alegria, se você mesmo sabe que é isso e que você me descreve algo que o torna pesado, isso quer dizer o quê?
A resposta foi toda encontrada, não é?

Aquele que não resiste, aquele que não tem medo vive a Dissolução na Alegria.

O que eu chamo o ego espiritual é o que?
É nada mais do que a personalidade que se apropria da Luz para seu pequeno si, ou seja, para o eu.

São duas soluções: resistência ou Abandono.
O Abandono é Leveza e Alegria, o que quer que viva o corpo, o que quer que viva a consciência, quer seja mesmo a doença a mais terrível.
Se vocês estão na Unidade, qual importância vocês querem que isso tenha?
Se, em contrapartida, vocês estão nos mecanismos de apropriação da Luz, o que vai acontecer?
Sim, é claro, vocês vão manifestar o peso, náuseas, e medos.
E vocês se dizem: «mas eu sei que é a Dissolução», «eu quero viver a Dissolução», «eu quero viver a Leveza».
E eu respondo, naquele momento: o que é que o impede?
É um processo que estaria no exterior de você, fora de você?
A ação da Luz é direta e, se não encontra nem oposição, nem resistência e, naquele momento, há Dissolução na Alegria.
Eu diria mesmo, qualquer que seja a zona de peso, ele não é mais vivido como um peso.
Enquanto há persistência de um sintoma que venha incomodar, o que é que incomoda?
É importante que eu diga.

Quando a Luz invade-os, vocês vivem a Paz, a Alegria, a Serenidade e a Dissolução (é o acesso ao Samadhi).
Se a Luz desencadeia processos que vão ao inverso, o que vocês concluem disso?
A Luz lhes quer o mal?
Sim, ela quer o mal ao ego, isso é certo.

Se vocês aceitam, totalmente, a Luz, é o mesmo princípio que SRI AUROBINDO havia chamado o Choque da Humanidade, com as diferentes etapas (ndr: ver a canalização de SRI AUROBINDO, de 17 de outubro de 2010, na rubrica «mensagens a ler»).

Enquanto há resistências, há sofrimento.
Enquanto há resistências, há medo.
Enquanto há resistências, pode haver Vibração, pode haver momentos de Dissolução, mas isso vai alternar com momentos de pesos, com náuseas, com a atividade mental que vai reforçar-se.

O que é que resiste, naquele momento, se não é o ego?
Não há outras palavras para isso.
Quer vocês queiram ou não.

Nós havíamos dito, aliás, que a Luz penetra, não do mesmo modo, mas em quantidade igual, em todo o mundo.
Simplesmente, conforme os centros que estão abertos, o efeito não é o mesmo na consciência e no corpo.
Isso foi – em todo caso, parece-me – muito claro, no que lhes disseram uns e outros, em relação a este período final específico.

Questão: o mental é indissociável do ego?
Inteiramente.
Exceto aquele que acedeu à Unidade e que viveu a ignição da Coroa Radiante do Coração, inteiramente, que tem um mental que está ao serviço de sua Luz.
E não é mais o mental que se apropria da Luz.

A diferença é fundamental e se vê no comportamento, no humor e na ação dessas pessoas.

Num caso, há Abandono.
No outro, há resistência.

Enquanto vocês estão no ego, o mental é o mestre a bordo.
Quando vocês viveram, inteiramente, o supramental ou a ativação da Coroa Radiante do Coração, realmente, naquele momento, o mental está ao serviço da Luz e não pode mais perturbá-los, de maneira alguma, nem por medos, nem por projeções, nem por qualquer interrogação.

Questão: estou triste, enquanto estava feliz. Como, então, encontrar essa Unidade?

Abandonando-se à Luz.

Questão: como Abandonar-se, o melhor possível, à Luz?

Abandonando-se.
Aceitando a Humildade e a Simplicidade.

Mestre PHILIPPE (ndr: PHILIPPE DE LYON) falou-lhes: enquanto há o mínimo grama de falta de Humildade ou de Simplicidade, ninguém pode penetrar o Reino dos Céus, se não volta a tornar-se uma criança.

É necessário aceitar nada ser, aqui, para ser tudo, lá em cima.
Isso não afirma agir com a Luz.
Isso afirma estar na Transparência (isso lhes foi explicado de todos os modos possíveis).

É necessário ser claro consigo mesmo.
Se vocês têm vivido estados de Dissolução, como muitos, e hoje se manifesta apenas mais sofrimento, o que isso quer dizer?
Isso quer dizer, simplesmente, que há resistências.
Mas não é necessário condenar-se, contudo.
É necessário aceitar Ver e aceitar e deixar-se transformar.
Não por qualquer vontade.
Simplesmente, dizer, como o CRISTO: «Pai, eu entrego meu Espírito entre suas mãos».
E, naquele momento, tudo irá bem, mesmo a Crucificação.

Questão: por que SERETI, em 2005, preconizou ter velas em cera de abelha?

É muito simples; eu também disse isso.
Mas há muitas coisas que aconteceram, depois.

Houve os Casamentos Celestes, que foram realizados à maravilha.
E a quantidade de Ancoradores de Luz e de Semeadores de Luz não é, de modo algum, a mesma que naquela época, quando estávamos muito inquietos.

Mas, aí, nós não estamos mais inquietos, vocês vão, todos, Ascensionar.

Elas não são mais indispensáveis, exceto para aqueles que crêem nisso.

Eu mesmo, à época, havia falado de fazer provisões, mas isso nada mais quer dizer, uma vez que, lembrem-se: quanto mais o tempo encurta-se, em relação a datas limites, menos o tempo, portanto, que resta, é amplo.
Torna-se cada vez mais estreito, não é?
Portanto, vocês não têm que se ocupar de grande coisa em relação ao que pensávamos há dez anos ou há vinte anos.

Questão: sinto dois pontos que vibram permanentemente nos ombros, que não correspondem a pontos descritos.

Mas nós não lhes demos todos os pontos que existem!
Não se sairia disso jamais.
Há quem vai sentir Vibrações no dedão do pé.
Será que nós falamos do dedão do pé?
Não.
E, no entanto, isso existe.

Há outros pontos, mesmo ao nível das Coroas Radiantes da cabeça: nós falamos das doze Estrelas e do ponto ER, mas jamais falamos de pontos que estão na pequena Coroa.
Há outros também.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Então, caros amigos, eu lhes transmito todas as minhas bênçãos.
Fiquem bem.
Até muito em breve.
___________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.

Um comentário:

  1. Quase que uma revisão geral dos 4 elementos, através dos triângulos das Estrelas (na cabeça) e dos triângulos do Coração, formados pelos 4 pilares. Toda as inter-relações entre estes triângulos são descritas, elemento a elemento, ponto a ponto, porta a porta. Fala sobre a instalação da cruz fixa e das cruzes mutáveis, baseadas nas Chaves Metatrônicas. Diz que o Ladrão da Noite, aquele que atravessa as portas OD e Ki-Ris-Ti, corresponde a Estrela que anuncia a Estrela. Associou os 4 Pilares da Cabeça (Ética, Integridade, Atenção, Intenção), respectivamente aos 4 Pilares do Coração (Humildade, Simplicidade, Inocência, Transparência). Em P&R encontram-se dizeres dos mais destacáveis, tais como: "O que é visto precisa ter um efeito compatível <> A lembrança intelectual nada quer dizer <> Não é o conhecimento das funções que cria a função <> Essa estrutura humana, tal como a conhecemos, não está adaptada à Unidade <> Alguns sonhos são acesso a estados de Consciência Unificada, enquanto que outros são acesso ao astral, o que significa que existe sonhos verdadeiros e ilusórios <> Dentre os modos de aceder à Existência, um deles seria durante o sono <> Agulhadas no corpo é ativação da Luz Vibral <> Ego espiritual é a personalidade que se apropria da Luz para seu pequeno si <> Enquanto vocês estão no ego, o mental é o mestre a bordo <> Quando vocês viveram, inteiramente, o supramental ou a ativação da Coroa Radiante do Coração, realmente, naquele momento, o mental está ao serviço da Luz e não pode mais perturbá-los, de maneira alguma, nem por medos, nem por projeções, nem por qualquer interrogação".

    ResponderExcluir