Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

4 de out de 2012

SRI AUROBINDO – 4 de outubro de 2012


Mensagem publicada em 5 de outubro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.


Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui


(GRAVAÇÃO REALIZADA A PARTIR DO TEXTO ORIGINAL FRANCÊS, SUJEITA, PORTANTO, A CORREÇÕES QUANDO DA TRANSCRIÇÃO).





Eu sou SRI AUROBINDO.
Irmãos e Irmãs, vivamos um momento de Comunhão, de Presença.

... Partilhar da Doação da Graça...

Eu estou com vocês para exprimir o mecanismo que se produz, em suas estruturas, e que decorre da instauração da Merkabah Interdimensional no Coração.
Isso se traduzirá por mecanismos Vibratórios, energéticos e de Consciência, que correspondem à Fusão do Éter e do corpo causal.

Há muito tempo, nosso Comandante (ndr: O.M. AÏVANHOV) falou de três camadas, isolantes e confinantes, desse Sistema Solar, chamadas: heliosfera, ionosfera e magnetosfera (na posição intermediária).
A ionosfera corresponde ao seu corpo etéreo e ao conjunto de estruturas que pode manter esse corpo etéreo em estado rareficado, e de Atração, para a matéria (seja o Sistema de Controle do Mental Humano, as crenças e os processos energéticos, sutis, que visam manter a rarefação do Éter).
A magnetosfera situa-se em ressonância com seu corpo astral e seu corpo mental.
A heliosfera corresponde ao corpo causal.

A penetração do Supramental e dos diferentes componentes da Luz tocaram, obviamente, a camada a mais externa, a heliosfera.
E, em seguida, a magnetosfera, que realizou a permeabilização dela, já, no momento da Liberação do Sol, algum tempo antes.

Quando a Luz chegou à última camada isolante, nomeada ionosfera, foi observado – há mais de um ano e meio – o mecanismo de Fusão dos Éteres ao nível da Terra.
Isso se traduz, em vocês, exatamente, do mesmo modo.

Foi preciso, contudo, esperar que a Luz, em seus diferentes componentes Vibrais, chegasse ao mais íntimo de seu Ser (celular, chacra do Coração, pés, kundalini, Canal Mariano), para realizar uma alquimia específica, que consiste em restituir-lhes seu Éter original.
A união do Corpo de Existência, que estava presente no Sol, por intermédio de Portas situadas no corpo, permitiu re-sintetizar, de acordo com o princípio do holograma, o Corpo Etéreo de Eternidade, ou de Existência (ndr: esse processo e essas Portas são detalhados na rubrica «protocolos a praticar / Reconstrução do Corpo de Ressurreição ou Existência», de nosso site).
Esse Corpo Etéreo restitui-lhes, ao nível de seu corpo etéreo rareficado, a Dimensão que estava ausente: o Fogo.

A ressonância, a Vibração, desse Corpo Etéreo, regenerado e renovado, traduz-se por diversas manifestações (das quais, algumas foram evocadas), concernentes tanto à percepção Vibratória, ao Nada (ou Canto da alma) ou, ainda, aos potenciais novos, atualizados pela Etereação de seu corpo etéreo, a Etereação o planeta, que os conduz a viver o conjunto de processos descritos há mais de um ano (eu não voltarei a isso).

A Fusão do Éter representa a Fusão de seu Éter regenerado, e do Éter do Sol e o Éter da Terra (regenerados, eles também) com vocês.
Essa regeneração do Fogo, o retorno do Fogo Primordial – do Fogo do Amor ou Fogo do Espírito – realiza, em vocês, como na Terra, uma resposta.
Essa resposta (do mais íntimo da Terra, como aquela do mais íntimo de seu Ser, chamado o coração do Coração), em ressonância, faz Vibrar e libera a camada a mais externa, ou seja, a heliosfera.
E, em seguida, de maneira ligeiramente defasada, o corpo causal.

O corpo causal é responsável pelo confinamento, responsável pela causalidade, pela ação/reação e pela manutenção na ilusão.
O Éter, seu Corpo Etéreo regenerado é um processo Fusional, de vocês mesmos com sua Dimensão de Eternidade: Corpo de Existência, Duplo KI-RIS-TI, Duplo Monádico ou qualquer outro duplo, ligado e que se apresenta, a vocês, por ressonância Vibratória (entre os Anciões, as Estrelas, os Arcanjos ou, ainda, por Seres de suas Linhagens Estelares ou de suas Origens Galácticas).
Isso traduz e manifesta-se por sensações de Fogo, por sensações Vibratórias de desaparecimento, tais como foram descritas há várias semanas.
Isso tem por consequência desatar o confinamento mantido pelo corpo causal em suas estruturas.

O corpo causal é, ele também, vaporizado pelo Fogo do Éter.
O Fogo do Éter, nesse mundo alterado, não tinha qualquer meio, até o presente, de difundir-se na escala do corpo.
Esse Fogo do Éter mantinha um nó, ao nível do corpo emocional, do corpo mental (se preferem: de seu corpo astral e mental), ou seja, o aparecimento de uma patologia, nomeada degenerativa.

Hoje, o Fogo do Éter é propagado para a maior parte das Portas, a maior parte das Estrelas, a maior parte dos chacras e o conjunto de estruturas sutis.
Essa propagação do Fogo do Éter (ou Fogo retificado, ou Fogo revertido, tal como explicado pela Estrela de Fogo, MA ANANDA MOYI) vai, portanto, induzir a destruição total do corpo causal.
É essa destruição total do corpo causal, que faz cessar as forças de dualidade (nomeadas gravitacionais), que realiza e que torna possível o mecanismo de Ascensão, seja com ou sem o corpo.

O trabalho paciente, que durou uma geração, de Efusão do Espírito Santo e, mais recentemente, desde as Núpcias Celestes, de Radiação da Fonte, de Radiação do Ultravioleta (acoplada ao Espírito Santo) permitiu ativar a Coroa Radiante da Cabeça e, sobretudo, as estruturas nomeadas os Eixos e as Cruzes da cabeça (ndr: os Eixos e a Cruz da cabeça são descritos na rubrica «protocolos a praticar / Yoga da Unidade»).
Isso foi representado pelos Quatro Pilares da cabeça, nomeados: ATENÇÃO, INTENÇÃO, ÉTICA e INTEGRIDADE, que correspondem aos Triângulos (ndr: respectivamente, aos Triângulos seguintes: FOGO, TERRA, AR, ÁGUA).

Quando da permeabilização do chacra da garganta, realizada pelo Arcanjo URIEL, durante o mês de dezembro de seu ano de 2010, puderam pôr-se em ressonância o Coração e a cabeça, o que permitiu a ativação de algumas Portas, ao nível do peito, nomeadas os Pilares do Coração (ndr: essa ressonância entre os Pontos da cabeça e Portas do peito é detalhada na rubrica «protocolos a praticar / Os Quatro Pilares do Coração»).
Esses Pilares do Coração, a Porta da INFÂNCIA, HUMILDADE, SIMPLICIDADE, TRANSPARÊNCIA (ou KI-RIS-TI) são a ressonância da Cruz Fixa da cabeça, ou seja, ATENÇÃO, INTENÇÃO, ÉTICA, INTEGRIDADE, ou, se preferem, os Pontos nomeados, pela ressonância da linguagem silabária original: AL, OD, e IM, IS.

O Ponto Central, que permite, de algum modo, a ressonância e a união de seu Bindu (ou de seu décimo terceiro Corpo, ou Fonte de Cristal) é realizado pelo Ponto Central da cabeça, nomeado, em linguagem original silabaria: ER.
Esse Ponto ER está em ressonância com o Ponto ER do peito.
Por intermédio da Lemniscata Sagrada (realizada entre o Ponto OD do peito e o Ponto ER da cabeça) estabeleceu-se uma estrutura central, que permite guiar, pelo Centro, assim como pelos quatro Pilares, a Merkabah Interdimensional, tanto coletiva como individual.

Isso permite, portanto, Atrair a Merkabah individual e colocá-la, diretamente, ao nível do Coração.
Naquele momento, o corpo causal não existe mais.
Naquele momento, a Liberação é encadeada, de maneira definitiva.
A Fusão do corpo causal é a Liberação.
A restituição de seu Corpo Etéreo, regenerado no Fogo do Espírito, é a Liberação.
Isso, pela ação do Fogo do Éter, assim como da Fusão que sobrevém no corpo causal, põe fim – do mesmo modo – à existência do corpo astral e do corpo emocional (tanto o seu, como aquele desse Sistema Solar).

Isso conduz ao desengajamento do Corpo Etéreo – desse corpo físico – de toda causalidade.
E é esse Corpo Etéreo regenerado (independente da vibração conhecida nesta Terra), nomeado Corpo de Existência, que é seu Veículo Interdimensional, quando ele é reunido à Merkabah Interdimensional.

O trabalho de realização do Coração Ascensional, pela descida da Merkabah, ao mesmo tempo centrada na Lemniscata Sagrada, nos Quatro Pilares da cabeça e do Coração permite a Liberação do Coração, do Corpo Etéreo regenerado.
E a Liberação dos corpos confinantes, nomeados: corpo causal, corpo astral, corpo mental e corpo físico.

O Corpo Etéreo é, quanto a ele, transformado e regenerado em uma estrutura inteira e completa, que lhes permite manifestar a Liberdade, em qualquer Dimensão, em qualquer Mundo e em qualquer Universo ou Multiverso que seja.
Esse processo desenrola-se nesse momento mesmo.
Ele cria, também, o que foi chamado o Antakarana coletivo, ou seja: o Canal de Comunicação entre o Núcleo Cristalino da Terra, o Sol e o Mundo de Origem da Terra (quanto à sua filiação), ou seja, Sírius.
É, muito exatamente, o que vocês vivem, é, muito exatamente, o que se realiza, em vocês, nesse momento mesmo.

A Fusão do Éter, em seu Corpo Etéreo como no corpo causal, dá conta do que IRMÃO K nomeou: o falar do Coração (ndr: sua intervenção de 4 de outubro de 2012).
As diversas experiências efetuadas e as diversas transferências de Consciência, ligadas à deslocalização, ver-se-ão amplificadas, durante o período de Dissolução final dos diferentes envelopes sutis, efêmeros, ligados ao homem encarnado.

Eu não lhes dei isso para dar-lhes uma técnica, mas, efetivamente, para fazê-los sentir e Ver, em vocês, o que se desenrola, no momento em que o Veículo – nomeado Merkabah Interdimensional, coletiva e individual – desloca-se ao coração do Coração, ao centro do Centro, ou seja, no peito, o que põe em ressonância os diferentes Pontos de Passagem, quer seja o Eixo nomeado PROFUNDIDADE/PRECISÃO, ao nível do corpo, o Eixo – de falsificação – nomeado ATRAÇÃO/VISÃO, ou o Eixo AL e UNIDADE do peito (ndr: a posição precisa desses Eixos e Portas é indicada na rubrica «protocolos a praticar / Yoga da Eternidade: Integração de Passagens»).

A Fusão do Éter implica uma forma de reunificação, assim como de revelação dessas seis Portas e desses três Eixos.
O trabalho, de certa maneira, em consciência, na focalização de consciência, no magnetismo, na possibilidade de penetrar não pela visualização, mas pela consciência, diretamente, nesses lugares do corpo permite-lhes trabalhar em vocês mesmos, em sua Merkabah, que lhes permite, então, beneficiar-se de seus efeitos, mesmo nesse corpo de carne.
A implementação desses três Eixos e a estabilização desses três Eixos faz-se, de maneira preferencial, pelo Eixo situado mais baixo, PRECISÃO e PROFUNDIDADE, e por um Eixo situado ligeiramente acima (mas em ressonância direta com eles), Portas AL e UNIDADE, que é uma zona a abrir, que é situada sob a cavidade das axilas.
O conjunto dessas Quatro Portas e desses Dois Eixos realiza os pontos nevrálgicos do confinamento.
Quer tenha sido concernido pelas Linhas de Predação (que passam, eu os lembro, pelos dois primeiros chacras e, portanto, nessa zona), mas, também, a impossibilidade de realizar a Passagem da Garganta, o que era o caso, até o mês de dezembro de seu ano 2010.

A finalização da Ascensão, a realização da Consciência Unificada ou a localização do Absoluto será facilitada por um trabalho consciente nessas quatro dobras: dobras da virilha, dobras da axila (ou cavidade da axila).
É nesse nível que estão situados os últimos ferrolhos e as últimas chaves de ajustes ao seu novo Corpo de Existência, ao seu novo Veículo de Luz.
Assim, portanto, além da respiração, além de acolher a Luz CRISTO, em Unidade e em Verdade, é-lhes possível, simplesmente por suas mãos ou por técnicas cristalinas, realizar a revelação de seu Veículo Ascensional que facilita, assim, o trabalho da Terra, o trabalho coletivo na Merkabah coletiva, assim como no Antakarana coletivo da Terra.
Assim, portanto, realiza-se a Fusão do Éter e a Fusão/Dissolução do corpo causal.

Se, em relação a essa descrição (que pode parecer técnica, mas que não o é, absolutamente), se existem necessidades de esclarecimentos, então, eu os escuto.

Questão: não mais ter a percepção do corpo físico, de seus limites, corresponde à regeneração do Éter?

Sim, isso faz parte, minha Irmã, do que havia sido explicado por nosso Comandante, que corresponde ao desaparecimento desse corpo (ndr: ver a intervenção de O.M. AÏVANHOV, de 19 de setembro de 2012).

Questão: como se faz a descida da Merkabah individual?

Não existe técnica para que a Merkabah Interdimensional coloque-se no Coração.
Ela se coloca por si, no Coração, quando o Abandono do Si está em curso ou está realizado.

As primícias disso são a ativação, como havia sido explicado, há dois meses, por UM AMIGO (ndr: sua intervenção de 18 de agosto de 2012), de zonas de manifestação ao nível de diferentes Pontos e Portas do peito (tanto à frente, como atrás).
A Merkabah Interdimensional reencontra seu lugar, lógico e natural, no Coração e, portanto, realiza o Coração Ascensional quando da Ressurreição.
Essa Ressurreição, que pôde ser efetuada antes da Ressurreição coletiva, a partir do instante em que o Abandono do Si foi realizado.
É por isso que nós temos insistido, há certo tempo, sobre a Humildade, a Simplicidade, a Transparência e a Infância.

Questão: quando se vive esses fenômenos, há, ainda, necessidade de ancoragem?

Aquele que tem necessidade de ancorar-se é aquele que tem medo da Liberdade.
Qual necessidade pode existir de ancorar, quando vocês já estão ancorados na materialidade, por sua presença nesse corpo?

Tudo isso são apenas álibis, encontrados por algumas técnicas energéticas e algumas pessoas (alguns Irmãos e Irmãs que agem na energia), para fazê-los crer que vocês não estavam ancorados.
A partir do instante em que seu corpo – de carne – está presente nesse mundo, o que vocês precisam mais como ancoragem?

Questão: o que é de exercícios que são, por vezes, preconizados para desenvolver a Merkabah individual?

A Merkabah tem uma estrutura que lhes foi representada e que é, por vezes, extremamente bem definida pelos buscadores.

Querer desenvolver sua Merkabah individual e ajustá-la ao nível do Coração, pela vontade ou por um exercício (qualquer que seja), é apenas um exercício de poder, que não conduz, jamais.
Só o Abandono do Si, a Humildade, a Simplicidade, a Transparência e a Infância realizam isso.
Nenhum conhecimento (qualquer que seja) e nenhum exercício oriundo desse conhecimento pode realizar o trabalho, se o Coração não é Puro.

Questão: a que corresponde o fato de sentir o Corpo Etéreo, como agitado, em todos os sentidos?

É o mesmo processo.
O ajuste Vibral à Ascensão passa por inúmeras manifestações, efetivamente, cada vez mais importantes ou impressionantes.

Não temos mais perguntas. Agradecemos.

Irmãos e Irmãs, neste espaço, antes de deixá-los para seu Alinhamento, eu lhes proponho banhar-se na Luz Azul de minha Presença.

... Partilhar da Doação da Graça...

Eu sou SRI AUROBINDO, eu lhes agradeço por seu acolhimento e seu Amor.
Até breve.



______________________________________________
NDR 1
Um protocolo cristalino foi transmitido para facilitar esses processos.
Vocês o encontrarão na rubrica «protocolos a praticar / Revelação do Coração Ascensional».

NDR 2
Vocês encontram, abaixo, o lembrete das Portas evocadas por SRI AUROBINDO.

Os detalhes são desenvolvidos nos textos e/ou protocolos que são citados no texto.

                      
    
__________________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

3 comentários:

  1. A dissolução do corpo causal, induzida pelo Fogo do Éter, é o enfoque preponderante da MSG. Outro apontamento dos mais destacáveis: "Qualquer ancoragem que ainda seja cogitada, além daquela fornecida pelo próprio corpo físico, não faz mais qualquer sentido".

    ResponderExcluir
  2. "Destruição total do corpo causal, que faz cessar as forças da dualidade..."

    Assim Seja...
    Noemia

    ResponderExcluir
  3. "O Corpo Etéreo de Eternidade, ou de Existência restitui-lhes, ao nível de seu corpo etéreo rareficado, a Dimensão que estava ausente: o Fogo. ...Essa regeneração do Fogo, o retorno do Fogo Primordial - Fogo do Amor ou Fogo do Espírito.
    "Essa propagação do Fogo do Éter vai, portanto, induzir a destruição total do corpo causal, que realiza e que torna possível o mecanismo de Ascensão, seja com ou sem o corpo.
    "Seu Corpo Etéreo regenerado é um processo Fusional, de vocês mesmos com sua Dimensão de Eternidade: Corpo de Existência, Duplo KI-RIS-TI, Duplo Monádico ou qualquer outro duplo, ligado e que se apresenta, a vocês, por ressonância Vibratória.
    "É, quanto a ele, transformado e regenerado em uma estrutura inteira e completa, que lhes permite manifestar a Liberdade, em qualquer Dimensão, em qualquer Mundo e em qualquer Universo ou Multiverso que seja.

    "A restituição de seu Corpo Etéreo, regenerado no Fogo de Espírito, é a Liberação."

    ResponderExcluir