Seguidores

SE VOCÊ COMPARTILHAR ALGUMA MENSAGEM DESTE BLOG, FAVOR REPRODUZI-LA EM SUA INTEGRALIDADE, CITANDO A FONTE OU INDICANDO O LINK DA MESMA.

2 de nov de 2012

UM AMIGO – 2 de novembro de 2012


Mensagem publicada em 3 de novembro, pelo site AUTRES DIMENSIONS.



Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui

(GRAVAÇÃO REALIZADA A PARTIR DO TEXTO ORIGINAL FRANCÊS, SUJEITA, PORTANTO, A CORREÇÕES QUANDO DA TRANSCRIÇÃO).




Eu sou UM AMIGO.
De meu Coração ao seu Coração, coloquemo-nos na Paz e na Fluidez, alguns instantes.

... Partilhar da Doação da Graça...

O que eu tenho a dizer-lhes, Irmãos e Irmãs, é, de algum modo, um complemento concernente aos Elementos e a tudo o que lhes foi explicado, durante estes dias.

Assim como vocês, talvez, apreenderam ou já viveram, os Elementos, quaisquer que seja sua potência e seu aspecto visível, nesse mundo, são, para vocês, uma ocasião inestimável de reforçar sua Paz, sua Fluidez, sua Unidade, para colocá-los no espaço, eu diria, o mais confortável e o mais agradável do que vocês São.

A ação dos Elementos, de algum modo, vai guiar sua consciência e vai guiar, vocês viram, suas percepções, suas sensações e seus reencontros.

Além do que foi nomeada essa “justaposição Dimensional”, mais do que nunca, a ação dos Elementos é a ativação, em vocês, do conjunto de circuitos sutis da consciência (ndr: intervenção de SRI AUROBINDO, de 02 de novembro de 2012).
Ela vai levá-los a viver, de maneira cada vez mais profunda, a Paz e a Fluidez.
E eu acrescentaria, também, a intensidade da Vacuidade.
A intensidade da Vacuidade corresponde, de algum modo, ao seu desaparecimento da consciência pessoal e da consciência de sua personalidade.

É, justamente, esse desaparecimento que pode colocar problema para aqueles Irmãos e das Irmãs humanos que não estão despertados à Vibração, mas que, para vocês, deve permitir-lhes aclimatar-se, cada vez mais rapidamente, a essa Paz nova e aproximá-los, o mais possível, da Morada de Paz Suprema.

A consciência é Vibração (eu o repeti, há numerosos anos, entre vocês).
Existe um estado, no qual a consciência não é mais Vibração: isso foi nomeada a a-consciência ou Absoluto, ou Parabrahman.
O que se desenrola, durante este mês, é, para vocês, a ocasião (se já não foi feito) de pressentir e de aproximar-se, de algum modo, do que não pode ser descrito ou exprimido em palavras.

A Paz nova e a Fluidez nova vão colocá-los na situação daquele que não é mais uma pessoa, que não é mais desse mundo (e que, no entanto, está sobre esse mundo), vai colocá-los em uma Paz totalmente inédita, na qual vocês vão, de algum modo, ver-se agir, ver-se trabalhar, ao mesmo tempo sabendo que não são vocês que agem, e que não são vocês que trabalham.

A sobreposição (como enunciou SRI AUROBINDO) concernente às Linhas Dimensionais vai conferir, à sua consciência, uma Paz a nenhuma outra similar.
Nessa Paz encontrar-se-á tudo o que é necessário para sua consciência como, também, para esse corpo (o que ele tem a viver, nesse mundo, nessa época).
Esse estado de Paz, essa Fluidez nova possui, nela, tudo o que é necessário para viver de maneira adequada, este período.

Vocês observarão, cada vez mais facilmente, que o que quer que se produza, a Paz nova coloca-os em um estado no qual não é mais necessário nem reagir, nem colocar-se, nem confrontar-se, ao mesmo tempo estando, plenamente, inscritos na presença do Si.
É viver esses aspectos da consciência que vai, efetivamente, fornecer-lhes, de algum modo (se já não foi feito), as provas as mais fundamentais de sua Natureza profunda, de sua Essência, e de sua Verdade Absoluta.

Muitos elementos (que podiam parecer-lhes, até o presente, ainda, preponderantes no desenrolar de sua vida) vão parecer-lhes cada vez mais insignificantes e cada vez mais na distância com sua consciência e com seus centros de interesse.
Isso, além de questões iniciais e preliminares possíveis, colocá-los-á nessa nova Paz.

A Paz que se instala é, para muitos de vocês, a primícia de Shantinilaya (ou Morada de Paz Suprema) ou, ainda, a possibilidade de viver Samadhis (ou Sat Chit Ananda), de maneira muito mais viva, muito mais presente do que o que lhes foi possível, em sua própria escala de valor e de intensidade, viver e encontrar.
É nesses estados, não comuns, que se encontra, realmente, a totalidade do que lhes é útil para levar a efeito o que se desenrola.
Vocês verificarão, por si mesmos, que absolutamente tudo já está presente, em vocês, que isso não era uma vã palavra, e vocês constatarão, cada vez mais, que esse mundo é uma Ilusão, e que vocês estão, cada vez mais, na vida, tomando consciência dessa Ilusão.

Isso não decorrerá mais, de modo algum, de seus pensamentos, de suas ideias ou de seus modos de ver as coisas, mas, bem mais, como uma Verdade, totalmente independente, justamente, de seu modo de ver as coisas ou de vivê-las.
Essa Paz nova, essa Fluidez nova acompanhar-se-á, para muitos de vocês, de manifestações Elementares descritas pelo Bem Amado SRI AUROBINDO, mas, também, pelas manifestações de diferentes estruturas Vibrais, que lhes são conhecidas ou que vocês tenham experimentado há vários anos.

A simultaneidade da Vibração das três Lareiras, com a presença do Canal Mariano (e, se é o caso, da Onda de Vida), permitirá exercer, em sua consciência (como em tudo o que é vivido em sua vida), um novo modo não, unicamente, de ver, mas de Ser.
Nessa Paz encontram-se, real e concretamente, todos os recursos quaisquer que sejam eles, que lhes são necessários para viver o que vocês têm a viver.

Assim que as primeiras experiências em que o conjunto de estruturas Vibrais elevar-se, em vocês, a consciência modificar-se-á, cada vez mais facilmente.
Não haverá, de qualquer modo, mais necessidade de aclimatar-se (como é o caso na meditação ou no Alinhamento) para mergulhar nessa Paz e nessa Fluidez.
Haverá (como foi dito, também, por SRI AURIBINDO) uma noção de rapidez, tanto nas flutuações da consciência, como na instalação dessa Paz nova.
Vocês passarão, cada vez mais fácil e simplesmente, ou de sua consciência habitual para a ocultação de toda consciência, ou, ainda, da consciência comum para a Supraconsciência, no espaço de um pensamento.
Isso se realizará sem esforço.

Vocês recolherão os frutos dessa Paz, dessa Tranquilidade e dessa Fluidez, de maneira cada vez mais flagrante, seja na vida desse corpo, como em sua vida, como em seus humores ou, ainda, mesmo, em seu modo de pensar, como em seus próprios pensamentos.
Vocês observarão, também, que, além das estruturas Vibrais conhecidas de vocês (ou vividas por vocês), a Vibração celular, concernente à totalidade do corpo, tornar-se-á extrema.
Isso será vivido sem dificuldade e sem incômodo, mas de modo, aí também, cada vez mais natural.

Assim que a Paz estiver presente (e, isso, eu os lembro, de maneira cada vez mais evidente e rápida), ser-lhes-á, então, possível constatar, cada vez mais evidentemente, que vocês nada são desse corpo e nada dessa pessoa.
Isso porá fim às últimas dúvidas e às últimas interrogações, concernentes ao que vocês São (se essas interrogações existem, contudo, ainda, em vocês).

O conjunto de circunstâncias (mesmo a Presença de URIEL e daqueles que, talvez, já se dirigiram a vocês, chamando-os por seu nome) tornar-se-á cada vez mais intenso e cada vez mais evidente não, unicamente, através do fato de sentir uma presença, mas de começar modos de comunicação novos, que se fazem de maneira Interior e direta, que lhes dão, por impressão Vibratória, o que tem a exprimir a consciência que vocês contataram, ou que os contatou.

Os mecanismos (se eles lhes concernem) em relação com os Duplos, quaisquer que sejam, tornar-se-ão cada vez mais intensos e cada vez mais fáceis, que não requerem, de sua parte (nem de um lado, nem do outro), o mínimo pedido, mas estabelecer-se-ão, de maneira ainda mais evidente do que anteriormente.

As estruturas Vibrais que existem nos estados multidimensionais (seja de Coração a Coração, ou de Campo de consciência a Campo de consciência, inteiramente, ou, ainda, concernentes às estruturas Vibrais outras: Onda de Vida, Porta KI-RIS-TI, integração de Passagens ou, ainda, estruturas Elementares) serão meios de colocação em ressonância e de comunicação com as outras Dimensões, que serão cada vez mais afinadas, cada vez mais perceptíveis e cada vez mais claras.
Isso, também, concorrerá para estabelecê-los e para mantê-los na Paz.

Para todo o contato com os Mundos Unificados (seja através dos Elementos, seja através das Estrelas, dos Anciões ou dos Arcanjos ou, ainda, com uma Consciência da Confederação Intergaláctica dos Mundos Livres), o resultado será, sempre, o mesmo: uma amplificação da Paz, uma amplificação da Fluidez, e uma modificação considerável de seu modo de ver as coisas e de apreender as coisas.

Inúmeros elementos que lhes colocavam questão (seja ao nível da razão ou de interrogações, muito lógicas, concernentes ao desenrolar da Ascensão) aparecer-lhes-ão, aí também, com cada vez mais evidência e facilidade, mesmo se vocês não tenham, sempre, as palavras para descrever o que vocês vivem.
Mas o efeito do que é vivido será, não se pode mais evidente.
Tudo isso vai levá-los a crescer na Paz, a crescer na serenidade e a manifestar uma Fluidez e uma igualdade de humor a nenhum outro similar.

O efeito da Luz, além das estruturas Vibrais, os fará reencontrar não, unicamente, sua Dimensão original, mas suas qualidades intrínsecas originais, assim como seus potenciais nomeados “espirituais”, os mais Originais que sejam, e que haviam sido, de algum modo, ocultados pela consciência da personalidade.
O aparecimento desses novos potenciais, quaisquer que sejam, não deve levá-los a fazer disso um uso imoderado, mas apenas considerar que isso faz parte de seus modos de manifestação habituais, em Mundos Unificados.

É como se uma criança, que descobre que pode andar, passasse seu tempo a observar sua marcha: o interesse não é o potencial novo que se manifestará a vocês, ao nível espiritual, mas, efetivamente, o que daí decorrerá, aí também, espontaneamente, em sua vida e no que há a viver, para vocês, durante esses tempos.

O elemento o mais marcante não são, tanto, os potenciais espirituais novos, nem mesmo as manifestações da consciência, mas (eu insisto nisso) é a qualidade de Paz, a qualidade de Tranquilidade, a intensidade de sua própria Fluidez, obtida por tudo isso, que tornará os eventos a viver como suavizados e como não tendo qualquer marca na própria personalidade.

A Paz é, portanto, o recurso e o testemunho do que se desenrola, durante este mês.
A intensidade Vibratória (tanto do Supramental como da Onda de Vida, como do Manto Azul da Graça ou, ainda, dos Elementos) vai aparecer-lhes, em um primeiro tempo, como exagerada, tanto mais que as manifestações ligadas ao testemunho desse estado (e, em especial, o Canto da alma), tornar-se-ão a nenhuma outra similares, assinalando a Aproximação de MARIA de seu Antakarana, ao nível coletivo.

Tudo isso não visa outra coisa que não mantê-los nessa Morada de Paz que, eu o espero, será cada vez mais bem sucedida, que lhes permite soltar em relação a todas as suas Ilusões, a todas as suas crenças que podem restar, a todos os seus apegos, e a todas as suas dificuldades que possam existir na personalidade (qualquer que seja sua abertura).

A Paz e a Fluidez, novas, não representam, portanto, unicamente, uma forma de amplificação do que vocês já conheceram, mas, efetivamente, experiências e estados novos, que os aproximam, sempre mais, de sua Dimensão de origem, de seus potenciais ligados às Linhagens ou, ainda, de seu potencial ligado à sua Linhagem estelar e à sua Origem estelar.

Durante este período, não se surpreendam, tampouco, de estarem cada vez mais em contato com os Mundos de Luz e seus habitantes e, isso, de todos os modos possíveis, além dos aspectos Vibrais, além de sua própria consciência: muito frequentemente, sob forma de sonhos, como acordados ou de acessos (concretos e diretos) às esferas de Luz que, anteriormente, eram reservados àqueles que viajavam no corpo de Existência.
A sobreposição e a justaposição de Dimensões torna isso possível.

O testemunho disso é a Paz.
O testemunho disso é a Fluidez e essa Alegria nova que lhes permitirá crescer, sempre mais, na expansão de seus campos, na expansão de sua consciência, talvez, até tocar o próprio desparecimento dessa expansão, ou seja, tornar-se Parabrahman ou Absoluto.

O que quer que seja, o que quer que vocês consigam manifestar (sem o desejo e sem o querer), a consequência disso será, sempre, mais Paz, mais Amor e mais serenidade.
Mas não a Paz, a serenidade e o Amor tais como vocês haviam vivido até o presente, mas, realmente, em outra oitava, em outro potencial, e em outra manifestação.

O que vem é Paz.
E lembrem-se, também, de que é necessário ter certa forma de indulgência para aqueles de nossos Irmãos e Irmãs encarnados que não têm, ainda, a possibilidade de viver tudo isso.
Vocês são, aí também, de algum modo, os pioneiros desse evento único que se desenrola na história desse Sistema Solar.
A Paz é o único meio de viver (correta, inteira e totalmente) os mecanismos Ascensionais em curso.

Eu terminarei, simplesmente, minhas palavras por este conselho: para aqueles de vocês que têm vivido o Si, para aqueles de vocês que tocam a Última ou Infinita Presença, como para aqueles que já são Absoluto, o simples fato (além dos Elementos) de portar, sucessivamente, sua consciência, primeiro, em um dos Elementos da cabeça (aquele que está acoplado), começando por IM, IS, AL, OD, e, em seguida, portando a consciência na zona dos pés, vocês terão a surpresa de constatar que o conjunto de Estruturas Vibrais põe-se em movimento e permite expandir a consciência, bem além do que havia sido possível, para vocês, até o presente.

Eu os lembro de que há a possibilidade, também, de amplificar a Onda de Vida, quando ela os atravessa, simplesmente, cruzando os tornozelos (como havia dito o Arcanjo ANAEL, há vários meses).
Isso se tornará cada vez mais potente ao nível da percepção como da Paz obtida.

A junção do ALFA e do ÔMEGA (ilustrada, ao nível do corpo, pela junção entre o Supramental que vem da cabeça, que passa pelo Coração e que penetra o Coração, e a Onda de Vida, que vem da Terra) permitirá realizar essa Fusão Final, que leva sua Consciência a Shantinilaya.

Façam a experiência disso.
Deixem a Paz nutri-los, deixem a Tranquilidade regá-los, para que nunca mais vocês tenham sede.
Isso se traduzirá pelo sentimento de viver a Água da Vida, a Água do Alto, assim como nomeada pelo Arcanjo URIEL.

A conjunção do Supramental, a conjunção da Radiação do Ultravioleta, assim como a Irradiação da FONTE, acoplada à Onda de Vida (ou ao Núcleo Cristalino da Terra), são destinadas a realizar, em vocês, essa Paz Suprema.

Vocês nada têm a dirigir, simplesmente, portar sua Atenção e a sua Intenção, alguns segundos, assim como eu exprimi.
Não façam isso quando os Elementos chamam-nos (quer eles sejam um, dois ou três, ou os quatro, a chamá-los), mas nos momentos em que lhes parecem serem os mais habitualmente normais possível, ou seja, além das experiências da consciência expandida e além das experiências de Última Presença ou de Absoluto, estabelecido como além de todo estado.
Façam isso e vocês constatarão, por si mesmos, os efeitos imediatos, em seu humor, em sua própria consciência.

Cultivar a Paz não é, portanto, uma ascese, mas, efetiva e simplesmente, deixar-se atravessar, sem resistir, cada vez mais, pelo que está aí: não interferir, mas, simplesmente, estar lúcido e consciente disso, o que permite, então, a travessia dessas Ondas específicas do conjunto de seu corpo que realiza, ao mesmo tempo, a Transparência, e que permite ao Coração Ascensional elevar-se, sem qualquer problema, o que lhes dá, então, a viver, cada vez mais, o acesso à sua multidimensionalidade.

Minhas palavras, esta noite, param aí.
Se há, em vocês, em relação ao que eu exprimi, questões, então, eu os escuto.

Questão: poderia desenvolver a noção de “potencial espiritual”?

Isso nos tomaria muito tempo para explicar o que são todos os potenciais espirituais.
Os potenciais espirituais, é redescobrir sua Multidimensionalidade.
É redescobrir o que está além desse mundo.

Isso, estritamente, não tem qualquer relação com os poderes desse mundo, quaisquer que sejam, mas, efetivamente, o acesso à sua Memória de Eternidade, que nada tem a ver com a memória desse mundo.

Eu não falo de potenciais espirituais, tais como vocês poderiam nomeá-los habitualmente (seja a vidência, os flashes, a clariaudiência, ou a clarisensciência), mas isso é bem além: isso lhes dá a penetrar na intimidade de seu Ser, além de qualquer Véu, além de tudo o que, até o presente, mascarava sua consciência.
Retendo que o maior dos potenciais espirituais é, justamente, viver essa Paz Suprema, permanentemente.
E, absolutamente, não fazer mostrar qualquer poder espiritual.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

Permitam-me então, Irmãos e Irmãs, aqui presentes, fazê-los viver um momento de ressonância e de radiância, concernente ao estabelecimento da conexão de que eu acabo de informá-los.

Primeiramente, Atenção e Intenção portadas em IM e IS da cabeça.
Atenção e Intenção portadas nos Pontos AL e OD da cabeça e, exatamente depois, Atenção e Intenção da consciência portadas sob a planta dos pés, e nada mais.
Eu começo agora.

... Partilhar da Doação da Graça...

Eu sou UM AMIGO.
Do meu Coração ao seu Coração, a Paz, o Amor e a Luz.
Até breve.


___________________________________
NDR

AL da cabeça ou ALFA.
No meio da fronte, a dois milímetros atrás da implantação da raiz dos cabelos.

 

OD da cabeça ou ÔMEGA – um centímetro acima da raiz de implantação dos cabelos, sobre a linha do meio da nuca.



IM - AQUI - HIC
Dois dedos acima da ponta da orelha esquerda.


IS – AGORA - NUNC
Dois dedos acima da ponta da orelha direita.
_______________
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: http://www.autresdimensions.com/.

2 comentários:

  1. A vacuidade guiada e a ser implementada pelos elementos, neste período é, na verdade, o desaparecimento da consciência pessoal. Vocês são, de algum modo, os pioneiros deste evento único que se desenrola na história deste sistema solar. A paz é o único meio de viver correta e inteiramente os mecanismos ascensionais em curso. Só estes poucos extratos da MSG, já a qualificaria, e a situaria, dentre os conteúdos mais avançados, certamente. Bem, de fato é uma bênção, das maiores, receber tamanha abundância.

    ResponderExcluir
  2. "A consciência é Vibração. Existe um estado, no qual a consciência não é mais Vibração: isso foi nomeada a
    a-consciência ou Absoluto.
    O que se desenrola, durante este mês, é, para vocês, a ocasião (se já não foi feito) de pressentir e de aproximar-se, de algum modo, do que não pode ser descrito ou exprimido em palavras.

    "Mais do que nunca, a ação dos elementos é a ativação, em vocês, do conjunto de circuitos sutis da consciência.
    Ela vai levá-los a viver, de maneira cada vez mais profunda,a Paz e a Fluidez. E eu acrescentaria, também, a Intensidade da Vacuidade.
    A intensidade da Vacuidade corresponde, de algum modo, ao seu desaparecimento da consciência pessoal e da consciência de sua personalidade.

    "É, justamente, esse desaparecimento... que, para vocês, deve permitir-lhes aclimatar-se, cada vez mais rapidamente, a essa Paz nova e aproximá-los, o mais possível, da Morada de Paz Suprema.

    "A Paz nova e a Fluidez nova vão colocá-los na situação daquele que não é mais uma pessoa, que não é mais desse mundo (e que, no entanto, está sobre esse mundo).
    "A Paz é o único meio de viver (correta, inteira e totalmente) os mecanismos Ascensionais em curso."

    ResponderExcluir