Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

20 de nov de 2010

O.M. AÏVANHOV – 20 de novembro de 2010

Mensagem publicada em 23 de novembro, pelo SITE AUTRES DIMENSIONS.


E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los e, como de hábito, para aqueles que não me conhecem, eu sou chamado «Chefe Croûton», ou seja, aquele que preside os Melquisedeques e eu fui Omraam Mikaël Aïvanhov quando de minha última vida, para aqueles que vêm aqui pela primeira vez.


Então, meu modo de proceder é sempre o mesmo, se querem.
Meu prazer (que é também o seu, eu espero), é responder às suas questões, porque através de suas questões gerais, é claro, é evidente que muitas pessoas que vão ler, depois, o que eu contei como tagarelice ficarão, elas também, muito contentes por encontrarem algumas respostas, ao menos eu o espero.

Então, inicialmente, eu lhes apresento todas as minhas bênçãos.

A palavra está com vocês.

Questão: como analisar o que acontece no corpo, atualmente?

Isso pressiona, hein, não é?
Então, vocês são muitos, eu diria, segundo sua evolução e seu destino, a viverem percepções muito, muito específicas.

Então, não se vai fazer um catálogo, porque se eu lhes perguntasse, a vocês, aqui, vocês teriam todos percepções similares em alguns lugares e percepções diferentes em outros lugares.

O que acontece no interior de seu corpo, hoje, e de sua Consciência, é exatamente a mesma coisa que o que acontece em seu Céu e sobre sua Terra.

Então, o que acontece?
Sobre a Terra, eu já anunciei há cinco anos, que viria o momento em que os vulcões do cinturão de fogo do Pacífico se reacenderiam.
Isso se realizou desde o início deste ano.

Há os relevos vulcânicos, vocês sabem, os vulcões que fazem como montanhas, que se despertam por toda parte sobre o planeta.

Há agora o que se chamam as Caldeiras [crateras], ou seja, as zonas magmáticas muito maiores do que os relevos vulcânicos, que estão se despertando e entrando em erupção.

Em seu corpo, o que acontece?
A pressão que vocês sentem, quaisquer que sejam as palavras e as percepções que vocês utilizam são, para a maior parte, ligadas ao que se chama o despertar do Kundalini.

Então, obviamente, o despertar do Kundalini pode causar dificuldades.
Essa dificuldade conforme vocês tenham feito, ou não, o trabalho de descida do Espírito Santo ou da radiação do Ultravioleta, das partículas Adamantinas, se preferem.

Mas a humanidade, em sua totalidade (mesmo os que não compreendem nada, que não sabem do que se trata) vive, seja ao nível do corpo, seja ao nível da Consciência, transformações consequentes, ligadas ao que acontece sobre a Terra e ao que acontece em seu Sol.

Para os que têm ainda a fibra romântica ou meditativa solar, que olham o sol, o que vão ver?
Que o sol nada mais tem a ver com o sol que existia há ainda 10 anos.
É uma evidência: a irradiação, o espectro de emissão não é mais de modo algum o mesmo, é claro.

Isso prepara a transformação que foi anunciada há muito tempo, já, por Sereti, sobre a qual ele voltou, ou seja, a transformação desse sol em um gigante vermelho.

E depois, há também as Embarcações no céu, as Embarcações que vêm de toda parte, aliás.

Portanto, há modificações importantes que se produzem ao nível de seu corpo, de sua cabeça e também, é claro, de seu Coração.

Lembrem-se do que disse Sri Aurobindo.
A mutação solar em curso está ligada à liberação do sol, mas também ao trabalho notável que vocês realizaram pela constituição, como disse o Arcanjo Miguel, da Merkabah interdimensional coletiva, que lhes permitiu restabelecer, literalmente, a conexão entre o núcleo cristalino da Terra e Sírius e também o núcleo cristalino da Terra com o Centro Galáctico.

E vocês são (nós somos todos) religados a esse núcleo cristalino, por Sírius, é claro, que é o lugar de onde vêm os Mestres geneticistas que criaram as estruturas em carbono que eu chamaria livres, mas também por sua Dimensão estelar, quer dizer, sua Dimensão de Semente de Estrela, que está diretamente inscrita na matriz cristalina da Terra.

Portanto, vocês liberaram a Merkabah interdimensional coletiva.
Vocês liberaram o sol, o que faz com que, agora, se vocês fazem a experiência de se colocarem ao sol, pela manhã, a irradiação solar vai chegar diretamente no Coração.
A irradiação não chega mais pela cabeça.

Nós tivemos, vocês tiveram êxito em desviar a cabeça.
Cortou-se a cabeça, está muito bem.
E tudo isso, vocês o vivem.

Então, para alguns que ainda têm resistências, serão problemas «psicológicos», noções de apego: tem-se dificuldade para se separar de algo, de situações, de um modo de pensamento, de pessoas.

Para outros, será um sentimento de Alegria extrema.

Tudo depende do modo com que vocês prepararam, de algum modo, seu futuro e sua evolução.

Como o sabem, nós estamos nos últimos instantes desta Dimensão, os quais cada um vive a seu modo.

Do mesmo modo, se querem, quando se anuncia a alguém que há uma doença e que ele vai morrer de um câncer, há vários modos de tomá-lo, mas eu creio que o Bem Amado Sri Aurobindo desenvolveu amplamente sobre isso, através do choque da humanidade que está se produzindo que é, de fato, a revelação, vocês compreenderam, da Dimensão extraterrestre e, sobretudo, das outras Dimensões.

As partículas Adamantinas estão agora cada vez mais presentes na superfície da Terra e vocês têm também a possibilidade de sintetizá-las, vocês mesmos, literalmente, por intermédio da alquimia fotônica, restituindo à Luz sua verdadeira conformação de origem, constituída de seis fótons, o que se chama o hexafóton, também chamadas as partículas Adamantinas.
É exatamente isso que vocês vivem.

Então, há quem não vai dormir, há quem vai dormir todo o tempo, há quem vai viver os pesos do corpo, outros que vão viver sentimentos de leveza.

É o mesmo processo que está a caminho para todo o mundo, mas que é função de sua própria capacidade de abandono à Luz.

Alguns de vocês o realizaram.
Outros ainda não realizaram e, outros enfim não o realizarão jamais.
Mas isso é um destino que é pessoal e um caminho que é diferente para cada um.

Mas o que vocês vivem, nesse momento, como lhes foi dito por várias pessoas, vai, dia a dia, até o final do ano, se amplificar.

Haverá mais, como nos 30 anos anteriores, montanhas russas, ou seja, com fases de subida e fases de calma.
Vocês estão numa fase de subida constante, agora, da Luz.
E isso não parará mais de modo algum.

Vocês o sentem, aqueles que seguem, por exemplo, o trabalho da Merkabah interdimensional coletiva, à noite, eu creio, às 19h (16h – horário de Brasília), em que nós os acompanhamos.

Obviamente, naquele momento, são momentos de conexão que os conectam a que?
À Merkabah interdimensional coletiva, mas também ao conjunto dos outros seres humanos do planeta que realizaram esse trabalho do corpo de Luz, o trabalho ascensional.

Vocês estão, se querem empregar palavras que gostam, em plena translação dimensional e em pleno processo de Ascensão, que se desenrolará, isso lhes foi anunciado, entre imediatamente e muito pouco tempo.
Quer dizer, agora.

Questão: hoje, o fato de observar o sol apresenta um perigo?

Mas, cara amiga, eu jamais disse para observar o sol.
Eu disse acolher sua irradiação no Coração.
Não é questão de ali colocar os olhos.

O sol emite irradiações profundamente diferentes.
Elas têm as mesmas capacidades de queimar a retina, mesmo se alguns se apercebem que podem olhar o sol de frente, sem problema.
Mas, assim mesmo, não se deve generalizar.

Quando eu digo observar o sol é observar com o Coração, não com os olhos.
Há riscos de queimadura enormes.

Questão: aqueles que não atingirem o corpo de Existência permanecerão na matriz? 

Não, a matriz não existirá mais, nós já dissemos.

Hoje, o que acontece?
Há seres humanos que seguiram o que se chamaram os Casamentos Celestes.
Eles viveram uma abertura espiritual.
E depois vem um último momento, do qual o Arcanjo Anael falou-lhes longamente no ano passado, que é o momento (simbolicamente ilustrado pela vida do Cristo na Cruz, a Crucificação), ou seja, a morte do ego, o abandono da personalidade e o fato de abandonar, também, os mundos em carbono para se juntar à Existência.

Há seres que viveram um pouquinho o Samadhi, a abertura da Coroa radiante do Coração, e eles se apercebem do que (e é liberdade deles)?
Que eles não querem ir nos mundos não carbonados.
Eles se atêm na materialidade.

Mas como a matriz não existirá mais, essas almas (uma vez que a alma perdurará para eles) serão transferidas nos mundos de 3D Unificada, sejam humanos, sejam não humanos.

Vocês podem se reencontrar junto aos Arcturianos ou junto aos Vegalianos, por exemplo.
Nós somos para a mistura de raças, nós também.

Lembrem-se de que a realização do Si (ou seja, a Vibração das Três Lareiras, o alinhamento das Três Lareiras) permite aceder à Alegria interior, ou seja, ao Samadhi.
Mas o Samadhi não é o fim, é uma etapa.

Após, é preciso passar na Existência.
E depois, há seres que estão muito bem no Samadhi e que têm ainda vontade de viver a personalidade.
Quer dizer que eles foram tão condicionados pelo poder sobre o outro que eles querem ainda exercer poder sobre o outro.

Isso vocês observam nos casais, nas organizações, nas sociedades secretas.

Portanto, há seres que estão perfeitamente conscientes de que a Luz se manifesta, mas não têm ainda vontade de regressar à casa.

É a liberdade deles, nós sempre o dissemos.
Eles farão a escolha deles em conhecimento de causa.

Mas não há noção de julgamento de valor ou de nota que é dada.
Cada um vai para onde quer e, sobretudo, para onde o leva sua Vibração.
Porque há seres que dizem, por exemplo, ao nível da personalidade: «eu quero permanecer num corpo», mas eles têm uma Vibração tão elevada que eles não poderão manter um corpo de 3ª Dimensão, porque já penetraram a Existência.

Há outros, em contrapartida, que clamam, por toda parte, que eles querem a Luz que realizaram.
Mas o ego está tão presente que eles não irão jamais à 5ª Dimensão.
Mas eles não irão, tampouco, nos mundos matriciais, está terminado para este universo local.

Por conseguinte, vocês não serão mais, jamais, cortados da Fonte.
A informação da Fonte, a confiança, a orientação do Coração, tornar-se-á agora a única real, qualquer que seja seu futuro e qualquer que seja sua evolução, seja na 3D Unificada, na 5D, na 11D ou outras.

Questão: não fechar definitivamente a porta do ego é devido exclusivamente à ausência de abandono completo à Luz? 

O não abandono completo à Existência, à Luz, está ligado ao medo, sempre, de uma maneira fundamental.
Os seres que, por exemplo, dão «marcha à ré», é o medo, o medo de perder.
Mas isso se junta ao abandono.

É exatamente o que Sri Aurobindo lhes disse com relação ao choque da humanidade.

Hoje, muitos de vocês vivem percepções de pressões, de explosões, de funcionamento mesmo, ao nível do cérebro, de maneira multidimensional, quer dizer que vocês tratam não de uma informação ao mesmo tempo, mas de milhares.
Isso lhes chega, para milhões de pessoas, às 19h (16h no horário de Brasília) sobre a Terra, viver, portanto, este aspecto multidimensional.

E depois, há quem não queira ir mais longe.
Eles adoram a personalidade deles, eles adoram o corpo, eles adoram, sobretudo, o poder.

E, no entanto, são seres que têm coração tanto como vocês, tanto como os outros.
Mas eles fizeram escolhas.
E essas escolhas, agora, são irreversíveis.

Entre essas atrações, se querem, do ego (que não são do ego, no sentido negativo, ainda uma vez) retenham três palavras: sedução, poder, sexualidade.

Mas, antes de tudo, o poder.

Enquanto existe em vocês um poder expresso sobre o outro, vocês não podem tocar sua potência Interior.
Vocês não podem tocar sua liberdade enquanto vocês não atribuem a mesma liberdade ao resto do universo.
É tão simples assim.

Ora, a não crucificação do ego é o medo do ego.
É a frase que pronunciou o Cristo na Cruz: «Meu Pai, meu Pai, por que me abandonastes?».
É o sentimento final, se querem, no qual vocês estão «em particular».
É o abandono à Luz.
Vocês não podem mais contar com nada que existia anteriormente.
Vocês não podem contar com nada de exterior ao que vocês são, em Verdade, na profundeza de vocês.

E essa passagem, que foi, aliás, denominada primeiro o Switch, a passagem da personalidade à Vibração do Coração, mas não é a finalidade.
A finalidade, como lhes disse o Arcanjo Anael, era o abandono à Luz.

O que é o abandono à Luz?
Eu volto muito brevemente sobre isso.
É deixar agir, em sua vida, a inteligência da Luz.
É: «que Tua Vontade seja feita e não a minha»: a vontade da Luz, porque ela sabe o que é bom para vocês.

Se a Luz os faz mudar de coisa ou de pessoa ou de situação, ou do quer que seja, vocês devem aceitar, inteiramente.
É isso o abandono à Luz.
E é apenas através desta perda de poder sobre a materialidade que se realiza a potência da Existência.
Não há outra alternativa.

Ora, desde a realização da Merkabah interdimensional, muitos seres humanos foram confrontados a escolhas: definitivamente renunciar à personalidade ou recair na personalidade.

A personalidade não é negativa, ela pertence aos mundos de carbono.
Ela não existe ao nível dos mundos Unificados.

Portanto, aqueles seres decidiram, consciente e deliberadamente, prosseguir nos caminhos da materialidade, não mais dissociada, mas Unificada.
Eles não estão prontos ou eles não querem abandonar o corpo de carbono.

Isso dito, eles o abandonarão assim mesmo, aqueles que partirão sem o corpo.
Mas os que partirão com o corpo abandonarão assim mesmo, um dia, esse corpo, para tomarem outro corpo, ao nível dos sistemas solares onde eles forem teleportados, de algum modo.

Portanto, se querem, há escolhas cruciais (cruciais é o caso de dizer, é a Cruz, é a Crucificação) que são efetuadas atualmente.

E vocês têm até 21 de dezembro pare efetuá-las.
Depois, acabou, as portas são fechadas para aqueles que têm ainda, como eu disse este verão [inverno no hemisfério sul], as nádegas entre duas cadeiras.

Mas, depois, acabou.
Dir-se-ia, como se diz isso..., a sorte, o destino está selado, definitivamente.

Questão: as oportunidades se apresentam para reiniciar a atividade artística que eu abandonei. Deixar de fazer seria uma forma de abandono à Luz?

A partir do momento, cara amiga, em que não é você quem decide e que isso lhe cai em cima, assim, se você não procurou reiniciar algo, naquele nível, é a Inteligência da Luz, é claro.
Todo o mundo não tem que parar de trabalhar.

Questão: o que você nos aconselha fazer até 21 de dezembro?

Se fosse em minha vida eu diria: orar, orar, orar.

Agora, vocês sabem que a oração é um ato, geralmente, emocional.

Portanto, a melhor maneira é pedir.
Não se pode pedir o abandono à Luz.
Pode-se pedir à Luz que os preencha totalmente.

Lembrem-se de que vocês têm a possibilidade de se conectarem à Merkabah interdimensional coletiva a qualquer momento do dia e da noite, independentemente mesmo do horário de 19h [16h em Brasília].

Que vai acontecer se vocês pedem conscientemente a conexão à Merkabah interdimensional coletiva?
A Coroa Radiante da cabeça, as 12 Estrelas de Maria, vão se acender umas após outras.

Naquele momento, peçam e instalem em vocês o Triângulo Tri-Unitário do Coração.

Se vocês realizam isso, todo o resto não tem mais qualquer espécie de importância e se realizará assim mesmo.

Eu não disse para se colocarem como Buda, sob uma árvore e permanecerem assim até 21 de dezembro, não é?
Mas, se vocês têm alguns minutos no dia para fazer isso, assim como se vocês têm alguns minutos para se colocarem frente ao sol, pela manhã, de olhos fechados, vocês sentirão o que acontece, é uma evidência.

Questão: a alma teria medo de sua própria morte, no momento em que a matriz não existir mais?

Não, a alma é considerada como um intermediário entre o corpo e o Espírito.
A alma tem uma existência própria.
A personalidade tem uma existência própria.
O Espírito tem uma existência própria.

É a conjunção dos três que realiza a Verdade e a Luz, ao nível desse mundo como de todos os mundos, quaisquer que sejam os corpos, aliás.

Agora, o Espírito, a alma, a personalidade se desvendam e se revelam um ao outro.
É o princípio da ressurreição.

Então, obviamente, o medo da morte está inscrito em seu cérebro reptiliano.
É um fator a superar, porque, até prova em contrário, a morte é considerada como o ato o mais horrível que possa acontecer à personalidade.
É claro, eis que ela não existe mais no momento da morte.

Portanto, ela vai tudo fazer para negar ou retardar a morte.
É o que foi chamado, eu creio, o instinto de sobrevivência, não é?

Este instinto de sobrevivência que, como seu nome o indica, está inscrito diretamente nos cérebros arcaicos, os cérebros dos répteis, que está em sua cabeça.

Por exemplo, se vocês colocam a mão sobre algo que queima, antes que sua Consciência diga: «isso queima», a mão será retirada.
Esse é o instinto de sobrevivência

Por conseguinte, vocês têm que lutar contra o instinto de sobrevivência.
Como?
Descobrindo a verdadeira Vida e não a «sobre-vida».

Vocês estão num mundo, e nós estivemos num mundo de sofrimento, de ilusões.
Nós estamos inteiramente nesse mundo numa projeção holográfica que não tem qualquer substância, qualquer realidade.

Há uma realidade para a personalidade, eis que ela é procedente deste holograma, mas ela não tem qualquer consistência nem qualquer realidade ao nível do Espírito.

Portanto, se vocês chegam a despertar o Espírito no corpo físico, obviamente, vocês descobrem a verdadeira Vida.
Isso se chama o Despertar, a Iluminação, a Transfiguração e a Ressurreição.

A partir daquele momento o medo da morte não pode mais existir.
Se ele existe ainda, é simplesmente porque vocês não tocaram o Espírito.
É tão simples assim.

Mas lembrem-se de que está inscrito ao nível do cérebro arcaico.
E quando vocês descobrem a Luz, quando vocês ativam a Coroa Radiante da cabeça e do Coração, ou o Triângulo Sagrado, o que acontece?
Há modificações extremamente importantes que são produzidas ao nível do corpo físico como dos diferentes corpos.

Eu creio que Sri Aurobindo empregou, para o medo, a palavra «secreção».
É uma secreção muito específica de química no cérebro.
Mas, do mesmo modo, o que se chama a Iluminação, o despertar à Luz Vibral, é também uma secreção, oposta ao medo, eis que isso se chama a Alegria.

Portanto, vocês não podem ter medo da morte e, ao mesmo tempo, reivindicar o fato de estar na Alegria.
Se vocês estão na Alegria, não há qualquer medo.

A Alegria não é o oposto do medo, não confundir com o prazer.
O prazer vai dissolver o medo e, aliás, o ser humano passa seu tempo a procurar prazer, seja sexual, afetivo, no poder, no exercício de uma profissão, de uma arte, não importa o que.
Isso propicia o prazer.

O prazer é o que vem se opor ao medo.
Portanto, o prazer é feito para compensar o medo, o que não é de modo algum o caso da Alegria interior, que é um estado Vibratório ligado ao Fogo do Coração.

É a realização Crística, ou despertar em si a dimensão Ki-Ris-Ti, ou seja, Filho Ardente do Sol.
Se preferem: Ressurreição.

Até 21 de dezembro vocês podem olhar, por exemplo, onde estão seus últimos medos.
Não para colocar o dedo em cima, porque isso a nada serve.
Vocês não podem evacuar um medo trabalhando em cima dele.

Vocês podem apenas deixar agir a Luz, que vai dissolver, descristalizar esses últimos medos.
É o que muitos de vocês vivem nesse momento.

Antes, as poeiras e as porcarias, colocavam-se sob o tapete.
Mas, aí, agora, retiraram o tapete e a Luz ilumina a poeira.
Não há meio de fazer de outro modo, além de tê-las aí, sob os olhos: as próprias faltas, as próprias insuficiências.

Então, não se pode preencher uma insuficiência pela suficiência.
Isso é ainda a personalidade que age.
Não se pode varrer a poeira para colocá-la em outro lugar, ou fazer cara de não a ver.
Mas é preciso se abandonar, inteiramente, à Luz.
Apenas ela é capaz de vir na extremidade do que lhes é mostrado, do que lhes é percebido atualmente.

Questão: como estar seguro de que o que nos é pedido provém da Luz?

A Luz não pede jamais.
A Luz age e ela É.

E são as circunstâncias de sua vida que vão se fazer no sentido da facilidade.

Há um modo muito simples de compreender se é a Luz ou não, e vivê-la: o que é da Luz se faz sem resistência, sem sofrimento, se seguimos a Luz.

Se resistimos à Luz, é claro, haverá sofrimento, de uma maneira ou de outra.

Agora, muitos seres humanos vivem hoje, já desde 2-3 anos, o que eu chamo de impulsos da alma, como dizem os Hayoth Ha Kodesh.
Os impulsos da alma são algo que emerge.
Não é necessariamente suave.
Isso pode vir nos sonhos, pode vir, assim, como um pensamento que chega, de um golpe se diz: «é preciso parar tal coisa, tal relação, tal trabalho, tal região».

Se for a Luz, isso se fará de maneira natural, sem forçar, sem poder.
Se isso não se faz, é que não é a Luz.

Há muitos seres humanos que vivem isso: eles decidem vender e, antes mesmo de terem colocado à venda, já está vendido.
E há outros, eles pensam receber um impulso e isso não se vende.
Naquele momento, é preciso tirar as conclusões.

O que se faz sob a influência da Luz Vibral é evidência, facilidade e Alegria.
Sempre centrado no que foi chamado os 4 Pilares.
Se vocês permanecem em sua estrada, entre o Alfa e o Ômega, se vocês estão em sua Ética pessoal, se vocês estão em sua Integridade pessoal e se não é desviado pelo poder, pela vontade do ego, naquele momento, tudo se colocará absolutamente no lugar para concretizar a Inteligência da Luz nesse plano.

Questão: por que viver períodos de Alegria Intensa sem razão, mas sem outro sentido? 

A Alegria, por definição, se define sem objeto e sem apoio.
Não é a alegria de um reencontro, não é a alegria de uma vitória.
É um estado de ser.

Fala-se de Alegria quando se realiza o Samadhi, quando a Coroa Radiante do Coração é percebida, quando a Coroa Radiante da cabeça gira e quando, naquele momento, se estabelece um estado onde uma Alegria está lá.

Para aqueles que vivem isso pelas primeiras vezes, é surpreendente, porque poderia ser assimilado a uma espécie de exaltação, mas não é uma exaltação, é um estado de ser.

É a Alegria da reconexão com o que vocês são, em Verdade, e não nesta projeção.

Tomem um exemplo, é muito simples: vocês jogam um jogo, vocês desempenham um papel.
Vocês estão tão imersos nesse jogo de sociedade ou nesse jogo de vídeo (e, sobretudo os jogos de vídeo modernos, eu creio que eles jamais têm fim, eu não sei como isso se chama), portanto, vocês estão ali dentro e vocês desempenham um personagem.
Vocês se identificam a uma projeção.

E bem, vocês imaginam a mesma coisa com vocês que estão aí, aqui, hoje.
Vocês estão num jogo de vídeo.
Vocês estão identificados a esse jogo de vídeo.

Quando a Luz Adamantina se estabelecer inteiramente (o que eu chamei o planeta grelha, quando a Onda Galáctica varrer esta Dimensão ilusória), o jogo não existirá mais.

Portanto, estejam prontos para deixar o jogo e juntarem-se ao que vocês são, em Verdade, ou vocês não estão prontos.

É uma mudança total de paradigma.

Então, há alguns anos, as pessoas não haviam compreendido assim.
Elas estavam persuadidas de que a Luz iria chegar, que a Luz iria torná-las felizes e que a rotina da vida na 3ª Dimensão iria continuar.

Hoje é diferente.
O Céu está aberto.
Ele vai se rasgar.
Portanto, vocês têm acesso à Verdade.
Portanto, há quem decidiu parar na Vibração do Coração porque, para eles, eles tocaram algo e eles querem permanecer nesta Dimensão.

Mas esta Dimensão, ela não permanecerá sobre esta Terra, creiam-me.
Ela existirá, mas em outro lugar.

A Terra é um planeta sagrado, e ele vai reencontrar seu lugar de sacralidade.

Lembrem-se do que foi dito: o núcleo da Terra foi liberado.
O sol foi liberado.
O jogo de vídeo, se querem, as baterias estão vazias.
Há apenas jogadores que pensam que isso pode durar eternamente.

Portanto, se eu tomo a analogia do jogador de vídeo, ele está imerso em seu papel.
Vocês, vocês estão imersos em seu papel: papai, mamãe, filho, profissão, relação sexual, vida de casal etc. etc. etc.
Mas é um jogo, isso jamais existiu.

Então, é claro, há leis que foram criadas.
Há mesmo leis espirituais, digamos: o carma, a reencarnação, há compêndios enormes de conhecimentos esotéricos e espirituais.
Mas isso a nada serve.
Eles os fazem permanecer no jogo.

Olhem bem, mesmo os processos ditos iniciáticos, Vibratórios, que abrem o 3º olho, vocês os têm muitos.

O 3º olho se abre e vocês chegam onde?
Ao nível dos poderes da alma.
Vocês veem coisas maravilhosas, vocês veem as auras, vocês veem a arquitetura mesmo do jogo.

Mas será que, no entanto vocês saem do jogo?
Não.
Certamente não.
Vocês são presos no jogo.

A única saída possível do jogo é o Coração.
E aceder ao abandono à Luz, ou seja, juntar-se ao que vocês são, em Verdade.
E isso passa pela morte do ego e pela morte de todas as ilusões.

Se vocês mantêm a menor ilusão, através do sexo, através da sensualidade, através do poder sobre o outro, vocês não podem se juntar à Existência.
Vocês continuam o jogo, é tão simples assim.
Não há outra alternativa.

Vocês querem voltar a ser multidimensionais ou vocês querem permanecer fechados numa Dimensão?
De fato, o resumo está aí.

Vocês não podem pretender voltar a ser multidimensionais, ou seja, viajarem nas formas infinitas, nas Dimensões infinitas, nos mundos infinitos, nos multiuniversos infinitos e querer, ao mesmo tempo, preservar algo de limitado.

Vocês não podem ser ilimitados e limitados.
É preciso escolher.
E o tempo pressiona, eu lhes disse.

21 de dezembro, 21h (hora francesa – 18 h, horário de Brasília).
(ndr: intervenção prevista de Maria, em canalização).

Em outros termos, não há mais tempo de querer resolver suas pequenas problemáticas.
Não há mais tempo de querer resolver um conforto material ou um conforto do ego ou um conforto de casal ou um conforto profissional.
É urgente definir e viver o que vocês têm a viver: a limitação ou o ilimitado.
Não haverá meia medida, é impossível.

Questão: quando as Coroas da cabeça, do Coração e do Sacrum Vibram, as agitações da personalidade ligadas à encarnação não obstruem?


Caro amigo, a partir do momento,
1: em que a Coroa da cabeça está ativada,
2: a partir do momento em que a Coroa Radiante do Coração Vibre (seja na Coroa Radiante ou ao nível da Tri-Unidade).
A partir do momento em que o Fogo do Sacrum está desperto, o que acontece?
Há acesso à Existência, portanto, as rotinas da vida quotidiana, as preocupações da vida quotidiana não têm mais qualquer espécie de importância.
É toda a diferença.

Você vai efetuar suas tarefas da mesma maneira.

Num caso, você está apegado à tarefa e ao resultado.
No outro caso, você está completamente desapegado.

É, aliás, um dos grandes princípios da filosofia oriental e budista, não? Não estar apegado ao resultado de suas ações.

Portanto, a partir do momento em que há ativação Vibratória, percebida real e concretamente ao nível das 3 Lareiras, se não há acesso à Existência é que há, efetivamente, ainda, naquele momento, freios ao nível da personalidade.

Quais são os freios?
Isso se junta à primeira questão: é o medo da morte.
Tão simples assim.

Sempre foi dito: é preciso estar pronto para tudo perder, para encontrar a Luz.

Você está pronto para tudo perder?
É o sacrifício de Abraão, é a mesma coisa que vocês vivem.

E vocês vão vivê-la de modo crescente e com acuidade, dia a dia, agora.
É a Luz que faz isso.

Lembrem-se, os que observam o céu no fim do dia ou exatamente antes que o sol se levante, vocês vão ver partículas como a neve.
Não são glóbulos de prana.
Vocês vão ver as partículas que se deslocam como a neve.
São as partículas Adamantinas.
Portanto, a Luz está aí.

Quando nós dizíamos, desde já mais de um ano, que a Luz havia ganhado o direito de se estabelecer, de se restabelecer, era a estrita verdade.

Agora, é preciso assumir a escolha Vibratória: ou então vocês decidem permanecer na 3ª Dimensão, não é um problema, são vocês que decidem.
Mas vocês decidem pela Vibração.

Portanto, a Vibração, a um dado momento, quando as duas Coroas Radiantes e o Triângulo Sagrado estão despertos, quando há conexão com a Merkabah interdimensional coletiva, há possibilidade, a partir de 21 de dezembro, de partida, a qualquer momento.

Há partidas em massa, vocês as veem sobre a Terra, elas se preparam.

Eu anunciei que os vulcões do cinturão de fogo do Pacífico anunciariam os movimentos das placas tectônicas, em 2005.
É exatamente o que está acontecendo.

Há a chegada de Hercobulus.
Há a Terra que está crescendo, literalmente.
E vocês também, vocês crescem.
Há quem prefira permanecer pequeno, é problema deles.
Eu não falava de estatura, é claro.

Vocês querem crescer em Espírito ou vocês querem permanecer pequenos em Espírito?
O perigo seria crer que o Espírito virá alimentar a personalidade.

Muitos seres que se engajaram num caminho espiritual, fizeram-no com um coração enorme.
E, quando eles compreenderam que era necessário abandonar mesmo esse coração da personalidade, aí não foi mais de modo algum similar, porque necessitava perder certo número de coisas às quais eles se atinham.
É tão simples assim.

E não é um processo vicioso, é um processo perfeitamente natural, ligado ao desvendamento da Luz.

Vocês querem se tornar Luz?
Vocês querem ser esta Luz?
Mas ser esta Luz não é possível nesse corpo.
É um período de transição.

A maior parte dos ensinamentos ditos esotéricos fala da luz Luciferiana, que não é Vibratória, ou, em todo caso, Vibratória astral, que nada tem a ver com a Luz Vibral.
Toda a confusão vem daí.

A Luz da emoção não é a Luz da Fonte.
A emoção está ligada à ação/reação.
Ela está ligada ao que se chama o Fogo por atrito, que nada tem a ver com o Fogo do Amor.
O Fogo por atrito é o que se opõe ao Amor e à Unidade.

E nós todos caímos, nesta vida e desde milênios, no quadro de crer que, quanto mais se trabalhasse na personalidade, mais se eliminaria e mais se iria subir para a Luz.
É impossível em certo nível, que é chamado o Samadhi, que viveram muitos místicos.

Olhem Mestre Philippe de Lyon, que realizou, em sua vida, milagres.
Ele permaneceu limitado, ele não teve acesso à Existência.

O acesso à Existência é possível apenas desde muito pouco tempo.

Mesmo os seres dos quais eu ouvi falar em minha vida, seja Krisnamurti, seja Osho Rajneesh, seja Sri Aurobindo, atingiram certo limiar.

Eles viveram, realmente, a realização na matriz, mas não puderam viver a realização fora da matriz.

O que vocês vivem atualmente nada tem a ver com uma história pessoal individual.

Vocês estão sujeitos a uma história coletiva, que é o reencontro com a Luz.

Então, que vocês a chamem o Centro Galáctico, a Onda Galáctica, a Nova Idade etc.etc., isso abrange uma realidade.
Esta realidade é que a Luz vem a vocês.
Ela está aí.
E que seus Irmãos e Irmãs do Espaço vêm também a vocês.

Questão: para se tornar um ser multidimensional, é preciso primeiro realizar o Si?

Vocês não podem aceder à multidimensionalidade sem realizar o Si.
É impossível.

Não há acesso possível para a multidimensionalidade fora do Coração.

Mas vocês podem muito bem realizar o Si, viver a Alegria e o Fogo do Coração, ao mesmo tempo decidindo permanecer nos mundos de 3ª Dimensão Unificada.
É sua escolha.

Mas, geralmente, essas escolhas não são escolhas lúcidas e conscientes.
Elas estão ligadas aos medos que não tiveram êxito para se extirparem de seu inconsciente, se gostam dessa palavra aí.
São ligadas aos apegos, e isso foi dito em todos os ensinamentos.

Esse mundo é Maya, Ilusão.
São os apegos que os mantêm nesse mundo.
O dia em que não houver mais apego a esse mundo, vocês não têm mais razão de ali estar.
A título coletivo isso será tanto mais verdadeiro.

Questão: se nos abandonamos à Luz, os medos partem por si mesmos?

Necessariamente.
O abandono à Luz é a dissolução dos medos.

Vocês vão «vencer», entre aspas, porque não é questão de lutar contra.

Ou vocês se abandonam, ou vocês não se abandonam.
Num caso, é trágico, é o abandono ao vazio e, portanto, a morte desse veículo.
No outro caso, é o abandono à Luz.

E o abandono ao vazio não é a mesma coisa que o abandono à Luz.

Portanto, obviamente, para viver o abandono à Luz não basta enunciá-lo intelectualmente, isso deve se encontrar e se verificar em sua vida, em seu corpo, a cada minuto, a cada sopro.

É uma realidade Vibratória, não é um mecanismo que aconteça unicamente na cabeça, porque, sem isso, vocês poderiam decidir em sua cabeça: «aí está, eu sou multidimensional».

Será que aí vocês são?
Não.
Apenas a Vibração é que pode conferir a multidimensionalidade.

Mas, ainda uma vez, há seres que, com todo conhecimento de causa, se abriram à Luz e decidem permanecer num corpo em carbono, porque eles não superaram algumas coisas.

Será que eles são criticáveis por isso?
Não.
Isso quer dizer, simplesmente, que esses seres, com ou sem o corpo, serão transportados, alma-Espírito, ou corpo-alma-Espírito, em outros universos Unificados.

Portanto, com esse corpo ou sem esse corpo, isso não tem qualquer diferença, porque eles serão obrigados a passar por algumas etapas de depuração, de refazer, de algum modo, se querem, os ciclos.
Mas não são os ciclos como nos universos dissociados.

Os mundos Unificados, mesmo em carbono, que não foram falsificados, são mundos em que não há predação e, portanto, onde o sofrimento não existe, onde a trama astral é pura.
Ela não é poluída pelos predadores.

E, portanto, onde tudo se desenrola segundo a harmonia e a beleza.

Mas, ainda uma vez, não é a multidimensionalidade.

É uma coisa o ser consciente da Fonte (pelas Vibrações e pela Alegria).
É outra coisa penetrar nas esferas da Eternidade.

Alguns, também, não têm o direito de aceder à Eternidade pelo momento, sem isso, eles não voltariam.
Mas isso já lhes disseram.

Há seres que, durante as meditações de 19h [16h – horário de Brasília], vão sentir como se fossem apertados os tornozelos ou os punhos, por vezes as pernas ou os braços.
Estes não têm o direito de partir, porque, se eles partissem na Existência, não voltariam.

Ora, como nós sempre dissemos, os Arcanjos e nós também, nós temos necessidade de vocês aqui.

Por conseguinte, vocês podem muito bem ter feito a escolha da Existência e da multidimensionalidade e ali não aceder pelo momento, porque vocês são retidos pela missão, pelo sentido de responsabilidade, nesse corpo, nesta Vibração de Alegria, mas vocês não podem dele sair.

Há seres que podem sair, cada vez mais numerosos, pelo menos de modo transitório excepcional, como de modo regular.
Enquanto que aqueles que escolheram a 3ª Dimensão dita Unificada, progressivamente e à medida das semanas, vão perder o que se chama a Vibração do Coração, que é a Vibração de acesso à Existência.

Aqueles que, em contrapartida, ainda não viajaram na Existência, mas que abriram as Coroas e que sentiam menos o Coração, vão senti-lo cada vez mais.
É tão simples assim.
É um problema de encanamento, vejam vocês, não é complicado.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Então, eu lhes agradeço por todas essas questões muito inteligentes que me permitiram, como vocês observaram, re-situar seu instante presente na trama do que acontece sobre esta Terra.

Eu lhes digo até muito em breve.
Todo meu Amor os acompanhe.

_________________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

3 comentários:

  1. Oi pessoal. Estou acompanhando as mensagens a pouco tempo, digo que de uma certa forma tudo que é falado aqui tem uma clareza enorme pra mim, faz muito sentido, mesmo sem nunca ter ouvido nada disso antes. Porém como sou novato aqui, como é que posso realizar o SI proposto nessa mensagem ?
    obrigado, namastê.

    ResponderExcluir
  2. Vê se te ajuda Kadu:
    http://leiturasdaluz.blogspot.com/2010/10/um-amigo-16-de-outubro-de-2010.html

    ResponderExcluir
  3. Kadu, boas vindas,

    A indicação da Célia tem um conteúdo importante.

    Ao longo dos últimos anos, estamos sendo dirigidos pela Inteligência da Luz e vamos encontrando os conteúdos necessários para ajudar no nosso Despertar Interno. Assim seu melhor Mestre está dentro de você e ele sabe o que fazer e o que te orientar. Assim você chegou até este Blog.

    A Realização do Si é de dentro para fora. O que precisamos fazer é não acreditar que somos o personagem que representamos e sim um Espírito eterno e apenas estamos passando por uma experiência humana, temporariamente. Ou seja, tudo a nossa volta é ilusão. Busque a paz no teu coração e mantenha o teu foco no aqui e agora.

    As percepções e energias que as mensagens apresentam para os humanos, em processo de despertar, e os protocolos a executar, não são exatamente para se buscar este despertar mas sim são marcadores (ou melhor indicadores) do seu processo de despertar. Assim você pode perceber, mais ou menos, em que fase está ou se não está.

    Também não tem nenhuma preocupação se não perceber em você pois cada um tem seu caminho e conforme o destino (3D unificada, 5D ou outros mais acima) você e todos nós, teremos diferentes percepções. importante seguir o caminho de menor resistênfcia no nosso dia a dia, é um bom marcador.

    Assim boas leituras e como você mesmo disse, tudo se encaixa muito bem como se você já soubesse, é porque você está sendo bem orientado pelo seu Mestre Interior.

    Um abraço,

    ResponderExcluir