Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

30 de out de 2012

URIEL – 30 de outubro de 2012


Mensagem publicada em 1 de novembro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui



(GRAVAÇÃO REALIZADA A PARTIR DO TEXTO ORIGINAL FRANCÊS, SUJEITA, PORTANTO, A CORREÇÕES QUANDO DA TRANSCRIÇÃO).



Áudio da Mensagem em Francês

Link para download: clique aqui






Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.
Anjo que se apresenta a vocês como Anjo da Última Hora e da Nova Aliança.

Eu venho, neste dia, por minha Presença e sua Presença, unidos na mesma Verdade, na mesma Vibrância, Filhos da Lei de UM, eu venho e virei perguntar-lhes: onde vocês estão?

Eu virei insistir, como eu o faço, no Templo de sua Presença, para perguntar-lhes: sua Casa está limpa?
Vocês estão nesse Templo?
Vocês estão nesse Coração?
Ou vocês estão alhures?
Vocês estão na paz?
Ou vocês estão na guerra?

Aí onde está a consciência, aí onde está a Vibração, aí esta a sua Presença, nessa infinita Presença, nessa última Presença, no centro do Centro.
Na revelação de suas Asas Etéreas, na revelação de seu Coração Ascensional, entre a Porta KI-RIS-TI e a Porta ER, Vibra o tempo da resposta da Luz, Vibra o tempo da Liberdade.
 
Onde vocês estão?
Vocês estão nesse Templo?
Ou vocês estão alhures, em sua cabeça, ou em suas ilusões?
Vocês são o Coração, no coração do Coração?
Anjo da Última Hora, eu venho pedir-lhes e venho bater para que sua porta entreabra-se para aquele que vem para vocês.

Bem amados Filhos da Lei de UM, bem amados Liberadores da Terra, eu venho perguntar-lhes: vocês estão, Aqui e Agora, no Templo de sua Presença, no Templo de sua Eternidade, para viver a Eternidade?

Então, como URIEL, Liberador e Anunciador, eu venho, em vocês, como nunca, para viver o coração do Coração, com vocês, para acolhê-los no tempo de sua Eternidade, no Templo de sua Presença, no Aqui e Agora, na Verdade do instante, na Verdade do presente.

Porque não há outro modo e não há outra Verdade que não a de escapar do tempo, parando o tempo, no Tempo que está aí.
 
Eu lhes peço então, no tempo de nosso Tempo, no tempo de sua Presença e no tempo de minha Presença, para acolher a si mesmos, aqui, no centro do Centro, onde Vibra a Eternidade, onde Vibra o Som do universo e o Som da Terra que se juntam em vocês.

Que lhes permite elevar-se para além de toda condição, que lhes permite elevar-se às esferas da Beleza e a da Verdade.
 
Vocês estão na paz?
Vocês estão na Tranquilidade?
Da Paz e Tranquilidade decorre a Eternidade, Aqui e Agora, no Templo de sua Presença, presentes a si mesmos, no eterno atemporal e na eterna Beleza da Luz.
Aí está a Verdade.
Aí está a justiça.

É tempo, portanto, de ajustar-se, nestes tempos finais do Tempo, para viver a plenitude da Alegria, a plenitude da Paz.
No centro do Centro, no Templo que está aí, vive-se a alquimia de sua Liberdade, aquela da Paz, aquela da Beleza, aquela da Luz e aquela do Amor.

O Amor basta-se a ele mesmo: ele não tem necessidade de mundo, ele não tem necessidade de ilusão.
A Onda de Vida dá-lhes a viver a Liberação da Terra, a Liberação do Éter, em sua Terra, em seu Templo, em sua matéria.
Aqui e aí, instalados no Templo da Vibrância e da Realiança, vocês saberão se vocês estão no coração do Coração, pela Vibração de sua Presença, pela Vibração de todo Duplo, que os chama à Eternidade.

Na Presença de MIGUEL, pelo impulso de METATRON, na presença do Duplo, fusão do Éter e fusão do Coração, que os leva a revelar-se para não mais serem limitados e juntar-se ao Ilimitado da Beleza, ao Ilimitado de seu tempo para além desse tempo da Terra.
Tempo da Terra que muda de Tempo, tempo da Terra que para, para deixar lugar a um Tempo novo que não conhece nem passado, nem futuro, mas, simplesmente, a Eternidade do eterno Presente.

Vocês estão presentes a esse Presente?
Vocês estão presentes a essa Doação da Graça?
Vocês estão presentes a essa Doação da Vida?
Vocês são essa Doação?
Vocês são a Vida, nesse Tempo específico?

Eu sou o Anjo da Última Hora, o Anjo da Presença, o Anjo de sua Eternidade na explosão da Luz branca que se produz no Templo do Centro.
No centro do Templo de sua Presença desenrola-se o tapete da Alegria e da Eternidade.
Onde vocês estão?
Vocês estão aí, onde se passa o indizível ou você estão aí, onde se desenrola o tapete do tempo ilusório?
Vocês estão na cabeça?
Vocês estão em seu corpo?
Vocês estão em seu Coração?
Vocês estão no Coração de cada um e de cada uma, para ali Vibrar a mesma estrofe, ali declamar o mesmo silêncio, aquele da Eternidade, aquele do Amor?

Então, amados do UM, o momento em que o UM vem dizer-lhes sua Eternidade.
Vocês estão prontos para acolhê-Lo?
Vocês estão prontos para apreender-se do que é a Verdade?
Vocês estão prontos para soltar o que não pode mais apreender, o que não pode mais segurar-se: o tempo da ilusão, o tempo do efêmero e o tempo que se inscreve em um tempo futuro?

Não há tempo futuro, nem tempo passado.
No Templo de sua Presença, há apenas a Vibração do Coração, aquela do Amor e da Verdade Una, na Luz Una.

Então, nesse Tempo, como Anjo da Presença e Anjo da Última Hora, eu venho iluminar o Templo de sua Presença.
Eu venho chamá-los e nomeá-los, preparando o Apelo d’Aquela que é a Mãe deste Mundo e que vem acordá-los e perguntar-lhes, ao mesmo tempo, que o Duplo: você quer seguir-me nos Reinos da Eternidade, nos Reinos da Liberdade?

Em que você se segura?
Pelo que você é segurado?
Eu venho lhe perguntar: onde você está?
Onde vocês estão?
Onde vocês se situam nesse Tempo do Apelo?
Onde vocês se situam no Tempo da Luz, para além do Tempo da Terra?

Então, eu venho, Anjo URIEL, Anjo da Presença e da Reversão, convidá-los às Núpcias de Eternidade, convidá-los a colocar-se no tempo sagrado de seu Templo do Coração, aí onde Vibra a Vida que não depende de qualquer circunstância, nem de qualquer condição.
Então, eu venho, no Templo da Alegria, iluminar a Alegria que se levanta e eleva-se, que os chama pelo Som, que os chama pelas Trombetas, que os chama pela carne, a elevar-se, e a elevar essa carne às Moradas da Eternidade, às Moradas sem sombra, às Moradas nas quais não existe qualquer esquecimento e qualquer memória.

Eu os convido a depositar o fardo de seus medos.
Eu os convido a depositar o fardo de suas relações.
Eu os convido à Liberdade.
Onde vocês estão e onde você está?
No centro de seu Coração, aí onde vive a vida eterna de sua Presença informal e formal.
Eu o convido e eu o chamo.

Eu concluo o programa da FONTE Una para religá-lo à sua Liberdade, para fazê-lo ressoar no tempo da Alegria infinita e sem fim.
Eu venho chamá-lo para estar presente a si mesmo.
Eu venho chamá-lo para estar presente a Ele, que está aí, em seu Templo, e que espera sua hora, para que nunca mais você seja medido e contado no tempo das horas que escorrem e que o fecham no esquecimento.

O Tempo chegou de lembrar-se.
O Tempo chegou de ser o que você É, no Templo de sua Presença, no Templo do instante presente, em seu Coração.
Nesse Templo, viver a Verdade, viver o Sopro eterno que vivifica os Mundos e os Universos, de toda forma como do informe.

Então eu estou aí e eu estarei aí, a cada tempo, a cada inspirar e a cada expirar, no tempo de seu mês de novembro, para chamá-lo à metamorfose, para chamá-lo à Liberdade, para permitir-lhe ouvir Aquela que vem enunciar-lhe e anunciar-lhe o Tempo que é aquele dos Reencontros.

Então, eu posso dizer-lhe: amigo e amado da FONTE, você É o que você É, para além do que você crê, para além do que você encarna, para além de qualquer evolução.

Existe apenas Você, no centro de você.
Para além mesmo do Si, vive-se a Alegria e a Paz daquele que reencontra o que deve ser reencontrado.

Então, eu o convido ao centro de seu Templo para ali estar, para vivê-lo, para sair do que não é esse Templo, para não Vibrar alhures que não na Vibração de sua consciência que o leva nesse corpo, para além desse corpo, que o leva nesse mundo, para além desse mundo, pelo Canto do silêncio e da Verdade, pelo Anúncio de MARIA e pelo Canto de minha Presença.

Amigo e amado da FONTE, eu o convido para sua Eternidade, eu o convido para recolher-se, a fim de acolher a Doação da Graça, para acolher a Doação da Vida, daquela que não conhece qualquer limite, qualquer fim e qualquer início.
Eu sou o que você É, em toda Eternidade.

Então, eu o convido a abrir a porta de sua Eternidade e a fechar a porta do sofrimento, a porta das ilusões e das crenças.
Esqueça-se do efêmero que você foi, porque o que você É, é Eternidade, porque o que você É, é Beleza e Amor.
O tempo chegou de vivê-lo, o tempo chegou de declamá-lo e de irradiá-lo, instalando-se ao centro de si mesmo, bem além da cabeça e bem além de um alhures hipotético, porque tudo acontece no Tempo deste instante, no Templo de sua Presença.
Tempo de Verdade e de Beleza.

Então, como URIEL, Anjo da Presença, eu venho soar à porta de sua Eternidade.
Eu venho clamar seu tempo, para além de todo Tempo.

Então, esteja Presente no Templo de sua Eternidade porque aí está a chave, porque aí está a porta que o conduz a um mundo, no qual não existe mais porta, nem separação, no qual tudo o que é compartimentado (tal como lhe aparece em seu mundo) não pode mais ser e nem mesmo ser pensado.

Então, eu o convido para estar em seu Coração.
Eu o convido para viver a Vibração que você É.
Eu o convido para ser o que você É, para além da aparência desses mundos que você tem percorrido.

Amigo e amado da FONTE, eu o convido a escutar o Som dos Cavaleiros, o Canto da Presença deles que vem colocar-se ao redor de seu trono de Eternidade, para revelar o Éter, aquele que jamais pôde ser separado da Verdade e da Beleza.

Eu venho, então, nesse tempo desse mês, preparar, em você, o acolhimento daquele que volta, o acolhimento daquele que você É.

Eu o convido a viver o Coração de sua Presença.
Eu o convido a ser essa Presença, palpitante e viva, para além de qualquer pessoa, para além de qualquer forma e para além de qualquer confinamento.

Então, amigo e amado da FONTE, nesse tempo, eu venho declamar-lhe o Tempo do Amor, aquele que não conhece nem fim, nem início, nem crescimento, porque ele é perfeito, de toda Eternidade, como você o É, de toda a Eternidade, para além das aparências de uma evolução qualquer, para além das aparências de um sofrimento qualquer.

Sua Consciência tem, doravante, a capacidade, sem o querer e sem o desejar, de extrair-se de todo jogo de ilusão, de toda resistência e de todo sofrimento para instalá-lo no Contentamento do que você É.
Porque, seguramente, o que você É, é Contentamento da Eternidade, Êxtase permanente e Íntase que se traduzem por essa Paz suprema na qual nada pode vir alterar o que está instalado no centro do seu Coração.
O que você É, seguramente.
O que você É, eternamente.

Eu venho dizer-lhe e declamar-lhe, novamente, pelos Sons do Céu e da Terra, que eu peço para ouvir e escutar, para Vibrar na mesma Verdade, de cada Coração Liberado, unido e Liberado, unido e Livre.

O que vem a você é sua Liberdade, o que vem a você é o fim de todo inferno, é o fim de todo efêmero.
O que vem a você é a Verdade intrínseca.
O que vem a você é o tempo do Apelo.
O que vem a você é o Tempo da Luz, no qual nenhuma camada isolante, nenhuma carne, pode violar, nem mesmo opor-se.

Então eu o convido a ir ao sentido da Luz que se abre.
Eu o convido a tornar-se o que você sempre foi.
Eu o convido a deixar as deformações do sofrimento e do medo.
Eu o convido a estar no centro de si mesmo.
Eu o convido a estar aí, onde é preciso estar, nesses tempos específicos.

Então eu, URIEL, estarei com você, como MIGUEL esteve, como METATRON esteve.
Eu virei marcá-lo, no Templo de sua Presença, do Canto da Liberdade e do brilho da Luz branca, para que você esteja consciente do que você É, para que você seja a Alegria do que você É.

Então, eu o convido a colocar-se.
Eu o convido a depositar o conjunto de sofrimentos e de medos que podem, ainda, tocar o que você não é.
Eu o convido a ser para além de toda aparência.

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e, nesse Tempo, nós acolhemos, pelo Elemento Ar, o batismo do Ar que vem, em seu Coração, apagar os traços de sofrimentos, apagar os traços do efêmero, para aparecer na infinita clareza da aurora nova, aquela desse novo dia que põe fim aos ciclos dos Tempos, para permitir-lhe Ser.

Então, eu o convido a perguntar-se: onde você está e onde você se situa?
O que você vive no centro de você?
O que acontece no centro do que você É?

A Eternidade faz seu retorno para pôr fim ao efêmero de seus sofrimentos, ao efêmero de seus ciclos.
Eu o convido a celebrar isso.
Eu o convido, agora, e antecipadamente, entre nós, a viver a Consciência e a Alegria desse mês de novembro, aquele da Liberdade reencontrada e do Amor reencontrado.
No Fogo da Alegria, no Fogo da Verdade.

Então, eu declamo e clamo, em você: o tempo chegou, no qual não há mais que se desenrolar no tempo que passa, mas, efetivamente, no Tempo que É.

Eu o convido, portanto, a passar ao Ser, aí, onde o tempo não pode mais passar, aí, onde o tempo está suspenso, aí, onde se desenrola sua metamorfose.
Então eu o convido aos Ateliês da criação.
Eu o convido a ser, enfim, a verdade que você É, para que as aparências e os sentidos não possam, em caso algum, desviá-lo do Ser, no centro do Centro, no coração do Coração.
Então, nesse espaço e nesse instante, no tempo de nossa Presença, desenrola-se o Tempo da Alegria e do Êxtase.

Amigo e amado da FONTE, na fraternidade da Eternidade, você É o que jamais se moveu, o que jamais desapareceu, o que jamais existiu.
Torne-se a imobilidade e você se preencherá da Eternidade dos universos.
Saia de toda condição, para não mais estar nessa condição de limite.
Escute o Tempo da Eternidade.
Escute o que bate à porta de seu Templo.
Escute a Verdade, a Alegria e a Paz.

O que é preciso mais para você, que não ser o que você É, que não ser o Amor?
Você tem necessidade de estar na cabeça?
Onde você está?
Você está no amanhã?
Você está no ontem?
Você está no aqui e agora?
Cabe a você ver, cabe a você compreender, e cabe a você viver.

Amigo e amado da FONTE, Irmão de Eternidade, para além das Dimensões, e para além das aparências, nesse espaço e nesse instante, eu abro a Fonte de Cristal que dá o impulso, ao coração do Centro, para viver a revelação de quem você É, para que nenhuma cadeia, como nenhuma carne, possa frear ou limitar sua Verdade.

No Templo de sua Presença, no tempo do instante presente, abre-se, em você, o que você É.
Então, eu o convido para nossos Reencontros desses Tempos finais.
Você o Último, você o Infinito, desperta o que você É.

Permita-me, no silêncio de minhas palavras, mas na intensidade de minha Radiância e de minha Presença, depositar, em você, o tempo da Eternidade e da Beleza.

Aqui e agora, vivamos essa Doação da Graça.

Escute.

... Partilhar da Doação da Graça...

Eu o convido, portanto, a partir do primeiro dia de seu mês de novembro, a Alinhar-se, tendo em conta de minha Presença, no centro do seu Centro (ndr: ver “protocolos prioritários”).

Eu o deixo recolher o sentido de minha Vibrância e de minhas palavras, no mais profundo de seu Ser, porque eles serão reconhecidos por sua Eternidade.

Então, permita-me abençoar esse tempo de Graça.
Então, permita-me ser a Graça na encarnação.

Assim se vive e se Vibra a metamorfose no Tempo final.
Eu o saúdo, a você, o Filho do UM.
Você, o imperecível, o que quer que pereça nesse mundo, isso o faz descobrir o que você É.

Do centro de meu Coração, ao centro do seu Centro, revelemos a Consciência cristalina da Infinita Presença e da Infinita Beleza, na qual Vibra a Vida, a Alegria e o Amor.

Eu sou URIEL e eu acolho, em mim, a Doação de sua Paz.
E eu digo, portanto: até muito rapidamente, em todo Tempo, no Amor do UM e na Verdade.

Onde você está?
Só você o sabe e vive-o.
Então, eu lhe peço para Estar aí onde é preciso, na dedicação ao Amor e à Verdade.
Eu sou URIEL, Anjo da Presença, e eu o saúdo.
_______________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.






3 comentários:

  1. Uriel, na sua MSG anterior, de 18/10, já havia se manifestado para além de toda beleza e todo dizível. Nesta presente MSG, é como se tivesse conseguido, no mínimo, reeditar tamanho encanto. Então, como sucessor de Metatron, e agora, de Miguel, eis que, como Anjo da última hora, Arcanjo da presença e da reversão, nos pergunta aonde estamos. Na maior parte do encantamento dos seus dizeres, nos conclama a estar no aqui e agora do nosso templo, bem no seu centro, para vivermos a especificidade de um tempo sem igual, onde o dom da Graça nos convida às Núpcias de nossa Eternidade.

    ResponderExcluir
  2. "Anjo da Última Hora, da Presença, Uriel, nos faz um amoroso poema-questionamento, auxiliando-nos, para o "Ajustamento", ajudando-nos a liberarmos, nossas últimas Ilusões. E quem não quer, estar com a Mãe? E como Poeta da Luz Branca, iluminando nossos Templos, nossos Corações, convidando-nos as últimas preparações para a 'Única Viagem" verdadeira, aguardada, depois de milhares de anos na Ilusão.

    Nesta saída do Presídio, últimos preparativos, metamorfoseando, no Canto do Anjo, que permanece, exaltando a Verdade, Beleza e Amor,... Permaneçamos no Coração, acolhendo os Cavaleiros.

    É a nossa lição do mês.
    Noemia

    ResponderExcluir
  3. O Tempo chegou de Lembrar-se.
    O Tempo chegou de ser o que você É, no Templo de sua Presença, no Templo do Instante Presente em seu Coração. Momento que o Um vem dizer-lhes sua Eternidade.

    Eu venho então , nesse tempo desse mês, preparar em você o acolhimento daquele que volta, o acolhimento daquele que você É.
    Eu o convido a viver o Coração de sua Presença.

    O que vem a você é sua Liberdade. O que vem a você é a Verdade Intrínseca. O que vem a você é o tempo do Apelo. O que vem a você é o tempo da Luz.
    Então eu o convido a ir ao sentido da Luz que se abre. Eu o convido a tornar-se o que você sempre foi. Eu o convido a deixar as deformações do sofrimento e do medo. Eu o convido a estar no centro de si mesmo.
    Eu o convido a ser essa Presença palpitante e viva.

    Do centro do meu Centro ao centro de seu Centro, revelemos a Consciência Cristalina da Infinita Presença e da Infinita Beleza na qual vibra a Vida, a Alegria e o Amor.

    Você o Último, você o Infinito,
    Desperta o que você É.

    ResponderExcluir